Superando o vício da pornografia

العربيةবাংলা简体 中文InglêsfilipinoFrancêsहिन्दी日本語한국어Bahasa MelayuPortuguêsਪੰਜਾਬੀrussoEspanholతెలుగుVietinamita

Querida alma

Deixe-me falar ao seu coração por um momento .. Eu não estou aqui para condenar você, ou para julgar onde você esteve. Eu entendo o quão fácil é ficar preso na teia da pornografia.

A tentação está em todo lugar. É uma questão que todos nós enfrentamos. Diariamente somos atraídos pelo que vemos na televisão, nos filmes ou na internet.

Pode parecer uma coisa pequena olhar para aquilo que é agradável aos olhos. O problema é que olhar se transforma em luxúria, e a luxúria é um desejo que nunca é satisfeito.

“Mas todo homem é tentado, quando é arrancado de sua luxúria e seduzido. Então, quando a concupiscência tem concebido, produz o pecado, e o pecado, quando está terminado, traz a morte. ”~ James 1: 14-15

Muitas vezes é isso que atrai a alma para a teia da pornografia.

As Escrituras lidam com esse problema comum ...

“Mas eu vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já cometeu adultério com ela em seu coração”.

E, se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Mateus 5 28-29

Satanás conhece nossas tentações. Ele usa imagens bonitas e pensamentos sedutores para nos atrair para sua teia. Nós nos tornamos intrigados. Nosso interesse nos leva a um caminho aparentemente inofensivo, até que se torne uma fortaleza em nossa vida.

Satanás vê nossa luta. Ele ri de nós delirantemente! “Você também se torna tão fraco quanto nós? Deus não pode alcançá-lo agora, sua alma está além do Seu alcance. ”

Muitos morrem em seu enredamento, outros questionam sua fé em Deus. “Eu andei muito longe de Sua graça? Sua mão vai chegar até mim agora?

Nossos momentos mais fracos são quando estamos sozinhos, somos seduzidos por nossos próprios pensamentos lascivos. Nós flertamos com a tentação quando devemos fugir. "Que mal vai fazer?", Dizemos a nós mesmos de forma convincente.

Seus momentos de prazer são mal iluminados, como a solidão se impõe. Não importa quão longe você tenha caído, a graça de Deus é ainda maior. O pecador caído Ele deseja salvar, Ele alcançará Sua mão para segurar a sua.

As Escrituras dizem: “Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus. ~ Romanos 3: 23

Alma, isso inclui você e eu.

Somente quando percebemos o horror de nosso pecado contra Deus e sentimos sua profunda tristeza em nossos corações, podemos nos afastar do pecado que uma vez amamos e aceitar o Senhor Jesus como nosso Salvador.

“Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” ~ Romanos 10: 9

Não durma sem Jesus até ter certeza de um lugar no céu.

Esta noite, se você gostaria de receber o presente da vida eterna, primeiro você deve crer no Senhor. Você tem que pedir que seus pecados sejam perdoados e depositar sua confiança no Senhor. Para ser um crente no Senhor, peça a vida eterna. Há apenas um caminho para o céu, e isso é através do Senhor Jesus. Esse é o maravilhoso plano de salvação de Deus.

Você pode começar um relacionamento pessoal com Ele orando de coração uma oração como a seguinte:

“Oh Deus, sou um pecador. Eu fui um pecador toda a minha vida. Perdoe-me, Senhor. Eu recebo Jesus como meu Salvador. Eu confio nEle como meu Senhor. Obrigado por me salvar. Em nome de Jesus, Amém.

Se você nunca recebeu o Senhor Jesus como seu Salvador pessoal, mas o recebeu hoje depois de ler este convite, por favor nos avise. Gostaríamos muito de ouvir de você. Seu primeiro nome é suficiente ou coloque um "x" no espaço para permanecer anônimo.

Hoje fiz paz com Deus ...

“Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo o teu amor inabalável; de acordo com sua abundante misericórdia, apague minhas transgressões. Lava-me completamente da minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado! Porque conheço as minhas transgressões e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti só pecaste e fiz o que é mau à tua vista, para que sejas justificado nas tuas palavras e irrepreensível no teu juízo ... não me rejeites da tua presença e não retire de mim o teu Espírito Santo. Restaure-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário. Então eu ensinarei aos transgressores seus caminhos e os pecadores retornarão a você. ”Salmo 51: 1-4, 10-13

Encontre Respostas em Vídeo para as Perguntas Mais Difíceis da Vida:

Aborto

Homossexualidade

Pornografia

Sexualidade

Como começar sua nova vida com Deus ...

Clique sobre o "GodLife" abaixo

discipulado

Tópicos relacionados:

Como posso superar a pornografia?
A pornografia é um vício especialmente difícil de superar. O primeiro passo na superação de ser escravizado a qualquer pecado em particular é conhecer a Deus e ter o poder do Espírito Santo operando em sua vida.

Por essa razão, deixe-me passar pelo plano de salvação. Você deve admitir que você pecou contra Deus.

Romanos 3: 23 diz: “porque todos pecaram e carecem da glória de Deus”.

Você deve crer no Evangelho como dado em I Coríntios 15 & 3, “que Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras, que ele foi sepultado, que ele foi ressuscitado no terceiro dia de acordo com as Escrituras”.

E finalmente, você deve pedir a Deus que o perdoe e peça a Cristo para entrar em sua vida. As Escrituras usam muitos versículos para expressar esse conceito. Um dos mais simples é Romans 10: 13, “pois: 'Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo'”. Se você honestamente fez essas três coisas, você é um filho de Deus. O próximo passo para encontrar a vitória é conhecer e acreditar no que Deus fez por você quando aceitou a Cristo como seu Salvador.

Você era um escravo do pecado. Romanos 6: 17b diz: "você costumava ser um escravo do pecado". Jesus disse em João 8: 34b: "Todo mundo que peca é escravo do pecado". Mas a boa notícia é que Ele também disse em John 8: 31 & 32, “Para os judeus que acreditaram nele, Jesus disse: 'Se você se apega ao meu ensino, você é realmente meu discípulo. Então você saberá a verdade, e a verdade o libertará. '”Ele acrescenta no verso 36:“ Então, se o Filho libertar você, você estará livre de fato. ”

2 Peter 1: 3 & 4 diz: “Seu poder divino nos deu tudo o que precisamos para a vida e piedade através do nosso conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e bondade.

Através destes, ele nos deu suas grandes e preciosas promessas, para que através delas você possa participar da natureza divina e escapar da corrupção no mundo causada por maus desejos ”. Deus nos deu tudo o que precisamos para ser piedosos, mas vem através do nosso conhecimento Dele e da nossa compreensão das Suas grandes e preciosas promessas.

Primeiro precisamos saber o que Deus fez. No capítulo 5 de Romanos, aprendemos que o que Adão fez quando pecou deliberadamente contra Deus afetou todos os seus descendentes, todo ser humano. Por causa de Adão, todos nascemos com uma natureza pecaminosa.

Mas em Romanos 5: 10 nós aprendemos, “Porque se nós, quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela morte de seu Filho, quanto mais, tendo sido reconciliados, seremos salvos através de sua vida!”

O perdão dos pecados vem através do que Jesus fez por nós na cruz, o poder de vencer o pecado vem através de Jesus vivendo a Sua vida através de nós no poder do Espírito Santo.

Gálatas 2: 20 diz: “Eu fui crucificado com Cristo e não vivo mais, mas Cristo vive em mim.

A vida que eu vivo no corpo, eu vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim ”. Paulo diz em Romanos que o que Deus fez por nós que nos salva do poder do pecado é ainda maior do que o que Ele fez por nós em nos reconciliar consigo mesmo.

Observe a frase "muito mais" em Romans 5: 9, 10, 15 e 17. Paulo coloca desta forma em Romanos 6: 6 (eu estou usando a tradução na margem do NIV & NASB), "Pois sabemos que o nosso antigo eu foi crucificado com ele para que o corpo do pecado pudesse se tornar impotente, que não devemos mais ser escravos do pecado ”.

I João 1: 8 diz: "Se afirmamos estar sem pecado, nós mesmos nos enganamos e a verdade não está em nós." Colocando os dois versos juntos, nossa natureza pecaminosa ainda está lá, mas o poder de nos controlar foi quebrado .

Em segundo lugar, precisamos acreditar no que Deus diz sobre o poder do pecado ser quebrado em nossas vidas. Romanos 6: 11 diz: "Da mesma forma, considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus." Um homem que era escravo e foi libertado, se ele não sabe que ele foi libertado, ainda obedecerá ao seu antigo mestre e para todos os propósitos práticos ainda será um escravo.

Em terceiro lugar, precisamos reconhecer que o poder de viver na vitória não vem através da determinação ou força de vontade, mas através do poder do Espírito Santo que vive em nós uma vez que tenhamos sido salvos. Gálatas 5: 16 & 17 diz: “Então eu digo, viva pelo Espírito, e você não satisfará os desejos da natureza pecaminosa.

Pois a natureza pecaminosa deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito é o contrário da natureza pecaminosa.

Eles estão em conflito uns com os outros, para que você não faça o que você quer ”.

Note que o versículo 17 não diz que o Espírito não pode fazer o que Ele quer ou que a natureza pecaminosa não pode fazer o que quer, diz, “que você não faça o que você quer”.

Deus é infinitamente mais poderoso que qualquer hábito pecaminoso ou vício. Mas Deus não vai forçá-lo a obedecê-lo. Você pode escolher entregar sua vontade à vontade do Espírito Santo e dar a Ele o controle completo de sua vida, ou você pode escolher quais pecados você quer lutar e acabar lutando contra eles por conta própria e perdendo. Deus não tem obrigação de ajudá-lo a lutar contra um pecado se você ainda estiver segurando outros pecados. A frase “você não satisfará os desejos da natureza pecaminosa” se aplica a um vício em pornografia?

Sim. Em Gálatas 5: 19-21 Paulo lista os atos da natureza pecaminosa. Os três primeiros são “imoralidade sexual, impureza e devassidão”. “Imoralidade sexual” é qualquer ato sexual entre indivíduos que não seja um ato sexual entre um homem e uma mulher que são casados ​​entre si. Também inclui bestialidade.

"Impureza" significa literalmente impureza.

"Dirty-minded" é uma expressão moderna que significa a mesma coisa.

"Deboche" é uma conduta sexual sem vergonha, uma total ausência de restrição na busca de gratificação sexual.

Mais uma vez, Gálatas 5: 16 & 17 diz: "viva pelo Espírito".

Tem que ser um modo de vida, não apenas pedir a Deus para ajudá-lo com esse problema específico. Romanos 6: 12 diz: "Portanto, não deixe o pecado reinar em seu corpo mortal para que você obedeça aos seus maus desejos".

Se você não escolhe dar ao Espírito Santo o controle de sua vida, você está escolhendo deixar o pecado controlá-lo.

Romanos 6: 13 coloca o conceito de viver pelo Espírito Santo desta maneira: “Não ofereça as partes do seu corpo para pecar, como instrumentos de iniquidade, mas antes ofereça-se a Deus, como aqueles que foram trazidos da morte para a vida. ; e ofereça as partes do seu corpo para ele como instrumentos de justiça ”.

Em quarto lugar, precisamos reconhecer a diferença entre viver sob a lei e viver sob a graça.

Romanos 6: 14 diz: "Porque o pecado não será seu senhor, porque você não está debaixo da lei, mas debaixo da graça".
O conceito de viver sob a lei é relativamente simples: se eu mantiver todas as regras de Deus, Deus será feliz comigo e me aceitará.

Não é assim que uma pessoa é salva. Somos salvos pela graça através da fé.

Colossenses 2: 6 diz: "Então, assim como você recebeu a Cristo Jesus como Senhor, continue a viver nele."

Assim como nós não poderíamos manter as regras de Deus bem o suficiente para que Ele nos aceitasse, então nós não podemos manter as regras de Deus bem o suficiente depois de sermos salvos para que Ele seja feliz conosco nessa base.

Para sermos salvos, pedimos a Deus para fazer algo por nós que não poderíamos fazer com base no que Jesus fez na cruz por nós; Para encontrar a vitória sobre o pecado, pedimos ao Espírito Santo para fazer algo por nós, que não podemos fazer a nós mesmos, derrotar nossos hábitos pecaminosos e vícios, sabendo que somos aceitos por Deus, apesar de nossos fracassos.

Romanos 8: 3 & 4 coloca desta forma: “Pois o que a lei era impotente para fazer, na medida em que era enfraquecida pela natureza pecaminosa, Deus enviava seu próprio Filho à semelhança do homem pecador para ser uma oferta pelo pecado.

E assim ele condenou o pecado no homem pecador, a fim de que os requisitos justos da lei pudessem ser plenamente satisfeitos em nós, que não vivem de acordo com a natureza pecaminosa, mas de acordo com o Espírito ”.

Se você está realmente interessado em encontrar a vitória, aqui estão algumas sugestões práticas: Primeiro, passe o tempo lendo e meditando sobre a Palavra de Deus todos os dias.

Salmo 119: 11 diz: "Escondi a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti."

Em segundo lugar, passe o tempo rezando todos os dias. Oração é você falando com Deus e ouvindo Deus falar com você. Se você vai viver no Espírito, precisará ouvir claramente a voz dEle.

Terceiro, faça bons amigos cristãos que o encorajem a andar com Deus.

Hebreus 3: 13 diz: "Mas encorajem uns aos outros diariamente, contanto que se chamem Hoje, para que nenhum de vocês seja endurecido pela falsidade do pecado."

Quarto, encontre uma boa igreja e um pequeno grupo de estudos bíblicos, se puder e participe regularmente.

Hebreus 10: 25 diz: "Não vamos desistir de nos reunir, como alguns têm o hábito de fazer, mas vamos nos encorajar uns aos outros - e tanto mais quanto você ver o dia se aproximando."

Há mais duas coisas que eu sugeriria para qualquer um que estivesse lutando com uma questão particularmente difícil como o vício da pornografia.

James 5: 16 diz: “Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para que possam ser curados. A oração de um homem justo é poderosa e eficaz ”.

Esta passagem não significa falar sobre seus pecados em uma reunião pública da igreja, embora possa ser apropriado em uma reunião de homens pequenos para pessoas que lutam com o mesmo problema, mas parece significar encontrar um homem em quem você possa confiar totalmente e dar permissão a ele. Pergunte-lhe pelo menos semanalmente como está a sua luta contra a pornografia.

Sabendo que você não apenas terá que confessar seu pecado a Deus, mas também a um homem em quem confie e admire, pode ser um poderoso impedimento.

A outra coisa que eu sugeriria para qualquer um que estivesse lutando com uma questão particularmente difícil do pecado é encontrada em Romanos 13: 12b (NASB), “não faça provisão para a carne em relação às suas luxúrias”.

Um homem que tentasse parar de fumar seria extremamente estúpido para manter um suprimento de seus cigarros favoritos na casa.

Um homem lutando com um vício em álcool tem que evitar bares e lugares onde o álcool é servido. Você não diz onde você vê pornografia, mas você deve absolutamente cortar seu acesso a ela.

Se for revistas, queime-as. Se é algo que você assiste na televisão, livre-se da televisão.
Se você assistir no seu computador, livre-se do seu computador, ou pelo menos qualquer pornografia armazenada nele e se livre do seu acesso à internet. Assim como um homem com um desejo por um cigarro no 3 provavelmente não vai se levantar, se vestir e sair para comprar um, então dificultar muito a visualização da pornografia fará com que seja menos provável que você fracasse.

Se você não eliminar seu acesso, não será realmente sério sobre desistir.

E se você escorregar e ver pornografia de novo? Imediatamente aceite toda a responsabilidade pelo que fez e confesse imediatamente a Deus.

I João 1: 9 diz: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo e nos perdoará os pecados e nos purificará de toda injustiça."

Quando confessamos o pecado, Deus não apenas nos perdoa, Ele promete nos purificar. Sempre confesse qualquer pecado imediatamente. A pornografia é um vício muito poderoso. Medidas sem entusiasmo não funcionarão.

Mas Deus é infinitamente poderoso e se você conhece e acredita no que Ele fez por você, aceita total responsabilidade por suas ações, confia no Espírito Santo e não em sua própria força e segue as sugestões práticas que eu fiz, a vitória é certamente possível.

Como posso superar a tentação do pecado?
Se a vitória sobre o pecado é um grande passo em nossa caminhada com o Senhor, poderíamos dizer que a vitória sobre a tentação se aproxima mais: a da vitória antes de pecarmos.

Primeiro deixe-me dizer isto: um pensamento que entra em sua mente não é em si pecado.
Torna-se pecado quando você o considera, entretém o pensamento e age nele.
Como discutido na pergunta sobre a vitória sobre o pecado, nós, como crentes em Cristo, recebemos poder para a vitória sobre o pecado.

Também temos o poder de resistir à tentação: o poder de fugir do pecado. Leia I John 2: 14-17.
A tentação pode vir de vários lugares:
1) Satanás ou seus demônios podem nos tentar,
2) outras pessoas podem nos levar ao pecado e, como as Escrituras dizem em James 1: 14 & 15, nós podemos ser 3) atraídos por nossas próprias luxúrias (desejos) e seduzidas.

Por favor, leia as seguintes Escrituras sobre a tentação:
Gênesis 3: 1-15; Eu John 2: 14-17; Matthew 4: 1-11; James 1: 12-15; I Coríntios 10: 13; Matthew 6: 13 e 26: 41.

James 1: 13 nos conta um fato importante.
Ela diz: “Ninguém diga quando for tentado 'Sou tentado por Deus', pois Deus não pode ser tentado, e Ele mesmo não tenta ninguém”. Deus não nos tenta, mas permite que sejamos tentados.

A tentação vem de Satanás, dos outros ou de nós mesmos, não de Deus.
O fim de James 2: 14 diz que quando somos seduzidos e pecamos, o resultado é a morte; separação de Deus e eventual morte física,

I John 2: 16 nos diz que existem três áreas principais de tentação:

1) os desejos da carne: ações erradas ou coisas que satisfazem nossos desejos físicos;
2) as concupiscências dos olhos, coisas que parecem atraentes, coisas erradas que nos atraem e nos afastam de Deus, querendo coisas que não são nossas e
3) o orgulho da vida, maneiras erradas de exaltar a nós mesmos ou ao nosso orgulho arrogante.

Vamos dar uma olhada em Gênesis 3: 1-15 e também na tentação de Jesus em Mateus 4.
Ambas as passagens da Escritura nos ensinam o que procurar quando somos tentados e como superar essas tentações.

Leia Gênesis 3: 1-15 Foi Satanás quem tentou Eva, para que ele pudesse levá-la para longe de Deus em pecado.

Ela foi tentada em todas essas áreas:
Ela viu a fruta como algo atraente para seus olhos, algo para satisfazer sua fome e Satanás disse que a faria gostar de Deus, conhecendo o bem e o mal.
Em vez de obedecer e confiar em Deus e pedir ajuda a Deus, seu erro foi ouvir as insinuações de Satanás, mentiras e sugestões sutis de que Deus estava guardando 'algo de bom' dela.

Satanás também a seduziu questionando o que Deus havia dito.
“Deus realmente disse?” Ele questionou.
As tentações de Satanás são enganosas e ele citou erroneamente as palavras de Deus.
As perguntas de Satanás fazem com que ela desconfie do amor e do caráter de Deus.
"Você não vai morrer", ele mentiu; "Deus sabe que seus olhos serão abertos" e "você será como Deus", apelando para o seu ego.

Em vez de ser grata por tudo o que Deus lhe dera, ela tomou a única coisa que Deus havia proibido e "deu também ao marido".
A lição aqui é ouvir e confiar em Deus.
Deus não guarda coisas de nós que são boas para nós.
O pecado resultante levou à morte (que deve ser entendida como separação de Deus) e eventual morte física. Naquele momento eles começaram a morrer fisicamente.

Sabendo que ceder à tentação leva por este caminho, fazendo com que percamos comunhão com Deus, e levando também à culpa, (leia 1 John 1) certamente deve nos ajudar a dizer não.
Adão e Eva não pareciam entender as táticas de Satanás. Temos o exemplo deles e devemos aprender com eles. Satanás usa os mesmos truques em nós. Ele mente sobre Deus. Ele retrata Deus como enganoso, mentiroso e sem amor.
Precisamos confiar no amor de Deus e dizer não às mentiras de Satanás.
Resistir a Satanás e à tentação é feito em grande parte como um ato de fé em Deus.
Precisamos saber que esse engano é o truque de Satanás e que ele é o mentiroso.
John 8: 44 diz que Satanás "é um mentiroso e o pai da mentira".
A palavra de Deus diz: “não reterá coisa boa aos que andam na retidão”.
Filipenses 2: 9 & 10 diz "fique ansioso por nada ... pois ele cuida de você".
Fique atento a qualquer coisa que adicione, subtraia ou distorça a palavra de Deus.
Qualquer coisa que questione ou mude as Escrituras ou o caráter de Deus, tem a marca de Satanás.
Para conhecer essas coisas, precisamos conhecer e entender as Escrituras.
Se você não conhece a verdade, é fácil ser enganado e enganado.
Enganado é a palavra operativa aqui.
Eu acredito que conhecer e usar as Escrituras corretamente é a arma mais valiosa que Deus nos deu para usar em resistir à tentação.

Ele entra em quase todos os aspectos de evitar as mentiras de Satanás.
O melhor exemplo disso é o próprio Senhor Jesus. (Leia Mateus 4: 1-12.) A tentação de Cristo estava relacionada ao seu relacionamento com o Pai e a vontade do Pai para com Ele.

Satanás usou as próprias necessidades de Jesus ao tentá-lo.
Jesus foi tentado a satisfazer seus próprios desejos e orgulho, em vez de fazer a vontade de Deus.
Como lemos em I João, Ele também foi tentado com a luxúria dos olhos, a luxúria da carne e o orgulho da vida.

Jesus é tentado depois de quarenta dias de jejum. Ele está cansado e com fome.
Muitas vezes somos tentados quando estamos cansados ​​ou fracos e nossas tentações são frequentemente sobre o nosso relacionamento com Deus.
Vamos ver o exemplo de Jesus. Jesus disse que veio para fazer a vontade do Pai, que Ele e o Pai eram um. Ele sabia por que ele foi enviado para a terra. (Leia o capítulo Filipenses 2.

Jesus veio a ser como nós e ser nosso Salvador.
Filipenses 2: 5-8 diz: "Sua atitude deve ser a mesma que a de Cristo Jesus: Quem, sendo na própria natureza Deus, não considerou a igualdade com Deus algo a ser compreendido, mas se fez nada, tomando a própria natureza de um servo, e sendo feito em semelhança humana.

E sendo encontrado na aparência como homem, ele se humilhou e tornou-se obediente até a morte - e até a morte na cruz. ”Satanás induziu Jesus a seguir suas sugestões e desejos, em vez de seguir a orientação de Deus.

(Ele tentou fazer com que Jesus satisfizesse uma necessidade legítima, fazendo o que ele dizia, em vez de esperar que Deus satisfizesse Sua necessidade, seguindo assim a Satanás, e não a Deus.

Essas tentações eram sobre fazer as coisas do jeito de Satanás, e não de Deus.
Se seguirmos as mentiras e sugestões de Satanás, deixaremos de seguir a Deus e seguiremos a Satanás.
É um ou outro. Nós então caímos em uma espiral descendente de pecado e morte.
Primeiro Satanás tentou-o a demonstrar (provar) seu poder e divindade.
Ele disse, desde que você está com fome, use seu poder para satisfazer sua fome.
Jesus foi tentado para que pudesse ser nosso perfeito mediador e intercessor.
Deus permite que Satanás nos teste para nos ajudar a amadurecer.
As escrituras dizem em Hebreus que Cristo aprendeu obediência “do que ele sofreu”.
O nome diabo significa caluniador e o diabo é sutil.
Jesus resiste ao truque sutil de Satanás para fazer o seu lance usando as Escrituras.
Ele disse: “O homem não viverá só de pão, mas de toda palavra que sai da boca de Deus”.
(Deuteronômio 8: 3) Jesus traz de volta ao assunto, fazendo a vontade de Deus, colocando isso acima de suas próprias necessidades.

Eu achei o Comentário Bíblico de Wycliffe muito útil na página 935 comentando sobre o capítulo 4 de Mateus, “Jesus se recusou a fazer um milagre para evitar o sofrimento pessoal quando tal sofrimento era parte da vontade de Deus para Ele”.

O comentário enfatizou a Escritura que dizia que Jesus foi “conduzido do Espírito” ao deserto com o propósito específico de permitir que Jesus fosse testado ”.
Jesus foi bem sucedido porque Ele sabia, Ele entendia e usava as Escrituras.
Deus nos dá a Escritura como uma arma para nos defender dos dardos inflamados de Satanás.
Toda a Escritura é inspirada por Deus; quanto melhor a conhecemos, melhor estamos preparados para combater os esquemas de Satanás.

O diabo tenta Jesus pela segunda vez.
Aqui, na verdade, Satanás usa as Escrituras para tentar enganá-lo.
(Sim, Satanás conhece as Escrituras e as usa contra nós, mas as cita erroneamente e as usa fora de contexto, isto é, não para seu uso ou propósito apropriado ou não da maneira pretendida.) 2 Timothy 2: 15 diz para, "Estudo para mostrar-se aprovado para Deus, ... justamente dividindo a palavra da verdade."
A tradução da NASB diz "lidar com precisão com a palavra da verdade".
Satanás toma um verso de seu uso pretendido (e deixa parte dele) e tenta Jesus para exaltar e exibir Sua Deidade e o cuidado de Deus com Ele.

Eu acho que ele estava tentando apelar para o orgulho aqui.
O diabo leva-o a um pináculo do templo e diz: “Se você é o Filho de Deus, jogue-se para baixo, pois está escrito 'Ele dará aos seus anjos a acusação a seu respeito; e nas suas mãos eles te sustentarão. '”Jesus, entendendo a Escritura, e os truques de Satanás, usaram novamente a Escritura para derrotar Satanás dizendo:“ Você não porá à prova o Senhor, seu Deus ”.

Não devemos ser presunçosos ou testar Deus, esperando que Deus proteja o comportamento tolo.
Não podemos simplesmente citar as Escrituras de forma aleatória, mas devemos usá-las correta e corretamente.
Na terceira tentação, o diabo é ousado. Satanás oferece a Ele os reinos do mundo se Jesus se curvar e adorar. Muitos acreditam que o significado desta tentação é que Jesus poderia ignorar o sofrimento da cruz que era a vontade do Pai.

Jesus sabia que os reinos seriam Seus no final. Jesus usa as Escrituras novamente e diz: “Vocês adorarão somente a Deus e servirão somente a Ele”. Lembre-se de que o capítulo 2 de Filipenses diz que Jesus “Se humilhou e tornou-se obediente à cruz”.

Eu gosto do que o comentário bíblico de Wycliffe tem a dizer sobre a resposta de Jesus: “Está escrito, novamente apontando para a totalidade da Escritura como guia de conduta e base para a fé” (e posso acrescentar, para vitória sobre a tentação), “Jesus repeliu os golpes mais poderosos de Satanás, não por um raio do céu, mas pela Palavra escrita de Deus, empregada na sabedoria do Espírito Santo, um meio disponível para todo cristão. ”A palavra de Deus diz em James 4: 7“ Resistir ao diabo e ele fugirá de você.

Lembre-se, Jesus conhecia a Palavra e a usava corretamente, corretamente e com precisão.
Devemos fazer o mesmo. Não podemos entender os truques, esquemas e mentiras de Satanás a menos que saibamos e entendamos a verdade e Jesus disse em João 17: “A tua palavra é a verdade”.

Outras passagens que nos ensinam o uso das Escrituras nesta área de tentação são: 1). Hebreus 5: 14, que diz que precisamos estar maduros e estar "acostumados" à Palavra, para que nossos sentidos sejam treinados para discernir o bem e o mal. "

2). Jesus ensinou a Seus discípulos que quando Ele os deixasse, o Espírito traria todas as coisas que Ele lhes ensinou para a lembrança deles. Ele os ensinou em Luke 21: 12-15 que eles não deveriam se preocupar com o que dizer quando levados aos acusadores.

Da mesma forma, creio, Ele nos faz lembrar de Sua Palavra quando precisamos dela em nossa batalha contra Satanás e seus seguidores, mas primeiro precisamos conhecê-la.

3). Salmo 119: 11 diz: "Tua palavra escondi em meu coração para não pecar contra ti."
Em conjunção com o pensamento anterior, o trabalho do Espírito e da Palavra, a Escritura memorizada lembrada pode tanto nos advertir quanto nos dar uma arma quando somos tentados.

Outro aspecto da importância das Escrituras é que ela nos ensina ações a serem tomadas para nos ajudar a resistir à tentação.

Uma dessas escrituras é Efésios 6: 10-15. Por favor, leia esta passagem.
Diz: “Põe toda a armadura de Deus, para que possas resistir às ciladas do diabo, pois não lutamos contra carne e sangue, mas contra os principados, contra os poderes, contra os governantes das trevas. essa idade; contra as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais ”.

A tradução da NASB diz “permaneça firme contra os esquemas do diabo”.
O NKJB diz: "coloque toda a armadura de Deus para que você possa resistir aos planos de Satanás".

Efésios 6 descreve as peças de armadura da seguinte forma: (E elas estão lá para nos ajudar a permanecer firmes contra a tentação.)

1. “Cinge-te da verdade.” Lembre-se de que Jesus disse: “A tua palavra é a verdade.”

Diz "cingido" - precisamos nos ligar à palavra de Deus, ver a semelhança de esconder a palavra de Deus em nossos corações.

2. “Coloque a couraça da justiça.
Nós nos protegemos das acusações e dúvidas de Satanás (semelhante a ele questionar a divindade de Jesus).
Nós devemos ter a justiça de Cristo, não alguma forma de nossas próprias boas ações.
Romanos 13: 14 diz “ponha em Cristo”. Filipenses 3: 9 diz “não tendo minha própria justiça, mas a justiça que é pela fé em Cristo, para que eu possa conhecê-lo e o poder de sua ressurreição e a comunhão de seus sofrimentos. sendo conformado com a sua morte ”.

De acordo com Romanos 8: 1 "Agora, portanto, não há condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus."
Gálatas 3: 27 diz “estamos vestidos em sua justiça”.

3. O verso 15 diz ter “seus pés calçados com a preparação do Evangelho”.
Quando estudamos para nos preparar para compartilhar o evangelho com outras pessoas, isso nos fortalece e nos lembra de tudo o que Cristo fez por nós e nos encoraja à medida que o compartilhamos e vemos Deus usá-lo na vida de outras pessoas que o conhecem como compartilhamos. .

4. Use a Palavra de Deus como um escudo para proteger-se dos dardos inflamados de Satanás, suas acusações, assim como Jesus fez.

5. Proteja sua mente com o capacete da salvação.
Conhecer a Palavra de Deus nos assegura da nossa salvação e nos dá paz e fé em Deus.
Nossa segurança Nele nos fortalece e nos ajuda a confiar nEle quando somos atacados e tentados.
Quanto mais nos saturamos com as Escrituras, mais fortes nos tornamos.

6. O verso 17 diz usar as Escrituras como uma espada para combater os ataques de Satanás e Suas mentiras.
Acredito que todas as peças de armaduras se relacionam com as Escrituras como escudo ou espada para nos defender, resistindo a Satanás como Jesus fez; ou porque nos ensina como na justiça ou a salvação nos fortalece.
Acredito que, ao usarmos as Escrituras com precisão, Deus também nos dá Seu poder e força.
Um comando final em Efésios diz para "adicionar oração" à nossa armadura e "estar atento".
Se olharmos também para a “Oração do Senhor” em Mateus 6, veremos que Jesus nos ensinou o que é uma oração importante para resistir à tentação.
Diz que devemos orar para que Deus não nos “conduza à tentação” e nos “livre do mal”.
(Algumas traduções dizem "livrai-nos do maligno".)
Jesus nos deu essa oração como nosso exemplo de como orar e o que orar.
Estas duas frases nos mostram que orar pela libertação da tentação e do mal é muito importante e deve se tornar uma parte de nossa vida de oração e nosso armamento contra os esquemas de Satanás, isto é,

1) mantendo-nos longe da tentação e
2) nos entregando quando Satanás nos tenta.

Mostra-nos que precisamos da ajuda e do poder de Deus e que Ele está disposto e capaz de lhes dar.
Em Mateus 26: 41 Jesus disse aos seus discípulos para vigiar e orar para que não entrassem em tentação.
2 Peter 2: 9 diz que "o Senhor sabe como resgatar os justos da tentação".
Ore para que Deus resgate antes e quando você for tentado.
Acho que muitos de nós sentimos falta dessa parte vital da oração do Senhor.
I Coríntios 10: 13 diz que as tentações que enfrentamos são comuns a todos nós e que Deus nos abrirá um caminho de escape. Precisamos procurar por isso.

Hebreus 4: 15 diz que Jesus foi tentado em todos os pontos, assim como somos (ou seja, a luxúria da carne, a luxúria dos olhos e o orgulho da vida).

Desde que Ele enfrentou todas as áreas de tentação, Ele pode ser nosso advogado, mediador e nosso intercessor.
Podemos vir a Ele como nosso Ajudador em todas as áreas de tentação.
Se chegarmos a Ele, Ele intercede em nosso nome perante o Pai e nos dá Seu poder e ajuda.
Efésios 4: 27 diz: “nem dê lugar ao diabo”, em outras palavras, não dê a Satanás a oportunidade de tentá-lo.

Aqui novamente a Escritura está lá para nos ajudar, ensinando-nos princípios a seguir.
Um desses ensinamentos é fugir ou evitar pecados e ficar longe de pessoas e situações que possam levar à tentação e ao pecado. Tanto o Antigo Testamento, especialmente Provérbios e Salmos, e também muitas epístolas do Novo Testamento nos falam sobre coisas para evitar e fugir.

Acredito que um bom lugar para começar é com um “pecado assediador”, um pecado que você acha difícil superar.
(Leia Hebreus 12: 1-4.)
Como dissemos em nossas lições sobre a superação do pecado, o primeiro passo é confessar tais pecados a Deus (I João 1: 9) e trabalhar nisso resistindo quando Satanás o tentar.
Se você falhar novamente, comece de novo e confesse novamente e peça ao Espírito de Deus para lhe dar a vitória.
(Repita quantas vezes for necessário.)
Quando você é confrontado com tal pecado, é uma boa idéia usar uma concordância, procurar e estudar tantos versículos quanto puder sobre o que Deus tem a ensinar sobre o assunto, para que você possa obedecer ao que Deus diz. Alguns exemplos seguem:
I Timothy 4: 11-15 nos diz que as mulheres que estão ociosas podem se tornar intrometidas e fofoqueiras e caluniadoras porque têm muito tempo em suas mãos.

Paulo os encoraja a casar e ser trabalhadores em seus próprios lares, a fim de evitar esse pecado.
Titus 2: 1-5 diz às mulheres para não caluniarem, serem discretas.
Provérbios 20: 19 nos mostra que calúnia e fofoca andam juntas.

Ele diz: "Aquele que anda como um talebreador revela segredos, portanto não se associa com aquele que lisonjeia com seus lábios".

Provérbios 16: 28 diz que "um sussurro separa os melhores amigos".
Provérbios diz: "um talebearer revela segredos, mas aquele que tem um espírito fiel esconde um assunto."
2 Corinthians 12: 20 e Romans 1: 29 nos mostra que os sussurros não são agradáveis ​​a deus.
Como outro exemplo, tome embriaguez. Leia Gálatas 5: 21 e Romanos 13: 13.
I Corinthians 5: 11 nos diz "não se associar com qualquer assim chamado irmão que é imoral, cobiçoso, um idólatra, um aventureiro ou um bêbado ou um vigarista, nem mesmo para comer com um tal."

Provérbios 23: 20 diz "não se misture com bêbados".
I Corinthians 15: 33 diz: “A má companhia corrompe a boa moral”.
Você está tentado a ser preguiçoso ou procurar dinheiro fácil roubando ou roubando?
Lembre-se de Efésios 4: 27 diz "não dar lugar ao diabo".
2 Tessalonicenses 3: 10 & 11 (NASB) diz “nós costumávamos dar a você esta ordem:“ se alguém não trabalha, nem deixe ele comer… alguns entre vocês estão levando uma vida indisciplinada, não fazendo nenhum trabalho, mas agindo como intrometidos ”.

Segue-se a dizer no verso 14 "se alguém não obedecer às nossas instruções ... não se associar com ele."
I Tessalonicenses 4: 11 diz “deixe-o trabalhar com as próprias mãos”.
Simplificando, consiga um emprego e evite pessoas ociosas.
Este é um ótimo exemplo para os preguiçosos e qualquer um que tente ficar rico através de qualquer meio ilegítimo, como fraude, roubo, fraude etc.

Leia também I Timothy 6: 6-10; Filipenses 4: 11; Hebreus 13: 5; Provérbios 30: 8 & 9; Mateus 6: 11 e muitos outros versos. A ociosidade é uma zona de perigo.

Aprenda o que Deus diz na Escritura, ande em sua luz e não seja tentado pelo mal, neste ou em qualquer outro assunto que tente você a pecar.

Jesus é nosso exemplo, ele não tinha nada.
As escrituras dizem que ele não tinha onde reclinar a cabeça. Ele procurou apenas a vontade do Pai.
Ele desistiu de tudo para morrer - para nós.

I Timothy 6: 8 diz que “se tivermos comida e roupas, nos contentaremos com isso”.
No versículo 9, ele relata isso à tentação dizendo: “as pessoas que querem ficar ricas caem em tentação e armadilha e em muitos desejos tolos e prejudiciais que mergulham os homens na ruína e na destruição”.

Diz mais, leia. Que bom exemplo de como conhecer e compreender e se conformar às Escrituras nos ajuda a vencer a tentação.

Obediência à Palavra é a chave para superar qualquer tentação.
Outro exemplo é a raiva. Você fica com raiva facilmente?
Provérbios 20: 19-25 diz que não se associa com um homem dado à raiva.
Provérbios 22: 24 diz "não vá com um homem de temperamento quente". Leia também Efésios 4: 26.
Outros avisos de situações para fugir ou evitar (na verdade, fugir) são:

1. Luxúria juvenil - 2 Timothy 2: 22
2. Luxúria por dinheiro - I Timothy 6: 4
3. Imoralidade e adúlteros ou adúlteras - I Coríntios 6: 18 (Provérbios repete isso repetidas vezes).
4. Idolatria - I Coríntios 10: 14
5. Feitiçaria e Bruxaria - Deuteronômio 18: 9-14; Gálatas 5: 20 2 Timóteo 2: 22 nos dá mais instruções, dizendo-nos para buscar a justiça, fé, amor e paz.

Fazer isso nos ajudará a resistir à tentação.
Lembre-se de 2 Peter 3: 18. Nos diz para “crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo”.
Isso nos ajudará a discernir o bem e o mal, inclusive ajudando-nos a discernir os esquemas de Satanás e nos impedindo de tropeçar.

Outro aspecto é ensinado a partir de Efésios 4: 11-15. Verso 15 diz para crescer nele. O contexto disso é que isso é realizado porque somos parte do corpo de Cristo, isto é, a igreja.

Devemos ajudar uns aos outros ensinando, amando e encorajando uns aos outros.
O verso 14 diz que um resultado é que nós não seremos jogados sobre esquemas complicados e fraudulentos.
(Agora quem seria o enganador habilidoso que, por si mesmo e por outros, usaria tais truques?) Como parte do corpo, a igreja, também somos ajudados dando e aceitando a correção um do outro.

Devemos ser cuidadosos e gentis em como fazemos isso e conhecer os fatos para que não estejamos julgando.
Provérbios e Mateus dão instruções sobre este assunto. Procure-os e estude-os.
Como exemplo, Gálatas 6: 1 diz: “Irmãos, se um homem for surpreendido em uma falta (ou pego em alguma transgressão), vocês que são espirituais, restaurem esse em um espírito de gentileza, considerando-se para que você também não seja tentado."

Tentado a quê, você pergunta. Tentado ao orgulho, arrogância, arrogância ou qualquer pecado, até o mesmo pecado.
Seja cuidadoso. Lembre-se de Efésios 4: 26. Não dê a Satanás uma oportunidade, um lugar. Como você pode ver, a Escritura desempenha o papel crucial em tudo isso.

Devemos lê-lo, memorizá-lo, compreender seus ensinamentos, instruções e poder, e citá-lo, usando-o como nossa espada, obedecendo e seguindo sua mensagem e seus ensinamentos. Leia 2 Peter 1: 1-10. O conhecimento Dele, encontrado nas Escrituras, nos dá tudo o que precisamos para a vida e a piedade. Isso inclui resistir à tentação. O contexto aqui é o conhecimento do Senhor Jesus Cristo que vem da Escritura. O versículo 9 diz que somos participantes da natureza divina e a NVI conclui “para que possamos… escapar da corrupção no mundo causada por maus desejos”.

Mais uma vez, vemos a conexão entre as Escrituras e a superação ou a fuga das tentações das concupiscências da carne, das concupiscências dos olhos e do orgulho da vida.
Assim, nas Escrituras (se olharmos e entendermos), temos a promessa de sermos participantes da Sua natureza (com todo o Seu Poder) para escapar da tentação. Nós temos o poder do Espírito Santo para ganhar a vitória.
Acabei de receber um cartão de Páscoa em que este versículo é citado: “Graças a Deus, o que sempre nos faz triunfar em Cristo” 2 Corinthians 2: 16.

Como oportuno.

Gálatas e outras Escrituras do Novo Testamento têm listas de pecados que devemos evitar. Leia Gálatas 5: 16-19 Eles são "imoralidade, impureza, sensualidade, idolatria, feitiçaria, inimizades, conflitos, inveja, explosões de raiva, disputas, dissensões, facções, inveja, embriaguez, farra e coisas como estas".

Seguindo isto nos versos 22 & 23 é o fruto do Espírito “amor, alegria, paz, paciência, bondade, bondade, fidelidade, mansidão, autocontrole”.

Esta passagem da Escritura é muito interessante na medida em que nos dá uma promessa no verso 16.
“Anda no Espírito e não realizarás o desejo da carne”.
Se fizermos do jeito de Deus, não faremos do nosso jeito, pelo poder, intervenção e mudança de Deus.
Lembre-se da oração do Senhor. Podemos pedir-lhe para nos afastar da tentação e nos libertar do maligno.
O versículo 24 diz que "aqueles que pertencem a Cristo crucificaram a carne com suas paixões e luxúria".
Observe com que frequência o termo luxúria é repetido.
Romans 13: 14 coloca desta forma. "Coloque no Senhor Jesus Cristo e não faça provisão para a carne, para satisfazer suas luxúrias." Isso resume tudo.
A chave é resistir ao primeiro (luxúria) e colocar no segundo (fruto do Espírito), ou colocar no último e você não cumprirá o primeiro.
Isso é uma promessa. Se andamos com amor, paciência e autocontrole, como podemos odiar, matar, roubar, ficar com raiva ou calúnia.
Assim como Jesus colocou Seu Pai em primeiro lugar e fez a vontade do Pai, nós também devemos fazê-lo.
Efésios 4: 31 & 32 diz: deixe amargura, ira, raiva e calúnia serem colocadas de lado; e seja gentil, bondoso e perdoador. Corretamente traduzido, Efésios 5: 18 diz “Sede cheios do Espírito. Este é um esforço contínuo.

Um pregador que ouvi uma vez disse: "O amor é algo que você faz."
Um bom exemplo de se amar seria se houvesse alguém de quem você não gostasse, com quem estivesse zangado, fizesse algo amoroso e gentil com eles, em vez de desabafar sua raiva.
Ore por eles.
Na verdade, o princípio está em Mateus 5: 44, onde diz “ore por aqueles que o usam inoportunamente”.
Com o poder e a ajuda de Deus, o amor substituirá e deslocará sua raiva pecaminosa.
Experimente, Deus diz que se andarmos na luz, no amor e no Espírito (estes são inseparáveis) isso acontecerá.
Gálatas 5: 16. Deus é capaz.

2 Peter 5: 8-9 diz: “Esteja sóbrio, fique atento (em alerta), seu adversário o diabo rondará, procurando a quem ele possa devorar.”
James 4: 7 diz "resista ao diabo e ele fugirá de você".
O verso 10 diz que o próprio Deus irá aperfeiçoar, fortalecer, confirmar, estabelecer e estabelecer você ”.
James 1: 2-4 diz “considere tudo alegria quando você se depara com provações (KJV tentadoras mergulhadoras) sabendo que produz resistência (paciência) e deixe a resistência ter seu trabalho perfeito, para que você seja perfeito e completo, sem nada.”

Deus nos permite ser tentados, provados e testados para criar paciência, perseverança e plenitude em nós, mas devemos resistir e deixar que funcione o propósito de Deus em nossa vida.

Efésios 5: 1-3 diz “Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados, e andem em amor, assim como Cristo também amou e se entregou por nós, uma oferta e um sacrifício a Deus como um aroma perfumado.

Mas a imoralidade ou qualquer impureza ou ganância não deve nem mesmo ser mencionada entre vocês, como é apropriado entre os santos ”.
James 1: 12 & 13 “Abençoado é um homem que persevera sob julgamento; pois uma vez ele foi aprovado, ele receberá a coroa da vida que o Senhor prometeu àqueles que O amam. Que ninguém diga quando ele for tentado: "Estou sendo tentado por Deus"; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e ele mesmo não tenta ninguém ”.

É o pecado de tentação?

Alguém perguntou: "A tentação em si mesma é pecado". A resposta curta é "não".

O melhor exemplo é Jesus.

As escrituras nos dizem que Jesus era o Cordeiro perfeito de Deus, o sacrifício perfeito, completamente sem pecado. I Peter 1: 19 fala dele como "um cordeiro sem defeito ou defeito".

Hebreus 4: 15 diz: "Pois não temos um sumo sacerdote que seja incapaz de simpatizar com nossas fraquezas, mas temos alguém que foi tentado de todas as maneiras, assim como somos - ainda assim foi sem pecado".

No relato de Gênesis sobre o pecado de Adão e Eva, vemos que Eva foi enganada e tentada a desobedecer a Deus, mas mesmo que ela tenha escutado e pensado nisso, nem ela nem Adão realmente pecaram até comerem o fruto da Árvore do Conhecimento. do bem e do mal.

I Timothy 2: 14 (NKJB) diz: "E Adão não foi enganado, mas a mulher sendo enganada caiu em transgressão."

James 1: 14 & 15 diz “mas cada um é tentado quando, por seu próprio desejo maligno, ele é arrastado e atraído. Então, depois de o desejo ter concebido, ele dá origem ao pecado; e o pecado, quando crescido, dá à luz a morte ”.

Então, não, ser tentado não é pecado, o pecado ocorre quando você age sobre a tentação.

É errado ter relações sexuais fora do casamento?
Uma das coisas sobre as quais a Bíblia é muito clara é que o adultério, sexo com alguém que não seja seu cônjuge, é pecado.

Hebreus 13: 4 diz: “o casamento deve ser honrado por todos e o leito conjugal mantido puro, pois Deus julgará o adúltero e todos os sexualmente imorais”.

A palavra traduzida como “sexualmente imoral” significa qualquer relação sexual que não seja entre um homem e uma mulher que são casados ​​entre si. É usado em I Tessalonicenses. É a vontade de Deus que você seja santificado: que evite a imoralidade sexual; que cada um de vocês aprenda a controlar seu próprio corpo de um modo que seja santo e honrado, não em luxúria apaixonada como os pagãos, que não conhecem a Deus; e que nesta matéria ninguém deveria errar seu irmão ou tirar proveito dele.

O Senhor punirá os homens por todos esses pecados, como já dissemos e advertimos. Porque Deus não nos chamou para ser impuros, mas para viver uma vida santa. Portanto, aquele que rejeita esta instrução não rejeita o homem, mas sim Deus, que lhe dá o seu Espírito Santo ”.

A masturbação é um pecado e como posso superá-lo?
O tema da masturbação é difícil porque não é mencionado de maneira inequívoca na Palavra de Deus. Então é possível dizer que existem situações em que não é pecado. No entanto, a maioria das pessoas que se masturbam regularmente está definitivamente envolvida de algum modo no comportamento pecaminoso. Jesus disse em Mateus 5: “Mas eu lhes digo que qualquer um que olhe para uma mulher com luxúria já cometeu adultério com ela em seu coração.” Olhar pornografia e depois se masturbar por causa dos desejos sexuais causados ​​pela pornografia é definitivamente pecado.

Matthew 7: 17 & 18 “Da mesma forma, toda boa árvore produz bons frutos, mas uma árvore má dá frutos ruins. Uma árvore boa não pode dar frutos ruins, e uma árvore má não pode dar bons frutos. ”Eu percebo que no contexto isso está falando sobre os falsos profetas, mas o princípio parece se aplicar. Você pode dizer se algo é bom ou ruim pela fruta, as conseqüências, de fazê-lo. Quais são as conseqüências da masturbação?

Isso distorce o plano de Deus para o sexo no casamento. Sexo no casamento não é somente para procriação, Deus planejou que fosse uma experiência extremamente prazerosa que uniria marido e mulher. Quando um homem ou uma mulher atinge o clímax, vários produtos químicos são liberados no cérebro, criando uma sensação de prazer, relaxamento e bem-estar. Um deles é quimicamente um opióide, muito semelhante aos derivados do ópio. Não apenas produz uma série de sensações agradáveis, mas, como todos os opióides, também produz um forte desejo de repetir a experiência. Em essência, o sexo é viciante. É por isso que é tão difícil para os predadores sexuais abandonarem o estupro ou o abuso sexual, eles se tornam viciados na corrida opióide em seus cérebros toda vez que repetem seu comportamento pecaminoso. Eventualmente, torna-se difícil, se não impossível, que eles realmente desfrutem de qualquer outro tipo de experiência sexual.

A masturbação produz a mesma liberação química no cérebro do que o sexo marital ou estupro ou molestamento. É uma experiência puramente física sem a sensibilidade às necessidades emocionais de outra pessoa que é tão crítica no sexo marital. A pessoa que se masturba recebe liberação sexual sem o trabalho duro de construir um relacionamento amoroso com o cônjuge. Se eles se masturbam depois de assistir à pornografia, eles vêem o objeto de seu desejo sexual como algo a ser usado para gratificação, não como uma pessoa real criada à imagem de Deus, que deve ser tratada com respeito. E embora isso não aconteça em todos os casos, a masturbação pode se tornar uma solução rápida para necessidades sexuais que não exigem o trabalho duro de construir um relacionamento pessoal com o sexo oposto, e pode se tornar mais desejável para quem se masturba do que o sexo conjugal. E assim como acontece com o predador sexual, ele pode se tornar tão viciante que o sexo conjugal não é mais desejado. A masturbação também pode tornar mais fácil para os homens ou mulheres se envolverem em relacionamentos do mesmo sexo, onde a experiência sexual é de duas pessoas se masturbando.

Para resumir isso, Deus criou homens e mulheres como seres sexuais cujas necessidades sexuais deviam ser satisfeitas no casamento. Todas as outras relações sexuais fora do casamento são claramente condenadas nas Escrituras, e embora a masturbação não seja claramente condenada, há conseqüências negativas suficientes para fazer com que homens e mulheres queiram agradar a Deus e que queiram um Deus honrando o matrimônio para evitá-lo.
A próxima pergunta é como pode uma pessoa que se tornou viciada em se masturbar se livrar dela. Precisa ser dito de antemão que, se este é um hábito de longa data, pode ser muito difícil de quebrar. O primeiro passo é colocar Deus ao seu lado e o Espírito Santo trabalhando dentro de você para quebrar o hábito. Em outras palavras, você precisa ser salvo. Salvação vem de acreditar no Evangelho. I Coríntios 15: 2-4 diz: Por este evangelho você está salvo ... Pelo que recebi eu passei para você como de primeira importância: que Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras, que ele foi sepultado, que ele foi ressuscitado no terceiro dia, de acordo com as Escrituras ”. Você deve admitir que pecou, ​​dizer a Deus que acredita no Evangelho e pedir a Ele que o perdoe com base no fato de que Jesus pagou pelos seus pecados quando Ele morreu na cruz. Se uma pessoa entende a mensagem da salvação revelada na Bíblia, ele sabe que pedir a Deus para salvá-lo é essencialmente pedir a Deus que faça três coisas: salvá-lo da conseqüência eterna do pecado (a eternidade no inferno), salvá-lo da escravidão. pecar nesta vida e levá-lo para o céu quando ele morrer, onde será salvo da própria presença do pecado.

Ser salvo do poder do pecado é um conceito muito importante para entender. Gálatas 2: 20 e Romanos 6: 1-14, entre outras Escrituras, ensinam que somos colocados em Cristo quando O aceitamos como nosso Salvador, e que uma parte disso é que estamos crucificados com Ele e que o poder do pecado nos controlar está quebrado. Isso não significa que estamos automaticamente livres de todos os hábitos pecaminosos, mas que agora temos o poder de nos libertarmos através do poder do Espírito Santo trabalhando dentro de nós. Se continuamos a viver em pecado, é porque não aproveitamos tudo o que Deus nos deu para que pudéssemos ser livres. 2 Peter 1: 3 (NIV) diz: "Seu poder divino nos deu tudo o que precisamos para uma vida piedosa através do nosso conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e bondade".

Uma parte crítica deste processo é dada em Gálatas 5: 16 & 17. Ele diz: “Então eu digo, ande pelo Espírito, e você não satisfará os desejos da carne. Porque a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito é contrário à carne. Eles estão em conflito uns com os outros, de modo que você não deve fazer o que quiser. ”Observe que não diz que a carne não pode fazer o que quer. Nem diz que o Espírito Santo não pode fazer o que Ele quer. Ele diz que você não é capaz de fazer o que quiser. A maioria das pessoas que aceitou Jesus Cristo como seu Salvador tem pecados de querer se libertar. A maioria deles também tem pecados de que não tem conhecimento ou que ainda não estão prontos para desistir. O que você não pode fazer depois de aceitar a Jesus Cristo como seu Salvador é esperar que o Espírito Santo lhe dê o poder de libertar-se dos pecados dos quais você deseja se libertar, continuando com os pecados que deseja manter.

Um homem me disse uma vez que desistiria do cristianismo porque implorara a Deus há anos para ajudá-lo a se libertar de seu vício em álcool. Perguntei se ele ainda estava tendo relações sexuais com a namorada. Quando ele disse: "Sim", eu disse: "Então você está dizendo ao Espírito Santo para deixá-lo sozinho enquanto você peca dessa maneira, enquanto pede a ele que lhe dê o poder de se libertar do seu vício em álcool. Isso não vai funcionar. ”Deus às vezes nos deixa ficar em cativeiro com um pecado porque não estamos dispostos a desistir de outro pecado. Se você quer o poder do Espírito Santo, você precisa colocá-lo nos termos de Deus.

Então, se você se masturba habitualmente e quer parar, e pediu a Jesus Cristo para ser seu Salvador, o próximo passo seria dizer a Deus que você quer obedecer a tudo que o Espírito Santo lhe diz para fazer e você quer que Deus lhe fale os pecados. Ele está mais preocupado em sua vida. Na minha experiência, Deus está muito mais preocupado com os pecados que eu não conheço do que com os pecados que me preocupam. Em termos práticos, isso significa sinceramente pedir a Deus que lhe mostre qualquer pecado não confessado em sua vida e, então, dizer diariamente ao Espírito Santo que você vai obedecer a tudo o que Ele pede que você faça o dia todo e à noite. A promessa em Gálatas 5: 16 é verdadeira, “andai pelo Espírito e não satisfareis os desejos da carne”.

A vitória sobre algo tão entrincheirado quanto a masturbação habitual pode levar tempo. Você pode escorregar e se masturbar novamente. I John 1: 9 diz que se você confessar sua falha a Deus, Ele o perdoará e também o purificará de toda injustiça. Se você fizer o compromisso de confessar seu pecado imediatamente quando falhar, será um forte impedimento. Quanto mais próximo do fracasso a confissão chegar, mais perto você estará da vitória. Eventualmente, você provavelmente se encontrará confessando o desejo pecaminoso diante de Deus antes de pecar e pedindo a Deus por sua ajuda para obedecê-lo. Quando isso acontece, você está muito perto da vitória.

Se você ainda luta, há mais uma coisa que é muito útil. James 5: 16 diz: “Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para que possam ser curados. A oração de uma pessoa justa é poderosa e eficaz. ”Um pecado muito particular como a masturbação não deve ser confessado a um grupo de homens e mulheres, mas encontrar uma pessoa ou várias pessoas do mesmo sexo que o responsabilize pode ser muito útil. Eles devem ser cristãos maduros que se importem profundamente com você e que estejam dispostos a fazer perguntas difíceis sobre como você está se saindo. Conhecer um amigo cristão vai te olhar nos olhos e perguntar se você falhou nesta área pode ser um incentivo muito positivo para fazer a coisa certa de forma consistente.

A vitória nessa área pode ser difícil, mas definitivamente é possível. Que Deus o abençoe ao procurar obedecê-lo.

Precisa conversar? Tem perguntas?

Se você quiser entrar em contato conosco para obter orientação espiritual ou para acompanhamento, sinta-se à vontade para nos escrever photosforsouls@yahoo.com.

Agradecemos suas orações e esperamos encontrá-lo na eternidade!

Clique aqui para "Paz com Deus"