Respostas Bíblicas às Questões Espirituais

العربيةবাংলা简体 中文InglêsfilipinoFrancêsहिन्दी日本語한국어Bahasa MelayuPortuguêsਪੰਜਾਬੀrussoEspanholతెలుగుVietinamita

Garantia da Salvação

Para ter certeza de um futuro com Deus no céu, tudo o que você precisa fazer é crer em Seu Filho. John 14: 6 “Eu sou o caminho, a verdade ea vida, ninguém vem ao Pai senão por mim” Você tem que ser o Seu filho e a Palavra de Deus diz em João 1: 12 “a todos quantos o receberam a eles deu o direito de se tornarem filhos de Deus, até os que crêem em seu nome.

1 Corinthians 15: 3 & 4 nos conta o que Jesus fez por nós. Ele morreu pelos nossos pecados, foi sepultado e ressuscitou dos mortos no terceiro dia. Outras Escrituras para ler são Isaías 53: 1-12, 1 Peter 2: 24, Matthew 26: 28 & 29, Hebreus capítulo 10: 1-25 e John 3: 16 & 30.

Em John 3: 14-16 & 30 e John 5: 24 Deus diz que se acreditarmos que temos a vida eterna e, simplesmente, colocar, se terminar, não seria eterno; mas para enfatizar Sua promessa, Deus também diz que aqueles que crerem não perecerão.

Deus também diz em Romanos que “agora não há condenação para os que estão em Cristo Jesus”.

A Bíblia diz que Deus não pode mentir; está em Seu caráter inato (Titus 1: 2, Hebreus 6: 18 & 19).

Ele usa muitas palavras para fazer a promessa da vida eterna fácil para nós compreender: Romanos 10: 13 (call), John 1: 12 (acreditar e receber), John 3: 14 & 15 (Look - Números 21: 5-9), Revelação 22: 17 (take) e Revelation 3: 20 (abra a porta).

Romanos 6: 23 diz que a vida eterna é um presente através de Jesus Cristo. Apocalipse 22: 17 diz: "E quem quiser, tome da água da vida livremente." É um presente, tudo o que precisamos fazer é tomá-lo. Custou tudo a Jesus. Não nos custa nada. Não é um resultado de nossas obras. Não podemos obtê-lo ou mantê-lo fazendo boas ações. Deus é justo. Se fosse por obras, não seria justo e teríamos algo para nos gabar. Efésios 2: 8 & 9 diz: “Porque pela graça sois salvos pela fé, e isto não vem de vós; é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie ”.

Gálatas 3: 1-6 nos ensina que não só não podemos ganhar fazendo boas obras, mas também não podemos mantê-lo assim.

Ela diz: “você recebeu o Espírito pelas obras da lei ou pelo ouvir com fé… você é tão tolo, tendo começado no Espírito, agora você está sendo aperfeiçoado pela carne”.

I Coríntios 1: 29-31 diz: “que nenhum homem deve se gloriar diante de Deus… que Cristo nos é feito santificação e redenção e (…) quem se gloria, se glorie no Senhor”.

Se pudéssemos ganhar a salvação, Jesus não teria que morrer (Gálatas 2: 21). Outras passagens que nos dão segurança de salvação são:

1. John 6: 25-40 especialmente o verso 37 que nos diz que “o que vem a mim, de maneira nenhuma o lançarei fora”, isto é, você não tem que mendigar ou ganhá-lo.

Se você crer e vier, Ele não o rejeitará, mas o receberá, o receberá e lhe fará Seu filho. Você só precisa perguntar a ele.

2. 2 Timothy 1: 12 diz: “Eu sei em quem tenho acreditado e estou convencido de que Ele é capaz de guardar aquilo que eu cometi a Ele naquele dia”.

Jude24 & 25 dizer “Para aquele que é capaz de mantê-lo de cair e para apresentá-los diante da sua glória sem mácula e com grande alegria - ao único Deus, nosso Salvador, sejam glória, majestade, poder e autoridade, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor, antes de todas as idades, agora e sempre mais! Um homem."

3. Filipenses 1: 6 diz: “Porque estou seguro disto mesmo, que aquele que começou em vós uma boa obra, a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus”.

4. Lembre-se do ladrão na cruz. Tudo o que ele disse a Jesus foi “Lembre-se de mim quando você vier em seu reino”.

Jesus viu seu coração e honrou sua fé.
Ele disse: “Em verdade vos digo que hoje estarás comigo no paraíso” (Luke 23: 42 & 43).

5. Quando Jesus morreu, Ele terminou o trabalho que Deus lhe deu para fazer.

John 4: 34 diz: “Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra” Na cruz, pouco antes de morrer, ele disse: “Está consumado” (João 19: 30).

A frase “Está acabado” significa pago integralmente.

É um termo legal que se refere ao que foi escrito sobre a lista de crimes pelos quais alguém estava sendo punido quando sua punição estava completamente terminada, quando ele foi libertado. Isso significa que sua dívida ou punição foi “paga integralmente”.

Quando aceitamos a morte de Jesus na cruz por nós, nossa dívida pelo pecado é paga integralmente. Ninguém pode mudar isso.

6. Dois versos maravilhosos, John 3: 16 e John 3: 28-40

ambos dizem que quando você acredita que não perecerá.

John 10: 28 diz que nunca pereça.

A Palavra de Deus é verdadeira. Nós apenas temos que confiar no que Deus diz. Nunca significa nunca.

7. Deus diz muitas vezes no Novo Testamento que Ele imputa ou credita a justiça de Cristo a nós quando colocamos nossa fé em Jesus, isto é, Ele credita ou nos dá a justiça de Jesus.

Efésios 1: 6 diz que somos aceitos em Cristo. Veja também Filipenses 3: 9 e Romans 4: 3 & 22.

8. A Palavra de Deus diz no Salmo 103: 12 que “até onde o leste é do oeste, até agora Ele removeu nossas transgressões de nós”.

Ele também diz em Jeremiah 31: 34 que "Ele não mais se lembrará de nossos pecados".

9. Hebreus 10: 10-14 nos ensina que a morte de Jesus na cruz foi suficiente para pagar por todos os pecados de todos os tempos - passado, presente e futuro.

Jesus morreu “de uma vez por todas”. O trabalho de Jesus (sendo completo e perfeito) nunca precisa ser repetido. Essa passagem ensina que “ele aperfeiçoou para sempre aqueles que estão sendo santificados”. A maturidade e a pureza em nossas vidas é um processo, mas Ele nos aperfeiçoou para sempre. Por causa disso, devemos “nos aproximar com um coração sincero em plena certeza de fé” (Hebreus 10: 22). “Vamos nos apegar firmemente à esperança que professamos, pois quem prometeu é fiel” (Hebreus 10: 25).

10. Efésios 1: 13 & 14 diz que o Espírito Santo nos sela.

Deus nos sela com o Espírito Santo, como com um anel de sinete, colocando em nós um selo irreversível, incapaz de ser quebrado.

É como um rei selando uma lei irreversível com seu anel de sinete. Muitos cristãos duvidam de sua salvação. Esses e muitos outros versículos nos mostram que Deus é tanto Salvador quanto Guardião. Somos, de acordo com Efésios 6, em uma batalha contra Satanás.

Ele é nosso inimigo e "como um leão que ruge procura nos devorar" (I Peter 5: 8).

Acredito que nos levar a duvidar da nossa salvação é um dos seus maiores dardos ardentes usados ​​para nos derrotar.
Acredito que as várias partes da armadura de Deus mencionadas aqui são os versos da Bíblia que nos ensinam o que Deus promete e o poder que Ele nos dá para ter a vitória; por exemplo, a Sua justiça. Não é nosso, mas dele.

Filipenses 3: 9 diz “e pode ser encontrado nEle, não tendo uma justiça própria derivada da lei, mas aquela que é pela fé em Cristo, a justiça que vem de Deus na base da fé”.

Quando Satanás tenta convencê-lo de que você é "muito ruim para ir para o céu", responda que você é justo "em Cristo" e clame por Sua justiça. Para usar a espada do Espírito (que é a Palavra de Deus) você precisa memorizar ou pelo menos saber onde encontrar esta e outras Escrituras. Para usar essas armas, precisamos saber que Sua Palavra é a verdade (John 17: 17).

Lembre-se, você tem que confiar na Palavra de Deus. Estude a Palavra de Deus e continue estudando-a, porque quanto mais você souber, mais forte você se tornará. Você deve confiar nesses versos e em outros como eles para ter certeza.

Sua Palavra é verdade e “a verdade te libertará”(John 8: 32).

Você deve preencher sua mente até que isso mude. A Palavra de Deus diz “Considerai toda alegria, meus irmãos, quando encontrais várias provações”, como duvidar de Deus. Efésios 6 diz para usar essa espada e depois diz para ficar de pé; não pare e corra (recue). Deus nos deu tudo o que precisamos para a vida e a piedade “através do verdadeiro conhecimento dAquele que nos chamou” (2 Peter 1: 3).

Apenas continue acreditando.

Nossos entes queridos no céu sabem o que está acontecendo na minha vida?

Jesus nos ensinou nas Escrituras (a Bíblia) em João 14: 6 que Ele é o caminho para o céu. Ele disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim”. A Bíblia nos ensina que Jesus morreu por nossos pecados. Nos ensina que devemos acreditar Nele para ter a vida eterna.

I Peter 2: 24 diz: "Quem Ele mesmo levou os nossos pecados em Seu próprio corpo sobre a árvore", e João 3: 14-18 (NASB) diz: "Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve o Filho do homem seja levantado (verso 14), para que quem crer possa ter a vida eterna (verso 15).

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (verso 16).

Porque Deus não enviou o Filho ao mundo para julgar (condenar) o mundo; mas que o mundo deve ser salvo por Ele (verso 17).

Aquele que nEle crê não é julgado; aquele que não crê já foi julgado, porque não creu no único Filho de Deus (verso 18) ”.

Veja também o versículo 36: “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna…”

Esta é nossa promessa abençoada.

Romanos 10: 9-13 termina dizendo: “todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”.

Atos 16: 30 & 31 diz: “Ele então os tirou e perguntou: 'Senhores, o que devo fazer para ser salvo?'

Eles responderam: 'Creia no Senhor Jesus e você será salvo - você e sua família' ”.

Se o seu amado acreditou que ele ou ela está no céu.

Há muito pouco nas Escrituras que fala sobre o que ocorre no céu antes do retorno do Senhor, exceto que estaremos com Jesus.

Jesus disse ao ladrão na cruz em Lucas 23: “Hoje você estará comigo no Paraíso”.

As escrituras dizem no 2 Corinthians 5: 8 que, “se estivermos ausentes do corpo, estamos presentes com o Senhor”.

As únicas pistas que vejo que indicam que nossos entes queridos no céu são capazes de nos ver estão em Hebreus e Lucas.

O primeiro é Hebreus 12: 1 que diz: "Portanto, uma vez que temos uma grande nuvem de testemunhas" (o autor está falando daqueles que morreram antes de nós - crentes do passado) "cercando-nos, deixemos de lado todo engano e o pecado que tão facilmente nos envolve e nos deixa correr com perseverança a corrida que está diante de nós ”. Isso indicaria que eles podem nos ver. Eles testemunham o que estamos fazendo.

O segundo é em Luke 16: 19-31, o relato do homem rico e Lázaro.

Eles podiam se ver e o homem rico estava ciente de seus parentes na terra. (Leia o relato completo). Essa passagem também nos mostra a resposta de Deus ao enviar “um dentre os mortos para falar com eles”.

Deus nos proíbe estritamente de tentar entrar em contato com os mortos, como ir a médiuns ou ir a sessões.
Deve-se ficar longe de tais coisas e confiar na Palavra de Deus, dada a nós nas Escrituras.

Deuteronômio 18: 9-12 diz: “Quando você entrar na terra que o SENHOR, seu Deus, está lhe dando, não aprenda a imitar os caminhos detestáveis ​​das nações de lá.

Não se encontre ninguém entre vocês que sacrifique seu filho ou filha no fogo, que pratique adivinhação ou feitiçaria, interprete presságios, pratique feitiçaria, lance magias, seja médium ou espírita ou consulte os mortos.

Quem pratica estas coisas é detestável para o SENHOR e, por causa dessas práticas detestáveis, o SENHOR teu Deus expulsará estas nações antes de ti.

Toda a Bíblia é sobre Jesus, sobre Sua vinda para morrer por nós, para que possamos ter perdão dos pecados e ter a vida eterna no céu crendo Nele.

Atos 10: 48 diz: "Dele todos os profetas testificam que através do Seu Nome todos os que crêem nEle receberam o perdão dos pecados."

Atos 13: 38 diz: "Portanto, meus irmãos, eu quero que você saiba que através de Jesus o perdão dos pecados é proclamado a você."

Colossenses 1: 14 diz: "Pois ele nos libertou do domínio das trevas e nos transferiu para o Reino do Seu Filho Amado, em quem temos a redenção, a remissão dos pecados".

Leia o capítulo 9 de Hebreus. O versículo 22 diz: “sem derramamento de sangue não há perdão”.

Em Romanos 4: 5-8 diz aquele que "crê, sua fé é contada como justiça", e no verso 7 diz: "Bem-aventurados aqueles cujas ações sem lei foram perdoadas e cujos pecados foram cobertos."

Romanos 10: 13 & 14 diz: “Quem invocar o nome do Senhor será salvo.

Como eles devem invocar a quem não creram? ”

Em João 10: 28 Jesus diz dos Seus crentes, “e eu dou a vida eterna a eles e eles nunca perecerão”.

Eu espero que você tenha acreditado.

Nosso espírito e alma morrem após a morte?

Embora o corpo de Samuel tenha morrido, o espírito e a alma de alguém que morreu não deixam de existir, isto é, morrem.

As Escrituras (a Bíblia) demonstram isso repetidas vezes. A melhor maneira que posso pensar para explicar a morte nas Escrituras é usar a palavra separação. A alma e o espírito são separados do corpo quando o corpo morre e começa a se decompor.

Um exemplo disso seria a frase bíblica “você está morto em seus pecados”, que equivale a “seus pecados separaram você de seu Deus”. Separar-se de Deus é a morte espiritual. A alma e o espírito não morrem da mesma maneira que o corpo.

Em Lucas Xum o homem rico estava em um lugar de punição e o pobre estava ao lado de Abraão depois de sua morte física. Existe vida após a morte.

Na cruz, Jesus disse ao ladrão que estava arrependido: "hoje você estará comigo no paraíso". No terceiro dia depois da morte de Jesus, Ele foi ressuscitado fisicamente. A Escritura ensina que algum dia nossos corpos serão ressuscitados como o corpo de Jesus.

Em João 14: 1-4, 12 & 28 Jesus disse aos discípulos que Ele estaria com o Pai.
Em João 14: 19 Jesus disse: “porque eu vivo, você também viverá”.
2 Corinthians 5: 6-9 diz estar ausente do corpo é estar presente com o Senhor.

As escrituras ensinam claramente (veja Deuteronômio 18: 9-12; Gálatas 5: 20 e Revelação 9; 21: 21 e 8: 22) que consultar com espíritos dos mortos ou médiuns ou videntes ou qualquer outra forma de magia é pecado e doloroso para Deus.

Alguns acreditam que isso pode ser porque aqueles que consultam os mortos estão realmente consultando demônios.
Em Luke 16, o homem rico foi informado que: “E além de tudo isso, entre nós e você, um grande abismo foi consertado, de modo que aqueles que querem ir daqui para você não podem, e ninguém pode passar de lá para nós. "

Em 2 Samuel 12: 23 David disse sobre seu filho que havia morrido: “Mas agora que ele está morto, por que eu deveria jejuar?

Posso trazê-lo de volta?

Eu irei a ele, mas ele não voltará para mim.

Isaías 8: 19 diz: “Quando os homens lhe dizem para consultar médiuns e paranormais, que sussurram e murmuram, um povo não deve perguntar ao seu Deus?

Por que consultar os mortos em nome dos vivos?

Este versículo nos diz que devemos buscar a sabedoria e entendimento de Deus, não magos, médiuns, paranormais ou bruxos.

Em I Coríntios 15: 1-4 vemos que “Cristo morreu pelos nossos pecados… que Ele foi sepultado… e que Ele foi ressuscitado no terceiro dia.

Diz que isso é o evangelho.

John 6: 40 diz: “Esta é a vontade do Meu Pai, para que todo aquele que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna; e eu vou levantá-lo no último dia.

As pessoas que cometem suicídio vão para o inferno?

Muitas pessoas acreditam que, se uma pessoa comete suicídio, ela automaticamente vai para o inferno.

Esta idéia é geralmente baseada no fato de que se matar é um assassinato, um pecado extremamente sério, e que quando uma pessoa se mata, obviamente não há tempo após o evento para se arrepender e pedir a Deus para perdoá-lo.

Existem vários problemas com essa ideia. A primeira é que não há absolutamente nenhuma indicação na Bíblia de que, se uma pessoa comete suicídio, ela vai para o inferno.

O segundo problema é que faz a salvação ser pela fé e não fazer alguma coisa. Uma vez que você comece nessa estrada, que outras condições você vai adicionar à fé sozinha?

Romanos 4: 5 diz: "No entanto, para o homem que não trabalha, mas confia em Deus que justifica os ímpios, sua fé é creditada como justiça."

A terceira questão é que quase coloca o assassinato em uma categoria separada e o torna muito pior do que qualquer outro pecado.

O assassinato é extremamente sério, mas muitos outros pecados também. Um último problema é que ele pressupõe que o indivíduo não mudou de idéia e clamou a Deus depois que foi tarde demais.

De acordo com pessoas que sobreviveram a uma tentativa de suicídio, pelo menos algumas delas se arrependeram de tudo o que fizeram para tirar sua vida quase tão logo o fizeram.

Nada do que acabo de dizer deve ser entendido como significando que o suicídio não é pecado, e muito sério.

As pessoas que tiram a própria vida muitas vezes sentem que seus amigos e familiares estariam melhor sem eles, mas isso quase nunca acontece. O suicídio é uma tragédia, não apenas porque um indivíduo morre, mas também por causa da dor emocional que todos os que conheciam o indivíduo sentirão, muitas vezes por toda uma vida.

O suicídio é a rejeição final de todas as pessoas que se importaram com quem tirou a própria vida, e muitas vezes leva a todos os tipos de problemas emocionais nas pessoas afetadas por ele, incluindo outras que também tiram suas próprias vidas.

Resumindo, o suicídio é um pecado extremamente sério, mas não envia automaticamente alguém para o inferno.

Qualquer pecado é grave o suficiente para enviar uma pessoa ao Inferno se essa pessoa não pedir ao Senhor Jesus Cristo para ser seu Salvador e perdoar todos os seus pecados.

Deus impede que coisas ruins aconteçam conosco?

A resposta a essa pergunta é que Deus é onipotente e onisciente, o que significa que Ele é todo poderoso e todo conhecedor. As escrituras dizem que Ele conhece todos os nossos pensamentos e nada está escondido dEle.

A resposta a esta pergunta é que Ele é nosso Pai e que Ele cuida de nós. Depende também de quem somos, porque não nos tornamos Seus filhos até crermos em Seu Filho e em Sua morte para que paguemos por nossos pecados.

John 1: 12 diz: “Mas tantos quantos O receberam, a eles Ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus, para aqueles que crêem em Seu nome. Para Seus filhos, Deus dá muitas e muitas promessas de Seu cuidado e proteção.

Romanos 8: 28 diz: “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus”.

Isto é porque Ele nos ama como um pai. Como tal, Ele permite que as coisas entrem em nossas vidas para nos ensinar a sermos maduros ou mesmo a nos disciplinar, ou mesmo a nos punir se pecarmos ou desobedecermos.

Hebreus 12: 6 diz: “a quem o Pai ama, ele corrige”.

Como pai Ele quer nos abençoar com muitas bênçãos e nos dar coisas boas, mas isso não significa que nada de “ruim” aconteça, mas é tudo para o nosso bem.

I Peter 5: 7 diz: "Lance todos os seus cuidados para que Ele cuide de você".

Se você ler o livro de Jó, verá que nada pode entrar em nossa vida a ponto de Deus não permitir nosso próprio bem ”.

No caso daqueles que desobedecem por não crer, Deus não faz essas promessas, mas Deus diz que Ele permite que sua “chuva” e bênçãos caiam sobre os justos e os injustos. Deus deseja que eles venham a Ele, tornando-se parte de Sua família. Ele usará diferentes meios para fazer isso. Deus também pode punir as pessoas pelos seus pecados, aqui e agora.

Matthew 10: 30 diz: "os próprios cabelos da nossa cabeça estão todos contados" e Mateus 6: 28 diz que somos mais valiosos do que os "lírios do campo".

Sabemos que a Bíblia diz que Deus nos ama (John 3: 16), para que possamos ter certeza de Seu cuidado, amor e proteção contra as coisas "ruins", a menos que seja para nos tornar melhores, mais fortes e mais semelhantes a Seu Filho.

O mundo espiritual existe?

As Escrituras reconhecem claramente a existência do mundo espiritual. Primeiro de tudo, Deus é Espírito. John 4: 24 diz: "Deus é espírito, e aqueles que o adoram devem adorá-lo em espírito e em verdade." Deus é uma trindade, há três pessoas, mas um só Deus. Todos são mencionados repetidamente nas Escrituras. Em Gênesis, capítulo um Elohim a palavra traduzida por Deus é plural, uma unidade, e Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem”. Leia Isaías 48. Deus, o Criador (Jesus) está falando e diz no verso 16: “Desde que aconteceu, eu estava lá. E agora o SENHOR Deus enviou a mim e a seu Espírito. ”No evangelho de João, capítulo 1, João diz que a Palavra era (uma pessoa) Deus, que criou o mundo (verso 3) e é identificada como Jesus nos versos 29 & 30.

Tudo o que foi criado foi criado por Ele. Apocalipse 4: 11 diz, e é claramente ensinado através das Escrituras, que Deus criou tudo. O versículo diz: “Você é digno de nosso Senhor e Deus para receber glória e honra e poder. Você criou todas as coisase por sua vontade foram criados e têm o seu ser ”.

Colossenses 1: 16 é ainda mais específico, dizendo que Ele criou o mundo espiritual invisível, assim como o que podemos ver. Ela diz: "Pois por Ele foram criadas todas as coisas: no céu e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos ou poderes ou governantes ou autoridades, todas as coisas foram criadas por Ele e para Ele". O contexto mostra que Jesus é o O Criador. Isso também implica

esses seres invisíveis foram criados para servi-lo e adorá-lo. Isso incluiria anjos e até mesmo Satanás, um querubim, até mesmo aqueles anjos que posteriormente se rebelaram contra Ele e seguiram Satanás em sua rebelião. (Veja Jude 6 e 2 Peter 2: 4) Eles eram bons quando Deus os criou.

Por favor, tome nota da linguagem e termos descritivos utilizados: invisível, poderes, autoridades e governantes, que são usados ​​mais e mais do "mundo dos espíritos". (Veja Efésios 6; I Pedro 3: 22; Colossenses 1: 16; I Coríntios 15: 24) Os anjos rebeldes serão trazidos sob o governo de Jesus.

Assim, o mundo dos Espíritos consiste em Deus, anjos e Satanás (e seus seguidores) e todos foram criados por Deus e por Deus - para servi-lo e adorá-lo. Mateus 4: 10 diz: “Jesus disse-lhe: 'Longe de mim, Satanás!' Pois está escrito: “Adore o Senhor, o seu Deus, e sirva somente a ele”.

Os capítulos um e dois de Hebreus falam do mundo espiritual e também confirma Jesus como Deus e Criador. Ele fala do trato de Deus com a Sua criação, que inclui outro grupo - a humanidade - e mostra a complexa relação entre Deus, os anjos e o homem em Sua obra mais importante para a humanidade, nossa salvação. Resumindo: Jesus é Deus e Criador (Hebreus 1: 1-3). Ele é maior do que os anjos e adorado por eles (verso 6) e foi feito (tornou-se) inferior aos anjos quando se tornou homem a fim de nos salvar (Hebreus 2: 7). Isto implica que os anjos se classificam mais alto que o homem, pelo menos em poder e poder (2 Peter 2: 11).

Quando Jesus terminou Sua obra e ressuscitou dos mortos, Ele foi criado acima de tudo, para

reinar para todo o sempre (Hebreus 1: 13; 2: 8 & 9). Efésios 1: 20-22 diz: "Ele O ressuscitou de

os mortos e sentou-se ao seu lado direito nos reinos celestes, muito acima de todas as regras e

autoridade e poder e domínio, e todo título que pode ser dado ... ”(Ver também Isaías 53; Apocalipse 3: 14; Hebreus 2: 3 & 4 e multidões de outras Escrituras.)

Os anjos são vistos servindo e adorando a Deus através das Escrituras, especialmente no livro do Apocalipse. (Isaiah 6: 1-6; Revelação 5: 11-14). Revelação 4: 11 afirma que Deus é digno de adoração e louvor porque Ele é nosso Criador. No Antigo Testamento (Deuteronômio 5: 7 e Êxodo 20: 3) diz que devemos adorá-lo e não ter outros deuses diante dEle. Nós devemos servir somente a Deus. Veja também Matthew 4: 10; Deuteronômio 6: 13 & 14; Êxodo 34: 1; 23: 13 e Deuteronômio 11: 27 & 28; 28: 14.

Isso é muito importante, como veremos, que anjos e demônios não devem ser adorados por ninguém. Só Deus merece adoração (Apocalipse 9: 20; 19: 10).

Anjos

Colossenses 1: 16 nos diz que Deus criou anjos; Ele criou tudo no céu. “Porque por ele foram criadas todas as coisas que estão no céu e na Terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, ou domínios, ou principados, ou potestades; todas as coisas foram criadas por Ele e por Ele. ”Apocalipse 10: 6 diz:“ E jurou por Aquele que vive para todo o sempre, Quem criou os céus e tudo o que neles há, a terra e tudo o que há nela. e o mar e tudo o que está nele ... ”(Veja também Neemias 9: 6.) Hebreus 1: 7 diz:“ Falando de anjos, Ele diz: 'Ele faz dos seus anjos ventos, e seus servos, labaredas de fogo'. Eles são Sua possessão e Seus servos. 2 Tessalonicenses 1: 7 os chama Leia Salmo 103 “Seus anjos poderosos.”: 20 & 21 que diz: “Louvai ao Senhor, todos os seus anjos, seus poderosos que fazer o seu lance, que obedecem a Sua palavra. Louvem o Senhor, todo o seu celestial exército, vós Seus servos, que fazem a Sua vontade. ”Eles foram criados para fazer a Sua vontade e obedecer aos Seus desejos.

Eles não foram criados apenas com o propósito de servir a Deus, mas também Hebreus 1: 14 diz que Ele os criou para ministrar aos filhos de Deus, Sua igreja. Ela diz: “Nem todos os anjos estão ministrando espíritos enviados para servir aqueles que herdarão a salvação”. Essa passagem também diz que os anjos são espíritos.

A maioria dos teólogos acredita que os querubins, vistos em Ezequiel 1: 4-25 e 10: 1-22, e serafins, vistos em Isaías 6: 1-6, são anjos. Eles são os únicos descritos, além de Lúcifer (Satanás), que é chamado de querubim.

Colossenses 2: 18 indica que qualquer adoração de anjos não é permitida, chamando-a de "a idéia inflada de uma mente carnal". Não devemos adorar nenhum ser criado. Nós não devemos ter nenhum deus além dele.

Então, como os anjos servem a Deus e a nós de acordo com a Sua vontade?

1). Eles são enviados para dar mensagens às pessoas de Deus. Leia Isaías 6: 1-13, onde Deus chamou Isaiah para ministrar como um profeta. Deus enviou Gabriel para dizer a Mary (Luke 1: 26-38) que ela

daria nascimento ao Messias. Deus enviou Gabriel para falar com Zacarias com a promessa de

Nascimento de John (Luke 1: 8-20). Veja também Atos 27: 23

2). Eles são enviados como guardiões e protetores. Em Mateus 18: 10 Jesus diz, ao falar de crianças, "seus anjos sempre contemplam a face de meu Pai que está no céu". Jesus diz que as crianças têm anjos da guarda.

Michael, o arcanjo, é falado em Daniel 12: 1 como o "grande príncipe que protege o seu povo" Israel.

O salmo 91 é tudo sobre Deus, nosso protetor, e é profético em relação aos anjos que protegerão e ministrarão ao Messias, Jesus, mas provavelmente também se refere ao Seu povo. Eles são guardiões de crianças, adultos e nações. Leia 2 Kings 6: 17; Daniel 10: 10 & 11, 20 & 21.

3). Eles nos resgatam: 2 Kings 8: 17; Números 22: 22; Atos 5: 19. Eles resgataram Pedro e todos os Apóstolos da prisão (Atos 12: 6-10; Atos 5: 19).

4). Deus os usa para nos alertar do perigo (Mateus 2: 13).

5). Eles ministraram a Jesus (Mateus 4: 11) e no Jardim do Getsêmani eles O fortaleceram (Lucas Xúmum: Xnumx).

6). Eles dão instruções de Deus aos filhos de Deus (Atos 8: 26).

7). Deus enviou anjos para lutar por Seu povo e por Ele no passado. Ele continua a fazê-lo agora e no futuro Michael e seu exército de anjos lutarão contra Satanás e seus anjos e Michael e seus anjos vencerão (2 Reis 6: 8-17; Revelação 12: 7-10).

8). Anjos virão com Jesus quando Ele retornar (I Tessalonicenses 4: 16; 2 Tessalonicenses 1: 7 & 8).

9). Eles ministram aos filhos de Deus, aqueles que acreditam (Hebreus 1: 14).

10). Eles adoram e louvam a Deus (Salmo 148: 2; Isaías 6: 1-6; Revelação 4: 6-8; 5: 11 & 12). Salmo 103: 20 diz: "Louvai ao Senhor, vós seus anjos."

11). Eles se alegram com o funcionamento de Deus. Por exemplo, os anjos anunciaram com alegria o nascimento de Jesus aos pastores (Luke 2: 14). No Job 38: 4 & 7 eles se alegraram com a criação. Eles cantam em alegre assembléia (Hebreus 12: 20-23). Eles se alegram sempre que um pecador se torna um dos filhos de Deus (Luke 15: 7 & 10).

12). Eles realizam os atos de julgamento de Deus (Apocalipse 8: 3-8; Mateus 13: 39-42).

13). Os anjos ministram aos crentes (Hebreus 1: 14) sob a direção de Deus, mas demônios e anjos caídos tentam atrair pessoas de Deus como Satanás fez para Eva no Jardim do Éden e também para tentar prejudicar as pessoas.

satã

Satanás, também chamado de “Lúcifer” em Isaías 14: 12 (KJV), “O grande dragão ... a antiga serpente ... o diabo ou Satanás (Apocalipse 12: 9),‘o maligno’(I João 5: 18 & 19),“ o príncipe do poder do ar”(Efésios 2: 2),‘o príncipe deste mundo’(João 14: 30) e“príncipe dos demônios (Mateus 6: 13: 13: 6) é uma parte do espírito mundo.

Ezequiel 28: 13-17 descreve a criação e a queda de Satanás. Ele foi criado perfeito e estava no jardim. Ele é descrito como um querubim, criado por Deus e belo, com posição e poder especiais, até se rebelar contra Deus. Isaiah 14: 12-14 junto com Ezequiel descreve sua queda da graça. Em Isaías, Satanás disse: “Farei de mim mesmo como o Altíssimo”. Portanto, ele foi expulso do céu e para a terra. Veja também Luke 10: 18

Assim Satanás se tornou inimigo de Deus e nosso. Ele é nosso adversário (eu Peter 5: 8) que quer destruir e devorar-nos. Ele é um inimigo esperto que constantemente tenta derrotar os filhos de Deus, os cristãos. Ele quer nos impedir de confiar em Deus e nos impedir de segui-lo (Efésios 6: 11 & 12). Se você ler o Livro de Jó, ele tem o poder de nos ferir e prejudicar, mas somente se Deus permitir, a fim de nos testar. Ele nos engana mentindo sobre Deus como fez com Eva no Jardim do Éden (Gênesis 3: 1-15). Ele nos tenta a pecar como fez com Jesus (Mateus 4: 1-11; 6: 13; I Tessalonicenses 3: 5). Ele pode colocar pensamentos malignos nos corações e mentes dos homens como fez com Judas (John 13: 2). Em Efésios 6 vemos que esses inimigos, incluindo Satanás, não são carne e sangue, mas do mundo espiritual.

Existem muitos outros dispositivos que ele usa para nos tentar e enganar para segui-lo em vez de Deus, nosso Pai. Ele aparece como um anjo de luz (2 Corinthians 11: 14) e causa divisões entre os crentes (Efésios 4: 25-27). Ele pode realizar sinais e maravilhas para nos enganar (2 Thessalonians 2: 9; Revelação 13: 13 & 14). Ele oprime as pessoas (Atos 10: 38). Ele cega os incrédulos para as verdades sobre Jesus (2 Corinthians 4: 4), e arrebata a verdade de quem ouvi-lo de modo que eles vão esquecer isso e não acredito (Mark 4: 15; Luke 8: 12).

Existem muitos outros esquemas (Efésios 6: 11) que Satanás usa para lutar contra nós. Luke 22: 31 diz que Satanás vai "peneirar você como trigo" e eu Peter 5: 8 diz que ele procura nos devorar. Ele tenta nos atormentar com confusão e acusação, tentando nos impedir de servir ao nosso Deus. Este é um relato extremamente curto e incompleto do que Satanás é capaz de fazer. Seu fim é o lago de fogo para sempre (Mateus 25: 41; Revelação 20: 10). Tudo o mal veio do diabo e seus anjos e demônios; mas Satanás e demônios são um inimigo derrotado (Colossenses 2: 15).

Nesta vida nos é dito: "Resista ao diabo e ele fugirá de você" (James 4: 7). Dizem-nos para orarmos para que sejamos libertos do maligno e da tentação (Mateus 6: 13), e para “orarmos para que você não caia em tentação” (Mateus 26: 40). É-nos dito que usemos toda a armadura de Deus para lutar contra Satanás (Efésios 6: 18). Vamos abordar isso em profundidade mais tarde. Deus diz em I João 4: 4: "Maior é Aquele que está em você do que aquele que está no mundo".

Demônios

Primeiro, deixe-me dizer que as Escrituras falam de anjos caídos e demônios. Alguns dirão que são diferentes, mas a maioria dos teólogos pensa que eles são os mesmos seres. Ambos são chamados de espíritos e são reais. Sabemos que eles são seres criados porque Colossenses 1: 16 & 17a diz: “Pois por Ele TODAS AS COISAS foram criados no céu e na terravisível e invisível, seja tronos ou poderes ou autoridades; todas as coisas foram criadas por Ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas… ”Isso obviamente fala de todos seres espirituais.

A queda de um grupo significativo de anjos é descrita em Judas verso 6 e em 2 Peter 2: 4 que diz, “eles não guardaram seu próprio domínio”, e “eles pecaram” respectivamente. Apocalipse 12: 4 descreve o que a maioria acredita é Satanás varrendo os anjos (descritos como estrelas) com ele em sua queda do céu. Em Lucas 1: 3 Jesus diz: “Eu estava vendo Satanás cair do céu como um raio.” Eles eram perfeitos e bons quando Deus os criou. Vimos anteriormente que Satanás era perfeito quando Deus o criou, mas eles e Satanás se rebelaram contra Deus.

Nós também vemos que esses demônios / anjos caídos são maus. Apocalipse 12: 7-9 descreve a relação entre Satanás e seus anjos como o “dragão e seus anjos” em guerra com Miguel (chamado de arcanjo em Judas 9) e seus anjos. O verso 9 diz que "ele foi jogado na terra e seus anjos com ele".

Marcar 5: 1-15; Mateus 17: 14-20 e Mark 9: 14-29 e outras Escrituras do Novo Testamento se referem a demônios como espíritos "maus" ou "impuros". Isso prova que eles são espíritos e que eles são maus. Sabemos que os anjos são espíritos de Hebreus 1: 14 porque Deus diz que os fez para serem “espíritos ministradores”.

Agora leia Efésios 6: 11 & 12 que conecta especificamente esses espíritos com os esquemas de Satanás e os chama: “governantes autoridades, poderes deste mundo escuro, e espiritual forças de mal no reinos celestes.Ele diz que eles não são “carne e sangue” e nós devemos “lutar” com eles usando “armaduras”. Soa como um inimigo para mim. Note que a descrição é quase idêntica ao mundo espiritual criado por Deus em Colossenses 1: 16. Isso soa para mim como se fossem anjos caídos. Leia também I Peter 3: 21 & 22 que diz: “Quem (Jesus Cristo) foi para o céu e está à direita de Deus - com anjos, autoridades e poderes em submissão a Ele”.

Desde que toda a criação foi criada boa e não há nenhum verso sobre outro grupo criado que se tornou mau e porque Colossenses 1: 16 se refere a todos seres criados invisíveis e usa os mesmos termos descritivos de Efésios e porque Efésios 6 e 10 certamente se referem aos nossos inimigos e grupos mais tarde colocados sob o governo de Jesus e sob Seus pés, eu concluiria que os anjos caídos e os demônios são os mesmos.

Como dito anteriormente, a conexão entre Satanás e os anjos caídos / demônios é muito clara.

Ambos são descritos como pertencentes a ele. Matthew 25: 41 os chama de "seus anjos" e em

Matthew 12: Os demônios 24-27 são referidos como "seu reino". O verso 26 diz: "ele está dividido

contra si mesmo. ”Demônios e anjos caídos têm o mesmo mestre. Matthew 25: 41; Matthew 8: 29 e Luke 4: 25 indicam que eles sofrerão o mesmo julgamento - tormento no inferno por causa de sua rebelião.

Eu tive um pensamento interessante enquanto pensava nisso. Nos capítulos um e dois de Hebreus, Deus está falando da supremacia de Jesus em Seu trato com a humanidade, a saber, Sua obra no universo para completar Seu objetivo mais importante, a salvação da humanidade. Ele menciona apenas três entidades de importância em Seu lidar com o homem através de Seu Filho: 1) A Trindade, as três pessoas da Divindade - o Pai, o Filho (Jesus) e o Espírito Santo; 2) os anjos e 3) a humanidade. Ele explica sua ordem de classificação e relacionamento em detalhes. Simplificando, os "personagens" são Deus, anjos e homem. Juntamente com o fato de que Ele menciona a criação tanto do homem quanto dos anjos e sua respectiva posição, mas novamente nenhuma menção é feita de criar demônios como tal e também o fato de que todos os anjos e Satanás foram criados bons e Satanás era um querubim, me leva a pense que os demônios são anjos que “caíram de Deus”, embora isso não seja especificamente indicado. Mais uma vez, a maioria dos teólogos toma esse ponto de vista. Às vezes Deus não nos conta tudo. Deixe-me resumir: O que sabemos é que demônios foram criados, que eles são maus, que Satanás é seu mestre, que eles são parte do mundo espiritual e que serão julgados.

Não importa o que você conclua sobre isso, devemos aceitar o que a Escritura diz: eles são de Deus e nossos inimigos. Precisamos resistir a Satanás e suas forças (anjos caídos / demônios), e evitar o que Deus nos adverte, ou proíbe por causa da conexão com Satanás. Nós devemos crer e nos submeter a Deus ou podemos cair sob o poder e controle de Satanás (James 4: 7). A intenção dos demônios é derrotar Deus e Seus filhos.

Jesus expulsou demônios muitas vezes durante o Seu ministério terreno e Seus discípulos foram

dado poder, em Seu Nome, para fazer o mesmo (Luke 10: 7).

No Antigo Testamento, Deus proíbe que Seu povo tenha algo a ver com o mundo espiritual. É muito específico. Levítico 19: 31 diz: “Não recorram a médiuns ou procurem espíritas, pois vocês serão contaminados por eles ... Eu sou o Senhor seu Deus.” Deus quer nossa adoração e Ele quer ser nosso Deus, Aquele a quem viemos com nossas necessidades e desejos, não espíritos e anjos. Isaías 8: 18 diz: “Quando eles dizem para você consultar médiuns e espíritas, que sussurram e murmuram, não deveria um povo indagar sobre o seu Deus.”

Deuteronômio 18: 9-14 diz: “Ninguém seja encontrado entre vocês… que pratique adivinhação ou feitiçaria, interprete presságios, envolva-se em feitiçaria, ou lance magias, ou seja um médium ou espírita ou que consulte os mortos. Qualquer um que faz essas coisas é detestável para o Senhor. ”Uma tradução mais moderna de“ espírita ”seria“ psíquica ”. Veja também 2 Kings 21: 6; 23: 24; I Crônicas 10: 13; 33: 6 e eu Samuel 29: 3, 7-9.

Há uma razão pela qual Deus é tão insistente sobre isso e há um exemplo que ilustra isso para nós. O mundo oculto é o domínio dos demônios. Atos 16: 16-20 fala de uma escrava que contou fortunas através do demônio que a possuiu, e quando o espírito foi expulso ela não podia mais contar o futuro. Se envolver com o oculto é se envolver com demônios.

Além disso, quando Deus disse ao Seu povo para não adorar outros deuses, deuses de madeira e pedra, ou qualquer outro ídolo, Ele estava fazendo isso porque os demônios estão por trás dos ídolos que são adorados. Deuteronômio 32: 16-18 diz: "Eles O fizeram invejoso com seus deuses estrangeiros e O enfureceram com seus ídolos detestáveis ​​... eles sacrificaram a demônios que não são Deus ..." I Coríntios 10: 20 diz: “as coisas que os gentios sacrificam eles sacrificam aos demônios. Leia também Salmos 106: 36 & 37 e Revelation 9: 20 & 21.

Quando Deus diz às pessoas para obedecê-lo, para fazer ou não fazer algo, é por uma boa razão e para o nosso bem. Neste caso, é para nos proteger de Satanás e suas forças. Não se enganem: adorar outros deuses é adorar demônios. Demônios, ídolos e espiritismo são todos conectados, todos eles envolvem demônios. Eles são o domínio (reino) de Satanás, que é chamado de regente das trevas, o príncipe do poder do ar. Leia Efésios 6: 10-17 novamente. O reino de Satanás é um mundo perigoso, pertencente ao nosso adversário, cuja intenção é nos afastar de Deus. As pessoas hoje são fascinadas e até obcecadas por espíritos. Alguns até adoram a Satanás. Fique longe de tudo isso. Não devemos nos meter no mundo oculto de qualquer forma.

O que os demônios podem fazer conosco

Aqui estão as coisas que os demônios podem fazer para prejudicar, perturbar ou derrotar os filhos de Deus. Grandes Doutrinas da Bíblia do Dr. W. Evans na página 219 apropriadamente descrevem desta forma, “eles impedem a vida espiritual do povo de Deus”. Referindo-se a Efésios 6: 12.

1). Eles podem nos tentar a pecar como Satanás fez com Jesus: ver Mateus 4: 1-11; 6: 13; 26: 41 e Mark 9: 22.

2). Eles tentam impedir as pessoas de acreditar em Jesus, por qualquer meio possível (2 Corinthians 4: 4 e Matthew 13: 19).

3). Demônios infligem dor e miséria, doença, cegueira e surdez, incapacitante e mudo. Eles também podem afetar as pessoas mentalmente. Isso pode ser visto em todos os evangelhos.

4). Eles podem possuir pessoas causando doenças, histeria e força e terror super-humanos para os outros. Eles podem controlar essas pessoas. Veja os Evangelhos e o Livro de Atos.

5). Eles enganam as pessoas com falsas doutrinas (I Timóteo 4: 1; Revelação 12: 8 & 9).

6). Eles colocam falsos mestres nas igrejas para nos enganar. Eles são chamados de "joio" e também chamados de "filhos do maligno" em Mateus 13: 34-41.

7). Eles podem nos enganar com sinais e maravilhas (Apocalipse 16: 18).

8). Eles se unirão a Satanás para lutar contra Deus e Seus anjos (Apocalipse 12: 8 & 9; 16: 18).

9). Eles podem impedir nossa capacidade física de ir a algum lugar (I Thessalonians 2: 18).

* Observe, estas são as coisas que Satanás, seu príncipe, faz para nós.

O que Jesus fez

Quando Jesus morreu na cruz, ele derrotou o inimigo, Satanás. Gênesis 3: 15 predisse isto quando Deus disse que a semente da mulher esmagaria a cabeça da serpente. John 16: 11 diz que o governante (príncipe) deste mundo foi julgado (ou está condenado). Colossenses 2: 15 diz, “e tendo desarmado os poderes e autoridades, ele fez um espetáculo público deles, triunfando sobre eles pela cruz.” Para nós isso significa “Ele nos resgatou do domínio das trevas e nos trouxe para o reino do Filho que Ele ama ”(Colossenses 1: 13). Veja também John 12: 31.

Efésios 1: 20-22 nos diz porque Jesus morreu por nós, o Pai o criou e “assentou-O à sua direita nos reinos celestes, muito acima de todas as regras e autoridade, poder e domínio, e todo título que pode ser dado ... e Deus colocou todas as coisas sob Seus pés. ”Hebreus 2: 9-14 diz:“ Mas nós vemos aquele que foi feito um pouco menor que os anjos, a saber, Jesus, por causa do sofrimento da morte, foi coroado de glória e honra … Que através da morte Ele possa renderizar impotente aquele que tinha o poder da morte, que é o diabo ”. O versículo 17 diz:“ para fazer propiciação pelos pecados do povo ”. Fazer propiciação é fazer um pagamento justo.

Hebreus 4: 8 diz: “(você) colocou todas as coisas sob seus pés. Pois, submetendo todas as coisas sob os Seus pés, Ele saiu nada isso é não sujeito para ele. Mas agora nós fazemos ainda não ver todas as coisas sujeitas a Ele. ”Você vê que Satanás é nosso inimigo derrotado, mas você poderia dizer que Deus“ ainda não o levou ”em custódia. I Coríntios 15: 24-25 diz que Ele abolirá “toda regra e autoridade e poder, pois Ele deve reinar até que coloque todos os Seus inimigos sob Seus pés”. Parte disso é futuro, como visto no livro do Apocalipse.

Então Satanás será lançado no lago de fogo e atormentado para todo o sempre (Apocalipse 20: 10; Mateus 25: 41). Seu destino já está determinado e Deus o derrotou e nos libertou de seu poder e domínio (Hebreus 2: 14), e nos deu o Espírito Santo e o poder de sermos vitoriosos sobre ele. Até lá, Peter 5: 8 diz: “seu adversário, o diabo, anda em busca de quem possa devorar”, e em Lucas 22 Jesus disse a Pedro: “Satanás desejou que você peneirasse você como trigo”.

I Corinthians 15: 56 diz: "Ele nos deu a vitória através de Jesus Cristo, nosso Senhor", e Romanos 8: 37 diz: "somos mais que vencedores por meio daquele que nos amou". I John 4: 4 diz:

“Maior é Aquele que está em você do que aquele que está no mundo.” I João 3: 8 diz: “o Filho de Deus

apareceu para este propósito que Ele poderia destruir as obras do diabo ”. Nós temos poder através de Jesus (veja Gálatas 2: 20).

Sua pergunta era o que se passa no mundo dos Espíritos: resumir: Satanás e os anjos caídos se rebelaram contra Deus, e Satanás levou o homem ao pecado. Jesus salvou o homem e derrotou Satanás, selou seu destino e o tornou impotente e também nos deu crentes em Seu Espírito Santo e poder e ferramentas para derrotar Satanás e demônios até que ele seja submetido ao seu julgamento. Até então, Satanás nos acusa e nos tenta a pecar e a parar de seguir a Deus.

Ferramentas (maneiras de resistir a Satanás)

As escrituras não nos deixam sem soluções para nossas lutas. Deus nos dá armas para lutar a luta que existe em nossa vida como cristão. Nossas armas devem ser usadas na fé e através do poder do Espírito Santo que habita dentro de cada crente.

1). Primeiro, e de importância primordial, é submissão a Deus, ao Espírito Santo, porque é somente através Dele e Seu poder que a vitória na batalha é possível. James 4: 7 diz: “Submeta-se, portanto, a Deus, e eu, Peter 5: 6 diz:“ Humilhem-se, portanto, sob a poderosa mão de Deus. ”Devemos nos submeter à Sua vontade e obedecer a Sua palavra. Devemos permitir que Deus, através da Palavra e do Espírito Santo, governe e controle nossas vidas. Leia Galatian 2: 20.

2). Permaneça na Palavra. Para fazer isso, devemos conhecer a Palavra de Deus. Abide significa conhecer, compreender e obedecer a Palavra em uma base contínua. Nós devemos estudá-lo. 2 Timothy 2: 15 diz: “Estude para mostrar-se aprovado para Deus… dividindo corretamente a palavra da verdade.” 2 Timothy 3: 16 & 17 diz: “Toda a Escritura é dada por inspiração de Deus e é proveitosa para doutrina, repreensão, correção, para instrução em retidão, para que o homem de Deus seja totalmente equipado para toda boa obra. ”A Palavra nos ajuda a crescer em nossa vida espiritual, em

força e sabedoria e conhecimento. I Peter 2: 2 diz: “deseje o leite sincero da Palavra que você possa cultivar desse modo.” Leia também Hebreus 5: 11-14. I João 2: 14 diz: “Eu escrevi para vocês, rapazes, porque vocês são fortes e a Palavra de Deus ABIDES em você, e você superou o iníquo. (Veja Efésios, capítulo seis.)

3). Indo adiante, e note que muito disso requer o ponto anterior, sendo capaz de entender adequadamente e ser capaz de usar corretamente a Palavra de Deus. (Também veremos isso novamente, especialmente em nosso estudo de Efésios capítulo 6.)

4). Vigilância: Eu, Peter 5: 8 diz: “Esteja sóbrio, esteja vigilante (alerta), porque o seu adversário, o diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando quem ele possa devorar.” Devemos estar preparados. Vigilância e prontidão são como “treinamento de soldados” e eu acho que o primeiro passo é conhecer a Palavra de Deus como dito antes e “conhecer as táticas do inimigo”. Assim, eu mencionei

Efésios capítulo 6 (leia de novo e de novo). Nos ensina sobre o que Satanás esquemas. Jesus entendeu os esquemas de Satanás que incluíam mentiras, tirando as Escrituras fora de contexto ou abusando dela

para nos fazer tropeçar e nos fazer pecar. Ele nos engana e mente para nós, usando e torcendo as Escrituras para nos acusar, para causar culpa ou mal-entendidos ou legalismo. 2 Corinthians 2: 11 diz: "Para que Satanás não se aproveite de nós, pois não somos ignorantes dos artifícios de Satanás".

5). Não dê a Satanás uma oportunidade, um lugar ou uma base, pelo pecado. Fazemos isso continuando no pecado ao invés de confessá-lo a Deus (I John 1: 9). E quero dizer confessar nosso pecado a Deus com a mesma frequência com que pecamos. O pecado dá a Satanás um “pé na porta”. Leia Efésios 4: 20-27, ele fala sobre isso especialmente com relação aos nossos relacionamentos com outros crentes, em relação a coisas como mentir em vez de dizer a verdade, raiva e roubo. Em vez disso, devemos nos amar uns aos outros e compartilhar uns com os outros.

6). Apocalipse 12: 11 diz: "Eles o venceram (Satanás) pelo sangue do Cordeiro e a palavra do seu testemunho". Jesus tornou a vitória possível através de Sua morte, derrotando Satanás e dando-nos o Espírito Santo para habitar em nós e nos dar Seu poder para resistir. Precisamos usar esse poder e as armas que Ele nos deu, confiando em Seu poder para nos dar a vitória. E como Apocalipse 12: 11 diz, “pela palavra do seu testemunho”. Acho que isso significa dar nosso testemunho, seja na forma de dar o evangelho a um incrédulo ou dar um testemunho verbal do que o Senhor está fazendo por nós em nossa vida diária fortalecerá outros crentes ou trará uma pessoa para a salvação, mas também de alguma forma ajuda e nos fortalece em nossa superação e resistência a Satanás.

7). Resista ao diabo: Todas essas ferramentas e o uso correto da Palavra são formas de resistir ativamente ao diabo, enquanto confiamos na habitação do Espírito Santo. Repreenda Satanás com a Palavra de Deus como Jesus fez.

8). Oração: Efésios 6 nos dará uma olhada em muitos esquemas de Satanás e a armadura que Deus nos dá, mas primeiro deixe-me mencionar que Efésios 6 termina com outra arma, a oração. O verso 18 diz, “esteja alerta com toda perseverança e petição para todos os santos.” Mateus 6: 13 diz para orar que Deus “não nos levará à tentação, mas nos libertará do mal (algumas traduções dizem o maligno). Quando Cristo orou no jardim, Ele pediu a Seus discípulos que "vigiassem e orassem" para que eles "não entrassem em tentação", porque "o espírito está pronto, mas a carne é fraca".

9). Por último, vamos olhar para Efésios 6 e ver os esquemas e dispositivos de Satanás e a armadura de Deus; maneiras de lutar contra Satanás; métodos para derrotá-lo; maneiras de resistir ou agir em fé.

Mais ferramentas para resistir (Ephesians 6)

Efésios 6: 11-13 diz para colocar toda a armadura de Deus para “resistir” aos esquemas do diabo e suas forças de iniqüidade nos lugares celestiais: governantes, poderes e forças das trevas. De Efésios 6 podemos entender alguns dos esquemas do diabo. As peças de armadura sugerem

áreas da nossa vida que Satanás ataca e o que fazer para derrotá-lo. Nos mostra os ataques

e os tormentos (flechas) que Satanás lança sobre nós, as coisas com as quais os crentes lutam para nos fazer desistir e abandonar o conflito (ou nossos deveres como soldados de Deus). Imagine a armadura e o que ela representa para entender em que áreas de ataque ela se defende.

1). Efésios 6: 14 diz: "tendo seus lombos cingidos com a verdade." Na armadura, o cinto mantém tudo unido e protege os órgãos vitais: coração, fígado, baço, rins, aquilo que nos mantém vivos e bem. Na escritura, é descrito como verdade. Em João 17: 17 A Palavra de Deus é chamada verdade e, de fato, é a nossa fonte de tudo o que conhecemos de Deus e da verdade. Leia 2 Peter 1: 3 (NASB) que diz: “Seu poder divino nos concedeu tudo pertencente vida e piedade através de conhecimento verdadeiro Dele ... ”A verdade refuta a de Satanás encontra-se e ensino falso.

Satanás nos faz duvidar e desconfiar de Deus por mentiras, distorcendo as Escrituras e falsas doutrinas para desacreditar a Deus e Seus ensinamentos, assim como fez com Eva (Gênesis 3: 1-6) e Jesus (Mateus 4: 1-10). Jesus usou a Escritura para derrotar Satanás. Ele tinha uma compreensão adequada disso quando Satanás usou mal. Leia 2 Timothy 3: 16 e 2 Timothy 2: 15. A primeira diz: “As Escrituras são proveitosas para treinar na retidão” e a segunda fala de “manejar corretamente” a Escritura, isto é, corretamente entendê-la e usá-la corretamente. Davi também usou a Palavra dizendo no Salmo 119: “Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti”.

É muito importante estudar e conhecer a Palavra de Deus, pois é a base de tudo o que sabemos sobre Deus e nossa vida espiritual e nosso conflito com o inimigo. Paulo elogiou o povo bereano que o ouviu pregar, dizendo que eles eram nobres porque “eles receberam a mensagem com grande ansiedade e examinaram as Escrituras todos os dias para ver se Paul disse que era verdade.

2). A segunda é a couraça da justiça, que cobre o coração. Satanás nos ataca com culpa, ou nos faz sentir que não somos "bons o suficiente" ou somos uma pessoa muito má para Deus usar, ou talvez ele tenha nos tentado e tenhamos caído em algum pecado. Deus diz que somos perdoados se confessarmos nosso pecado (I John 1: 9). Ele pode dizer que somos inaceitáveis ​​para Deus. Leia os capítulos de Romanos 3 & 4 que nos dizem que somos declarados justos quando aceitamos a Jesus pela fé e que nossos pecados são perdoados. Satanás é um mestre de acusação e condenação. Efésios 1: 6 (KJV) diz que somos aceitos no Amado (Cristo). Romanos 8: 1 diz: "Agora, portanto, não há condenação para os que estão em Cristo Jesus". Filipenses 3: 9 (NKJV) diz: "e ser encontrado nele, não tendo a minha própria justiça que é da lei, mas aquilo que é pela fé em Cristo, a justiça que vem de Deus pela fé ”.

Ele também pode nos fazer ser hipócritas ou orgulhosos, o que pode nos fazer falhar. Precisamos ser estudantes do ensino das Escrituras sobre retidão, perdão, justificação, obras e salvação.

3). Efésios 6: 15 diz: “Tendo os pés calçados com a preparação do evangelho. Provavelmente, mais do que qualquer outra coisa, Deus quer que os crentes espalhem o Evangelho a todos. este

é o nosso trabalho (Atos 1: 8). Eu Peter 3: 15 nos diz para "estar sempre pronto para dar uma razão para a esperança que está dentro de você."

Uma maneira de ajudarmos a lutar por Deus é conquistar aqueles que seguem o inimigo. A fim de

Para isso, precisamos saber apresentar o Evangelho de maneira clara e compreensível. Nós também precisamos responder suas perguntas sobre Deus. Eu tenho esse pensamento freqüentemente que eu nunca deveria ser pego duas vezes com uma pergunta que eu não sei a resposta - eu deveria estudar para descobrir isso. Esteja pronto. Esteja preparado.

Qualquer um pode aprender o básico do Evangelho e se você é como eu - esquecendo-se com facilidade - escreva-nos ou a nós um folheto do Evangelho, uma apresentação impressa; Existem muitos disponíveis. Então ore. Não fique despreparado. Estude as Escrituras como o Evangelho de João, capítulos de Romanos 3-5 e 10, I Coríntios 15: 1-5 e Hebreus 10: 1-14 para entender o que o Evangelho significa. Estude também para que você não seja enganado por falsas doutrinas do Evangelho, como boas obras. Os livros de Gálatas, Colossenses e Judas lidam com as mentiras de Satanás que podem ser corrigidas com os capítulos de Romanos 3-5.

4). Nosso escudo é nossa fé. Fé é a nossa crença em Deus e o que Ele diz - a verdade - a Palavra de Deus. Com fé nós usamos as Escrituras para nos defender contra qualquer flecha ou arma que Satanás nos ataca, como Jesus fez, “resistindo ao diabo” (o Maligno). Veja James 4: 7. Assim, mais uma vez, precisamos conhecer a Palavra, mais e mais a cada dia, e nunca estar despreparados. Não podemos “resistir” e “usar” e agir com fé se não conhecermos a Palavra de Deus. A fé em Deus é baseada no verdadeiro conhecimento de Deus que vem através da verdade de Deus, a Palavra. Lembre-se 2 Peter 1: 1-5 diz que a verdade nos dá tudo o que precisamos para conhecer a Deus e para o nosso relacionamento com ele. Lembre-se: “a verdade nos liberta” (John 8: 32) de muitos dardos do inimigo e a Palavra é proveitosa para instrução em retidão.

A Palavra, acredito, está vitalmente envolvida em todas as partes da nossa armadura. A Palavra de Deus é a verdade, mas devemos usá-la, agindo com fé e usando a Palavra para refutar Satanás, como Jesus fez.

5). A próxima peça de armadura é o capacete da salvação. Satanás pode encher sua mente com dúvidas sobre se você está salvo. Aqui novamente aprenda bem o caminho da salvação - das Escrituras e acredite em Deus, que não mente, que “você passou da morte para a vida” (John 5: 24). Satanás irá acusá-lo dizendo: "Você fez certo?" Eu amo que a Escritura usa tantas palavras para descrever o que devemos fazer para sermos salvos: crer (João 3: 16), chamar (Romanos 10: 12, receber 1: 12), venha (John 6: 37), pegue (22 Revelation: 17) e olhar (John 3: 13 & 14; Números 21: 8 & 9) são alguns. O ladrão na cruz acreditava, mas tinha apenas essas palavras para chamar para Jesus, “Lembre-se de mim”. Veja e confie que Deus é verdadeiro e “firme” (Efésios 6: 11,13,14).

Hebreus 10: 23 diz: "Fiel é aquele que prometeu." Deus não pode mentir. Ele diz que se acreditamos, temos a vida eterna (John 3: 16). 2Timothy 1: 12 diz: "Ele é capaz de guardar aquilo que eu tenho confiado a Ele naquele dia." Jude 25 diz: "Agora, àquele que é capaz de impedi-lo de cair e te apresentar sem defeito diante de Sua presença. alegria."

Efésios 1: 6 (KJV) diz que "somos aceitos no amado". Eu John 5: 13 diz: "Estas coisas são escritas para você que Acreditar em nome do Filho de Deus, para que saibais que tens vida eterna e que podes continuar a acreditar no nome do Filho de Deus. ”Oh, Deus nos conhece tão bem e nos ama e entende a nossa luta.

6). A peça final da armadura é a espada do Espírito. Curiosamente é chamado a Palavra de Deus, a mesma coisa que eu continuo repetindo; a mesma coisa que Jesus usou para derrotar Satanás. Memorize, aprenda e estude, veja o que você ouve e use corretamente. É nossa arma contra todas as mentiras de Satanás. Lembre-se de 2 Timothy 3: 15-17 diz: “e como desde a infância você conheceu as Sagradas Escrituras, que são capazes de torná-lo sábio para a salvação através da fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é soprada por Deus e é útil para ensinar, repreender, corrigir e treinar em retidão, para que o servo de Deus possa estar completamente equipado para toda boa obra. ”Leia Salmos 1: 1-6 e Josué 1: 8. Ambos falam com o poder da Escritura. Hebreus 4: 12 diz: “Porque a Palavra de Deus é viva e poderosa e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é o discernidor dos pensamentos e intenções. do coração."

Finalmente em Efésios 6: 13 diz, “tendo feito tudo para ficar”. Não importa o quão difícil seja a luta, lembre-se “maior é Aquele que está conosco do que aquele que está no mundo”, e tendo feito tudo, “ficar na sua fé.

Conclusão

Deus nem sempre nos dá uma resposta para tudo o que nos perguntamos, mas Ele nos dá a resposta para tudo o que precisamos para a vida e a piedade e uma vida cristã abundante (2 Peter 1: 2-4 e John 10: 10). O que Deus exige de nós é fé - fé para confiar e crer em Deus,

Fé para confiar no que Deus nos mostra em Efésios 6 e outras Escrituras sobre como resistir ao inimigo, seja lá o que for que Satanás jogue em nós. Isso é fé. Hebreus 11: 6 diz: “sem fé é impossível agradar a Deus.” Sem fé é impossível ser salvo e ter a vida eterna (John 3: 16 & Acts 16: 31). Abraão foi justificado pela fé (Romanos 4: 1-5).

Também é impossível viver uma vida cristã plena sem fé. Gálatas 2: 20 diz: “a vida que agora vivo no corpo eu vivo pela fé do Filho de Deus.” 2 Corinthians 5: 7 diz: “nós andamos pela fé, não pela vista”. O capítulo 11 de Hebreus dá muitos exemplos daqueles que viveram pela fé. A fé nos ajuda a resistir a Satanás e resistir à tentação. A fé nos ajuda a seguir a Deus como Josué e Calebe fizeram (Números 32: 12).

Jesus diz que se não estamos com ele, estamos contra ele (Mateus 12: 3). Nós devemos escolher seguir a Deus. Efésios 6: 13 diz, “tendo feito tudo para ficar”. Vimos que Jesus derrotou Satanás e suas forças na cruz, e nos deu Seu Espírito para que pudéssemos conquistar em Sua força (Romanos 8: 37). Então podemos escolher servir a Deus e ter a vitória como Josué e Calebe fizeram

(Joshua 24: 14 & 15).

Quanto mais conhecermos a Palavra de Deus e a usarmos como Jesus, mais fortes seremos. Deus nos manterá (Jude 24) e nada poderá nos separar de Deus (John 10: 28-30; Romanos 8: 38). Joshua 24: 15 diz “Escolha você neste dia a quem você servirá”. I John 5: 18 diz: “Sabemos que qualquer um nascido de Deus não continua pecando; Aquele que nasceu de Deus os mantém seguros, e o maligno não pode prejudicá-los ”.

Eu sei que tenho repetido algumas coisas repetidas vezes, mas essas coisas estão envolvidas em todos os aspectos desta questão. Até Deus repete-as repetidamente. Eles são tão importantes.

Fé e Evidência

Você tem pensado se existe ou não um poder maior?

Um poder que formou o Universo e tudo o que está nele. Um poder que nada levou e criou a terra, o céu, a água e as coisas vivas?

De onde veio a planta mais simples?

A criatura mais complicada… cara?

Eu lutei com a questão por anos. Eu busquei a resposta na ciência. Certamente, a resposta pode ser encontrada através do estudo dessas coisas, que nos surpreendem e nos mistificam. A resposta tinha que estar na parte mais íntima de toda criatura e coisa.

O átomo!

A essência da vida deve ser encontrada lá. Não foi. Não foi encontrado no material nuclear ou nos elétrons girando em torno dele. Não foi no espaço vazio que compõe a maioria de tudo que podemos tocar e ver.

Todos esses milhares de anos de olhar e ninguém encontrou a essência da vida dentro das coisas comuns ao nosso redor. Eu sabia que devia haver uma força, um poder que estava fazendo tudo isso ao meu redor.

Foi Deus? Ok, por que ele simplesmente não se revela para mim? Por que não?

Se esta força é um Deus vivo porque todo o mistério?

Não seria mais lógico para Ele dizer: “Certo, aqui estou eu. Eu fiz tudo isso. Agora vá sobre o seu negócio.

Só quando conheci uma mulher especial com quem fui relutantemente a um estudo bíblico comecei a entender tudo isso.

As pessoas lá estudavam as Escrituras e eu pensei que elas deveriam estar procurando a mesma coisa que eu, mas ainda não a encontrei ainda.

O líder do grupo leu uma passagem da Bíblia escrita por um homem que costumava odiar os cristãos, mas foi mudado.

Mudou de uma maneira incrível.

Seu nome era Paulo e ele escreveu: “Porque pela graça sois salvos pela fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus: não é das obras, para que ninguém se glorie. ”~ Efésios 2: 8-9

Essas palavras “graça” e “fé” me fascinaram.

O que eles realmente queriam dizer? Mais tarde naquela noite ela me pediu para ir ver um filme, claro que ela me enganou para ir a um filme cristão.

No final do show, havia uma pequena mensagem de Billy Graham.

Ali estava ele, um menino de fazenda da Carolina do Norte, explicando para mim exatamente o que eu estava lutando desde o início.

Ele disse: "Você não pode explicar Deus cientificamente, filosoficamente ou de qualquer outra forma intelectual".

Você simplesmente tem que acreditar que Deus é real. Você tem que ter fé que o que Ele disse Ele fez como está escrito na Bíblia. Que Ele criou os céus e a terra, que Ele criou as plantas e os animais, que Ele falou tudo isso como está escrito no livro de Gênesis na Bíblia. Que Ele soprou a vida em uma forma sem vida e se tornou homem. Que Ele queria ter um relacionamento mais próximo com as pessoas que Ele criou, então Ele assumiu a forma de um homem que era o Filho de Deus e veio à Terra e viveu entre nós.

Este homem, Jesus, pagou a dívida do pecado por aqueles que acreditarão sendo crucificados na cruz.

Como isso pode ser tão simples? Apenas acredite? Tem fé que tudo isso foi verdade? Fui para casa naquela noite e dormi pouco. Eu lutei com a questão de Deus me dar graça - através da fé para crer. Que Ele era essa força, essa essência da vida e criação de tudo que sempre foi e é. Então Ele veio até mim. Eu sabia que simplesmente tinha que acreditar. Foi pela graça de Deus que Ele me mostrou Seu amor.

Que Ele foi a resposta e que Ele enviou Seu único Filho, Jesus, para morrer por mim para que eu pudesse acreditar. Que eu poderia ter um relacionamento com ele. Ele se revelou para mim naquele momento. Eu liguei para ela para dizer que agora eu entendo. Que agora eu acredito e quero dar minha vida a Cristo. Ela me disse que ela orou para que eu não dormisse até que eu desse aquele salto de fé e acreditasse em Deus.

Minha vida mudou para sempre.

Sim, para sempre, porque agora posso esperar passar a eternidade em um lugar maravilhoso chamado céu.
Eu não me preocupo mais com a necessidade de provas para provar que Jesus poderia andar sobre a água,
ou que o Mar Vermelho poderia ter se separado para permitir a passagem dos israelitas, ou qualquer um dos outros eventos aparentemente impossíveis escritos na Bíblia.

Deus provou a si mesmo repetidamente em minha vida. Ele também pode se revelar a você. Se você se encontrar buscando provas de Sua existência, peça-Lhe que se revele a você. Tome esse salto de fé quando criança e realmente creia Nele.

Abra-se para o Seu amor pela fé, não evidência.

Como posso me tornar um líder espiritual melhor?

A primeira prioridade é ser um bom pastor ou pregador ou um líder espiritual de qualquer tipo para não negligenciar sua própria saúde espiritual. Paul, um líder espiritual experiente, escreveu a Timóteo, a quem ele estava orientando em I Timóteo 4: 16 (NASB) Preste muita atenção a si mesmo e ao seu ensino. ”Qualquer um na liderança espiritual deve constantemente se proteger de gastar tanto tempo fazendo“ ministério ”. Que seu próprio tempo pessoal com o Senhor sofre. Jesus ensinou a seus discípulos em John 15: 1-8 que o sustento dos frutos era totalmente dependente de “permanecer Nele”, porque “sem mim nada podeis fazer”. Certifique-se de passar tempo lendo a Palavra de Deus para crescimento pessoal a cada dia. (Estudar a Bíblia para se preparar para pregar ou ensinar não conta.) Mantenha uma vida de oração honesta e aberta e seja rápido a confessar quando pecar. Você provavelmente gastará muito tempo incentivando os outros. Certifique-se de que você tenha amigos cristãos com os quais você se encontrará regularmente e que o encorajarão. Liderança espiritual é o trabalho de um número limitado de pessoas no corpo de Cristo, mas isso não o torna mais valioso ou importante do que qualquer outra pessoa que esteja servindo no corpo. Guarda contra o orgulho.

Provavelmente os três melhores livros já escritos sobre como ser um líder espiritual são I & 2 Timothy e Titus. Estude-os completamente. O melhor livro já escrito sobre como entender e lidar com as pessoas é o Livro dos Provérbios. Leia com frequência. Comentários e livros sobre a Bíblia podem ser úteis, mas passe mais tempo estudando a Bíblia do que lendo livros sobre ela. Há excelentes estudos online, como o Bible Hub e o Bible Gateway. Aprenda a usá-los para ajudá-lo a entender o que os versículos individuais realmente significam. Você também pode encontrar dicionários da Bíblia on-line que ajudarão você a entender o significado das palavras gregas e hebraicas originais. Os Apóstolos em Atos 6 (NASB) disseram: “Mas nós nos dedicaremos à oração e ao ministério da palavra”. Você notará que eles colocam a oração em primeiro lugar. Você também notará que eles delegaram outras responsabilidades para manter o foco em suas responsabilidades principais. E finalmente, ao ensinar sobre as qualificações dos líderes espirituais em I Timothy 4: 3-1 e Titus 7: 1-5, Paulo coloca grande ênfase nos filhos do líder. Certifique-se de não negligenciar sua esposa ou filhos porque você está tão ocupada fazendo ministérios.

Como posso me aproximar de Deus?

A Palavra de Deus diz: “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11: 6). Para ter qualquer relação com Deus, uma pessoa deve se aproximar de Deus pela fé através de Seu Filho, Jesus Cristo. Nós devemos crer em Jesus como nosso Salvador, a quem Deus enviou para morrer, para pagar o castigo pelos nossos pecados. Somos todos pecadores (Romans 3: 23). Tanto I John 2: 2 e 4: 10 falam sobre Jesus ser a propiciação (o que significa apenas pagamento) pelos nossos pecados. I João 4: 10 diz: “Ele (Deus) nos amou e enviou Seu Filho para ser a propiciação pelos nossos pecados.” Em João 14: Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. ”I Coríntios 6: 15 & 3 nos conta as boas novas…” Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras e que Ele foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia de acordo com as Escrituras. . ”Este é o Evangelho que devemos acreditar e devemos receber. John 4: 1 diz: “A tantos quantos O receberam, a eles deu o direito de se tornarem filhos de Deus, mesmo para aqueles que crêem em Seu nome.” John 12: 10 diz: “Dou-lhes a vida eterna e eles nunca perecerão ”.

Portanto, nosso relacionamento com Deus só pode começar pela fé, tornando-se filho de Deus por meio de Jesus Cristo. Não apenas nos tornamos Seu filho, mas Ele envia Seu Espírito Santo para habitar dentro de nós (John 14: 16 & 17). Colossenses 1: 27 diz: "Cristo em você, a esperança da glória".

Jesus também se refere a nós como Seus irmãos. Ele certamente quer que saibamos que nosso relacionamento com Ele é família, mas Ele quer que sejamos uma família próxima, não apenas uma família no nome, mas uma família de comunhão íntima. Revelação 3: 20 descreve o nosso tornar-se um cristão como entrar em um relacionamento de comunhão. Diz: “Eu estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e jantarei com ele e ele comigo.

John capítulo 3: 1-16 diz que quando nos tornamos cristãos, nascemos de novo como bebês recém-nascidos em sua família. Como Seu novo filho, e assim como quando um humano nasce, nós, como bebês cristãos, devemos crescer em nosso relacionamento com Ele. À medida que o bebê cresce, ele aprende cada vez mais sobre seus pais e se aproxima de seus pais.

É assim para os cristãos, em nosso relacionamento com nosso Pai Celestial. À medida que aprendemos sobre Ele e crescemos, nosso relacionamento se torna mais próximo. As Escrituras falam muito sobre crescimento e maturidade, e nos ensinam como fazer isso. É um processo, não um evento único, portanto, o termo está crescendo. Também é chamado permanecendo.

1). Primeiro, acho que precisamos começar com uma decisão. Temos que decidir nos submeter a Deus, para nos comprometermos a segui-Lo. É um ato da nossa vontade se submeter à vontade de Deus se quisermos estar perto Dele, mas não é apenas uma vez, é um compromisso permanente (contínuo). James 4: 7 diz: "sujeite-se a Deus." Romans 12: 1 diz: "Eu suplico-te, portanto, pelas misericórdias de Deus, para apresentar aos vossos corpos um sacrifício vivo, santo, aceitável a Deus, que é o vosso razoável Isso deve começar com uma escolha única, mas também é uma escolha momento a momento, assim como é em qualquer relacionamento.

2). Em segundo lugar, e penso da maior importância, é que precisamos ler e estudar a Palavra de Deus. I Peter 2: 2 diz: “Como bebês recém-nascidos desejam o leite sincero da palavra que você pode cultivar assim.” Joshua 1: 8 diz: “Não deixe este livro da lei sair de sua boca, medite sobre isso dia e noite ... ”(Leia também Salmo 1: 2.) Hebreus 5: 11-14 (NIV) nos diz que devemos ir além da infância e amadurecer pelo“ uso constante ”da Palavra de Deus.

Isso não significa ler algum livro sobre a Palavra, que geralmente é a opinião de alguém, não importa quão inteligentes eles sejam, mas ler e estudar a própria Bíblia. Atos 17: 11 fala sobre os bereanos dizendo: “eles receberam a mensagem com grande ansiedade e examinaram as Escrituras todos os dias para ver se Paul Nós precisamos testar tudo o que alguém diz pela Palavra de Deus, não apenas pegar a palavra de alguém por causa de suas “credenciais”. Precisamos confiar no Espírito Santo em nós para nos ensinar e realmente pesquisar a Palavra. 2 Timothy 2: 15 diz: “Estude para se mostrar aprovado para Deus, um obreiro que não precisa se envergonhar, que esteja dividindo corretamente a palavra da verdade.” 2 Timothy 3: 16 & 17 diz: “Toda Escritura é dada por inspiração de Deus e é proveitoso para a doutrina, para repreensão, para correção, para instrução em retidão, para que o homem de Deus seja completo (maduro) ... ”

Este estudo e crescimento é diário e nunca termina até que estejamos com Ele no céu, porque o nosso conhecimento de "Ele" leva a ser mais como Ele (2 Corinthians 3: 18). Estar perto de Deus requer uma caminhada diária de fé. Não é um sentimento. Não há “solução rápida” que experimentamos, o que nos dá uma comunhão íntima com Deus. A Escritura ensina que andamos com Deus pela fé, não pela vista. Contudo, creio que quando andamos consistentemente pela fé, Deus se faz conhecido para nós de maneiras inesperadas e preciosas.

Leia 2 Peter 1: 1-5. Nos diz que crescemos em caráter à medida que gastamos tempo na Palavra de Deus. Aqui diz que devemos acrescentar à fé a bondade, depois o conhecimento, o autocontrole, a perseverança, a piedade, a bondade fraternal e o amor. Gastando tempo no estudo da Palavra e em obediência a ela, acrescentamos ou construímos caráter em nossas vidas. Isaías 28: 10 & 13 nos diz que aprendemos preceito sobre preceito, linha sobre linha. Nós não sabemos tudo de uma vez. John 1: 16 diz “graça sobre graça”. Não aprendemos todos de uma vez como cristãos em nossa vida espiritual mais do que os bebês crescem de uma só vez. Apenas lembre-se que este é um processo, crescendo, uma caminhada de fé, não um evento. Como mencionei, também é chamado permanecer no capítulo 15 de João, permanecendo Nele e em Sua Palavra. John 15: 7 diz: "Se você permanecer em mim, e as minhas palavras permanecerem em você, pergunte o que quiser, e isso será feito por você."

3). O Livro de I João fala sobre um relacionamento, nossa comunhão com Deus. A comunhão com outra pessoa pode ser quebrada ou interrompida pelo pecado contra ela e isso também é verdade para nosso relacionamento com Deus. I João 1: 3 diz: “Nossa comunhão é com o Pai e com Seu Filho Jesus Cristo”. O versículo 6 diz: “Se alegarmos ter comunhão com Ele, ainda andarmos em trevas (pecado), mentimos e não vivemos pela verdade. ”Versículo 7 diz:“ Se andarmos na luz… temos comunhão uns com os outros ... ”No versículo 9 vemos que se o pecado rompe nossa comunhão precisamos apenas confessar nosso pecado a Ele. Diz: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. Por favor, leia este capítulo inteiro.

Nós não perdemos nosso relacionamento como Seu filho, mas devemos manter nossa comunhão com Deus confessando todos e quaisquer pecados sempre que falharmos, sempre que necessário. Devemos também permitir que o Espírito Santo nos dê vitória sobre os pecados que tendemos a repetir; qualquer pecado.

4). Nós devemos não apenas ler e estudar a Palavra de Deus, mas devemos obedecê-la, o que eu mencionei. James 1: 22-24 (NIV) declara: “Não apenas ouçam a Palavra e enganem a si mesmos. Faça o que diz. Qualquer um que ouve a Palavra, mas não faz o que diz, é como um homem que olha para seu rosto em um espelho e depois de olhar para si mesmo vai embora e esquece imediatamente como ele se parece. ”Verso 25 diz:“ Mas o homem que olha atentamente para a lei perfeita que dá liberdade e continua a fazer isso, não esquecendo o que ele ouviu, mas fazendo isso - ele será abençoado no que faz. ”Isto é tão semelhante a Josué 1: 7-9 e Salmo 1: 1-3. Leia também Luke 6: 46-49.

5). Outra parte disso é que precisamos nos tornar parte de uma igreja local, onde podemos ouvir e aprender a Palavra de Deus e ter comunhão com outros crentes. Esta é uma maneira em que somos ajudados a crescer. Isso ocorre porque cada crente recebe um dom especial do Espírito Santo, como parte da igreja, também chamada de “o corpo de Cristo”. Esses dons estão listados em várias passagens das Escrituras, como Efésios 4: 7-12, I Corinthians 12: 6-11, 28 e Romans 12: 1-8. O propósito desses dons é “edificar o corpo (a igreja) para o trabalho do ministério (Efésios 4: 12). A igreja nos ajudará a crescer e nós, por sua vez, poderemos ajudar outros crentes a crescer e amadurecer e ministrar no reino de Deus e levar outras pessoas a Cristo. Hebreus 10: 25 diz que não devemos abandonar nossa reunião juntos, como é o hábito de alguns, mas encorajar uns aos outros.

6). Outra coisa que devemos fazer é orar - orar pelas nossas necessidades e pelas necessidades dos outros crentes e dos não salvos. Leia Mateus 6: 1-10. Filipenses 4: 6 diz: “sejam seus pedidos tornados conhecidos para Deus”.

7). Acrescente a isso que devemos, como parte da obediência, amar uns aos outros (Leia I Coríntios 13 e I João) e fazer boas obras. Boas obras não podem nos salvar, mas não se pode ler as Escrituras sem determinar que devemos fazer boas obras e ser gentis com os outros. Gálatas 5: 13 diz: "pelo amor servir uns aos outros." Deus diz que somos criados para fazer boas obras. Efésios 2: 10 diz: “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus preparou antecipadamente para nós fazermos”.

Todas essas coisas funcionam juntas, para nos aproximar de Deus e nos tornar mais parecidos com Cristo. Nós nos tornamos mais maduros nós mesmos e os outros crentes também. Eles nos ajudam a crescer. Leia o 2 Peter 1 novamente. O fim de estar mais perto de Deus está sendo treinado, maduro e amando um ao outro. Ao fazer essas coisas, somos Seus discípulos e discípulos quando maduros são como o Mestre deles (Luke 6: 40).

Como posso superar a pornografia?

A pornografia é um vício especialmente difícil de superar. O primeiro passo na superação de ser escravizado a qualquer pecado em particular é conhecer a Deus e ter o poder do Espírito Santo operando em sua vida.

Por essa razão, deixe-me passar pelo plano de salvação. Você deve admitir que você pecou contra Deus.

Romanos 3: 23 diz: “porque todos pecaram e carecem da glória de Deus”.

Você deve crer no Evangelho como dado em I Coríntios 15 & 3, “que Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras, que ele foi sepultado, que ele foi ressuscitado no terceiro dia de acordo com as Escrituras”.

E finalmente, você deve pedir a Deus que o perdoe e peça a Cristo para entrar em sua vida. As Escrituras usam muitos versículos para expressar esse conceito. Um dos mais simples é Romanos 10: 13, “para: 'Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo'”. Se você honestamente fez essas três coisas, você é um filho de Deus. O próximo passo para encontrar a vitória é conhecer e acreditar no que Deus fez por você quando aceitou a Cristo como seu Salvador.

Você era um escravo do pecado. Romanos 6: 17b diz: "você costumava ser um escravo do pecado". Jesus disse em João 8: 34b: "Todo mundo que peca é escravo do pecado". Mas a boa notícia é que Ele também disse em John 8: 31 & 32, “Para os judeus que acreditaram nele, Jesus disse: 'Se você se apega ao meu ensino, você é realmente meu discípulo. Então você saberá a verdade, e a verdade o libertará. '”Ele acrescenta no verso 36:“ Então, se o Filho libertar você, você estará livre de fato. ”

2 Peter 1: 3 & 4 diz: “Seu poder divino nos deu tudo o que precisamos para a vida e piedade através do nosso conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e bondade.

Através destes, ele nos deu suas grandes e preciosas promessas, para que através delas você possa participar da natureza divina e escapar da corrupção no mundo causada por maus desejos ”. Deus nos deu tudo o que precisamos para ser piedosos, mas vem através do nosso conhecimento Dele e da nossa compreensão das Suas grandes e preciosas promessas.

Primeiro precisamos saber o que Deus fez. No capítulo 5 de Romanos, aprendemos que o que Adão fez quando pecou deliberadamente contra Deus afetou todos os seus descendentes, todo ser humano. Por causa de Adão, todos nascemos com uma natureza pecaminosa.

Mas em Romanos 5: 10 nós aprendemos, “Porque se nós, quando éramos inimigos de Deus, fomos reconciliados com ele pela morte de seu Filho, quanto mais, tendo sido reconciliados, seremos salvos através de sua vida!”

O perdão dos pecados vem através do que Jesus fez por nós na cruz, o poder de vencer o pecado vem através de Jesus vivendo a Sua vida através de nós no poder do Espírito Santo.

Gálatas 2: 20 diz: “Eu fui crucificado com Cristo e não vivo mais, mas Cristo vive em mim.

A vida que eu vivo no corpo, eu vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim ”. Paulo diz em Romanos que o que Deus fez por nós que nos salva do poder do pecado é ainda maior do que o que Ele fez por nós em nos reconciliar consigo mesmo.

Observe a frase "muito mais" em Romans 5: 9, 10, 15 e 17. Paulo coloca desta forma em Romanos 6: 6 (eu estou usando a tradução na margem do NIV & NASB), "Pois sabemos que o nosso antigo eu foi crucificado com ele para que o corpo do pecado pudesse se tornar impotente, que não devemos mais ser escravos do pecado ”.

I João 1: 8 diz: "Se afirmamos estar sem pecado, nos enganamos e a verdade não está em nós." Colocando os dois versículos juntos, nossa natureza pecaminosa ainda está lá, mas é o poder de nos controlar. .

Em segundo lugar, precisamos acreditar no que Deus diz sobre o poder do pecado ser quebrado em nossas vidas. Romanos 6: 11 diz: "Da mesma forma, considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus." Um homem que era escravo e foi libertado, se ele não sabe que ele foi libertado, ainda obedecerá ao seu antigo mestre e para todos os propósitos práticos ainda será um escravo.

Em terceiro lugar, precisamos reconhecer que o poder de viver na vitória não vem através da determinação ou força de vontade, mas através do poder do Espírito Santo que vive em nós uma vez que tenhamos sido salvos. Gálatas 5: 16 & 17 diz: “Então eu digo, viva pelo Espírito, e você não satisfará os desejos da natureza pecaminosa.

Pois a natureza pecaminosa deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito é o contrário da natureza pecaminosa.

Eles estão em conflito uns com os outros, para que você não faça o que você quer ”.

Note que o verso 17 não diz que o Espírito não pode fazer o que Ele quer ou que a natureza pecaminosa não pode fazer o que quer, diz, “que você não faça o que você quer”.

Deus é infinitamente mais poderoso que qualquer hábito pecaminoso ou vício. Mas Deus não vai forçá-lo a obedecê-lo. Você pode escolher entregar sua vontade à vontade do Espírito Santo e dar a Ele o controle completo de sua vida, ou você pode escolher quais pecados você quer lutar e acabar lutando contra eles por conta própria e perdendo. Deus não tem obrigação de ajudá-lo a lutar contra um pecado se você ainda estiver segurando outros pecados. A frase “você não satisfará os desejos da natureza pecaminosa” se aplica a um vício em pornografia?

Sim. Em Gálatas 5: 19-21 Paulo lista os atos da natureza pecaminosa. Os três primeiros são “imoralidade sexual, impureza e devassidão”. “Imoralidade sexual” é qualquer ato sexual entre indivíduos que não seja um ato sexual entre um homem e uma mulher que são casados ​​entre si. Também inclui bestialidade.

"Impureza" significa literalmente impureza.

"Dirty-minded" é uma expressão moderna que significa a mesma coisa.

"Deboche" é uma conduta sexual sem vergonha, uma total ausência de restrição na busca de gratificação sexual.

Mais uma vez, Gálatas 5: 16 & 17 diz: "viva pelo Espírito".

Tem que ser um modo de vida, não apenas pedir a Deus para ajudá-lo com esse problema específico. Romanos 6: 12 diz: "Portanto, não deixe o pecado reinar em seu corpo mortal para que você obedeça aos seus maus desejos".

Se você não escolhe dar ao Espírito Santo o controle de sua vida, você está escolhendo deixar o pecado controlá-lo.

Romanos 6: 13 coloca o conceito de viver pelo Espírito Santo assim: “Não ofereça as partes do seu corpo para pecar, como instrumentos de maldade, mas antes ofereça-se a Deus, como aqueles que foram trazidos da morte para a vida. ; e ofereça as partes do seu corpo para ele como instrumentos de justiça ”.

Em quarto lugar, precisamos reconhecer a diferença entre viver sob a lei e viver sob a graça.

Romanos 6: 14 diz: "Porque o pecado não será seu senhor, porque você não está debaixo da lei, mas debaixo da graça".
O conceito de viver sob a lei é relativamente simples: se eu mantiver todas as regras de Deus, Deus será feliz comigo e me aceitará.

Não é assim que uma pessoa é salva. Somos salvos pela graça através da fé.

Colossenses 2: 6 diz: "Então, assim como você recebeu a Cristo Jesus como Senhor, continue a viver nele."

Assim como nós não poderíamos manter as regras de Deus bem o suficiente para que Ele nos aceitasse, então não podemos manter as regras de Deus bem o suficiente depois de sermos salvos para que Ele seja feliz conosco nessa base.

Para sermos salvos, pedimos a Deus para fazer algo por nós que não poderíamos fazer com base no que Jesus fez na cruz por nós; Para encontrar a vitória sobre o pecado, pedimos ao Espírito Santo para fazer algo por nós, que não podemos fazer a nós mesmos, derrotar nossos hábitos pecaminosos e vícios, sabendo que somos aceitos por Deus, apesar de nossos fracassos.

Romanos 8: 3 & 4 coloca desta forma: “Pois o que a lei era impotente para fazer, na medida em que era enfraquecida pela natureza pecaminosa, Deus enviava seu próprio Filho à semelhança do homem pecador para ser uma oferta pelo pecado.

E assim ele condenou o pecado no homem pecador, a fim de que os requisitos justos da lei pudessem ser plenamente satisfeitos em nós, que não vivem de acordo com a natureza pecaminosa, mas de acordo com o Espírito ”.

Se você está realmente interessado em encontrar a vitória, aqui estão algumas sugestões práticas: Primeiro, passe o tempo lendo e meditando sobre a Palavra de Deus todos os dias.

Salmo 119: 11 diz: "Escondi a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti."

Em segundo lugar, passe o tempo rezando todos os dias. Oração é você falando com Deus e ouvindo Deus falar com você. Se você vai viver no Espírito, precisará ouvir claramente a voz dEle.

Terceiro, faça bons amigos cristãos que o encorajem a andar com Deus.

Hebreus 3: 13 diz: "Mas encorajem uns aos outros diariamente, contanto que se chamem Hoje, para que nenhum de vocês seja endurecido pela falsidade do pecado."

Quarto, encontre uma boa igreja e um pequeno grupo de estudos bíblicos, se puder e participe regularmente.

Hebreus 10: 25 diz: "Não vamos desistir de nos reunir, como alguns têm o hábito de fazer, mas vamos nos encorajar uns aos outros - e tanto mais quanto você ver o dia se aproximando."

Há mais duas coisas que eu sugeriria para qualquer um que estivesse lutando com uma questão particularmente difícil como o vício da pornografia.

James 5: 16 diz: “Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para que possam ser curados. A oração de um homem justo é poderosa e eficaz ”.

Esta passagem não significa falar sobre seus pecados em uma reunião pública da igreja, embora possa ser apropriado em uma reunião de homens pequenos para pessoas que lutam com o mesmo problema, mas parece significar encontrar um homem em quem você possa confiar totalmente e dar permissão a ele. Pergunte-lhe pelo menos semanalmente como está a sua luta contra a pornografia.

Sabendo que você não apenas terá que confessar seu pecado a Deus, mas também a um homem em quem confie e admire, pode ser um poderoso impedimento.

A outra coisa que eu sugeriria para qualquer um que estivesse lutando com uma questão particularmente difícil do pecado é encontrada em Romanos 13: 12b (NASB), “não faça provisão para a carne em relação às suas luxúrias”.

Um homem que tentasse parar de fumar seria extremamente estúpido para manter um suprimento de seus cigarros favoritos na casa.

Um homem lutando com um vício em álcool tem que evitar bares e lugares onde o álcool é servido. Você não diz onde você vê pornografia, mas você deve absolutamente cortar seu acesso a ela.

Se for revistas, queime-as. Se é algo que você assiste na televisão, livre-se da televisão.
Se você assistir no seu computador, livre-se do seu computador, ou pelo menos qualquer pornografia armazenada nele e se livre do seu acesso à internet. Assim como um homem com um desejo por um cigarro no 3 provavelmente não vai se levantar, se vestir e sair para comprar um, então dificultar muito a visualização da pornografia fará com que seja menos provável que você fracasse.

Se você não eliminar seu acesso, não será realmente sério sobre desistir.

E se você escorregar e ver pornografia de novo? Imediatamente aceite toda a responsabilidade pelo que fez e confesse imediatamente a Deus.

I João 1: 9 diz: "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo e nos perdoará os pecados e nos purificará de toda injustiça."

Quando confessamos o pecado, Deus não apenas nos perdoa, Ele promete nos purificar. Sempre confesse qualquer pecado imediatamente. A pornografia é um vício muito poderoso. Medidas sem entusiasmo não funcionarão.

Mas Deus é infinitamente poderoso e se você conhece e acredita no que Ele fez por você, aceita total responsabilidade por suas ações, confia no Espírito Santo e não em sua própria força e segue as sugestões práticas que eu fiz, a vitória é certamente possível.

Como posso superar a tentação do pecado?

Se a vitória sobre o pecado é um grande passo em nossa caminhada com o Senhor, poderíamos dizer que a vitória sobre a tentação se aproxima mais: a da vitória antes de pecarmos.

Primeiro deixe-me dizer isto: um pensamento que entra em sua mente não é em si pecado.
Torna-se pecado quando você o considera, entretém o pensamento e age nele.
Como discutido na pergunta sobre a vitória sobre o pecado, nós, como crentes em Cristo, recebemos poder para a vitória sobre o pecado.

Também temos o poder de resistir à tentação: o poder de fugir do pecado. Leia I John 2: 14-17.
A tentação pode vir de vários lugares:
1) Satanás ou seus demônios podem nos tentar,
2) outras pessoas podem nos levar ao pecado e, como as Escrituras dizem em James 1: 14 & 15, nós podemos ser 3) atraídos por nossas próprias luxúrias (desejos) e seduzidas.

Por favor, leia as seguintes Escrituras sobre a tentação:
Gênesis 3: 1-15; Eu John 2: 14-17; Matthew 4: 1-11; James 1: 12-15; I Coríntios 10: 13; Matthew 6: 13 e 26: 41.

James 1: 13 nos conta um fato importante.
Ela diz: “Ninguém diga quando for tentado 'Eu sou tentado por Deus', pois Deus não pode ser tentado, e Ele mesmo não tenta ninguém”. Deus não nos tenta, mas permite que sejamos tentados.

A tentação vem de Satanás, dos outros ou de nós mesmos, não de Deus.
O fim de James 2: 14 diz que quando somos seduzidos e pecamos, o resultado é a morte; separação de Deus e eventual morte física,

I John 2: 16 nos diz que existem três áreas principais de tentação:

1) os desejos da carne: ações erradas ou coisas que satisfazem nossos desejos físicos;
2) as concupiscências dos olhos, coisas que parecem atraentes, coisas erradas que nos atraem e nos afastam de Deus, querendo coisas que não são nossas e
3) o orgulho da vida, maneiras erradas de exaltar a nós mesmos ou ao nosso orgulho arrogante.

Vamos dar uma olhada em Gênesis 3: 1-15 e também na tentação de Jesus em Mateus 4.
Ambas as passagens da Escritura nos ensinam o que procurar quando somos tentados e como superar essas tentações.

Leia Gênesis 3: 1-15 Foi Satanás quem tentou Eva, para que ele pudesse levá-la para longe de Deus em pecado.

Ela foi tentada em todas essas áreas:
Ela viu a fruta como algo atraente para seus olhos, algo para satisfazer sua fome e Satanás disse que a faria gostar de Deus, conhecendo o bem e o mal.
Em vez de obedecer e confiar em Deus e pedir ajuda a Deus, seu erro foi ouvir as insinuações de Satanás, mentiras e sugestões sutis de que Deus estava guardando 'algo de bom' dela.

Satanás também a seduziu questionando o que Deus havia dito.
“Deus realmente disse?” Ele questionou.
As tentações de Satanás são enganosas e ele citou erroneamente as palavras de Deus.
As perguntas de Satanás fazem com que ela desconfie do amor e do caráter de Deus.
"Você não vai morrer", ele mentiu; "Deus sabe que seus olhos serão abertos" e "você será como Deus", apelando para o seu ego.

Em vez de ser grata por tudo o que Deus lhe dera, ela tomou a única coisa que Deus havia proibido e "deu também ao marido".
A lição aqui é ouvir e confiar em Deus.
Deus não guarda coisas de nós que são boas para nós.
O pecado resultante levou à morte (que deve ser entendida como separação de Deus) e eventual morte física. Naquele momento eles começaram a morrer fisicamente.

Sabendo que ceder à tentação leva por este caminho, fazendo com que percamos comunhão com Deus, e levando também à culpa, (leia 1 John 1) certamente deve nos ajudar a dizer não.
Adão e Eva não pareciam entender as táticas de Satanás. Temos o exemplo deles e devemos aprender com eles. Satanás usa os mesmos truques em nós. Ele mente sobre Deus. Ele retrata Deus como enganoso, mentiroso e desamoroso.
Precisamos confiar no amor de Deus e dizer não às mentiras de Satanás.
Resistir a Satanás e à tentação é feito em grande parte como um ato de fé em Deus.
Precisamos saber que esse engano é o truque de Satanás e que ele é o mentiroso.
John 8: 44 diz que Satanás "é um mentiroso e o pai da mentira".
A palavra de Deus diz: “não reterá coisa boa aos que andam na retidão”.
Filipenses 2: 9 & 10 diz "fique ansioso por nada ... pois ele cuida de você".
Fique atento a qualquer coisa que adicione, subtraia ou distorça a palavra de Deus.
Qualquer coisa que questione ou mude as Escrituras ou o caráter de Deus, tem a marca de Satanás.
Para conhecer essas coisas, precisamos conhecer e entender as Escrituras.
Se você não conhece a verdade, é fácil ser enganado e enganado.
Enganado é a palavra operativa aqui.
Eu acredito que conhecer e usar as Escrituras corretamente é a arma mais valiosa que Deus nos deu para usar em resistir à tentação.

Ele entra em quase todos os aspectos de evitar as mentiras de Satanás.
O melhor exemplo disso é o próprio Senhor Jesus. (Leia Mateus 4: 1-12.) A tentação de Cristo estava relacionada ao seu relacionamento com o Pai e a vontade do Pai para com Ele.

Satanás usou as próprias necessidades de Jesus ao tentá-lo.
Jesus foi tentado a satisfazer seus próprios desejos e orgulho, em vez de fazer a vontade de Deus.
Como lemos em I João, Ele também foi tentado com a luxúria dos olhos, a luxúria da carne e o orgulho da vida.

Jesus é tentado depois de quarenta dias de jejum. Ele está cansado e com fome.
Muitas vezes somos tentados quando estamos cansados ​​ou fracos e nossas tentações são frequentemente sobre o nosso relacionamento com Deus.
Vamos ver o exemplo de Jesus. Jesus disse que veio para fazer a vontade do Pai, que Ele e o Pai eram um. Ele sabia por que ele foi enviado para a terra. (Leia o capítulo Filipenses 2.

Jesus veio a ser como nós e ser nosso Salvador.
Filipenses 2: 5-8 diz: "Sua atitude deve ser a mesma que a de Cristo Jesus: Quem, sendo na própria natureza Deus, não considerou a igualdade com Deus algo a ser compreendido, mas se fez nada, tomando a própria natureza de um servo, e sendo feito em semelhança humana.

E sendo encontrado na aparência como homem, ele se humilhou e tornou-se obediente à morte - e até a morte na cruz. ”Satanás induziu Jesus a seguir suas sugestões e desejos, em vez de seguir a orientação de Deus.

(Ele tentou fazer com que Jesus satisfizesse uma necessidade legítima, fazendo o que ele dizia, em vez de esperar que Deus satisfizesse Sua necessidade, seguindo assim a Satanás, e não a Deus.

Essas tentações eram sobre fazer as coisas do jeito de Satanás, e não de Deus.
Se seguirmos as mentiras e sugestões de Satanás, deixaremos de seguir a Deus e seguiremos a Satanás.
É um ou outro. Nós então caímos em uma espiral descendente de pecado e morte.
Primeiro Satanás tentou-o a demonstrar (provar) seu poder e divindade.
Ele disse, desde que você está com fome, use seu poder para satisfazer sua fome.
Jesus foi tentado para que pudesse ser nosso perfeito mediador e intercessor.
Deus permite que Satanás nos teste para nos ajudar a amadurecer.
As escrituras dizem em Hebreus que Cristo aprendeu obediência “do que ele sofreu”.
O nome diabo significa caluniador e o diabo é sutil.
Jesus resiste ao truque sutil de Satanás para fazer o seu lance usando as Escrituras.
Ele disse: “O homem não viverá só de pão, mas de toda palavra que sai da boca de Deus”.
(Deuteronômio 8: 3) Jesus traz de volta ao assunto, fazendo a vontade de Deus, colocando isso acima de suas próprias necessidades.

Eu achei o Comentário Bíblico de Wycliffe muito útil na página 935 comentando sobre o capítulo 4 de Mateus, “Jesus se recusou a fazer um milagre para evitar sofrimento pessoal quando tal sofrimento era parte da vontade de Deus para Ele”.

O comentário enfatizou a Escritura que dizia que Jesus foi “conduzido do Espírito” ao deserto com o propósito específico de permitir que Jesus fosse testado ”.
Jesus foi bem sucedido porque Ele sabia, Ele entendia e usava as Escrituras.
Deus nos dá a Escritura como uma arma para nos defender dos dardos inflamados de Satanás.
Toda a Escritura é inspirada por Deus; quanto melhor a conhecemos, melhor estamos preparados para combater os esquemas de Satanás.

O diabo tenta Jesus pela segunda vez.
Aqui, na verdade, Satanás usa as Escrituras para tentar enganá-lo.
(Sim, Satanás conhece as Escrituras e as usa contra nós, mas as cita erroneamente e as usa fora de contexto, isto é, não para seu uso ou propósito apropriado ou não da maneira pretendida.) 2 Timothy 2: 15 diz para, "Estudo para mostrar-se aprovado para Deus, ... justamente dividindo a palavra da verdade."
A tradução da NASB diz "lidar com precisão com a palavra da verdade".
Satanás toma um verso de seu uso pretendido (e deixa parte dele) e tenta Jesus para exaltar e exibir Sua Deidade e o cuidado de Deus com Ele.

Eu acho que ele estava tentando apelar para o orgulho aqui.
O diabo leva-o a um pináculo do templo e diz: “Se você é o Filho de Deus, jogue-se para baixo, pois está escrito 'Ele dará aos seus anjos a acusação a seu respeito; e nas suas mãos eles te sustentarão. '”Jesus, entendendo a Escritura, e os truques de Satanás, usaram novamente a Escritura para derrotar Satanás dizendo:“ Você não porá à prova o Senhor, seu Deus ”.

Não devemos ser presunçosos ou testar Deus, esperando que Deus proteja o comportamento tolo.
Não podemos simplesmente citar as Escrituras de forma aleatória, mas devemos usá-las correta e corretamente.
Na terceira tentação, o diabo é ousado. Satanás oferece a Ele os reinos do mundo se Jesus se curvar e adorar. Muitos acreditam que o significado desta tentação é que Jesus poderia ignorar o sofrimento da cruz que era a vontade do Pai.

Jesus sabia que os reinos seriam Seus no final. Jesus usa as Escrituras novamente e diz: “Vocês adorarão somente a Deus e servirão somente a Ele”. Lembre-se de que o capítulo 2 de Filipenses diz que Jesus “Se humilhou e tornou-se obediente à cruz”.

Eu gosto do que o comentário bíblico de Wycliffe tem a dizer sobre a resposta de Jesus: “Está escrito, novamente apontando para a totalidade da Escritura como guia de conduta e base para a fé” (e posso acrescentar, para vitória sobre a tentação), “Jesus repeliu os golpes mais poderosos de Satanás, não por um raio do céu, mas pela Palavra escrita de Deus, empregada na sabedoria do Espírito Santo, um meio disponível a todo cristão. ”A palavra de Deus diz em James 4: 7“ Resistir ao diabo e ele fugirá de você.

Lembre-se, Jesus conhecia a Palavra e a usava corretamente, corretamente e com precisão.
Devemos fazer o mesmo. Não podemos entender os truques, esquemas e mentiras de Satanás a menos que saibamos e entendamos a verdade e Jesus disse em João 17: 17 “Tua palavra é a verdade.”

Outras passagens que nos ensinam o uso das Escrituras nesta área de tentação são: 1). Hebreus 5: 14 que diz que precisamos estar maduros e estar "acostumados" à Palavra, então nossos sentidos são treinados para discernir o bem e o mal. "

2). Jesus ensinou a Seus discípulos que quando Ele os deixasse, o Espírito traria todas as coisas que Ele lhes ensinou para a lembrança deles. Ele os ensinou em Luke 21: 12-15 que eles não deveriam se preocupar com o que dizer quando levados aos acusadores.

Da mesma forma, creio, Ele nos faz lembrar de Sua Palavra quando precisamos dela em nossa batalha contra Satanás e seus seguidores, mas primeiro precisamos conhecê-la.

3). Salmo 119: 11 diz: "Tua palavra escondi em meu coração para não pecar contra ti."
Em conjunção com o pensamento anterior, o trabalho do Espírito e da Palavra, a Escritura memorizada lembrada pode tanto nos advertir quanto nos dar uma arma quando somos tentados.

Outro aspecto da importância das Escrituras é que ela nos ensina ações a serem tomadas para nos ajudar a resistir à tentação.

Uma dessas escrituras é Efésios 6: 10-15. Por favor, leia esta passagem.
Diz: “Põe toda a armadura de Deus, para que possas resistir às ciladas do diabo, pois não lutamos contra carne e sangue, mas contra os principados, contra os poderes, contra os governantes das trevas. essa idade; contra as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais ”.

A tradução da NASB diz “permaneça firme contra os esquemas do diabo”.
O NKJB diz: "coloque toda a armadura de Deus para que você possa resistir aos planos de Satanás".

Efésios 6 descreve as peças de armadura da seguinte forma: (E elas estão lá para nos ajudar a permanecer firmes contra a tentação.)

1. “Cinge-te da verdade.” Lembre-se de que Jesus disse: “A tua palavra é a verdade.”

Diz "cingido" - precisamos nos ligar à palavra de Deus, ver a semelhança de esconder a palavra de Deus em nossos corações.

2. “Coloque a couraça da justiça.
Nós nos protegemos das acusações e dúvidas de Satanás (semelhante a ele questionar a divindade de Jesus).
Nós devemos ter a justiça de Cristo, não alguma forma de nossas próprias boas ações.
Romanos 13: 14 diz “ponha em Cristo”. Filipenses 3: 9 diz “não tendo minha própria justiça, mas a justiça que é pela fé em Cristo, para que eu possa conhecê-lo e o poder de Sua ressurreição e a comunhão de Seus sofrimentos. sendo conformado com a sua morte ”.

De acordo com Romanos 8: 1 "Agora, portanto, não há condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus."
Gálatas 3: 27 diz “estamos vestidos em sua justiça”.

3. O verso 15 diz ter “seus pés calçados com a preparação do Evangelho”.
Quando estudamos para nos preparar para compartilhar o evangelho com outras pessoas, isso nos fortalece e nos lembra de tudo o que Cristo fez por nós e nos encoraja à medida que o compartilhamos e vemos Deus usá-lo na vida de outras pessoas que o conhecem como compartilhamos. .

4. Use a Palavra de Deus como um escudo para proteger-se dos dardos inflamados de Satanás, suas acusações, assim como Jesus fez.

5. Proteja sua mente com o capacete da salvação.
Conhecer a Palavra de Deus nos assegura da nossa salvação e nos dá paz e fé em Deus.
Nossa segurança Nele nos fortalece e nos ajuda a confiar nEle quando somos atacados e tentados.
Quanto mais nos saturamos com as Escrituras, mais fortes nos tornamos.

6. Verso 17 diz usar as Escrituras como uma espada para combater os ataques de Satanás e Suas mentiras.
Acredito que todas as peças de armaduras se relacionam com as Escrituras como escudo ou espada para nos defender, resistindo a Satanás como Jesus fez; ou porque nos ensina como na justiça ou a salvação nos fortalece.
Acredito que, ao usarmos as Escrituras com precisão, Deus também nos dá Seu poder e força.
Um comando final em Efésios diz para "adicionar oração" à nossa armadura e "estar atento".
Se olharmos também para a “Oração do Senhor” em Mateus 6, veremos que Jesus nos ensinou o que é uma oração importante para resistir à tentação.
Diz que devemos orar para que Deus não nos “conduza à tentação” e nos “livre do mal”.
(Algumas traduções dizem "livrai-nos do maligno".)
Jesus nos deu essa oração como nosso exemplo de como orar e o que orar.
Estas duas frases nos mostram que orar pela libertação da tentação e do mal é muito importante e deve se tornar uma parte de nossa vida de oração e nosso armamento contra os esquemas de Satanás, isto é,

1) mantendo-nos longe da tentação e
2) nos entregando quando Satanás nos tenta.

Mostra-nos que precisamos da ajuda e do poder de Deus e que Ele está disposto e capaz de lhes dar.
Em Mateus 26: 41 Jesus disse aos seus discípulos para vigiar e orar para que não entrassem em tentação.
2 Peter 2: 9 diz que "o Senhor sabe como resgatar os justos da tentação".
Ore para que Deus resgate antes e quando você for tentado.
Acho que muitos de nós sentimos falta dessa parte vital da oração do Senhor.
I Coríntios 10: 13 diz que as tentações que enfrentamos são comuns a todos nós e que Deus nos abrirá um caminho de escape. Precisamos procurar por isso.

Hebreus 4: 15 diz que Jesus foi tentado em todos os pontos, assim como somos (ou seja, a luxúria da carne, a luxúria dos olhos e o orgulho da vida).

Desde que Ele enfrentou todas as áreas de tentação, Ele pode ser nosso advogado, mediador e nosso intercessor.
Podemos vir a Ele como nosso Ajudador em todas as áreas de tentação.
Se chegarmos a Ele, Ele intercede em nosso nome perante o Pai e nos dá Seu poder e ajuda.
Efésios 4: 27 diz: “nem dê lugar ao diabo”, em outras palavras, não dê a Satanás a oportunidade de tentá-lo.

Aqui novamente a Escritura está lá para nos ajudar, ensinando-nos princípios a seguir.
Um desses ensinamentos é fugir ou evitar pecados e ficar longe de pessoas e situações que possam levar à tentação e ao pecado. Tanto o Antigo Testamento, especialmente Provérbios e Salmos, e também muitas epístolas do Novo Testamento nos falam sobre coisas para evitar e fugir.

Acredito que um bom lugar para começar é com um “pecado assediador”, um pecado que você acha difícil superar.
(Leia Hebreus 12: 1-4.)
Como dissemos em nossas lições sobre a superação do pecado, o primeiro passo é confessar tais pecados a Deus (I João 1: 9) e trabalhar nisso resistindo quando Satanás o tentar.
Se você falhar novamente, comece de novo e confesse novamente e peça ao Espírito de Deus para lhe dar a vitória.
(Repita quantas vezes for necessário.)
Quando você é confrontado com tal pecado, é uma boa idéia usar uma concordância, procurar e estudar tantos versículos quanto puder sobre o que Deus tem a ensinar sobre o assunto, para que você possa obedecer ao que Deus diz. Alguns exemplos seguem:
I Timothy 4: 11-15 nos diz que as mulheres que estão ociosas podem se tornar intrometidas e fofoqueiras e caluniadoras porque têm muito tempo em suas mãos.

Paulo os encoraja a casar e ser trabalhadores em seus próprios lares, a fim de evitar esse pecado.
Titus 2: 1-5 diz às mulheres para não caluniarem, serem discretas.
Provérbios 20: 19 nos mostra que calúnia e fofoca andam juntas.

Diz: "Aquele que anda como um talebreador revela segredos, portanto não se associa com aquele que lisonjeia com os lábios".

Provérbios 16: 28 diz que "um sussurro separa os melhores amigos".
Provérbios diz: "um talebearer revela segredos, mas aquele que tem um espírito fiel esconde um assunto."
2 Corinthians 12: 20 e Romans 1: 29 nos mostra que os sussurros não são agradáveis ​​a deus.
Como outro exemplo, tome embriaguez. Leia Gálatas 5: 21 e Romanos 13: 13.
I Corinthians 5: 11 nos diz "não se associar com qualquer assim chamado irmão que é imoral, cobiçoso, um idólatra, um vilão ou um bêbado ou um vigarista, nem mesmo para comer com um tal."

Provérbios 23: 20 diz "não se misture com bêbados".
I Corinthians 15: 33 diz: “A má companhia corrompe a boa moral”.
Você está tentado a ser preguiçoso ou procurar dinheiro fácil roubando ou roubando?
Lembre-se de Efésios 4: 27 diz "não dar lugar ao diabo".
2 Tessalonicenses 3: 10 & 11 (NASB) diz “nós costumávamos dar a você esta ordem:“ se alguém não trabalha, nem deixe ele comer ... alguns entre vocês estão levando uma vida indisciplinada, não fazendo nenhum trabalho, mas agindo como intrometidos ”.

Segue-se a dizer no verso 14 "se alguém não obedecer às nossas instruções ... não se associar com ele."
I Tessalonicenses 4: 11 diz “deixe-o trabalhar com as próprias mãos”.
Simplificando, consiga um emprego e evite pessoas ociosas.
Este é um ótimo exemplo para os preguiçosos e qualquer um que tente ficar rico através de qualquer meio ilegítimo, como fraude, roubo, fraude etc.

Leia também I Timothy 6: 6-10; Filipenses 4: 11; Hebreus 13: 5; Provérbios 30: 8 & 9; Mateus 6: 11 e muitos outros versos. A ociosidade é uma zona de perigo.

Aprenda o que Deus diz na Escritura, ande em sua luz e não seja tentado pelo mal, neste ou em qualquer outro assunto que tente você a pecar.

Jesus é nosso exemplo, ele não tinha nada.
As escrituras dizem que ele não tinha onde reclinar a cabeça. Ele procurou apenas a vontade do Pai.
Ele desistiu de tudo para morrer - para nós.

I Timothy 6: 8 diz que "se tivermos comida e roupas, ficaremos contentes com isso".
No verso 9, ele relata isso à tentação dizendo: “as pessoas que querem ficar ricas caem em tentação e armadilha e em muitos desejos tolos e prejudiciais que mergulham os homens na ruína e na destruição”.

Diz mais, leia. Que bom exemplo de como conhecer e compreender e se conformar às Escrituras nos ajuda a vencer a tentação.

Obediência à Palavra é a chave para superar qualquer tentação.
Outro exemplo é a raiva. Você fica com raiva facilmente?
Provérbios 20: 19-25 diz que não se associa com um homem dado à raiva.
Provérbios 22: 24 diz "não vá com um homem de temperamento quente". Leia também Efésios 4: 26.
Outros avisos de situações para fugir ou evitar (na verdade, fugir) são:

1. Luxúria juvenil - 2 Timothy 2: 22
2. Luxúria por dinheiro - I Timothy 6: 4
3. Imoralidade e adúlteros ou adúlteras - I Coríntios 6: 18 (Provérbios repete isso repetidas vezes).
4. Idolatria - I Coríntios 10: 14
5. Feitiçaria e Bruxaria - Deuteronômio 18: 9-14; Gálatas 5: 20 2 Timóteo 2: 22 nos dá mais instruções, dizendo-nos para buscar a justiça, fé, amor e paz.

Fazer isso nos ajudará a resistir à tentação.
Lembre-se de 2 Peter 3: 18. Nos diz para “crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo”.
Isso nos ajudará a discernir o bem e o mal, inclusive ajudando-nos a discernir os esquemas de Satanás e nos impedindo de tropeçar.

Outro aspecto é ensinado a partir de Efésios 4: 11-15. Verso 15 diz para crescer nele. O contexto disso é que isso é realizado porque somos parte do corpo de Cristo, isto é, a igreja.

Devemos ajudar uns aos outros ensinando, amando e encorajando uns aos outros.
O verso 14 diz que um resultado é que nós não seremos jogados sobre esquemas complicados e fraudulentos.
(Agora quem seria o enganador habilidoso que, por si mesmo e por outros, usaria tais truques?) Como parte do corpo, a igreja, também somos ajudados dando e aceitando a correção um do outro.

Devemos ser cuidadosos e gentis em como fazemos isso e conhecer os fatos para que não estejamos julgando.
Provérbios e Mateus dão instruções sobre este assunto. Procure-os e estude-os.
Como exemplo, Gálatas 6: 1 diz: “Irmãos, se um homem for surpreendido em uma falta (ou pego em alguma transgressão), vocês que são espirituais, restaurem esse homem em um espírito de gentileza, considerando-se que você também seja tentado."

Tentado a quê, você pergunta. Tentado ao orgulho, arrogância, arrogância ou qualquer pecado, até o mesmo pecado.
Seja cuidadoso. Lembre-se de Efésios 4: 26. Não dê a Satanás uma oportunidade, um lugar. Como você pode ver, a Escritura desempenha o papel crucial em tudo isso.

Devemos lê-lo, memorizá-lo, entender seus ensinamentos, instruções e poder, e citá-lo, usando-o como nossa espada, obedecendo e seguindo sua mensagem e seus ensinamentos. Leia 2 Peter 1: 1-10. O conhecimento Dele, encontrado nas Escrituras, nos dá tudo o que precisamos para a vida e a piedade. Isso inclui resistir à tentação. O contexto aqui é o conhecimento do Senhor Jesus Cristo que vem da Escritura. O versículo 9 diz que somos participantes da natureza divina e a NVI conclui “para que possamos… escapar da corrupção no mundo causada por maus desejos”.

Mais uma vez, vemos a conexão entre as Escrituras e a superação ou a fuga das tentações das concupiscências da carne, das concupiscências dos olhos e do orgulho da vida.
Assim, nas Escrituras (se olharmos e entendermos), temos a promessa de sermos participantes da Sua natureza (com todo o Seu Poder) para escapar da tentação. Nós temos o poder do Espírito Santo para ganhar a vitória.
Acabei de receber uma carta de Páscoa na qual esse versículo é citado: “Graças a Deus, o que sempre nos faz triunfar em Cristo” 2 Corinthians 2: 16.

Como oportuno.

Gálatas e outras Escrituras do Novo Testamento têm listas de pecados que devemos evitar. Leia Gálatas 5: 16-19 Eles são "imoralidade, impureza, sensualidade, idolatria, feitiçaria, inimizades, conflitos, inveja, explosões de raiva, disputas, dissensões, facções, inveja, embriaguez, farra e coisas como estas".

Seguindo isto nos versos 22 & 23 é o fruto do Espírito “amor, alegria, paz, paciência, bondade, bondade, fidelidade, mansidão, autocontrole”.

Esta passagem da Escritura é muito interessante na medida em que nos dá uma promessa no verso 16.
“Anda no Espírito e não realizarás o desejo da carne”.
Se fizermos do jeito de Deus, não faremos do nosso jeito, pelo poder, intervenção e mudança de Deus.
Lembre-se da oração do Senhor. Podemos pedir-lhe para nos afastar da tentação e nos libertar do maligno.
O versículo 24 diz que "aqueles que pertencem a Cristo crucificaram a carne com suas paixões e luxúria".
Observe com que frequência o termo luxúria é repetido.
Romans 13: 14 coloca desta forma. "Coloque no Senhor Jesus Cristo e não faça provisão para a carne, para satisfazer suas luxúrias." Isso resume tudo.
A chave é resistir ao primeiro (luxúria) e colocar no segundo (fruto do Espírito), ou colocar no último e você não cumprirá o primeiro.
Isso é uma promessa. Se andamos com amor, paciência e autocontrole, como podemos odiar, matar, roubar, ficar com raiva ou calúnia.
Assim como Jesus colocou Seu Pai em primeiro lugar e fez a vontade do Pai, nós também deveríamos.
Efésios 4: 31 & 32 diz: deixe amargura, ira, raiva e calúnia serem colocadas de lado; e seja gentil, bondoso e perdoador. Corretamente traduzido, Efésios 5: 18 diz “Sede cheios do Espírito. Este é um esforço contínuo.

Um pregador que ouvi uma vez disse: "O amor é algo que você faz."
Um bom exemplo de se amar seria se houvesse alguém de quem você não gostasse, com quem estivesse zangado, fizesse algo amoroso e gentil com eles, em vez de desabafar sua raiva.
Ore por eles.
Na verdade, o princípio está em Mateus 5: 44, onde diz "orar por aqueles que o usam inoportunamente".
Com o poder e a ajuda de Deus, o amor substituirá e deslocará sua raiva pecaminosa.
Experimente, Deus diz que se andarmos na luz, no amor e no Espírito (estes são inseparáveis) isso acontecerá.
Gálatas 5: 16. Deus é capaz.

2 Peter 5: 8-9 diz: “Esteja sóbrio, fique atento (em alerta), seu adversário o diabo rondará, procurando a quem ele possa devorar.”
James 4: 7 diz "resista ao diabo e ele fugirá de você".
O versículo 10 diz que o próprio Deus irá aperfeiçoar, fortalecer, confirmar, estabelecer e estabelecer você ”.
James 1: 2-4 diz “considere tudo alegria quando você se depara com provações (KJV tentadoras mergulhadoras) sabendo que produz resistência (paciência) e deixe a perseverança ter seu trabalho perfeito, para que você seja perfeito e completo, sem nada.”

Deus nos permite ser tentados, provados e testados para criar paciência, perseverança e plenitude em nós, mas devemos resistir e deixar que funcione o propósito de Deus em nossa vida.

Efésios 5: 1-3 diz “Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados, e andem em amor, assim como Cristo também amou e se entregou por nós, uma oferta e um sacrifício a Deus como um aroma perfumado.

Mas a imoralidade ou qualquer impureza ou ganância não deve nem mesmo ser mencionada entre vocês, como é apropriado entre os santos ”.
James 1: 12 & 13 “Abençoado é um homem que persevera sob julgamento; pois uma vez ele foi aprovado, ele receberá a coroa da vida que o Senhor prometeu àqueles que O amam. Que ninguém diga quando ele for tentado: "Estou sendo tentado por Deus"; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e ele mesmo não tenta ninguém ”.

É o pecado de tentação?

Alguém perguntou: "A tentação em si mesma é pecado". A resposta curta é "não".

O melhor exemplo é Jesus.

As escrituras nos dizem que Jesus era o Cordeiro perfeito de Deus, o sacrifício perfeito, completamente sem pecado. I Peter 1: 19 fala dele como "um cordeiro sem defeito ou defeito".

Hebreus 4: 15 diz: "Pois não temos um sumo sacerdote que seja incapaz de simpatizar com nossas fraquezas, mas temos alguém que foi tentado de todas as maneiras, assim como somos - ainda assim foi sem pecado".

No relato de Gênesis sobre o pecado de Adão e Eva, vemos que Eva foi enganada e tentada a desobedecer a Deus, mas mesmo que ela tenha escutado e pensado nisso, nem ela nem Adão realmente pecaram até comerem o fruto da Árvore do Conhecimento. do bem e do mal.

I Timothy 2: 14 (NKJB) diz: "E Adão não foi enganado, mas a mulher sendo enganada caiu em transgressão."

James 1: 14 & 15 diz “mas cada um é tentado quando, por seu próprio desejo maligno, ele é arrastado e atraído. Então, depois que o desejo concebeu, dá à luz o pecado; e o pecado, quando crescido, dá à luz a morte ”.

Então, não, ser tentado não é pecado, o pecado ocorre quando você age sobre a tentação.

Como posso estudar a Bíblia?

Eu não sei exatamente o que você está procurando, então vou tentar adicionar ao assunto, mas se você responder e ser mais específico, talvez possamos ajudar. Minhas respostas serão de um ponto de vista bíblico (bíblico), salvo indicação em contrário.

Palavras em qualquer idioma, como “vida” ou “morte”, podem ter diferentes significados e usos tanto na linguagem quanto nas Escrituras. Entender o significado depende do contexto e de como ele é usado.

Por exemplo, como eu relatei anteriormente, “morte” nas Escrituras pode significar separação de Deus, como mostrado no relato de Lucas XUMUM: 16-19 do homem injusto que foi separado do justo por um grande abismo, um indo para vida eterna com Deus, o outro para um lugar de tormento. John 31: 10 explica dizendo: “Eu lhes dou a vida eterna, e elas nunca perecerão”. O corpo está enterrado e se deteriora. A vida também pode significar apenas vida física.

Em João capítulo três, temos a visita de Jesus a Nicodemos, discutindo a vida como nascida e a vida eterna como nascendo de novo. Ele contrasta a vida física como sendo “nascido da água” ou “nascido da carne” com a vida espiritual / eterna como sendo “nascido do Espírito”. Aqui no versículo 16 é onde fala de perecer em oposição à vida eterna. Perecer está ligado ao julgamento e condenação em oposição à vida eterna. Nos versos 16 e 18 vemos que o fator decisivo que determina essas conseqüências é se você acredita ou não no Filho de Deus, Jesus. Observe o tempo presente. O crente tem vida eterna. Leia também John 5: 39; 6: 68 e 10: 28.

Exemplos modernos do uso de uma palavra, neste caso “vida”, podem ser frases como “esta é a vida”, ou “tirar uma vida” ou “boa vida”, apenas para ilustrar como as palavras podem ser usadas . Nós entendemos o significado deles pelo uso deles. Estes são apenas alguns exemplos do uso da palavra “vida”.

Jesus fez isso quando disse em João 10: “Eu vim para que eles possam ter vida e possam tê-la mais abundantemente”. O que Ele quis dizer? Significa mais do que ser salvo do pecado e perecer no inferno. Este versículo refere-se a como “aqui e agora” a vida eterna deveria ser - abundante, surpreendente! Isso significa uma "vida perfeita", com tudo o que queremos? Obviamente não! O que isso significa? Para entender esta e outras perguntas intrigantes que todos nós temos sobre “vida” ou “morte” ou qualquer outra questão, devemos estar dispostos a estudar toda a Escritura, e isso requer esforço. Eu realmente estou trabalhando da nossa parte.

Isto é o que o Salmista (Salmo 1: 2) recomendou e o que Deus ordenou que Josué fizesse (Josué 1: 8). Deus quer que meditemos na Palavra de Deus. Isso significa estudá-lo e pensar sobre isso.

O capítulo três de João nos ensina que somos “nascidos de novo” do “espírito”. As Escrituras nos ensinam que o Espírito de Deus vem habitar em nós (João 14: 16 & 17; Romanos 8: 9). É interessante que em I Peter 2: 2 diz, "como bebês sinceros desejam o leite sincero da palavra que você pode crescer assim." Como bebês cristãos nós não sabemos tudo e Deus está nos dizendo que a única maneira de crescer é conhecer a Palavra de Deus.

2 Timothy 2: 15 diz: "Estude para se mostrar aprovado para Deus ... dividindo corretamente a palavra da verdade."

Eu lhes advertiria que isso não significa obter respostas sobre a palavra de Deus escutando os outros ou lendo livros “sobre” a Bíblia. Muitas dessas opiniões são das pessoas e, embora possam ser boas, e se suas opiniões estiverem erradas? Atos 17: 11 nos dá uma diretriz muito importante, dada por Deus: Compare todas as opiniões com o livro que é totalmente verdadeiro, a própria Bíblia. Em Atos 17: 10-12 Lucas complementa os bereanos porque eles testaram a mensagem de Paulo dizendo que eles “procuraram as Escrituras para ver se estas coisas eram assim”. Isto é exatamente o que devemos sempre fazer e quanto mais procuramos, mais saberemos o que é verdade e quanto mais sabermos as respostas às nossas perguntas e conhecer o próprio Deus. Os bereanos testaram até o apóstolo Paulo.

Aqui estão alguns versos interessantes relacionados à vida e ao conhecimento da Palavra de Deus. John 17: 3 diz: “Esta é a vida eterna para que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e Jesus Cristo, a quem enviaste”. Qual é a importância de conhecê-lo. A Escritura ensina que Deus quer que sejamos como Ele, então nós necessidade para saber como Ele é. 2 Corinthians 3: 18 diz: "Mas todos nós com o rosto descoberto contemplando como num espelho a glória do Senhor estão sendo transformados na mesma imagem de glória em glória, assim como do Senhor, o Espírito".

Aqui está um estudo em si, já que várias idéias são mencionadas em outras Escrituras também, tais como “espelho” e “glória para glória” e a ideia de ser “transformado em Sua imagem”.

Existem ferramentas que podemos usar (muitas das quais são fáceis e livremente disponíveis on-line) para procurar palavras e fatos bíblicos na Bíblia. Há também coisas que a Palavra de Deus ensina que precisamos fazer para nos tornarmos cristãos maduros e sermos mais semelhantes a Ele. Aqui está uma lista de coisas para fazer e seguir que são algumas ajudas on-line que ajudarão a encontrar respostas para as perguntas que você possa ter.

Passos para o crescimento:

  1. Comunhão com os crentes da igreja ou um pequeno grupo (Atos 2: 42; Hebreus 10: 24 & 25).
  2. Ore: leia Mateus 6: 5-15 para um padrão e ensino sobre a oração.
  3. Estude as Escrituras como compartilhei aqui.
  4. Obedeça as Escrituras. “Sede praticantes da Palavra e não somente ouvintes” (James 1: 22-25).
  5. Confessar pecado: Leia 1 John 1: 9 (confessar significa reconhecer ou admitir). Eu gosto de dizer “quantas vezes forem necessárias”.

Eu gosto de fazer estudos de palavras. Uma Concordância Bíblica das Palavras da Bíblia ajuda, mas você pode encontrar a maioria, se não todas, do que você precisa na internet. A internet tem Concordâncias da Bíblia, Bíblias Interlineares Gregas e Hebraicas (a Bíblia nas línguas originais com uma tradução para a palavra por palavra), Dicionários Bíblicos (como o Dicionário Expositivo de Vinha das Palavras Gregas do Novo Testamento) e os estudos das palavras Grega e Hebraica. Dois dos melhores sites são www.biblegateway.com e www.biblehub.com. Eu espero que isso ajude. Além de aprender grego e hebraico, essas são as melhores maneiras de descobrir o que a Bíblia realmente está dizendo.

Como eu sei que Deus é comigo?

Em resposta a essa pergunta, a Bíblia ensina claramente que Deus está presente em todos os lugares, então Ele está sempre conosco. Ele é onipresente. Ele vê tudo e ouve tudo. O Salmo 139 diz que não podemos escapar da Sua presença. Sugiro ler todo este Salmo que diz no verso 7, “onde posso ir da tua presença?” A resposta está longe, porque Ele está em todo lugar.

2 Chronicles 6: 18 e I Kings 8: 27 e Acts 17: 24-28 nos mostram que Salomão, que construiu o templo para Deus que prometeu habitar nele, percebeu que Deus não poderia estar contido em um lugar específico. Paulo colocou dessa maneira em Atos quando disse: “O Senhor do céu e da terra não habita em templos feitos por mãos”. Jeremias 23: 23 & 24 diz: “Ele preenche o céu e a terra”. Efésios 1: 23 diz que preenche “todos Em tudo."

No entanto, para o crente, aqueles que escolheram receber e crer em Seu Filho (veja John 3: 16 e John 1: 12), Ele promete estar conosco de uma maneira ainda mais especial como nosso Pai, nosso Amigo, nosso Protetor. e provedor. Matthew 28: 20 diz: "Eu estou com você sempre, até o fim dos tempos".

Esta é uma promessa incondicional, não podemos ou não fazemos com que isso aconteça. Isso é um fato porque Deus disse isso.

Também diz que onde dois ou três (crentes) estão reunidos, “eu estou no meio deles”. (Mateus 18: 20 KJV) Nós não chamamos, imploramos ou invocamos a Presença Dele. Ele diz que Ele está conosco, então Ele está. É uma promessa, uma verdade, um fato. Nós apenas temos que acreditar e contar com isso. Embora Deus não esteja restrito a um edifício, Ele está conosco de uma maneira muito especial, quer sintamos isso ou não. Que promessa maravilhosa.

Para os crentes, Ele está conosco de outro modo muito especial. João capítulo um diz que Deus nos daria o dom do Seu Espírito. Em Atos capítulos 1 & 2 e John 14: 17, Deus nos diz que quando Jesus morreu, ressuscitou dos mortos e ascendeu ao Pai, Ele enviaria o Espírito Santo para habitar em nossos corações. Em João 14: 17 Ele disse, “o Espírito da verdade ... que permanece com você e estará em você”. I Coríntios 6: 19 diz: “seu corpo é o templo do Espírito Santo que é in você, a quem você tem de Deus ... ”Assim, para os crentes, Deus, o Espírito, habita em nós.

Vemos que Deus disse a Josué em Josué 1: 5, e isso é repetido em Hebreus 13: 5: “Eu nunca te deixarei ou te abandonarei”. Conte com isso. Romanos 8: 38 & 39 nos diz que nada pode nos separar do amor de Deus, que está em Cristo.

Embora Deus esteja sempre conosco, isso não significa que Ele sempre nos ouvirá. Isaías 59: 2 diz que o pecado nos separará de Deus no sentido de que Ele não nos ouve (ouve), mas porque Ele está sempre com nós, ele vai sempre nos ouça se reconhecermos (confessarmos) nosso pecado e nos perdoarmos desse pecado. Isso é uma promessa. (I João 1: 9; 2 Crônicas 7: 14)

Além disso, se você não é um crente, a presença de Deus é importante porque Ele vê a todos e porque Ele “não está disposto a perecer.” (2 Peter 3: 9) Ele sempre ouvirá o clamor daqueles que crerem e Lhe pedirem. para ser seu Salvador, acreditando no Evangelho. (I Coríntios 15: 1-3) “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” (Romanos 10: 13) John 6: 37 diz que Ele não desviará ninguém, e quem quiser, virá. (Revelação 22: 17; John 1: 12)

Todos são capazes de falar em línguas?

Esta é uma pergunta muito comum para a qual a bíblia tem respostas muito definitivas. Eu sugiro que você leia os capítulos I Coríntios 12 através do capítulo 14. Você precisa ler as listas de presentes em Romans 12 e Ephesians 4. I Peter 4: 10 implica que cada crente (pois é para quem o livro está escrito) tem um dom espiritual. ”

Como cada um recebeu um presente especial, use-o para servir uns aos outros… ”, NASV. Isso não é um presente em particular, isso não é um talento como música, etc., com o qual nascemos. Mas um presente espiritual. Efésios diz em 4: 7-8 que Ele nos deu presentes e versos 11-16 lista alguns desses dons. As línguas nem sequer são mencionadas aqui.

O objetivo desses presentes é ajudar o outro a crescer. Todo o caminho até o final do capítulo 5 ensina que a coisa mais importante é andar em amor, assim como em I Coríntios. 13, onde também se fala de presentes. Romanos 12 apresenta o presente no contexto do sacrifício, serviço e humildade e fala de um dom espiritual como uma medida de fé que nos é atribuída ou dada a nós por Deus.

Aqui está um versículo chave que é muito importante ao considerar qualquer presente. Verso 4 -9 Nos diz que, como nós demos a nós, somos todos membros de Cristo, mas somos diferentes assim são nossos dons, e cito: “E uma vez que temos dons que DIFEREM de acordo com a graça dada a nós, cada um exercê-los em conformidade. "Ele continua a explicar vários presentes especificamente e continua a falar da importância do amor. Leia no contexto para ver como devemos amar, tão prático e surpreendente.

Não há menção do dom de línguas aqui também. Para isso você precisa ir para I Cor, 12-14. O verso 4 diz que há variedades de presentes. Verso 7,

Agora a cada um é dada a manifestação do Espírito para o bem comum. ”Ele então diz que a um é dado este presente e a outro um presente diferente, não todos iguais. O contexto da passagem é exatamente o que sua pergunta está perguntando, se todos nós falarmos em línguas. O verso 11 diz: “Mas um e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, distribuindo a cada um individualmente como Ele quer”.

Ele liga isto ao corpo humano com muitos exemplos para deixar claro, Verso 18 diz que ele nos colocou no corpo exatamente como Ele desejou para o bem comum, para dizer que nós não somos todas as mãos, olhos etc. não funciona bem, então no corpo precisamos ter um dom diferente para funcionar como deveríamos e crescer como crentes. Então Ele lista os dons, em ordem de importância não pelo seu valor como pessoa, mas pela necessidade usando as palavras primeiro, segundo, terceiro e listando os outros e terminando com tipos de línguas.

A propósito, o primeiro uso de línguas foi no Pentecostes, onde cada um ouviu em sua própria língua. Ele termina fazendo uma pergunta reta, você sabe as respostas também. "Todos não falam em línguas, eles fazem." A resposta é NÃO! Eu amo o verso 31: “De bom grado (o rei Tiago diz, Covet), os presentes maiores”. Não poderíamos fazer isso se não soubéssemos quais eram maiores, poderíamos. Então o discurso sobre o amor. Então 14: 1 diz, "PERSUE LOVE E DESEJE OS PRESENTES ESPIRITUAIS ESPIRITUAIS ESPECIALMENTE", O PRIMEIRO MAIS LISTADO. Ele então explica por que a profecia é melhor porque edifica, exorta e consola (verso 3).

Nos versos 18 e 19, Paul diz que prefere que falem que eles falam 5 palavras de profecia, é disso que ele está falando, do que dez mil em uma língua. Por favor, leia o capítulo inteiro. Em resumo, você tem pelo menos um dom espiritual, dado a você pelo Espírito quando nasceu de novo, mas pode pedir ou buscar outras pessoas. Você não pode aprendê-las. São dons dados pelo Espírito.

Por que começar no fundo para os outros quando você deve cobiçar os melhores presentes. Alguém que eu ouvi ensinando sobre presentes disse que se você não sabe qual é o seu presente, comece a servir de maneiras que sejam confortáveis, por exemplo, ensinar ou mesmo dar, e isso se tornará aparente. Talvez você seja encorajador ou mostre misericórdia ou seja um apóstolo (significa missionário) ou um evangelista.

A masturbação é um pecado e como posso superá-lo?

O tema da masturbação é difícil porque não é mencionado de maneira inequívoca na Palavra de Deus. Então é possível dizer que existem situações em que não é pecado. No entanto, a maioria das pessoas que se masturbam regularmente está definitivamente envolvida de algum modo no comportamento pecaminoso. Jesus disse em Mateus 5: “Mas eu lhes digo que qualquer um que olhe para uma mulher com luxúria já cometeu adultério com ela em seu coração.” Olhar pornografia e depois se masturbar por causa dos desejos sexuais causados ​​pela pornografia é definitivamente pecado.

Matthew 7: 17 & 18 “Da mesma forma, toda boa árvore produz bons frutos, mas uma árvore má dá frutos ruins. Uma árvore boa não pode dar frutos ruins, e uma árvore má não pode dar bons frutos. ”Eu percebo que no contexto isso está falando sobre os falsos profetas, mas o princípio parece se aplicar. Você pode dizer se algo é bom ou ruim pela fruta, as conseqüências, de fazê-lo. Quais são as conseqüências da masturbação?

Isso distorce o plano de Deus para o sexo no casamento. Sexo no casamento não é somente para procriação, Deus planejou que fosse uma experiência extremamente prazerosa que uniria marido e mulher. Quando um homem ou uma mulher atinge o clímax, vários produtos químicos são liberados no cérebro, criando uma sensação de prazer, relaxamento e bem-estar. Um deles é quimicamente um opióide, muito semelhante aos derivados do ópio. Não apenas produz uma série de sensações agradáveis, mas, como todos os opióides, também produz um forte desejo de repetir a experiência. Em essência, o sexo é viciante. É por isso que é tão difícil para os predadores sexuais abandonarem o estupro ou o abuso sexual, eles se tornam viciados na corrida opióide em seus cérebros toda vez que repetem seu comportamento pecaminoso. Eventualmente, torna-se difícil, se não impossível, que eles realmente desfrutem de qualquer outro tipo de experiência sexual.

A masturbação produz a mesma liberação química no cérebro do que o sexo marital ou estupro ou molestamento. É uma experiência puramente física sem a sensibilidade às necessidades emocionais de outra pessoa que é tão crítica no sexo marital. A pessoa que se masturba recebe liberação sexual sem o trabalho duro de construir um relacionamento amoroso com o cônjuge. Se eles se masturbam depois de assistir à pornografia, eles vêem o objeto de seu desejo sexual como algo a ser usado para gratificação, não como uma pessoa real criada à imagem de Deus, que deve ser tratada com respeito. E embora isso não aconteça em todos os casos, a masturbação pode se tornar uma solução rápida para necessidades sexuais que não exigem o trabalho duro de construir um relacionamento pessoal com o sexo oposto, e pode se tornar mais desejável para quem se masturba do que o sexo conjugal. E assim como acontece com o predador sexual, ele pode se tornar tão viciante que o sexo conjugal não é mais desejado. A masturbação também pode tornar mais fácil para os homens ou mulheres se envolverem em relacionamentos do mesmo sexo, onde a experiência sexual é de duas pessoas se masturbando.

Para resumir isso, Deus criou homens e mulheres como seres sexuais cujas necessidades sexuais deviam ser satisfeitas no casamento. Todas as outras relações sexuais fora do casamento são claramente condenadas nas Escrituras, e embora a masturbação não seja claramente condenada, há conseqüências negativas suficientes para fazer com que homens e mulheres queiram agradar a Deus e que queiram um Deus honrando o matrimônio para evitá-lo.
A próxima pergunta é como pode uma pessoa que se tornou viciada em se masturbar se livrar dela. Precisa ser dito de antemão que, se este é um hábito de longa data, pode ser muito difícil de quebrar. O primeiro passo é colocar Deus ao seu lado e o Espírito Santo trabalhando dentro de você para quebrar o hábito. Em outras palavras, você precisa ser salvo. Salvação vem de acreditar no Evangelho. I Coríntios 15: 2-4 diz: Por este evangelho você está salvo ... Pelo que recebi eu passei para você como de primeira importância: que Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras, que ele foi sepultado, que ele foi ressuscitado no terceiro dia, de acordo com as Escrituras ”. Você deve admitir que pecou, ​​dizer a Deus que acredita no Evangelho e pedir a Ele que o perdoe com base no fato de que Jesus pagou pelos seus pecados quando Ele morreu na cruz. Se uma pessoa entende a mensagem da salvação revelada na Bíblia, ele sabe que pedir a Deus para salvá-lo é essencialmente pedir a Deus que faça três coisas: salvá-lo da conseqüência eterna do pecado (a eternidade no inferno), salvá-lo da escravidão. pecar nesta vida e levá-lo para o céu quando ele morrer, onde será salvo da própria presença do pecado.

Ser salvo do poder do pecado é um conceito muito importante para entender. Gálatas 2: 20 e Romanos 6: 1-14, entre outras Escrituras, ensinam que somos colocados em Cristo quando O aceitamos como nosso Salvador, e que uma parte disso é que estamos crucificados com Ele e que o poder do pecado nos controlar está quebrado. Isso não significa que estamos automaticamente livres de todos os hábitos pecaminosos, mas que agora temos o poder de nos libertarmos através do poder do Espírito Santo trabalhando dentro de nós. Se continuamos a viver em pecado, é porque não aproveitamos tudo o que Deus nos deu para que pudéssemos ser livres. 2 Peter 1: 3 (NIV) diz: "Seu poder divino nos deu tudo o que precisamos para uma vida piedosa através do nosso conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e bondade".

Uma parte crítica deste processo é dada em Gálatas 5: 16 & 17. Ele diz: “Então eu digo, ande pelo Espírito, e você não satisfará os desejos da carne. Porque a carne deseja o que é contrário ao Espírito, e o Espírito é contrário à carne. Eles estão em conflito uns com os outros, de modo que você não deve fazer o que quiser. ”Observe que não diz que a carne não pode fazer o que quer. Nem diz que o Espírito Santo não pode fazer o que Ele quer. Ele diz que você não é capaz de fazer o que quiser. A maioria das pessoas que aceitou Jesus Cristo como seu Salvador tem pecados de querer se libertar. A maioria deles também tem pecados de que não tem conhecimento ou que ainda não estão prontos para desistir. O que você não pode fazer depois de aceitar a Jesus Cristo como seu Salvador é esperar que o Espírito Santo lhe dê o poder de libertar-se dos pecados dos quais você deseja se libertar, continuando com os pecados que deseja manter.

Um homem me disse uma vez que desistiria do cristianismo porque implorara a Deus há anos para ajudá-lo a se libertar de seu vício em álcool. Perguntei se ele ainda estava tendo relações sexuais com a namorada. Quando ele disse: "Sim", eu disse: "Então você está dizendo ao Espírito Santo para deixá-lo sozinho enquanto você peca dessa maneira, enquanto pede a ele que lhe dê o poder de se libertar do seu vício em álcool. Isso não vai funcionar. ”Deus às vezes nos deixa ficar em cativeiro com um pecado porque não estamos dispostos a desistir de outro pecado. Se você quer o poder do Espírito Santo, você precisa colocá-lo nos termos de Deus.

Então, se você se masturba habitualmente e quer parar, e pediu a Jesus Cristo para ser seu Salvador, o próximo passo seria dizer a Deus que você quer obedecer a tudo que o Espírito Santo lhe diz para fazer e você quer que Deus lhe fale os pecados. Ele está mais preocupado em sua vida. Na minha experiência, Deus está muito mais preocupado com os pecados que eu não conheço do que com os pecados que me preocupam. Em termos práticos, isso significa sinceramente pedir a Deus que lhe mostre qualquer pecado não confessado em sua vida e, então, dizer diariamente ao Espírito Santo que você vai obedecer a tudo o que Ele pede que você faça o dia todo e à noite. A promessa em Gálatas 5: 16 é verdadeira, “andai pelo Espírito e não satisfareis os desejos da carne”.

A vitória sobre algo tão entrincheirado quanto a masturbação habitual pode levar tempo. Você pode escorregar e se masturbar novamente. I John 1: 9 diz que se você confessar sua falha a Deus, Ele o perdoará e também o purificará de toda injustiça. Se você fizer o compromisso de confessar seu pecado imediatamente quando falhar, será um forte impedimento. Quanto mais próximo do fracasso a confissão chegar, mais perto você estará da vitória. Eventualmente, você provavelmente se encontrará confessando o desejo pecaminoso diante de Deus antes de pecar e pedindo a Deus por sua ajuda para obedecê-lo. Quando isso acontece, você está muito perto da vitória.

Se você ainda luta, há mais uma coisa que é muito útil. James 5: 16 diz: “Portanto, confessem seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para que possam ser curados. A oração de uma pessoa justa é poderosa e eficaz. ”Um pecado muito particular como a masturbação não deve ser confessado a um grupo de homens e mulheres, mas encontrar uma pessoa ou várias pessoas do mesmo sexo que o responsabilize pode ser muito útil. Eles devem ser cristãos maduros que se importem profundamente com você e que estejam dispostos a fazer perguntas difíceis sobre como você está se saindo. Conhecer um amigo cristão vai te olhar nos olhos e perguntar se você falhou nesta área pode ser um incentivo muito positivo para fazer a coisa certa de forma consistente.

A vitória nessa área pode ser difícil, mas definitivamente é possível. Que Deus o abençoe ao procurar obedecê-lo.

É errado ter relações sexuais fora do casamento?

Uma das coisas sobre as quais a Bíblia é muito clara é que o adultério, sexo com alguém que não seja seu cônjuge, é pecado.

Hebreus 13: 4 diz: “o casamento deve ser honrado por todos e o leito conjugal mantido puro, pois Deus julgará o adúltero e todos os sexualmente imorais”.

A palavra traduzida como “sexualmente imoral” significa qualquer relação sexual que não seja entre um homem e uma mulher que são casados ​​entre si. É usado em I Tessalonicenses. É a vontade de Deus que você seja santificado: que evite a imoralidade sexual; que cada um de vocês aprenda a controlar seu próprio corpo de um modo que seja santo e honrado, não em luxúria apaixonada como os pagãos, que não conhecem a Deus; e que nesta matéria ninguém deveria errar seu irmão ou tirar proveito dele.

O Senhor punirá os homens por todos esses pecados, como já dissemos e advertimos. Porque Deus não nos chamou para ser impuros, mas para viver uma vida santa. Portanto, aquele que rejeita esta instrução não rejeita o homem, mas sim Deus, que lhe dá o seu Espírito Santo ”.

A magia e a feitiçaria estão erradas?

O mundo espiritual é muito real. Satanás e os espíritos malignos sob seu controle estão constantemente em guerra contra as pessoas. De acordo com John 10: 10, ele é um ladrão que "vem apenas para roubar, matar e destruir". Pessoas que se aliaram a Satanás (feiticeiros, bruxas, praticantes de magia negra) podem influenciar os maus espíritos a causar danos às pessoas. . Estar envolvido em qualquer uma dessas práticas é estritamente proibido. Deuteronômio 18: 9-12 diz: “Quando você entrar na terra que o SENHOR, seu Deus, está lhe dando, não aprenda a imitar os caminhos detestáveis ​​das nações de lá. Não se encontre ninguém entre vocês que sacrifique seu filho ou filha no fogo, que pratique adivinhação ou feitiçaria, interprete presságios, pratique feitiçaria, lance magias, seja médium ou espírita ou consulte os mortos. Quem pratica estas coisas é detestável para o SENHOR, e por causa dessas práticas detestáveis ​​o SENHOR teu Deus expulsará aquelas nações diante de ti.

É importante lembrar que Satanás é um mentiroso e o pai da mentira (John 8: 44) e muito do que qualquer um que está associado a ele diz que não é verdade. Também é importante lembrar que Satanás é comparado a um leão que ruge em I Peter 5: 8. Apenas velhos leões machos velhos, largamente desdentados, rugem. Jovens leões se aproximam de suas presas o mais silenciosamente possível. O propósito de um leão rugindo é assustar sua presa e tomar decisões tolas. Hebreus 2: 14 & 15 fala sobre Satanás ter poder sobre as pessoas por causa do medo, especificamente o medo da morte.

A boa notícia é que um dos benefícios de se tornar um cristão é que somos removidos do reino de Satanás e colocados no reino de Deus sob a proteção de Deus. Colossenses 1: 13 & 14 diz: “Pois ele nos resgatou do domínio das trevas e nos introduziu no reino do Filho que ele ama, em quem temos a redenção, a remissão dos pecados. Eu John 5: 18 (ESV) diz: "Sabemos que todo mundo que nasceu de Deus não continua pecando, mas aquele que nasceu de Deus o protege, e o maligno não o toca".

Portanto, o primeiro passo para se proteger é se tornar um cristão. Admita que você pecou. Romanos 3: 23 diz: “porque todos pecaram e carecem da glória de Deus”. Em seguida, admita que seu pecado merece o castigo de Deus. Romanos 6: 23 diz: “Porque o salário do pecado é a morte.” Acredite que Jesus pagou a penalidade pelo seu pecado quando Ele morreu na cruz; Acredite que Ele foi enterrado e depois ressuscitou. Leia I Coríntios 15: 1-4 e John 3: 14-16. Finalmente, peça a Ele para ser seu Salvador. Romanos 10: 13 diz: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” Lembre-se, você está pedindo a Ele para fazer algo por você que você não pode fazer por si mesmo (Romans 4: 1-8). (Se você ainda tiver dúvidas sobre se você foi ou não salvo, há um excelente artigo sobre "Garantia de Salvação" na seção Perguntas Freqüentes do site PhotosforSouls.

Então, o que Satanás pode fazer para um cristão? Ele pode nos tentar (eu Tessalonicenses 3: 5). Ele pode tentar assustar fazendo coisas que estão erradas (eu 5: 8 & 9; James 4: 7). Ele pode causar coisas que nos impedem de fazer o que queremos fazer (I Thessalonians 2: 18). Ele não pode realmente fazer mais nada para nos prejudicar sem obter permissão de Deus (Job 1: 9-19; 2: 3-8), a menos que escolhamos nos tornar vulneráveis ​​a seus ataques e esquemas (Ephesians 6: 10-18). Há várias coisas que as pessoas fazem para se tornarem vulneráveis ​​a Satanás prejudicando-as: adorando ídolos ou praticando práticas ocultistas (I Coríntios 10: 14-22; Deuteronômio 18: 9-12); vivendo em rebelião persistente contra a vontade revelada de Deus (I Samuel 15: 23; 18: 10); segurar a raiva também é especificamente mencionado (Efésios 4: 27).

Então, se você é um cristão, o que você deve fazer se achar que alguém está usando magia negra, feitiçaria ou feitiçaria contra você? Lembre-se de que você é filho de Deus e está sob Sua proteção e não cede ao medo (I João 4: 4; 5: 18). Ore regularmente, como Jesus nos ensinou em Mateus 6: “livrai-nos do maligno”. Repreenda no Nome de Jesus qualquer pensamento de medo ou condenação (Romanos 13: 8). Obedeça tudo que você sabe que Deus está lhe dizendo para fazer na Sua Palavra. A menos que você já tenha dado a Satanás o direito de se envolver em sua vida, isso deve ser suficiente.

Se você esteve pessoalmente envolvido em idolatria, bruxaria, feitiçaria ou magia negra ou se tornou vulnerável aos ataques de Satanás por rebelião persistente contra o que Deus nos diz para fazer em Sua Palavra, você pode precisar fazer mais. Primeiro diga em voz alta: “Eu renuncio a Satanás e a todas as suas obras”. Nos primeiros dias da igreja, isso era um requisito comum para as pessoas que viriam a ser batizadas. Se você puder fazer isso livremente, sem sentir qualquer obstáculo espiritual, você provavelmente não estará em cativeiro. Se você não puder, encontre um grupo de seguidores crentes da Bíblia de Jesus, incluindo um pastor, se possível, e peça-lhes que orem por você, pedindo a Deus para livrá-lo do poder de Satanás. Peça-lhes que continuem orando até sentirem em seus espíritos que você foi liberto de qualquer servidão espiritual. Lembre-se que Satanás foi derrotado na cruz (Colossenses 2: 13-15). Como cristão você pertence ao Criador do universo que quer que você seja totalmente livre de qualquer coisa que Satanás tentasse fazer com você.

A punição no inferno é eterna?

Há algumas coisas que a Bíblia ensina que eu absolutamente amo, como o quanto Deus nos ama. Há outras coisas que eu realmente gostaria que não estivessem lá, mas meu estudo das Escrituras me convenceu que, se eu for completamente honesto em como lide com as Escrituras, eu tenho que acreditar que isto ensina que os perdidos sofrerão o tormento eterno em Inferno.

Aqueles que questionam a idéia do tormento eterno no inferno freqüentemente dizem que as palavras usadas para descrever a duração do tormento não significam exatamente o eterno. E enquanto isso é verdade, que os tempos do grego do Novo Testamento não tinham e usam uma palavra exatamente equivalente à nossa palavra eterna, os escritores do Novo Testamento usaram as palavras disponíveis para descrever tanto por quanto tempo viveremos com Deus e quanto tempo o ímpio sofrerá no inferno. Mateus 25: 46 diz: “Então eles irão embora para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”. As mesmas palavras traduzidas como eterna são usadas para descrever Deus em Romanos e no Espírito Santo em Hebreus 16: 26. 9 Corinthians 14: 2 & 4 nos ajuda a entender o que as palavras gregas traduzidas como "eterno" realmente significam. Ela diz: “Pois a nossa luz e os nossos problemas momentâneos estão nos alcançando uma glória eterna que supera todos eles. Então, fixamos nossos olhos não no que é visto, mas naquilo que é invisível, visto que o que é visto é temporário, mas o invisível é eterno ”.

Mark 9: 48b “É melhor entrar na vida mutilada do que com as duas mãos ir para o inferno, onde o fogo nunca se apaga.” Jude 13c “Para quem a mais negra escuridão foi reservada para sempre.” Revelation 14: 10b & 11 será atormentado com enxofre ardente na presença dos santos anjos e do Cordeiro. E a fumaça do seu tormento aumentará para todo o sempre. Não haverá descanso dia ou noite para aqueles que adoram a besta e sua imagem, ou para qualquer um que receba a marca de seu nome ”. Todas essas passagens indicam algo que não termina.

Talvez a indicação mais forte de que a punição no inferno seja eterna seja encontrada nos capítulos 19 e 20 do Apocalipse. Em Apocalipse 19: 20 lemos que a besta e o falso profeta (ambos seres humanos) “foram lançados vivos no lago de fogo de enxofre ardente”. Depois disso, diz em Apocalipse que Cristo reina por mil anos. . Durante aqueles mil anos, Satanás está trancado no Abismo, mas Apocalipse 20: 1 diz: “Quando os mil anos acabarem, Satanás será libertado de sua prisão.” Depois que ele faz uma tentativa final de derrotar Deus, lemos em Apocalipse 6: 20: “E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de enxofre ardente, onde a besta e o falso profeta tinham sido lançados. Eles serão atormentados dia e noite para todo o sempre. ”A palavra“ eles ”inclui a besta e o falso profeta que já estão lá há mil anos.

Eu devo nascer de novo?

Muitas pessoas têm a ideia errada de que as pessoas nascem cristãs. Pode ser verdade que as pessoas nascem em uma família onde um ou mais pais são crentes em Cristo, mas isso não faz da pessoa um cristão. Você pode nascer na casa de uma religião em particular, mas eventualmente cada pessoa deve escolher o que acredita.

Josué 24: 15 diz, “escolha você neste dia a quem você servirá”. Uma pessoa não nasceu cristã, é sobre escolher o caminho da salvação do pecado, não escolher uma igreja ou uma religião.

Cada religião tem seu próprio deus, o criador de seu mundo, ou grande líder que é o professor central que ensina o caminho da imortalidade. Eles podem ser semelhantes ou totalmente diferentes do Deus da Bíblia. A maioria das pessoas é iludida a pensar que todas as religiões levam a um único deus, mas são cultuadas de várias maneiras. Com esse tipo de pensamento, existem vários criadores ou muitos caminhos para deus. No entanto, quando inspecionados, a maioria dos grupos afirma ser o único caminho. Muitos até pensam que Jesus é um grande mestre, mas Ele é muito mais que isso. Ele é o único e único filho de Deus (John 3: 16).

A Bíblia diz que há apenas um Deus e um caminho para chegar a ele. I Timothy 2: 5 diz: "Há um Deus e um mediador entre Deus e o homem, o homem Jesus Cristo." Jesus disse em João 14: 6, "Eu sou o caminho, a verdade e a vida, ninguém vem a o Pai, mas através de mim. ”A Bíblia ensina que o Deus de Adão, Abraão e Moisés é o nosso Criador, Deus e Salvador.

O Livro de Isaías tem muitas, muitas referências ao Deus da Bíblia sendo o único Deus e Criador. Na verdade, é afirmado no primeiro verso da Bíblia, Gênesis 1: 1: “No princípio Deus criou os céus e a terra. ”Isaiah 43: 10 & 11 diz:“ para que você possa conhecer e acreditar em mim e entender que eu sou Ele. Antes de mim nenhum deus foi formado, nem haverá um depois de mim. Eu, eu sou o SENHOR, e à parte de mim não há salvador.

Isaías 54: 5, onde Deus está falando a Israel, diz: “Para o seu Criador é o seu marido, o Senhor Todo-Poderoso é o Seu nome - o Santo de Israel é o seu Redentor, Ele é chamado o Deus de toda a terra”. é o Deus Todo-Poderoso, o Criador de todos a Terra. Oséias 13: 4 diz: "não há Salvador além de mim." Efésios 4: 6 diz que há "um Deus e Pai de todos nós."

Existem muitos, muitos mais versos:

Salmo 95: 6

Isaiah 17: 7

Isaías 40: 25 chama-o de "eterno Deus, o Senhor, o Criador dos confins da terra".

Isaías 43: 3 chama Ele, "Deus o Santo de Israel"

Isaías 5: 13 chama Ele, "Seu Criador"

Isaías 45: 5,21 & 22 dizem que existe "nenhum outro Deus".

Veja também: Isaiah 44: 8; Marcar 12: 32; I Coríntios 8: 6 e Jeremiah 33: 1-3

A Bíblia diz claramente que Ele é o único Deus, o único Criador, o único Salvador e nos mostra claramente quem Ele é. Então, o que faz o Deus da Bíblia diferente e o diferencia. Ele é Aquele que diz que a fé provê um meio de perdão dos pecados, além de tentar obtê-lo pela nossa bondade ou boas ações.

As escrituras nos mostram claramente que o Deus que criou o mundo ama toda a humanidade, tanto que Ele enviou Seu único Filho para nos salvar, para pagar a dívida ou punição pelos nossos pecados. John 3: 16 & 17 dizem: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito ... para que o mundo fosse salvo por Ele.” John 4: 9 & 14 diz: “Por isso o amor de Deus se manifestou em nós. que Deus enviou o Seu Filho unigênito ao mundo para que possamos viver através Dele ... O Pai enviou o Filho para ser o Salvador do mundo. ”I João 5: 16 diz:“ Deus nos deu a vida eterna e esta vida Romanos 5: 8 diz: “Mas Deus demonstra Seu próprio amor para conosco, pois enquanto ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós.” I João 2: 2 diz: “Ele mesmo é a propiciação ( apenas pagamento) pelos nossos pecados; e não somente para os nossos, mas também para os do mundo inteiro ”. Propiciação significa fazer expiação ou pagamento pela dívida do nosso pecado. I Timothy 4: 10 diz que Deus é o "Salvador de todos homens."

Então, como uma pessoa se apropria dessa salvação para si mesmo? Como alguém se torna um cristão? Vamos dar uma olhada no capítulo três de João, onde o próprio Jesus explica isso a um líder judeu, Nicodemos. Ele veio a Jesus à noite com perguntas e mal-entendidos e Jesus deu-lhe respostas, as respostas que todos nós precisamos, as respostas para as perguntas que você está pedindo. Jesus disse a ele que para se tornar parte do Reino de Deus, ele precisava nascer de novo. Jesus disse a Nicodemos que Ele (Jesus) tinha que ser levantado (falando da cruz, onde Ele morreria para pagar por nossos pecados), que estava prestes a ocorrer em breve.

Jesus então disse a ele que havia uma coisa que ele precisava fazer, acreditar, que Deus o enviou para morrer pelos nossos pecados; e isso não era verdade apenas para Nicodemos, mas também para "o mundo todo", incluindo você como citado em I John 2: 2. Mateus 26: 28 diz: “esta é a nova aliança em meu sangue, que é derramada para muitos pela remissão de pecados.” Veja também I Coríntios 15: 1-3, que diz que este é o evangelho que: “Ele morreu por nossos pecados. ”

Em João 3: 16 Ele disse a Nicodemos, dizendo-lhe o que ele deve fazer, "que quem crê Nele terá a vida eterna". passagem) nos diz que somos “nascidos de novo”. João 1: 12 coloca desta forma: “Todos quantos o receberam, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, daqueles que crêem em seu nome”.

John 4: 42 diz: “pois ouvimos por nós mesmos e sabemos que este é realmente o Salvador do mundo”. É isso que todos nós devemos fazer, acreditar. Leia Romanos 10: 1-13, que termina dizendo: “quem invocar o nome do Senhor será salvo”.

Isto é o que Jesus foi enviado por Seu Pai para fazer e quando Ele morreu Ele disse: “Está consumado” (John 19: 30). Não apenas Ele havia terminado a obra de Deus, mas as palavras “Está consumado” significam literalmente em grego “Pago na totalidade” as palavras que foram escritas no documento de liberação do prisioneiro quando ele foi libertado e isso significou que sua punição foi legalmente “paga”. por completo. ”Assim, Jesus estava dizendo que nossa penalidade de morte pelo pecado (ver Romanos 6: 23, que diz que o salário ou a penalidade do pecado é a morte) havia sido paga integralmente por Ele.

A boa notícia é que essa salvação é gratuita para todo o mundo (John 3: 16) .Romans 6: 23 não apenas diz: "o salário do pecado é a morte", mas também diz, "mas o dom de Deus é eterno vida através de Jesus Cristo, nosso Senhor. ”Leia Apocalipse 22: 17. Ele diz: “Quem quer que o deixe levar da água da vida livremente.” Titus 3: 5 & 6 diz: “não pelas obras de justiça que fizemos, mas segundo a Sua misericórdia Ele nos salvou ...” Que maravilhosa salvação Deus providenciou .

Como vimos, é o único caminho. No entanto, devemos também ler o que Deus diz em João 3: 17 & 18 e no verso 36. Hebreus 2: 3 diz: “como escaparemos se ignorarmos uma salvação tão grande?” John 3: 15 & 16 diz que aqueles que crêem têm vida eterna, mas o versículo 18 diz: “quem não crê já está condenado porque não acreditou em nome do único e único Filho de Deus. ”O versículo 36 diz:“ mas quem rejeita o Filho não verá a vida, pois a ira de Deus permanece sobre ele. ”Em João 8: Jesus disse:“ a menos que você creia que eu sou Ele morrerás no teu pecado.

Por que é isso? Atos 4: 12 nos diz! Ele diz: "Nem há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu dado entre os homens pelo qual devemos ser salvos". Simplesmente não há outro caminho. Precisamos desistir de nossas idéias e noções e aceitar o caminho de Deus. Luke 13: 3-5 diz: “a menos que você se arrependa (o que literalmente significa mudar de ideia em grego) todos vocês também perecerão”. A punição para todos que não acreditam e recebem a Ele é que eles serão punidos eternamente por sua atos (seus pecados).

Revelação 20: 11-15 diz: “Então vi um grande trono branco e aquele que estava sentado sobre ele. Terra e céu fugiram de sua presença, e não havia lugar para eles. E vi os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e os livros foram abertos. Outro livro foi aberto, que é o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que haviam feito conforme registrado nos livros. O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o inferno entregaram os mortos que neles havia, e cada um foi julgado de acordo com o que havia feito. Então a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. Se o nome de alguém não foi encontrado escrito no livro da vida, ele foi jogado no lago de fogo. ”Apocalipse 21: 8 diz:“ Mas os covardes, os incrédulos, os vis, os assassinos, os sexualmente imorais, aqueles que praticam artes mágicas, os idólatras e todos os mentirosos - o seu lugar será no lago ardente de enxofre queimado. Esta é a segunda morte."

Leia Revelação 22: 17 novamente e também o capítulo 10 de João. John 6: 37 diz: "Aquele que vem a mim eu certamente não vou expulsar ..." John 6: 40 diz: "É a vontade do seu Pai que todo aquele que vê o Filho e crê nele tenha a vida eterna; e eu mesmo vou levantá-lo no último dia. Números de leitura 21: 4-9 e John 3: 14-16. Se você acredita que será salvo.

Como discutimos, não nascemos cristãos, mas entrar no Reino de Deus é um ato de fé, uma escolha para quem quer acreditar e nascer na família de Deus. I João 5: 1 diz: Quem acredita que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus. ”Jesus nos salvará para sempre e nossos pecados serão perdoados. Leia Gálatas 1: 1-8 Esta não é minha opinião, mas a Palavra de Deus. Jesus é o único Salvador, o único caminho para Deus, a única maneira de encontrar perdão.

O que a Bíblia diz sobre o divórcio e o novo casamento?

A questão do divórcio e / ou do divórcio e do novo casamento é complicada e controversa e, por isso, penso que a melhor abordagem é simplesmente passar por todas as Escrituras que julgo influenciar o tópico e examiná-las uma de cada vez. Gênesis 2: 18 diz: “O SENHOR Deus disse: 'Não é bom que o homem esteja só'. Essa é uma Escritura que não devemos esquecer.

Gênesis 2: 24 diz: “Por esta razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua esposa, e eles se tornarão uma só carne”. Observe que isso precede o nascimento dos primeiros filhos. A partir do comentário de Jesus sobre essa passagem, é evidente que o ideal é que um homem seja casado com uma mulher por toda a vida. Qualquer outra coisa, um homem casado com duas mulheres, divórcio, etc., definitivamente não é a melhor situação possível.

Exodus 21: 10 & 11 lida com uma mulher comprada como escrava. Uma vez que ela faz sexo com o homem, ela foi comprada porque ela não era mais uma escrava, ela era sua esposa. Versos 10 & 11 dizem “Se ele se casar com outra mulher, ele não deve privar o primeiro de sua comida, suas roupas e seus direitos conjugais. Se ele não lhe der essas três coisas, ela será libertada, sem qualquer pagamento em dinheiro ”. Pelo menos no caso de uma escrava, isso parece dar a uma mulher injustamente o direito de deixar o marido.

Deuteronômio 21: 10-14 lida com um homem que se casa com uma mulher tomada em cativeiro na guerra. Verso 14 diz: “Se você não está satisfeito com ela, deixe-a ir onde ela quiser. Você não deve vendê-la ou tratá-la como escrava, já que a desonrou. ”Tanto Êxodo 21 quanto Deuteronômio 21 parecem estar dizendo que uma mulher que não tinha escolha para se tornar esposa de um homem estava livre para deixá-lo se ela não estivesse. tratado corretamente.

Êxodo 22: 16-17 diz: “Se um homem seduz uma virgem que não é prometida a se casar e dorme com ela, ele deve pagar o preço da noiva, e ela será sua esposa. Se o pai dela se recusar a entregá-la a ele, ele ainda deve pagar o preço da noiva pelas virgens.

Deuteronômio 22: 13-21 ensina que se um homem acusou sua esposa de não ser virgem quando ele se casou com ela e a acusação foi provada verdadeira, ela deveria ser apedrejada até a morte. Se a acusação for considerada falsa, o versículo 18 & 19 diz: “os anciãos tomarão o homem e o castigarão. Multá-lo-ão cem siclos de prata e os darão ao pai da moça, porque esse homem deu má fama a uma virgem israelita. Ela continuará a ser sua esposa; ele não deve se divorciar dela enquanto viver.

De acordo com Deuteronômio 22: 22 um homem encontrado dormindo com a esposa de outro homem seria morto, e a mulher também deveria ser morta. Mas um homem que estuprou uma virgem teve um castigo diferente. Deuteronômio 22: 28 & 29 diz: “Se um homem encontrar uma virgem que não esteja prometida para se casar e estuprá-la e ela for descoberta, ele pagará ao pai da menina cinquenta siclos de prata. Ele deve se casar com a garota, porque ele a violou. Ele nunca pode se divorciar dela enquanto viver.

Deuteronômio 24: 1-4a diz: “Se um homem se casa com uma mulher que se desagrade a ele porque ele acha algo indecente sobre ela, e ele lhe escreve um certificado de divórcio, dá a ela e a manda de sua casa, e se depois que ela sai de casa, ela se torna esposa de outro homem, e o segundo marido não gosta dela e lhe escreve um certificado de divórcio, dá a ela e a envia de sua casa, ou se ele morrer, então seu primeiro marido, que se divorciou ela não pode se casar com ela novamente depois de ter sido corrompida. Isso seria detestável aos olhos do SENHOR. ”Esta passagem é provavelmente a base para os fariseus perguntarem a Jesus se era lícito para um homem se divorciar de sua esposa por qualquer motivo.

Tomando todas as três passagens de Deuteronômio juntas, parece que um homem poderia se divorciar de sua esposa por causa, embora o que causa o divórcio justificado fosse debatido. A restrição de um homem se divorciar de sua esposa se ele dormiu com ela antes de se casar ou se ele a difamou não faz sentido se sempre foi considerado errado para um homem se divorciar de sua esposa.

Em Ezra 9: 1 & 2 Ezra descobre que muitos dos judeus que retornaram da Babilônia se casaram com mulheres pagãs. O resto do capítulo 9 registra sua tristeza pela situação e sua oração a Deus. No capítulo 10: 11 Esdras diz: “Agora faça confissão ao SENHOR, o Deus de vossos pais, e faça a vontade dele. Separe-se dos povos ao redor e de suas esposas estrangeiras. ”O capítulo termina com uma lista dos homens que se casaram com mulheres estrangeiras. Em Neemias 13: 23 Nehemiah encontra a mesma situação mais uma vez, e ele reage ainda mais à força do que Ezra.

Capítulo 2: 10-16 tem muito a dizer sobre casamento e divórcio, mas é extremamente importante que seja lido no contexto. Malaquias profetizou durante ou logo após o tempo de Esdras e Neemias. Isso significa que o que ele disse sobre o casamento deve ser entendido à luz do que Deus disse ao povo para fazer através de Esdras e Neemias, divorciar suas esposas pagãs. Vamos pegar essa passagem um verso de cada vez.

Malachi 2: 10 “Não temos todos um só Pai? Deus não nos criou? Por que profanamos o convênio de nossos pais rompendo a fé uns com os outros? ”Pelo modo como os versículos 15 e 16 usam o termo“ quebrar a fé ”, é óbvio que Malaquias está falando sobre os homens se divorciarem de suas esposas judias.

Malachi 2: 11 “Judá quebrou a fé. Uma coisa detestável foi cometida em Israel e Jerusalém: Judá profanou o santuário que o SENHOR ama, casando-se com a filha de um deus estranho ”. Isso aparentemente significa que os judeus estavam se divorciando de suas esposas judias para se casarem com esposas pagãs e continuando a se casar. vá ao templo em Jerusalém para adorar. Veja o verso 13.

Malachi 2: 12 “Quanto ao homem que faz isto, quem quer que ele seja, o Senhor o extirpou das tendas de Jacó - embora ele traga ofertas ao Senhor Todo-Poderoso.” Neemias 13: 28 & 29 diz: Os filhos de Joida, filho de Eliasibe, o sumo sacerdote, eram genro de Sambalate, o horonita. E eu o afastei de mim. Lembra-te deles, ó meu Deus, porque contaminaram o ofício sacerdotal e o pacto do sacerdócio e dos levitas ”.

Malachi 2: 13 & 14 “Outra coisa que você faz: Você inunda o altar do Senhor com lágrimas. Você chora e chora porque ele não presta mais atenção às suas ofertas ou as aceita com prazer de suas mãos. Você pergunta: "Por quê?" É porque o Senhor está agindo como testemunho entre você e a esposa de sua juventude, porque você quebrou a fé com ela, embora ela seja sua parceira, a esposa do seu casamento. ”Eu, Peter 3: 7 diz:“ Maridos , da mesma forma, seja atencioso com suas esposas, e trate-as com respeito como o parceiro mais fraco e como herdeiros com você do dom gracioso da vida, para que nada atrapalhe suas orações. ”

A primeira parte do verso 15 é difícil de traduzir e as traduções variam. A tradução da NIV diz: “O SENHOR não os fez um? Em carne e espírito eles são dele. E porquê um? Porque Ele estava procurando filhos divinos. Portanto, guarde-se em espírito e não quebre a fé com a esposa de sua juventude ”. O que é óbvio em todas as traduções que li é que um dos propósitos do casamento é produzir filhos piedosos. Isso é o que estava tão errado sobre os homens judeus se divorciando de suas esposas judaicas e se casando com esposas pagãs. Tal segundo casamento não produziria filhos piedosos. Também é óbvio em cada tradução que Deus está dizendo aos homens judeus que não se divorciam de suas esposas judias para que possam se casar com mulheres pagãs.

Malachi 2: 16 “Odeio o divórcio”, diz o Senhor Deus de Israel, “e odeio um homem cobrindo-se com violência e com a sua roupa”, diz o Senhor Todo-Poderoso. Portanto, guarde-se em seu espírito e não quebre a fé. ”Novamente, precisamos nos lembrar, quando lemos esse versículo, que no Livro de Esdras, Deus ordenou a homens judeus que se casaram com mulheres pagãs para se divorciarem de suas esposas pagãs.

Nós agora chegamos ao Novo Testamento. Vou supor que tudo o que Jesus e Paulo disseram sobre o divórcio e o novo casamento não contradiz o Antigo Testamento, embora possa ampliar-se e tornar os requisitos para o divórcio mais rigorosos.

Matthew 5: 31 & 32 “Já foi dito: 'Qualquer um que se divorcie de sua esposa deve dar a ela um certificado de divórcio'. Mas eu lhe digo que qualquer um que se divorcie de sua esposa, exceto por infidelidade conjugal, faz com que ela se torne uma adúltera, e qualquer um que se casar com a mulher divorciada comete adultério ”.

Luke 16: 18 “Quem se divorciar de sua esposa e se casar com outra mulher comete adultério, e o homem que se casa com uma mulher divorciada comete adultério”.

Matthew 19: 3-9 Alguns fariseus vieram até ele para testá-lo. Eles perguntaram: “É lícito ao homem se divorciar de sua esposa por qualquer motivo?” “Você não leu”, ele respondeu, “que no princípio o Criador 'os fez macho e fêmea', e disse: Por esta razão, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua esposa, e os dois se tornarão uma só carne? Então eles não são mais dois, mas um. Portanto, o que Deus uniu, não deixe o homem separado. ”“ Então, por que ”, perguntaram,“ Moisés ordenou que um homem desse a sua esposa um certificado de divórcio e a mandasse embora? ”Jesus respondeu:“ Moisés permitiu que você se divorciasse. suas esposas porque seus corações eram duros. Mas não foi assim desde o começo. Eu lhe digo que qualquer um que se divorcie de sua esposa, exceto por infidelidade conjugal e se casa com outra mulher, comete adultério.

Mark 10: 2-9 Alguns fariseus vieram e o testaram perguntando: “É lícito ao homem se divorciar de sua esposa?” “O que Moisés ordenou a você?”, Ele respondeu. Eles disseram: “Moisés permitiu que um homem escrevesse um certificado de divórcio e a mandasse embora.” “Foi porque seus corações foram duros que Moisés escreveu a você esta lei”, respondeu Jesus. “Mas desde o princípio da criação, Deus 'os fez macho e fêmea'. "Por essa razão, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua esposa, e os dois se tornarão uma só carne." Então eles não são mais dois, mas um. Portanto, o que Deus uniu não permita que o homem se separe ”.

Mark 10: 10-12 Quando eles estavam na casa novamente, os discípulos perguntaram a Jesus sobre isso. Ele respondeu: “Quem se divorciar de sua esposa e se casar com outra mulher comete adultério contra ela. E se ela se divorciar do marido e se casar com outro homem, ela comete adultério ”.

Primeiro, algumas explicações. A palavra grega traduzida como “infidelidade conjugal” na VNI é melhor definida como qualquer ato sexual entre duas pessoas que não seja entre um homem e uma mulher que são casados ​​entre si. Também incluiria bestialidade. Segundo, uma vez que o pecado que é especificamente mencionado é o adultério, parece que Jesus está falando sobre alguém se divorciando de seu cônjuge. DE MODO A eles poderiam se casar com outra pessoa. Alguns dos rabinos judeus ensinaram que a palavra traduzida como “indecente” na tradução da NIV do Deuteronômio 24: 1 significava pecado sexual. Outros ensinaram que isso poderia significar quase tudo. Jesus parece estar dizendo que o que Deuteronômio 24: 1 está se referindo é pecado sexual. Jesus nunca disse que o divórcio por si só estava cometendo adultério.

I Coríntios 7: 1 & 2 “Agora, para os assuntos sobre os quais você escreveu: É bom que um homem não se case. Mas, uma vez que há imoralidade, cada homem deve ter sua própria esposa e cada mulher seu próprio marido. ”Isso parece estar em paralelo com o comentário original de Deus:“ Não é bom que o homem esteja só ”.

I Coríntios 7: 7-9 “Eu gostaria que todos os homens fossem como eu sou. Mas cada homem tem seu próprio dom de Deus; um tem esse dom, outro tem isso. Agora, aos solteiros e às viúvas, digo: É bom que eles permaneçam solteiros, como eu sou. Mas se eles não podem se controlar, devem se casar, pois é melhor casar do que queimar com paixão. ”A unicidade é boa se você tiver o dom espiritual para isso, mas se você não o fizer, é melhor se casar.

I Coríntios 7: 10 & 11 “Aos casados ​​dou esta ordem (não eu, mas o Senhor): A esposa não deve separar-se do marido. Mas se o fizer, ela deve permanecer solteira ou então ser reconciliada com o marido. E o marido não deve se divorciar de sua esposa ”. O casamento deve ser para toda a vida, mas como Paulo diz que está citando Jesus, a exceção do pecado sexual se aplicaria.

I Coríntios 7: 12-16 “Aos demais digo isto (eu, não o Senhor): Se algum irmão tem uma esposa que não é crente e ela está disposta a viver com ele, ele não deve divorciar-se dela. E se uma mulher tem um marido que não é crente e ele está disposto a viver com ela, ela não deve divorciar-se dele ... Mas se o incrédulo partir, deixe-o fazê-lo. Um homem ou mulher crente não está preso em tais circunstâncias: Deus nos chamou para viver em paz. Como você sabe, esposa, se você vai salvar seu marido? Ou, como você sabe, marido, se você salvará sua esposa? ”A pergunta que os coríntios estavam provavelmente perguntando era:“ Se no Antigo Testamento um homem que se casou com um pagão foi ordenado a se divorciar dela, que tal um incrédulo que aceita a Cristo como seu Salvador e sua esposa não? O cônjuge descrente deve ser divorciado? ”Paulo diz que não. Mas se eles saírem, deixe-os ir.

I Coríntios 7: 24 “Irmãos, cada homem, como responsável perante Deus, deve permanecer na situação a que Deus o chamou”. Ser salvo não deve levar a uma mudança imediata no estado civil.

I Coríntios 7: 27 & 28 (NKJV) “Você é ligado a uma esposa? Não procure ser solto. Você é solto de uma esposa? Não busque uma esposa. Mas mesmo se você se casar, você não pecou; e se uma virgem se casa, ela não pecou. No entanto, isso terá problemas na carne, mas eu pouparia você. ”A única maneira de colocar isso junto com o ensinamento de Jesus sobre divórcio e novo casamento e o que Paulo diz nos versículos 10 & 11 deste capítulo é acreditar que Jesus está falando divorciar um cônjuge para se casar e Paul está falando sobre alguém que se encontra divorciado e depois de um período de tempo torna-se interessado em alguém que não tinha nada a ver com o fato de ser divorciado em primeiro lugar.

Existem outras razões legítimas para o divórcio, além do pecado sexual e / ou a saída do cônjuge descrente? Em Marcos 2: 23 & 24 os fariseus estão chateados porque os discípulos de Jesus estão colhendo cabeças de grãos e comendo-os, ao modo de pensar dos fariseus, tanto colhendo quanto debulhando grãos no sábado. A resposta de Jesus é lembrá-los de Davi comendo o pão consagrado quando estava fugindo de Saul para salvar sua vida. Não há exceções listadas sobre quem poderia comer o pão consagrado, e ainda assim Jesus parece estar dizendo que o que Davi fez estava certo. Jesus também perguntou freqüentemente aos fariseus quando questionados sobre curar no sábado sobre o ato de molhar seu gado ou tirar uma criança ou um animal de um buraco no sábado. Se violar o sábado ou comer o pão consagrado era OK porque a vida estava em perigo, eu pensaria que deixar um cônjuge porque a vida estava em perigo também não seria errado.

Que tal conduta por parte de um dos cônjuges que tornaria impossíveis os filhos piedosos. Isso foi motivo para o divórcio de Esdras e Neemias, mas não é abordado diretamente no Novo Testamento.

Que tal um homem viciado em pornografia que está cometendo adultério em seu coração regularmente? (Mateus 5: 28) O Novo Testamento não resolve isso.

Que tal um homem que se recusa a ter relações sexuais normais com a esposa ou a fornecer comida e roupas? Isso é abordado no caso de escravos e cativos no Antigo Testamento, mas não é abordado no Novo Testamento.

Aqui está o que eu tenho certeza:

Um homem casado com uma mulher para a vida é o ideal.

Não é errado divorciar-se de um cônjuge por pecado sexual, mas uma pessoa não é ordenada a fazê-lo. Se a reconciliação for possível, persegui-la é uma boa opção.

Divorciar um cônjuge por qualquer motivo, para que você possa se casar com alguém, quase certamente envolve pecado.

Se um cônjuge descrente partir, você não tem obrigação de tentar salvar o casamento.

Se ficar em um casamento coloca a vida humana em perigo, seja o cônjuge ou os filhos, um cônjuge é livre para sair com os filhos.

Se um cônjuge está sendo infiel, as chances de permanecer casado são melhores se o cônjuge que está sendo pecado declarar ao cônjuge que o pecou deve escolher seu cônjuge ou aquele com quem está tendo um caso em vez de apenas tolerar o cônjuge.

Recusar relações sexuais normais com o seu cônjuge é pecado. (I Corinthians 7: 3-5) Se é motivo para o divórcio não é claro.

Um homem envolvido em pornografia geralmente acaba se envolvendo em pecado sexual real. Embora eu não possa provar isso nas Escrituras, a experiência ensinou àqueles que lidaram com isso mais do que eu que dizer ao marido que ele deve escolher entre sua esposa ou sua pornografia é mais provável que acabe com o casamento sendo curado do que simplesmente ignorando a pornografia e esperando que o marido pare.

O que a Bíblia diz sobre o fim dos tempos?

Há muitas idéias diferentes por aí sobre o que a Bíblia realmente prevê que acontecerá nos “últimos dias”. Este será um breve resumo do que acreditamos e por que acreditamos nisso. Para entender as diferentes posições sobre o Milênio, a Tribulação e o Arrebatamento da Igreja, é preciso primeiro entender alguns pressupostos básicos. Um segmento razoavelmente grande do Cristianismo que professa crê no que é freqüentemente chamado de “Teologia da Substituição”. Essa é a idéia de que quando o povo judeu rejeitou Jesus como seu Messias, Deus, por sua vez, rejeitou os judeus e o povo judeu foi substituído pela Igreja. povo de Deus. Uma pessoa que acredita nisso lerá as profecias do Antigo Testamento sobre Israel e diz que elas estão espiritualmente cumpridas na Igreja. Quando eles lerem o Livro do Apocalipse e encontrarem as palavras “Judeus” ou “Israel”, interpretarão essas palavras como significando a Igreja.
Essa ideia está intimamente relacionada a outra ideia. Muitas pessoas acreditam que as declarações sobre coisas futuras são todas simbólicas e não devem ser tomadas literalmente. Alguns anos atrás eu ouvi uma fita de áudio no Livro do Apocalipse e o professor repetidamente disse: “Se o senso comum faz sentido, não procure outro sentido ou você acabará com bobagens”. Essa é a abordagem que tomaremos. com profecia bíblica. As palavras serão tomadas para significar exatamente o que elas normalmente significam, a menos que haja algo no contexto que indique o contrário.
Então a primeira questão a ser resolvida é a questão da “Teologia da Substituição”. Paulo pergunta em Romanos 11: 1 & 2a “Deus rejeitou o seu povo? De jeito nenhum! Eu sou um israelita, descendente de Abraão, da tribo de Benjamim. Deus não rejeitou o seu povo que antes conheceu. ”Romans 11: 5 diz:“ Assim também, no presente, há um remanescente escolhido pela graça. ”Romans 11: 11 & 12 diz:“ Mais uma vez eu pergunto: Eles tropeçaram de cair além da recuperação? De modo nenhum! Pelo contrário, por causa de sua transgressão, a salvação chegou aos gentios para tornar Israel invejoso. Mas se a transgressão deles significa riquezas para o mundo, e sua perda significa riquezas para os gentios, quanto mais riquezas a sua inclusão completa trará! ”
Romanos 11: 26-29 diz: "Eu não quero que você seja ignorante deste mistério, irmãos e irmãs, de modo que você não pode ser vaidoso: Israel experimentou um endurecimento em parte até que o número total dos gentios chegou em e assim todo o Israel será salvo. Como está escrito: 'O libertador virá de Sião; ele se tornará a impiedade longe de Jacó. E esta é a minha aliança com eles quando eu tirar os seus pecados. No que diz respeito ao evangelho, eles são inimigos por sua causa; mas no que diz respeito à eleição, eles são amados por causa dos patriarcas, pois os dons de Deus e seu chamado são irrevogáveis ​​”. Acreditamos que as promessas a Israel serão cumpridas literalmente a Israel e quando o Novo Testamento diz Israel ou Judeus significa exatamente o que diz.
Então, o que a Bíblia ensina sobre o milênio? A escritura relevante é Revelação 20: 1-7. A palavra "milênio" vem do latim e significa mil anos. As palavras “mil anos” ocorrem seis vezes na passagem e acreditamos que elas significam exatamente isso. Nós também acreditamos que Satanás será trancado no Abismo para aquele tempo para evitar que ele engane as nações. Já que o versículo quatro diz que as pessoas reinarão com Cristo por mil anos, nós cremos que Cristo volta antes do Milênio. (A Segunda Vinda de Cristo é descrita em Apocalipse 19: 11-21.) No final do Milênio, Satanás é libertado e inspira uma revolta final contra Deus que é derrotada e então vem o julgamento dos incrédulos e a eternidade começa. (Revelação 20: 7-21: 1)
Então, o que a Bíblia ensina sobre a tribulação? A única passagem que descreve o que a inicia, quanto tempo é, o que acontece no meio dela e o propósito para isso é Daniel 9: 24-27. Daniel tem orado sobre o fim dos anos 70 de cativeiro previstos pelo profeta Jeremias. 2 Chronicles 36: 20 nos diz: “A terra gostava do descanso do sabá; permaneceu todo o tempo da sua desolação, até que se completaram os setenta anos em cumprimento da palavra do SENHOR falada por Jeremias. ”A matemática simples nos diz que, nos anos 490, 70 × 7, os judeus não observaram o ano sabático, e assim Deus os removeu da terra por 70 anos para dar à terra seu repouso sabático. Os regulamentos para o ano sabático estão em Levítico 25: 1-7. A punição por não guardá-lo está em Levítico 26: 33-35: “Vou espalhar-te entre as nações e desembainhar a minha espada e persegui-lo. Sua terra será devastada e suas cidades estarão em ruínas. Então a terra gozará os seus sábados durante todo o tempo em que estiver desolada e você estiver no país dos seus inimigos; então a terra descansará e desfrutará dos seus sábados. Todo o tempo em que estiver desolado, a terra terá o resto que não teve durante os sábados que você viveu nela ”.
Em resposta à sua oração sobre setenta setes de anos de infidelidade, Daniel é informado em Daniel 9: NVI: Setenta setes são decretados para o seu povo e sua cidade santa para acabar com a transgressão, para pôr fim ao pecado, para expiar a iniquidade, para introduzir a justiça eterna, para selar a visão e profecia e para ungir o Santo dos Santos. ”Observe que isso é decretado para o povo de Daniel e a cidade santa de Daniel. A palavra hebraica para semana é a palavra “sete” e, embora mais frequentemente se refira a uma semana de sete dias, o contexto aqui aponta para setenta “setes” de anos. (Quando Daniel quer indicar uma semana de sete dias em Daniel 24: 10 & 2, o texto hebraico literalmente diz “setes de dias” em ambas as vezes que a frase ocorre.)
Daniel prevê que será 69 setenta anos, 483, do comando para restaurar e reconstruir Jerusalém (Neemias capítulo 2) até que o Ungido (o Messias, o Cristo) venha. (Isso é cumprido no batismo de Jesus ou na Entrada Triunfal). Após os anos 483, o Messias será morto. Depois que o Messias for morto, “o povo do governante que virá destruirá a cidade e o santuário”. Isso aconteceu em 70 AD. Ele (o governante que está por vir) confirmará um pacto com “muitos” pelos últimos sete anos. “No meio dos 'sete' ele acabará com o sacrifício e a oferta. E no templo ele fará uma abominação que causará desolação, até que o fim que é decretado seja derramado sobre ele ”. Note como tudo isso é sobre o povo judeu, a cidade de Jerusalém e o templo em Jerusalém.
De acordo com Zacarias 12 e 14, o SENHOR retorna para resgatar Jerusalém e o povo judeu. Quando isso acontece, Zacarias 12: 10 diz: “E derramarei sobre a casa de Davi e os habitantes de Jerusalém um espírito de graça e súplica. Eles olharão para mim, aquele que eles trespassaram, e eles se lamentarão por ele como alguém que chora por um filho único, e se afligirão amargamente por ele como alguém se entristece por um filho primogênito. ”Isto parece ser quando“ todo Israel será salvo ”(Romans 11: 26). Os sete anos de tribulação são principalmente sobre o povo judeu.
Há várias razões para acreditar no Arrebatamento da igreja descrito em I Tessalonicenses 4: 13-18 e I Coríntios 15: 50-54 acontecerá antes da tribulação de sete anos. 1). A igreja é descrita como a morada de Deus em Efésios 2: 19-22. Revelation 13: 6 na Holman Christian Standard Bible (a tradução mais literal que pude encontrar para esta passagem) diz: “Ele começou a falar blasfêmias contra Deus: a blasfemar o seu nome e a sua morada - os que habitam no céu”. a igreja no céu enquanto a besta está na terra.
2). A estrutura do livro do Apocalipse é dada no capítulo um, verso dezenove: “Escreva, portanto, o que você viu, o que é agora e o que acontecerá mais tarde”. O que João viu está registrado no capítulo um. Em seguida, segue as cartas para sete igrejas que existiam, o “o que é agora”. “Mais tarde” na NVI é literalmente “depois dessas coisas”, “meta tauta” em grego. “Meta tauta” é traduzido “depois disso” duas vezes na tradução da NIV de Revelação 4: 1 e parece significar as coisas que acontecem depois das igrejas. Não há referência à Igreja na terra usando a terminologia distintiva da igreja depois disso.
3). Depois de descrever o Arrebatamento da Igreja em I Tessalonicenses, Paulo fala sobre o vindouro “Dia do Senhor” em I Tessalonicenses 4: 13-18. Ele diz no versículo 5: “Enquanto as pessoas estão dizendo: 'Paz e segurança', a destruição virá sobre eles de repente, como dores de parto em uma mulher grávida, e eles não escaparão.” Observe os pronomes “eles” e “eles. ”O versículo 1 diz:“ Porque Deus não nos designou para sofrer a ira, mas para receber a salvação por nosso Senhor Jesus Cristo.
Em suma, acreditamos que a Bíblia ensina que o arrebatamento da Igreja precede a tribulação, que é principalmente sobre o povo judeu. Acreditamos que a Tribulação dura sete anos e termina com a Segunda Vinda de Cristo. Quando Cristo voltar, Ele então reina pelos anos 1,000, o Milênio.

O que a Bíblia diz sobre o sábado?

O sábado é introduzido em Gênesis 2: 2 & 3 “No sétimo dia Deus terminou o trabalho que estava fazendo; Assim, no sétimo dia, ele descansou de todo o seu trabalho. Então Deus abençoou o sétimo dia e o santificou, porque nele descansou de toda a obra de criação que ele havia feito ”.

O sábado não é mencionado novamente até que os filhos de Israel subiram do Egito. Deuteronômio 5: 15 diz: “Lembre-se de que você era um escravo no Egito e que o SENHOR, seu Deus, tirou você dali com mão forte e braço estendido. Por isso o Senhor teu Deus te ordenou que observasses o dia de sábado. ”Jesus diz em Marcos 2:“ O sábado foi feito para o homem, não o homem para o sábado. ”Como escravos dos egípcios, os israelitas obviamente não observaram. o sábado. Deus ordenou que descansassem um dia por semana para seu próprio bem.

Se você olhar de perto para Exodus 16: 1-36, o capítulo que registra Deus dando o sábado aos israelitas, outra razão se torna óbvia. Deus usou a dádiva do maná e a introdução do sábado para, como Êxodo 16: 4c diz: “Desta maneira eu irei testá-los e ver se eles seguirão minhas instruções.” Os israelitas precisavam sobreviver no deserto e depois conquistar. a terra de Canaã. Para conquistar Canaã, eles precisariam confiar em Deus para fazer por eles o que eles não podiam fazer por si mesmos e seguir cuidadosamente suas instruções. Cruzando o Jordão e a conquista de Jericó são os dois primeiros exemplos disso.

Isto é o que Deus queria que eles aprendessem: Se você acredita no que eu digo e faço o que lhe digo, eu lhe darei tudo o que você precisa para conquistar a terra. Se você não acredita no que eu digo e faz o que lhe digo para fazer, as coisas não vão bem para você. Deus sobrenaturalmente lhes dava maná seis dias por semana. Se eles tentaram salvar qualquer noite nos primeiros cinco dias, "estava cheio de vermes e começou a cheirar" (verso 20). No sexto dia, porém, foi-lhes dito que juntassem o dobro e o mantivessem durante a noite, porque não haveria nada na manhã do sétimo dia. Quando eles fizeram isso, “não fedia ou ficava com vermes” (verso 24). As verdades sobre guardar o sábado e entrar na terra de Canaã estão ligadas nos capítulos de Hebreus 3 & 4.

Os judeus também foram instruídos a guardar um ano sabático e prometeram que, se o fizessem, Deus providenciaria tão abundantemente para eles que não precisariam das colheitas do sétimo ano. Os detalhes estão em Leviticus 25: 1-7. A promessa de abundância está em Levítico 25: 18-22. A questão novamente era: acredite em Deus e faça o que Ele diz e você será abençoado. As recompensas por obedecer a Deus e as conseqüências de desobedecer a Deus estão detalhadas em Levítico 26: 1-46.

O Antigo Testamento também ensina que o sábado foi dado exclusivamente a Israel. Êxodo 31: 12-17 diz, “Então o SENHOR disse a Moisés: 'Diga aos israelitas:' Você deve observar meus sábados. Este será um sinal entre mim e vós para as gerações vindouras, para que saibais que eu sou o SENHOR, que te santifico ... Os israelitas devem observar o sábado, celebrando-o para as gerações vindouras, como um pacto perpétuo. Será um sinal entre mim e os filhos de Israel para sempre, porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra; e no sétimo dia descansou e foi revigorado. ””

Uma das principais fontes de discórdia entre os líderes religiosos judeus e Jesus foi que Ele curou no sábado. John 5: 16-18 diz: “Então, porque Jesus estava fazendo essas coisas no sábado, os líderes judeus começaram a persegui-lo. Em sua defesa, Jesus disse-lhes: "Meu Pai está sempre em seu trabalho até hoje, e eu também estou trabalhando". Por essa razão, eles tentaram ainda mais matá-lo; não só estava quebrando o sábado, mas até chamando a Deus seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus ”.

Hebreus 4: 8-11 diz: “Se Josué lhes tivesse dado descanso, Deus não teria falado mais tarde sobre outro dia. Permanece, então, um descanso sabático para o povo de Deus; pois quem entra no descanso de Deus também descansa de suas obras, assim como Deus fez com as suas. Portanto, façamos todo esforço para entrar nesse descanso, para que ninguém pereça, seguindo seu exemplo de desobediência ”. Deus não parou de trabalhar (John 5: 17); Ele parou de trabalhar sozinho. (Hebreus 4: 10 em grego e King James Version tem a palavra em si.) Desde a criação, Deus está trabalhando com e através das pessoas, não por conta própria. Entrar no descanso de Deus é permitir que Deus trabalhe dentro e através de você, não fazendo suas próprias coisas por conta própria. O povo judeu não conseguiu entrar em Canaã (Números dos capítulos 13 & 14 e Hebreus 3: 7-4) porque eles falharam em aprender a lição que Deus tentou ensinar-lhes com o maná e o sábado, que se eles cressem em Deus e fizessem o que Ele disse que cuidaria deles em situações em que não poderiam cuidar de si mesmos.

Cada reunião dos discípulos ou reunião da igreja após a ressurreição, onde o dia da semana é mencionado, era em um domingo. Jesus encontrou-se com os discípulos, menos Thomas, "na noite daquele primeiro dia da semana" (John 20: 19). Ele se reuniu com os discípulos, incluindo Thomas "uma semana depois" (John 20: 28). O Espírito Santo foi dado para viver em crentes no Dia de Pentecostes (Atos 2: 1) que foi celebrado no domingo de acordo com Levítico 23: 15 & 16. Em Atos 20: 7 lemos: “No primeiro dia da semana nos reunimos para partir o pão”. E em I Coríntios 16: 2 Paulo diz aos coríntios: “No primeiro dia de cada semana, cada um de vocês deveria reserve uma quantia em dinheiro de acordo com sua renda, poupando-a, de modo que, quando eu chegar, nenhuma coleção tenha que ser feita. ”Não há uma menção a uma reunião da igreja no sábado.

A epístola deixa claro que não é necessário guardar o sábado. Colossenses 2: 16 & 17 diz: “Portanto, não deixe ninguém te julgar pelo que você come ou bebe, ou em relação a uma festa religiosa, uma celebração da Lua Nova ou um dia de sábado. Estas são uma sombra das coisas que estavam por vir; a realidade, no entanto, é encontrada em Cristo ”. Paulo escreve em Gálatas 4: 10 & 11“ Você está observando dias e meses especiais e temporadas e anos! Eu temo por você, que de alguma forma eu desperdicei meus esforços em você. ”Até mesmo uma leitura casual do livro de Gálatas torna óbvio que o que Paulo está escrevendo é a idéia de que alguém deve manter a lei judaica para ser salva.

Quando a igreja de Jerusalém se reuniu para considerar se os crentes gentios deveriam ou não ser circuncidados e manter a lei judaica, eles escreveram isto aos crentes gentios: “Pareceu bom para o Espírito Santo e para nós não sobrecarregá-los com nada além dos seguintes requisitos: Você deve abster-se da comida sacrificada aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados e da imoralidade sexual. Você fará bem em evitar essas coisas. Adeus. ”Não há menção à observância do sábado.

Parece óbvio em Atos 21 que os crentes judeus continuaram a observar o sábado, mas de Gálatas e Colossenses também parece óbvio que, se os crentes gentios começaram a fazê-lo, levantaram questões sobre se eles realmente entenderam o Evangelho. E assim, em uma igreja composta de judeus e gentios, os judeus observavam o sábado e os gentios não. Paulo aborda isso em Romans 20: 14 & 5 quando ele diz: “Uma pessoa considera um dia mais sagrado do que outro; outro considera todos os dias igualmente. Cada um deles deve estar totalmente convencido em sua própria mente. Quem considera um dia como especial o faz ao Senhor ”. Ele segue isso com a admoestação no versículo 6:“ Portanto, deixemos de julgar uns aos outros ”.

Meu conselho pessoal a um judeu que se torna cristão é que ele continue a observar o sábado pelo menos na medida em que o povo judeu em sua comunidade o faça. Se ele não o fizer, ele se abre à acusação de rejeitar sua herança judaica e se tornar um gentio. Por outro lado, eu aconselharia um cristão gentio a pensar cuidadosamente sobre começar a observar o sábado, a fim de que ele não criasse a impressão de que tornar-se cristão depende tanto de receber Cristo e obedecer à lei.

O que acontece depois da morte?

Em resposta à sua pergunta, as pessoas que crêem em Jesus Cristo, em Sua provisão para nossa salvação, vão para o céu para estar com Deus e os incrédulos são condenados ao castigo eterno. John 3: 36 diz: "Quem crê no Filho tem a vida eterna, mas quem rejeita o Filho não verá a vida, pois a ira de Deus permanece sobre ele"

Quando você morre, sua alma e espírito deixam seu corpo. Gênesis 35: 18 nos mostra isso quando fala de Rachel morrendo, dizendo: "como sua alma estava partindo (pois ela morreu)". Quando o corpo morre, a alma e o espírito partem, mas eles não deixam de existir. É muito claro em Mateus XII, o que ocorre após a morte, quando, ao falar dos injustos, diz: “estes irão para o castigo eterno, mas os justos para a vida eterna”.

Paulo, ao ensinar os crentes, disse que no momento em que estamos “ausentes do corpo, estamos presentes com o Senhor” (I Coríntios 5: 8). Quando Jesus ressuscitou dos mortos, Ele foi para estar com Deus o Pai (João 20: 17). Quando Ele promete a mesma vida para nós, sabemos que será e que estaremos com ele.

Em Lucas 16: 22-31 vemos o relato do homem rico e Lázaro. O pobre justo estava ao lado de “Abraão”, mas o homem rico foi para o Hades e ficou em agonia. No versículo 26, vemos que havia um grande abismo entre eles, de modo que, uma vez lá, o homem injusto não poderia passar para o céu. No verso 28 refere-se a Hades como um lugar de tormento.

Em Romanos 3: 23 diz, “todos pecaram e estão aquém da glória de Deus”. Ezequiel 18: 4 e 20 dizem: “a alma (e observe o uso da palavra alma por pessoa) que pecar, morrerá… a maldade dos ímpios cairá sobre si. ”(A morte neste sentido nas Escrituras, como em Apocalipse 20: 10,14 & 15, não é morte física, mas separação de Deus para sempre e punição eterna, como visto em Lucas Xúm. Romanos 16: 6 diz: “O salário do pecado é a morte”, e Mateus 23: 10 diz: “tema Aquele que é capaz de destruir a alma e o corpo no inferno”.

Então, quem pode entrar no céu e estar com Deus para sempre, porque todos nós somos pecadores injustos. Como podemos ser resgatados ou resgatados da pena da morte? Romanos 6: 23 também dá a resposta. Deus vem em nosso socorro, pois diz: “o dom de Deus é a vida eterna através de Jesus Cristo, nosso Senhor”. Leia I Peter 1: 1-9. Aqui temos Peter discutindo como os crentes receberam uma herança "que nunca pode perecer, estragar ou desaparecer" - mantida para sempre no céu ”(Verso 4 NIV). Pedro fala de como crer em Jesus resulta em "obter o resultado da fé, a salvação de sua alma" (verso 9). Filipenses 26: 28 & 2 nos diz que todos devem confessar que Jesus, que alegou igualdade com Deus, é "Senhor" e deve acreditar que Ele morreu por eles (John 8: 9; Mateus 3: 16 ).

Jesus disse em John 14: 6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém pode vir ao Pai, senão por mim. ”Salmos 2: 12 diz:“ Beije o Filho, para que ele não fique com raiva e você pereça no caminho ”.

Muitas passagens no Novo Testamento expressam nossa fé em Jesus como “obedecendo a verdade” ou “obedecendo ao evangelho”, que significa “crer no Senhor Jesus”. Eu, Pedro 1: 22, diz: “você purificou suas almas para obedecer. a verdade através do Espírito. ”Efésios 1: 13 diz:“ Nele também confiáveldepois de teres ouvido a palavra da verdade, o evangelho da tua salvação, em quem também, tendo crido, fostes selado com o Espírito Santo da promessa. ”(Leia também Romanos 10: 15 e Hebreus 4: 2.)

O Evangelho (que significa boas novas) é declarado em I Coríntios 15: 1-3. Ele diz: “Irmãos, eu lhes declaro o evangelho que eu preguei a vocês, o qual vocês também receberam ... que Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras, e que Ele foi sepultado e que ressuscitou no terceiro dia ...” Jesus disse em Mateus 26: 28, "Pois este é o Meu sangue do novo pacto que é derramado por muitos para a remissão de pecados." Eu Peter 2: 24 (NASB) diz: "Ele mesmo levou nossos pecados em Seu próprio corpo I Timothy 2: 6 diz: “Ele deu a Sua vida em resgate por todos.” Jó 33: 24 diz: “poupe-o de ir ao poço, eu encontrei um resgate para ele.” (Leia Isaías 53: 5, 6, 8, 10.)

John 1: 12 nos diz o que devemos fazer, “mas tantos quantos O receberam para eles Ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus, mesmo para aqueles que crêem em Seu nome.” Romans 10: 13 diz: “Quem chama sobre o nome do Senhor será salvo. ”John 3: 16 diz que quem crê nEle tem“ vida eterna ”. John 10: 28 diz:“ Eu lhes dou a vida eterna e eles nunca perecerão ”. Em Atos 16: 36 a pergunta é feita, “O que devo fazer para ser salvo?” E respondi: “creia no Senhor Jesus Cristo e você será salvo”. John 20: 31 diz: “estes são escritos para que você creia que Jesus é o Cristo e que acreditando que você pode ter vida em Seu nome.

As escrituras mostram evidências de que as almas daqueles que crêem estarão no céu com Jesus. Em Apocalipse 6: 9 e 20: 4 as almas dos justos mártires foram vistas por João no céu. Nós também vemos em Mateus 17: 2 e Mark 9: 2 onde Jesus levou Pedro, Tiago e João e os conduziu a uma alta montanha onde Jesus foi transfigurado diante deles e Moisés e Elias apareceram para eles e eles estavam conversando com Jesus. Eles eram mais do que apenas espíritos, pois os discípulos os reconheciam e estavam vivos. Em Filipenses 1: 20-25 Paulo escreve: “partir e estar com Cristo, pois isso é muito melhor”. Hebreus 12: 22 fala do céu quando diz: “você veio ao Monte Sião e à cidade do Deus vivo, a Jerusalém celestial, a miríades de anjos, para a assembléia geral e a igreja (o nome dado a todos os crentes) dos primogênitos que estão matriculados no céu. ”

Efésios 1: 7 diz: "Nele temos a redenção pelo seu sangue, o perdão das nossas ofensas, segundo as riquezas da sua graça."

O que é fé?

Eu acho que as pessoas às vezes associam ou confundem fé com sentimentos ou pensam que a fé deve ser perfeita, sem nunca duvidar. A melhor maneira de entender a fé é procurar o uso da palavra nas Escrituras e estudá-la.

Nossa vida cristã começa com fé, então um bom lugar para iniciar um estudo da fé seria Romanos 10: 6-17, que explica claramente como nossa vida em Cristo começa. Nesta Escritura ouvimos a Palavra de Deus e acreditamos nela e pedimos a Deus que nos salve. Eu explicarei mais completamente. No verso 17 diz que a fé vem de ouvir os fatos pregados a nós sobre Jesus na Palavra de Deus, (Leia I Coríntios 15: 1-4); isto é, o Evangelho, a morte de Jesus Cristo pelos nossos pecados, Seu sepultamento e ressurreição. Fé é algo que fazemos em resposta à audição. Nós acreditamos ou rejeitamos isso. Romanos 10: 13 & 14 explica que fé é aquela que nos salva, fé suficiente para perguntar ou invocar Deus para nos salvar com base na obra de redenção de Jesus. Você precisa de fé suficiente para pedir a Ele para salvá-lo e ele promete fazê-lo. Leia John 3: 14-17, 36.

Jesus também contou muitas histórias de eventos reais para descrever a fé, como a de Mark 9. Um homem aproximou-se de Jesus com seu filho possuído por um demônio. O pai pergunta a Jesus: “se você pode fazer alguma coisa… ajude-nos”, e Jesus responde que se ele acreditasse que todas as coisas eram possíveis. O homem responde a isso: "Senhor eu acredito, ajuda a minha incredulidade." O homem estava expressando verdadeiramente sua fé imperfeita, mas Jesus curou seu filho. Que exemplo perfeito de nossa fé freqüentemente imperfeita. Algum de nós possui fé perfeita ou completa ou compreensão?

Atos 16: 30 & 31 diz que somos salvos se simplesmente crermos no Senhor Jesus Cristo. Deus em outros lugares usa outras palavras, como vimos em Romanos 10: 13, palavras como “ligar” ou “pedir” ou “receber” (John 1: 12), “venha a Ele” (John 6: 28 & 29) que diz: “ é a obra de Deus que você acredita nAquele que Ele enviou ", e verso 37 que diz:" Aquele que vem a mim eu certamente não vou expulsar ", ou" tomar "(Apocalipse 22: 17) ou" olhar " em John 3: 14 & 15 (consulte Números 21: 4-9 para o plano de fundo). Todas essas passagens indicam que, se tivermos fé suficiente para pedir a Sua salvação, temos fé suficiente para nascermos de novo. I John 2: 25 diz: "E é isso que Ele nos prometeu - até mesmo a vida eterna". Em I John 3: 23 e também em John 6: 28 & 29 fé é um comando. É também chamado de "obra de Deus", algo que devemos ou podemos fazer. Se Deus diz ou nos manda acreditar, certamente é uma escolha acreditar no que Ele nos diz, isto é, Seu Filho morreu pelos nossos pecados em nosso lugar. Esse é o começo. Sua promessa é certa. Ele nos dá a vida eterna e nós nascemos de novo. Leia John 3: 16 & 38 e John 1: 12

I João 5: 13 é um belo e interessante versículo que continua a dizer: “estes foram escritos para vocês que crêem no Filho de Deus, para que saibam que vocês têm vida eterna, e para que continuem a acreditar em o Filho de Deus. ”Romanos 1: 16 & 17 diz:“ o justo viverá pela fé ”. Há dois aspectos aqui:“ vivemos ”- recebamos a vida eterna e“ vivemos ”nossa vida diária aqui e agora pela fé. Curiosamente, diz “fé para fé”. Acrescentamos fé à fé, acreditamos na vida eterna e continuamos a acreditar diariamente.

2 Corinthians 5: 8 diz: "pois andamos por fé, não por vista". Vivemos por atos de obediente confiança. A Bíblia se refere a isso como perseverança ou firmeza. Leia o capítulo 11 de Hebreus. Aqui diz que não é possível agradar a Deus sem fé. Fé é a evidência de coisas invisíveis; Deus e Sua criação do mundo. A seguir, são dados vários exemplos de atos de “fé obediente”. A vida cristã é uma caminhada contínua pela fé, passo a passo, momento a momento, acreditando no Deus invisível e em Suas promessas e ensinamentos. I Coríntios 15: 58 diz: “Sede firmes, sempre abundantes na obra do Senhor”.

Fé não é um sentimento, mas claramente é algo que escolhemos fazer continuamente.

Na verdade, a oração é assim também. Deus nos diz, até nos ordena a orar. Ele até nos ensina a orar em Mateus capítulo 6. Em I João 5: 14, o verso em que Deus nos assegura da nossa vida eterna, o verso continua para nos assegurar que podemos ter confiança de que se “pedirmos alguma coisa de acordo com a Sua vontade, Ele nos ouve”, e Ele responde nos. Então continue a orar; é um ato de fé. Ore, mesmo quando você não sentir como ele ouve ou parece não haver resposta. Este é um exemplo de como a fé é, às vezes, o oposto de sentimentos. A oração é um passo da nossa caminhada de fé.

Existem outros exemplos de fé não mencionados em Hebreus 11. Os filhos de Israel são um exemplo de “não crer”. Os filhos de Israel, quando no deserto, decidiram não acreditar no que Deus lhes dissera; eles escolheram não acreditar no Deus invisível e então criaram seu “deus próprio” de ouro e acreditaram que o que eles tinham feito era “deus”. Que bobagem é essa. Leia Romanos, capítulo um.

Nós fazemos a mesma coisa hoje. Nós inventamos nosso próprio “sistema de crenças” para se adequar a nós mesmos, que achamos fácil, ou é aceitável para nós, o que nos dá satisfação instantânea, como se Deus estivesse aqui para nos servir, e não o contrário, ou Ele é nosso servo. e não nós Dele, ou somos "deus", não Ele o Deus Criador. Lembre-se de que Hebreus diz que a fé é uma evidência do invisível Deus Criador.

Assim, o mundo define sua própria versão de fé, na maioria das vezes envolvendo qualquer coisa, exceto Deus, Sua criação ou Sua Palavra.

O mundo costuma dizer: "tenha fé" ou apenas diga "acredite" sem lhe dizer o que ter fé, como se fosse o objeto em si, apenas algum tipo de nada você Decida acreditar. Você acredita em algo, nada ou nada, o que faz você se sentir bem. É indefinível, porque eles não definem o que eles significam. É auto-inventado, uma criação humana, inconsistente, confusa e irremediavelmente inatingível.

Como vemos em Hebreus 11, a fé bíblica tem um objetivo: devemos acreditar em Deus e crer em Sua Palavra.

Outro exemplo, um bom exemplo, é a história dos espiões enviados por Moisés para verificar a terra que Deus disse ao Seu povo escolhido que Ele daria a eles. Encontra-se nos números 13: 1-14: 21. Moisés enviou doze homens para a “terra prometida”. Dez retornaram e trouxeram de volta um relato ruim e desanimador, fazendo com que o povo duvidasse de Deus e de Sua promessa e decidisse voltar ao Egito. Os outros dois, Josué e Calebe, escolheram, embora vissem gigantes na terra, confiar em Deus. Eles disseram: “Devemos subir e tomar posse da terra”. Eles escolheram, pela fé, encorajar as pessoas a acreditar em Deus e seguir em frente como Deus lhes havia ordenado.

Quando acreditamos e começamos nossa vida com Cristo, nos tornamos filhos de Deus e Ele nosso Pai (John 1: 12). Todas as Suas promessas se tornaram nossas, como o capítulo 4 de Filipenses, Mateus 6: 25-34 e Romanos 8: 28.

Como no caso de nosso pai humano, a quem conhecemos, não nos preocupamos com as coisas que nosso pai pode cuidar porque sabemos que ele se importa conosco e nos ama. Nós confiamos em Deus porque o conhecemos. Leia 2 Peter 1: 2-7, especialmente o verso 2. Isso é fé. Estes versos dizem graça e paz vem através do nosso conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor.

À medida que aprendemos sobre Deus e confiamos nEle, crescemos em nossa fé. As escrituras ensinam que o conhecemos estudando as Escrituras, e assim nossa fé cresce à medida que entendemos nosso Pai Celestial, quem Ele é e como Ele é por meio da Palavra. A maioria das pessoas, no entanto, quer alguma fé instantânea “mágica”; mas a fé é um processo.

2 Peter 1: 5 diz que devemos adicionar virtudes à nossa fé e continuar acrescentando a isso; um processo pelo qual crescemos. Esta passagem da Escritura continua dizendo: “a graça e a paz vos sejam multiplicadas, no conhecimento de Deus e de Jesus Cristo, nosso Senhor”. Assim, a paz vem também do conhecimento de Deus Pai e de Deus Filho. Deste modo, a oração, o conhecimento de Deus e a Palavra e a fé trabalham juntas. Ao aprender Dele, Ele é o Doador da paz. Salmo 119: 165 diz: “Muita paz têm os que amam a tua lei, e nada pode fazê-los tropeçar.” Salmo 55: 22 diz: “Lança vossas preocupações sobre o SENHOR e ele te susterá; Ele nunca permitirá que os justos caiam ”. Ao aprender a Palavra de Deus, estamos nos conectando com Aquele que dá graça e paz.

Já vimos que, para os crentes, Deus ouve nossas orações e as concede de acordo com a Sua vontade (I João 5: 14). Um bom pai nos dará apenas o que é bom para nós. Romanos 8: 25 nos ensina que isso é o que Deus faz por nós também. Leia Mateus 7: 7-11.

Tenho certeza de que isso não equivale a pedir e obter o que queremos, o tempo todo; de outro modo, nos transformaríamos em crianças mimadas, em vez de filhos e filhas maduros do Pai. James 4: 3 diz: “Quando você pergunta, você não recebe, porque você pergunta com motivos errados, que você pode gastar o que obtém em seus prazeres.” As escrituras também ensinam em James 4: 2 que, “Você não tem porque você não pede a Deus ”. Deus quer que falemos com Ele, pois é isso que a oração é. Uma grande parte da oração é pedir nossas necessidades e as necessidades dos outros. Desta forma, sabemos que Ele forneceu a resposta. Veja I Peter 5: 7 também. Então, se você precisa de paz, peça por isso. Confie em Deus para dar como você precisa. Deus também diz no Salmo 66: 18, “se eu considerar iniqüidade em meu coração, o Senhor não me ouvirá”. Se estamos pecando, devemos confessar a Ele para acertar. Leia I John 1: 9 & 10.

Filipenses 4: 6 & 7 diz: "não te ansiosos por nada, mas em tudo pela oração e súplica, com ações de graças, sejam feitos seus pedidos a Deus, e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e mentes por meio de Cristo Jesus ”. Aqui novamente a oração está ligada à fé e conhecimento para nos dar paz.

Filipenses então diz para pensar em coisas boas e “fazer” o que você aprende, e “o Deus da paz estará com você”. James diz ser realizadores da Palavra e não somente ouvintes (James 1: 22 & 23). A paz vem de conhecer a pessoa em quem você confia e de obedecer a Sua Palavra. Como a oração está falando com Deus e o Novo Testamento nos diz que os crentes têm acesso completo ao “trono da graça” (Hebreus 4: 16), podemos conversar com Deus sobre tudo, porque Ele já sabe. Em Mateus 6: 9-15 na Oração do Senhor Ele nos ensina como e para que coisas devemos orar.

A fé simples cresce à medida que é exercitada e “trabalhada” em obediência aos mandamentos de Deus, conforme visto em Sua Palavra. Lembre-se 2 Peter 1: 2-4 diz que a paz vem do conhecimento de Deus que vem da Palavra de Deus.

Resumindo:

A paz vem de Deus e um conhecimento dele.

Nós aprendemos dEle na Palavra.

A fé vem de ouvir a Palavra de Deus.

A oração faz parte desse processo de fé e paz.

Não é uma vez por todas a experiência, mas uma caminhada passo a passo.

Se você ainda não iniciou essa jornada de fé, peço que volte e leia 1 Peter 2: 24, Isaías capítulo 53, I Coríntios 15: 1-4, Romans 10: 1-14 e John 3: 16 & 17 e 36 . Atos 16: 31 diz: "Creia no Senhor Jesus Cristo e você será salvo".

Qual é a natureza e o caráter de Deus?

Depois de ler suas perguntas e comentários, parece que você tem alguma crença em Deus e em Seu Filho, Jesus, mas também tem muitos mal-entendidos. Você parece ver Deus apenas através de opiniões e experiências humanas e vê-lo como alguém que deve fazer o que quiser, como se ele fosse um servo ou por demanda, e assim você julga a natureza dEle e diz que está "em risco".

Deixe-me primeiro dizer que minhas respostas serão baseadas na Bíblia, porque é a única fonte confiável para realmente entender quem é Deus e como Ele é.

Não podemos 'criar' nosso próprio deus para se adequar aos nossos próprios ditados, de acordo com nossos próprios desejos. Não podemos confiar em livros ou grupos religiosos ou quaisquer outras opiniões, devemos aceitar o verdadeiro Deus da única fonte que Ele nos deu, a Escritura. Se as pessoas questionam toda ou parte das Escrituras, ficamos com apenas opiniões humanas, que nunca concordam. Nós apenas temos um deus criado por humanos, um deus fictício. Ele é apenas nossa criação e não é Deus de forma alguma. Podemos também fazer um deus da palavra ou pedra ou uma imagem de ouro como Israel fez.

Queremos ter um deus que faça o que queremos. Mas nós não podemos nem mesmo mudar Deus por nossas demandas. Estamos apenas agindo como crianças, tendo uma birra para seguir nosso próprio caminho. Nada do que fazemos ou julgamos determina quem Ele é e todos os nossos argumentos não têm efeito sobre a Sua "natureza". Sua "natureza" não está "em jogo" porque dizemos isso. Ele é quem ele é: Deus Todo-Poderoso, nosso Criador.

Então, quem é o verdadeiro Deus? Há tantas características e atributos que eu mencionarei apenas alguns e não irei “comprovar o texto” de todos eles. Se você quiser, pode ir a uma fonte confiável como "Bible Hub" ou "Bible Gateway" on-line e fazer algumas pesquisas.

Aqui estão alguns dos seus atributos. Deus é Criador, Soberano, Todo Poderoso. Ele é santo, Ele é justo e justo e um juiz justo. Ele é nosso pai. Ele é luz e verdade. Ele é eterno. Ele não pode mentir. Tito 1: 2 nos diz: “Na esperança da vida eterna, que Deus, QUE NÃO PODE ENCONTRAR, prometeu há muito tempo. Malaquias 3: 6 diz que Ele é imutável: "Eu sou o SENHOR, não mudo."

NADA que fazemos, nenhuma ação, opinião, conhecimento, circunstâncias ou julgamento podem mudar ou afetar Sua “natureza”. Se a acusamos ou acusamos, Ele não muda. Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre. Aqui estão mais alguns atributos: Ele está presente em todo lugar; Ele conhece tudo (onisciente) passado, presente e futuro. Ele é perfeito e ele é amor (eu John 4: 15-16). Deus é amoroso, bondoso e misericordioso para com todos.

Devemos notar aqui que todas as coisas ruins, desastres e tragédias que ocorrem, ocorrem por causa do pecado que entrou no mundo quando Adão pecou (Romanos 5: 12). Então, qual deve ser a nossa atitude para com o nosso Deus?

Deus é nosso Criador. Ele criou o mundo e tudo nele. (Consulte Genesis 1-3.) Ler Romanos 1: 20 & 21. Certamente implica isto porque Ele é nosso Criador e porque Ele é, bem, Deus, que Ele merece nossa honra e louvor e glória. Ele diz: “Pois desde a criação do mundo, as qualidades invisíveis de Deus - Seu poder eterno e natureza divina - foram claramente vistas, sendo entendidas pelo que foi feito, de modo que os homens são indesculpáveis. Pois embora eles conhecessem a Deus, eles não o glorificaram como Deus, nem deram graças a Deus, mas o pensamento deles tornou-se fútil e seus corações tolos foram obscurecidos ”.

Devemos honrar e agradecer a Deus porque Ele é Deus e porque Ele é nosso Criador. Leia também Romanos 1: 28 & 31. Eu notei algo muito interessante aqui: que quando não honramos nosso Deus e Criador, nos tornamos “sem entendimento”.

Honrar a Deus é nossa responsabilidade. Matthew 6: 9 diz: “Pai Nosso que estais no céu santificado seja o Teu Nome.” Deuteronômio 6: 5 diz: “Amarás o SENHOR com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças”. Em Mateus 4 : 10 onde Jesus diz a Satanás: “Longe de mim, Satanás! Pois está escrito: 'Adore o Senhor, o seu Deus, e sirva somente a ele' ”.

O Salmo 100 nos lembra disso quando diz: “sirva ao Senhor com alegria”, “saiba que o próprio Senhor é Deus” e o versículo 3: “É Ele quem nos fez e não nós mesmos”. O versículo 3 também diz: “Somos o Seu povo, as ovelhas do Seu pasto.” O versículo 4 diz: “Entrai com louvor em Seus portões de ação de graças e Suas cortes.” O versículo 5 diz: “Porque o Senhor é bom, a sua benignidade é eterna e sua fidelidade a todos. gerações. ”

Como Romanos, nos instrui a dar-lhe graças, louvor, honra e bênção! Salmo 103: 1 diz: “Abençoa o SENHOR, ó minha alma, e tudo o que há em mim abençoa Seu santo nome.” Salmo 148: 5 é claro ao dizer: “Louvem o Senhor por Ele mandar e eles foram criados, ”E no verso 11 nos diz quem deve louvá-lo,“ todos os reis da terra e todos os povos ”, e o verso 13 acrescenta:“ Pois só o seu nome é exaltado ”.

Para tornar as coisas mais enfáticas Colossenses 1: 16 diz: “todas as coisas foram criadas por Ele e para Ele” e “Ele é antes de todas as coisas” e Apocalipse 4: 11 acrescenta: “por Teu prazer elas são e foram criadas.” criado para Deus, Ele não foi criado para nós, para nosso prazer ou para conseguirmos o que queremos. Ele não está aqui para nos servir, mas nós para servi-lo. Como Apocalipse 4: 11 diz: "Você é digno, nosso Senhor e Deus, para receber glória e honra e louvor, pois você criou todas as coisas, pois por sua vontade elas foram criadas e têm o seu ser." Devemos adorá-Lo. Salmo 2: 11 diz: “Adore o SENHOR com reverência e regozije-se com tremor”. Veja também Deuteronômio 6: 13 e 2 Chronicles 29: 8.

Você disse que era como Jó, que "Deus o amava anteriormente". Vamos dar uma olhada na natureza do amor de Deus para que você possa ver que Ele não para de nos amar, não importa o que façamos.

A ideia de que Deus deixa de nos amar por qualquer razão é comum entre muitas religiões. Um livro de doutrina que tenho, “Grandes Doutrinas da Bíblia de William Evans” ao falar sobre o amor de Deus, diz: “O cristianismo é realmente a única religião que estabelece o Ser Supremo como 'Amor'. Estabelece os deuses de outras religiões como seres raivosos que exigem nossas boas ações para apaziguá-los ou ganhar suas bênçãos ”.

Nós só temos dois pontos de referência em relação ao amor: o amor humano e o amor de Deus como revelado a nós na Escritura. Nosso amor é falho pelo pecado. Flutua ou pode até cessar enquanto o amor de Deus é eterno. Nós não podemos sequer imaginar ou compreender o amor de Deus. Deus é amor (eu John 1: 2).

O livro “Elementar Theology”, de Bancroft, na página 61, ao falar sobre o amor, diz: “o caráter daquele que ama dá caráter ao amor”. Isso significa que o amor de Deus é perfeito porque Deus é perfeito. (Veja Mateus 5: 48.) Deus é santo, então o Seu amor é puro. Deus é justo, então seu amor é justo. Deus nunca muda, então o Seu amor nunca flutua, falha ou cessa. I Coríntios 13: 11 descreve o amor perfeito dizendo isto: “O amor nunca falha”. Somente Deus possui esse tipo de amor. Leia o Salmo 136. Cada verso fala sobre a bondade de Deus, dizendo que a sua benignidade dura para sempre. Leia Romanos 8: 35-39, que diz: “quem pode nos separar do amor de Cristo? Será tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo ou espada?

O versículo 38 continua: “Pois estou convencido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas presentes, nem as coisas futuras, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra coisa criada poderão nos separar. o amor de Deus. ”Deus é amor, então Ele não pode deixar de nos amar.

Deus ama a todos. Mateus 5: 45 diz: "Ele faz com que Seu sol se levante e caia sobre os maus e os bons, e envia chuva sobre os justos e os injustos." Ele abençoa a todos porque ama a todos. James 1: 17 diz: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem de cima e desce do Pai das luzes com quem não há mudança nem sombra de variação.” Salmo 145: 9 diz: “O SENHOR é bom para todos. ; Ele tem compaixão de tudo o que Ele fez. ”John 3: 16 diz:“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito ”.

E quanto a coisas ruins? Deus promete ao crente que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Romans 8: 28). Deus pode permitir que as coisas entrem em nossas vidas, mas tenha certeza de que Deus as permitiu apenas por uma razão muito boa, não porque Deus tenha, de alguma forma ou por algum motivo, escolhido para mudar de idéia e deixar de nos amar.
Deus pode escolher nos permitir sofrer as conseqüências do pecado, mas Ele também pode escolher nos manter longe deles, mas sempre Suas razões estão vindo do amor e o propósito é para o nosso bem.

A provisão de amor da salvação

As escrituras dizem que Deus odeia o pecado. Para obter uma lista parcial, consulte Provérbios 6: 16-19. Mas Deus não odeia os pecadores (I Timothy 2: 3 & 4). 2 Peter 3: 9 diz: "O Senhor ... é paciente em relação a você, não desejando que você pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento".

Então Deus preparou um caminho para a nossa redenção. Quando pecamos ou nos afastamos de Deus, Ele nunca nos deixa e está sempre esperando que retornemos, Ele não deixa de nos amar. Deus nos dá a história do filho pródigo em Lucas 15: 11-32 para ilustrar Seu amor por nós, o amor do pai regozijando-se pelo retorno de seu filho desobediente. Nem todos os pais humanos são assim, mas nosso Pai Celestial sempre nos acolhe. Jesus diz em João 6: 37: “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e aquele que vem a Mim eu não vou expulsar. ”John 3: 16 diz:“ Deus amou o mundo ”. I Timothy 2: 4 diz que Deus“ deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade Efésios 2: 4 & 5 diz: "Mas, por causa de seu grande amor por nós, Deus, que é rico em misericórdia, nos deu vida com Cristo, mesmo quando estávamos mortos em transgressões - é pela graça que você foi salvo."

A maior demonstração de amor em todo o mundo é a provisão de Deus para nossa salvação e perdão. Você precisa ler os capítulos de Romanos 4 & 5 onde muito do plano de Deus é explicado. Romanos 5: 8 & 9 diz: “Deus demonstra seu amor por nós, porque enquanto éramos pecadores, Cristo morreu por nós. Muito mais do que agora, tendo sido justificados pelo Seu sangue, seremos salvos da ira de Deus através Dele. ”John 4: 9 & 10 diz:“ Foi assim que Deus mostrou Seu amor entre nós: Ele enviou Seu único Filho no mundo para que possamos viver através dele. Isto é amor: não que nós tenhamos amado a Deus, mas que Ele nos amou e enviou Seu Filho como sacrifício expiatório pelos nossos pecados. ”

John 15: 13 diz: "O amor maior não tem ninguém além disso, que ele entregue sua vida por seus amigos". I John 3: 16 diz: "É assim que sabemos o que é o amor: Jesus Cristo deu sua vida por nós… ”É aqui em João que diz“ Deus é Amor ”(capítulo XUMUM, verso 4). Isso é quem ele é. Esta é a prova final do seu amor.

Precisamos acreditar no que Deus diz - Ele nos ama. Não importa o que aconteça conosco ou como as coisas parecem no momento em que Deus nos pede para acreditar nEle e em Seu amor. David, que é chamado de “homem segundo o coração de Deus”, diz no Salmo 52: 8: “Eu confio no amor infalível de Deus para todo o sempre.” Eu John 4: 16 deveria ser nosso objetivo. “E chegamos a conhecer e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele ”.

Plano Básico de Deus

Aqui está o plano de Deus para nos salvar. 1) Todos nós pecamos. Romanos 3: 23 diz: “Todos pecaram e estão aquém da glória de Deus.” Romanos 6: 23 diz: “O salário do pecado é a morte.” Isaías 59: 2 diz: “Nossos pecados nos separaram de Deus.”
2) Deus providenciou um caminho. John 3: 16 diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito ...” Em João 14 Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

I Coríntios 15: 1 & 2 “Este é o dom gratuito da Salvação de Deus, o evangelho que apresentei pelo qual você é salvo.” O versículo 3 diz: “Que Cristo morreu pelos nossos pecados”, e o verso 4 continua, “que Ele foi sepultado e que Ele foi ressuscitado no terceiro dia. ”Mateus 26: 28 (KJV) diz:“ Este é o meu sangue do novo pacto que é derramado por muitos para o perdão do pecado. ”Eu peter 2: 24 (NASB) diz: "Ele mesmo levou nossos pecados em Seu corpo na cruz."

3) Não podemos ganhar a nossa salvação fazendo boas obras. Efésios 2: 8 & 9 diz: “Por graça, você é salvo pela fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não como resultado de obras, para que ninguém se glorie. ”Titus 3: 5 diz:“ Mas, quando a bondade e o amor de Deus, nosso Salvador para com o homem, apareceram, não pelas obras de justiça que fizemos, mas segundo a sua misericórdia Ele nos salvou ... ”2 Timothy 2: 9 diz:“ quem nos salvou e nos chamou para uma vida santa - não por causa de qualquer coisa que tenhamos feito, mas por causa de seu próprio propósito e graça ”.

4) Como a salvação e o perdão de Deus são feitos: John 3: 16 diz: “para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João usa a palavra crer 50 vezes no livro de João para explicar como receba o dom gratuito de Deus da vida eterna e do perdão. Romanos 6: 23 diz: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom de Deus é a vida eterna através de Jesus Cristo, nosso Senhor.” Romanos 10: 13 diz: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. "

Garantia do perdão

Eis por que temos certeza de que nossos pecados são perdoados. A vida eterna é uma promessa para “todos que crêem” e “Deus não pode mentir”. John 10: 28 diz: “Eu lhes dou a vida eterna, e eles nunca perecerão.” Lembre-se de John 1: 12 diz: O recebeu a eles. Ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus, para aqueles que crêem em Seu Nome. ”É uma confiança baseada em Sua“ natureza ”de amor, verdade e justiça.

Se você veio a Ele e recebeu a Cristo, você está salvo. John 6: 37 diz: "Aquele que vem a mim de modo nenhum o lançarei fora". Se você não pediu a Ele para perdoá-lo e aceitar a Cristo, você pode fazer isso neste exato momento.
Se você acredita em alguma outra versão de Quem é Jesus e alguma outra versão do que Ele fez por você do que a dada nas Escrituras, você precisa “mudar de idéia” e aceitar Jesus, o Filho de Deus e Salvador do mundo. . Lembre-se, Ele é o único caminho para Deus (John 14: 6).

Perdão

Nosso perdão é uma parte preciosa da nossa salvação. O significado do perdão é que nossos pecados são mandados embora e Deus não se lembra mais deles. Isaías 38: 17 diz: “Você lançou todos os meus pecados nas Suas costas.” Salmo 86: 5 diz: “Para Ti, Senhor, és bom e pronto para perdoar, e abundante em benignidade para com todos os que invocam a Ti”. 10: 13. Salmo 103: 12 diz: "Na medida em que o leste é do oeste, até agora Ele removeu nossas transgressões de nós." Jeremias 31: 39 diz: "Eu perdoarei a iniqüidade deles e o pecado deles não me lembrarei mais."

Romanos 4: 7 & 8 diz: “Bem-aventurados aqueles cujas ações sem lei foram perdoadas e cujos pecados foram cobertos. Bem-aventurado o homem cujo pecado o Senhor não levará em conta ”. Isso é perdão. Se o seu perdão não é uma promessa de Deus, então onde você o encontra, pois, como já vimos, você não pode ganhá-lo.

Colossenses 1: 14 diz: “Em quem temos a redenção, até o perdão dos pecados.” Ver Atos 5: 30 & 31; 13: 38 e 26: 18. Todos esses versículos falam do perdão como parte de nossa salvação. Atos 10: 43 diz: "Todo aquele que crê Nele recebe o perdão dos pecados através do Seu Nome". Efésios 1: 7 também declara: "Em quem temos a redenção pelo seu sangue, o perdão dos pecados, segundo as riquezas do seu graça."

É impossível que Deus minta. Ele é incapaz disso. Não é arbitrário. O perdão é baseado em uma promessa. Se aceitarmos a Cristo, somos perdoados. Atos 10: 34 diz: "Deus não faz acepção de pessoas". A tradução da NIV diz: "Deus não demonstra favoritismo".

Eu quero que você vá ao 1 John 1 para mostrar como isso se aplica aos crentes que fracassam e pecam. Somos Seus filhos e, como nossos pais humanos, ou o pai do filho pródigo, perdoa, assim nosso Pai Celestial nos perdoa e nos receberá de novo e de novo.

Sabemos que o pecado nos separa de Deus, de modo que o pecado nos separa de Deus mesmo quando somos Seus filhos. Não nos separa do Seu amor, nem significa que não somos mais Seus filhos, mas quebra nossa comunhão com Ele. Você não pode confiar em sentimentos aqui. Apenas acredite em Sua palavra de que se você fizer a coisa certa, confesse, Ele perdoou você.

Nós somos como crianças

Vamos usar um exemplo humano. Quando uma criancinha desobedece e é confrontada, ele pode encobrir ou mentir ou se esconder de seus pais por causa de sua culpa. Ele pode se recusar a admitir seus erros. Assim, ele se separou de seus pais porque tem medo de descobrir o que ele fez e temer que eles fiquem zangados com ele ou o castiguem quando descobrirem. A proximidade e o conforto da criança com seus pais estão quebrados. Ele não pode experimentar a segurança, a aceitação e o amor que eles têm por ele. A criança se tornou como Adão e Eva se escondendo no Jardim do Éden.

Nós fazemos a mesma coisa com nosso Pai celestial. Quando pecamos, nos sentimos culpados. Temos medo de que Ele nos puna, ou Ele pare de nos amar ou nos jogue fora. Nós não queremos admitir que estamos errados. Nossa comunhão com Deus está quebrada.

Deus não nos deixa, Ele prometeu nunca nos deixar. Veja Mateus 28: 20, que diz: “E certamente estou sempre com você, até o fim dos tempos”. Estamos nos escondendo Dele. Nós não podemos nos esconder porque Ele conhece e vê tudo. Salmo 139: 7 diz: “Onde posso ir do seu espírito? Onde posso fugir da sua presença? ”Somos como Adão quando estamos nos escondendo de Deus. Ele está nos buscando, esperando que venhamos a Ele pedindo perdão, assim como um pai só quer que a criança reconheça e admita sua desobediência. É isso que nosso Pai Celestial quer. Ele está esperando para nos perdoar. Ele sempre nos levará de volta.

Os pais humanos podem deixar de amar uma criança, embora isso raramente aconteça. Com Deus, como vimos, seu amor por nós nunca falha, nunca cessa. Ele nos ama com amor eterno. Lembre-se de Romans 8: 38 & 39. Lembre-se de que nada pode nos separar do amor de Deus, não deixamos de ser Seus filhos.

Sim, Deus odeia o pecado e como Isaías 59: 2 diz: “os teus pecados se separaram entre ti e o teu Deus, os teus pecados esconderam o seu rosto de ti”. Diz no versículo 1: “o braço do SENHOR não é muito curto. para salvar, nem seu ouvido muito maçante para ouvir ", mas o Salmo 66: 18 diz:" Se eu considerar iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá. "

I John 2: 1 & 2 diz ao crente: “Meus queridos filhos, escrevo isto para você para que você não peca. Mas se alguém pecar, temos alguém que fala ao Pai em nossa defesa - Jesus Cristo, o Justo. ”Os crentes podem e pecam. Na verdade, eu digo a John 1: 8 & 10: “Se afirmamos estar sem pecado, enganamos a nós mesmos e a verdade não está em nós” e “se dissermos que não pecamos, fazemos dele um mentiroso, e sua palavra é Quando pecamos, Deus nos mostra o caminho de volta no verso 9 que diz: “Se confessarmos nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”.

Nós devemos escolher confessar nosso pecado a Deus, então se nós não experimentamos o perdão, é nossa culpa, não de Deus. É nossa escolha obedecer a Deus. Sua promessa é certa. Ele nos perdoará. Ele não pode mentir.

Job Verses O Caráter De Deus

Vamos olhar para Jó desde que você o criou e verá o que realmente nos ensina sobre Deus e nosso relacionamento com Ele. Muitas pessoas entendem mal o livro de Jó, sua narrativa e conceitos. Pode ser um dos livros mais incompreendidos da Bíblia.

Um dos primeiros equívocos é assumir que o sofrimento é sempre ou principalmente um sinal da ira de Deus por um pecado ou pecados cometidos. Obviamente, isso é o que os três amigos de Jó tinham certeza, pelos quais Deus finalmente os repreendeu. (Voltaremos a isso mais tarde.) Outra é supor que prosperidade ou bênçãos são sempre ou geralmente um sinal de que Deus está satisfeito conosco. Errado. Esta é a noção do homem, um pensamento que pressupõe que recebemos a bondade de Deus. Perguntei a alguém o que se destacava do livro de Jó e a resposta foi: "Não sabemos de nada". Ninguém parece certo quem escreveu Jó. Nós não sabemos que Jó entendeu tudo o que estava acontecendo. Ele também não tinha as Escrituras, como nós.

Não se pode entender esse relato, a menos que se entenda o que está ocorrendo entre Deus e Satanás e a guerra entre as forças ou seguidores da justiça e os do mal. Satanás é o inimigo derrotado por causa da cruz de Cristo, mas você poderia dizer que ele não foi levado sob custódia ainda. Ainda há uma batalha neste mundo pelas almas das pessoas. Deus nos deu o livro de Jó e muitas outras Escrituras para nos ajudar a entender.

Primeiro, como afirmei anteriormente, todo mal, dor, doença e desastres resultam da entrada do pecado no mundo. Deus não faz nem cria o mal, mas pode permitir que os desastres nos testem. Nada entra em nossas vidas sem a Sua permissão, nem mesmo correção, nem nos permite sofrer as conseqüências de um pecado que cometemos. Isso é para nos tornar mais fortes.

Deus não decide arbitrariamente não nos amar. O amor é o Seu próprio Ser, mas Ele também é santo e justo. Vamos ver o cenário. No capítulo 1: 6, os "filhos de Deus" apresentaram-se a Deus e Satanás veio entre eles. Os "filhos de Deus" são provavelmente anjos, talvez uma companhia mista daqueles que seguiram a Deus e daqueles que seguiram a Satanás. Satanás veio de vagar pela terra. Isso me faz pensar em I Peter 5: 8 que diz: “Seu adversário, o diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar.” Deus aponta seu “servo Jó”, e aqui está um ponto muito importante. Ele diz que Jó é Seu servo justo e é irrepreensível, justo, teme a Deus e se desvia do mal. Note que Deus não está aqui em nenhum lugar acusando Jó de qualquer pecado. Satanás basicamente diz que a única razão pela qual Jó segue a Deus é porque Deus o abençoou e que, se Deus tirasse essas bênçãos, Jó amaldiçoaria a Deus. Aqui está o conflito. Então Deus permite que Satanás aflija Jó para testar seu amor e fidelidade para com Ele mesmo. Leia o capítulo 1: 21 & 22. Jó passou neste teste. Diz: “Em tudo isso Jó não pecou, ​​nem culpou a Deus”. No capítulo 2, Satanás novamente desafia Deus a testar Jó. Mais uma vez Deus permite que Satanás aflija Jó. Jó responde em 2: 10, “devemos aceitar o bem de Deus e não a adversidade”. Ele diz em 2: 10: “Em tudo isso Jó não pecou com seus lábios”.

Note que Satanás não podia fazer nada sem a permissão de Deus, e Ele estabelece os limites. O Novo Testamento indica isso em Lucas 22: 31 que diz: “Simão, Satanás desejou ter você”. A NASB diz assim: Satanás “exigiu permissão para peneirar você como trigo”. Leia Efésios 6: 11 & 12. Diz-nos para: "Colocar toda a armadura ou Deus" e "ficar contra os esquemas do diabo. Pois nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo sombrio e contra as forças espirituais do mal nos reinos celestes. ”Seja claro. Em tudo isso, Jó não havia pecado. Nós estamos em uma batalha.

Agora volte para I Peter 5: 8 e continue lendo. Basicamente explica o livro de Job. Ele diz, “mas resista a ele (o diabo), firme em sua fé, sabendo que as mesmas experiências de sofrimento estão sendo realizadas por seus irmãos que estão no mundo. Depois de ter sofrido por pouco tempo, o Deus de toda a graça, que o chamou para a Sua eterna glória em Cristo, aperfeiçoará, confirmará, fortalecerá e estabelecerá. ”Essa é uma forte razão para o sofrimento, além do fato de que o sofrimento faz parte de qualquer batalha. Se nunca tivéssemos sido tentados, seríamos apenas bebês alimentados com colher e nunca amadureceríamos. Nos testes nos tornamos mais fortes e vemos nosso conhecimento de Deus aumentar, vemos quem é Deus de novas maneiras e nosso relacionamento com Ele se torna mais forte.

Em Romanos 1: 17 diz: “o justo viverá pela fé”. Hebreus 11: 6 diz: “sem fé é impossível agradar a Deus.” 2 Corinthians 5: 7 diz: “Nós andamos pela fé, não pela vista . ”Podemos não entender isso, mas é um fato. Precisamos confiar em Deus em tudo isso, em qualquer sofrimento que Ele permita.

Desde a queda de Satanás (leia-se Ezequiel 28: 11-19; Isaías 14: 12-14; Revelação 12: 10.) Este conflito existe e Satanás deseja transformar cada um de nós de Deus. Satanás tentou até mesmo tentar Jesus a desconfiar de Seu Pai (Mateus 4: 1-11). Tudo começou com Eva no jardim. Note, Satanás tentou fazê-la questionar o caráter de Deus, Seu amor e cuidado por ela. Satanás insinuou que Deus estava guardando algo bom dela e que Ele não era amoroso e injusto. Satanás está sempre tentando dominar o reino de Deus e voltar seu povo contra ele.

Precisamos ver o sofrimento de Jó e o nosso à luz dessa “guerra” em que Satanás está constantemente tentando nos tentar mudar de lado e nos separar de Deus. Lembre-se de que Deus declarou Jó como sendo justo e irrepreensível. Não há sinal de uma acusação de pecado contra Jó até agora no relato. Deus não permitiu esse sofrimento por causa de qualquer coisa que Jó tivesse feito. Ele não o estava julgando, zangado com ele nem deixara de amá-lo.

Agora os amigos de Jó, que obviamente acreditam que o sofrimento é por causa do pecado, entram em cena. Só posso me referir ao que Deus diz deles e dizer que tenha cuidado para não julgar os outros, como eles julgaram Jó. Deus os repreendeu. Job 42: 7 & 8 diz: “Depois que o SENHOR disse estas coisas a Jó, disse a Elifaz o temanita: 'Estou zangado contigo e com os teus dois amigos, porque não falaste de mim o que é certo como o meu servo Jó tem . Toma agora sete touros e sete carneiros e vai ao meu servo Jó e sacrifica um holocausto por vós. Meu servo Jó vai orar por você e eu aceitarei sua oração e não lidarei com você de acordo com sua estupidez. Você não falou de mim o que é certo, como fez meu servo Jó. ”Deus estava zangado com eles pelo que haviam feito, dizendo-lhes que oferecessem um sacrifício a Deus. Note que Deus os fez ir a Jó e pedir a Jó que orasse por eles, porque eles não haviam falado a verdade sobre Ele como Jó tinha feito.

Em toda a sua caixa de diálogo (3: 1-31: 40), Deus ficou em silêncio. Você perguntou sobre Deus estar em silêncio para você. Realmente não diz por que Deus ficou tão calado. Às vezes Ele pode estar apenas esperando por nós para confiar nEle, andar pela fé, ou realmente procurar por uma resposta, possivelmente nas Escrituras, ou apenas ficar quieto e pensar sobre as coisas.

Vamos olhar para trás para ver o que aconteceu com o trabalho. Jó tem lutado contra as críticas de seus "assim chamados" amigos que estão determinados a provar que a adversidade resulta do pecado (Job 4: 7 & 8). Nós sabemos que nos capítulos finais Deus repreende Jó. Por quê? O que Jó faz de errado? Por que Deus faz isso? Parece que a fé de Jó não foi testada. Agora é severamente testado, provavelmente mais do que a maioria de nós jamais será. Acredito que uma parte deste teste é a condenação de seus “amigos”. Em minha experiência e observação, penso que o julgamento e a condenação de outros crentes é uma grande provação e desânimo. Lembre-se que a palavra de Deus diz para não julgar (Romanos 14: 10). Pelo contrário, nos ensina a "encorajar uns aos outros" (Hebreus 3: 13).

Enquanto Deus julgará nosso pecado e é uma possível razão para o sofrimento, nem sempre é a razão, como os "amigos" implicaram. Ver um pecado evidente é uma coisa, supondo que seja outra. O objetivo é a restauração, não derrubar e condenar. Jó fica zangado com Deus e com o Seu silêncio e começa a questionar a Deus e a exigir respostas. Ele começa a justificar sua raiva.

No capítulo X, Jó diz: "Eu vou manter a minha justiça". Mais tarde Deus diz que Jó fez isso acusando Deus (Jó 27: 6). No capítulo X, Jó duvida, referindo-se a Deus abençoando-o no tempo passado e dizendo que Deus não está mais com ele. É quase como se ele estivesse dizendo que Deus o amava anteriormente. Lembre-se de Mateus 40: 8 diz que isso não é verdade para Deus dá esta promessa: "E eu estou com você sempre, até o fim dos tempos". Hebreus 29: 28 diz: "Eu nunca te deixarei, nem te desampararei." Deus nunca deixou Jó e acabou falando com ele exatamente como fez com Adão e Eva.

Precisamos aprender a continuar a andar pela fé - não pela visão (ou sentimentos) e confiar em Suas promessas, mesmo quando não podemos “sentir” a Sua presença e ainda não recebemos uma resposta às nossas orações. Em Jó 30: 20 Jó diz: “Ó Deus, você não me responde.” Agora ele está começando a reclamar. No capítulo 31 Jó está acusando Deus de não ouvi-lo e dizendo que ele argumentaria e defenderia sua justiça diante de Deus se Deus somente ouvisse (Jó 31: 35). Ler o trabalho 31: 6. No capítulo 23: 1-5 Jó também está reclamando com Deus, porque Ele não está respondendo. Deus está em silêncio - ele diz que Deus não está dando a ele uma razão para o que Ele fez. Deus não precisa responder a Jó ou a nós. Nós realmente não podemos exigir nada de Deus. Veja o que Deus diz a Jó quando Deus fala. Job 38: 1 diz: “Quem é este que fala sem conhecimento?” Job 40: 2 (NASB) diz, “Wii, o detector de falhas, enfrenta o Todo Poderoso?” No trabalho 40: 1 & 2 (NIV) Deus diz que Jó “sustenta, "Corrige" e "acusa" ele. Deus inverte o que Jó diz, exigindo que Jó responda às suas perguntas. O versículo 3 diz: “Eu vou questionar você e você vai me responder.” No capítulo 40: 8 Deus diz: “Você desacreditaria minha justiça? Você me condenaria para se justificar? ”Quem exige o quê e de quem?

Então Deus novamente desafia Jó com Seu poder como seu Criador, para o qual não há resposta. Deus essencialmente diz: “Eu sou Deus, eu sou Criador, não desacredite quem eu sou. Não questione meu amor, minha justiça, porque EU SOU DEUS, o Criador ”.
Deus não diz que Jó foi punido por um pecado passado, mas diz: “Não me questiones, porque só eu sou Deus”. Não estamos em posição de fazer exigências a Deus. Só ele é soberano. Lembre-se de que Deus quer que acreditemos nEle. É a fé que agrada a ele. Quando Deus nos diz que Ele é justo e amoroso, Ele quer que acreditemos nEle. A resposta de Deus deixou Jó sem resposta ou recurso, mas se arrependendo e adorando.

No Job 42: 3 Job é citado como tendo dito: “Certamente eu falei de coisas que não entendi, coisas maravilhosas para eu saber.” Em Job 40: 4 (NIV) Jó diz: “Eu sou indigno”. diz: "Eu sou insignificante." No trabalho 40: 5 Job diz: "Eu não tenho resposta", e no trabalho 42: 5 ele diz: "Meus ouvidos tinham ouvido falar de você, mas agora meus olhos viram você". então diz: “Eu me desprezo e me arrependo em pó e cinzas”. Ele agora tem uma compreensão muito maior de Deus, a correta.

Deus está sempre disposto a perdoar nossas transgressões. Todos nós falhamos e não confiamos em Deus às vezes. Pense em algumas pessoas nas Escrituras que falharam em algum ponto em sua caminhada com Deus, como Moisés, Abraão, Elias ou Jonas ou que entenderam mal o que Deus estava fazendo como Noemi, que se tornou amarga e que tal Pedro, que negou a Cristo. Deus deixou de amá-los? Não! Ele foi paciente, longânimo, misericordioso e clemente.

Disciplina

É verdade que Deus odeia o pecado e, assim como nossos pais humanos, Ele nos disciplinará e corrigirá se continuarmos pecando. Ele pode usar as circunstâncias para nos julgar, mas seu propósito é, como pai, e por amor a nós, restaurar-nos à comunhão com Ele mesmo. Ele é paciente e longânimo, misericordioso e pronto para perdoar. Como um pai humano, Ele quer que "cresçamos" e sejamos justos e maduros. Se Ele não nos disciplinasse, seríamos crianças mimadas e imaturas.

Ele também pode nos deixar sofrer as consequências do nosso pecado, mas Ele não nos desiste ou deixa de nos amar. Se respondermos corretamente e confessarmos nosso pecado e pedirmos a Ele que nos ajude a mudar, nos tornaremos mais semelhantes a nosso Pai. Hebreus 12: 5 diz: “Meu filho, não faça pouco (desprezar) a disciplina do Senhor e não desanime quando Ele te repreender, porque o Senhor disciplina aqueles que Ele ama e pune a todos que Ele aceita como um filho.” versículo 7 diz: “para quem o Senhor ama, Ele disciplina. Pois o que o filho não é disciplinado ”e o versículo 9 diz:“ Além disso, todos nós tivemos pais humanos que nos disciplinaram e nós os respeitamos por isso. Quanto mais devemos nos submeter ao Pai de nossos espíritos e viver. ”O versículo 10 diz:“ Deus nos disciplina para o nosso bem, para que possamos compartilhar de Sua santidade ”.

“Nenhuma disciplina parece agradável na época, mas dolorosa, no entanto, produz uma colheita de justiça e paz para aqueles que foram treinados por ela”.

Deus nos disciplina para nos tornar mais fortes. Embora Jó nunca tenha negado a Deus, ele desconfiou e desacreditou a Deus e disse que Deus era injusto, mas quando Deus o repreendeu, ele se arrependeu e reconheceu sua falta e Deus o restaurou. Jó respondeu corretamente. Outros como Davi e Pedro falharam também, mas Deus os restaurou também.

Isaías 55: 7 diz: “Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, pois Ele terá misericórdia dele e em abundante perdão”.

Se você cair ou falhar, apenas aplique 1 John 1: 9 e reconheça seu pecado como David e Peter fizeram e como Jó fez. Ele perdoará, promete. Pais humanos corrigem seus filhos, mas eles podem cometer erros. Deus não Ele é tudo sabendo. Ele é perfeito. Ele é justo e justo e te ama.

Por que Deus é silencioso?

Você levantou a questão de por que Deus ficou em silêncio quando você orou. Deus ficou em silêncio ao testar Jó também. Não há razão dada, mas só podemos dar conjecturas. Talvez Ele só precisasse de toda a coisa para mostrar a verdade de Satanás, ou talvez a obra dele no coração de Jó ainda não estivesse terminada. Talvez ainda não estejamos prontos para a resposta. Deus é o único que sabe, devemos apenas confiar nele.

Salmo 66: 18 dá outra resposta, em uma passagem sobre a oração, diz: “Se eu considerar iniqüidade em meu coração, o Senhor não me ouvirá”. Jó estava fazendo isso. Ele parou de confiar e começou a questionar. Isso também pode ser verdade para nós.
Pode haver outras razões também. Ele pode estar apenas tentando fazer você confiar, andar pela fé, não pela visão, experiências ou sentimentos. Seu silêncio nos força a confiar e a buscá-lo. Também nos força a ser persistentes na oração. Então aprendemos que é verdadeiramente Deus quem nos dá as nossas respostas, e nos ensina a ser gratos e apreciar tudo o que Ele faz por nós. Nos ensina que Ele é a fonte de todas as bênçãos. Lembre-se de James 1: 17: “Todo presente bom e perfeito é de cima, descendo do Pai das luzes celestiais, que não muda como sombras inconstantes. Como com Jó, podemos nunca saber o porquê. Nós podemos, como com Jó, reconhecer quem é Deus, que Ele é nosso Criador, não nós Dele. Ele não é nosso servo ao qual podemos ir e exigir que nossas necessidades e desejos sejam atendidos. Ele nem precisa nos dar razões para suas ações, embora muitas vezes ele faça isso. Devemos honrá-lo e adorá-lo, pois Ele é Deus.

Deus quer que nos aproximemos Dele, livre e ousadamente, mas com respeito e humildade. Ele vê e ouve todas as necessidades e pedidos antes de perguntar, então as pessoas perguntam: “Por que perguntar, por que orar?” Acho que pedimos e oramos para que percebamos que Ele está lá e Ele é real e nos ouve e responde porque AME-nos. Ele é tão bom. Como Romans 8: 28 diz, Ele sempre faz o que é melhor para nós.

Outra razão pela qual não recebemos o nosso pedido é que não pedimos que a Sua vontade seja feita, ou não pedimos segundo a Sua vontade escrita conforme revelada na Palavra de Deus. I João 5: 14 diz: “E se pedirmos alguma coisa de acordo com a Sua vontade, sabemos que Ele nos ouve ... sabemos que temos o pedido que pedimos a Ele.” Lembre-se de que Jesus orou: “não seja minha vontade, mas a sua. Veja também Mateus 6: 10, o Pai Nosso. Nos ensina a orar: “Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.”
Veja James 4: 2 por mais motivos para a oração não respondida. Ela diz: "Você não tem porque não pergunta". Simplesmente não nos incomodamos em orar e perguntar. Ele continua no versículo 3: “Você pede e não recebe porque você pergunta com motivos errados (KJV diz, pergunte errado) para que você possa consumi-la em seus próprios desejos.” Isso significa que estamos sendo egoístas. Alguém disse que estamos usando Deus como nossa máquina de vendas pessoal.

Talvez você devesse estudar o tema da oração apenas com base nas Escrituras, não em algum livro ou série de idéias humanas sobre a oração. Não podemos ganhar ou exigir nada de Deus. Nós vivemos em um mundo que coloca o ego em primeiro lugar e nós consideramos a Deus como fazemos com as outras pessoas, exigimos que nos coloquem em primeiro lugar e nos dê o que queremos. Nós queremos que Deus nos sirva. Deus quer que venhamos a Ele com pedidos, não exigências.

Filipenses 4: 6 diz: "Não fique ansioso por nada, mas em tudo pela oração e súplica, com ação de graças, deixe seus pedidos serem feitos conhecidos por Deus." Eu, Peter 5: 6 diz: "Humilhem-se, portanto, sob a mão poderosa de Deus , para que ele possa te erguer no devido tempo. ”Micah 6: 8 diz:“ Ele te mostrou o homem, o que é bom. E o que o Senhor exige de você? Agir com justiça e amar a misericórdia e andar humildemente com o seu Deus ”.

Conclusão

Há muito a aprender com o trabalho. A primeira resposta de Job ao teste foi de fé (Job 1: 21). As escrituras dizem que devemos “andar pela fé e não pela vista” (2 Corinthians 5: 7). Confie na justiça, justiça e amor de Deus. Se nós questionamos a Deus, estamos nos colocando acima de Deus, tornando-se Deus. Estamos nos tornando o juiz do Juiz de toda a terra. Todos nós temos dúvidas, mas precisamos honrar a Deus como Deus e quando falhamos como Jó depois precisamos nos arrepender, o que significa “mudar de idéia” como Jó fez, ter uma nova perspectiva de quem Deus é - o Criador Todo-Poderoso, e adorá-lo como Jó fez. Precisamos reconhecer que é errado julgar a Deus. A “natureza” de Deus nunca está em jogo. Você não pode decidir quem é Deus ou o que deve fazer. Você não pode de maneira alguma mudar Deus.

James 1: 23 & 24 diz que a Palavra de Deus é como um espelho. Ele diz: "Qualquer um que ouve a palavra, mas não faz o que diz, é como um homem que olha para o rosto dele em um espelho e, depois de olhar para si mesmo, vai embora e esquece imediatamente como ele é." Deus parou de amar Jó e você. É evidente que Ele não o fez e a Palavra de Deus diz que Seu amor é eterno e não falha. No entanto, você tem sido exatamente como Jó em que “escureceu o Seu conselho”. Acho que isso significa que você “desacreditou” a Ele, Sua sabedoria, propósito, justiça, julgamentos e Seu amor. Você, como Jó, está “achando falta” de Deus.

Olhe para si mesmo claramente no espelho de “Jó”. Você é o único “culpado” como Jó era? Assim como Jó, Deus sempre está pronto para perdoar se confessarmos nossa falta (I João 1: 9). Ele sabe que somos humanos. Agradar a Deus é sobre fé. Um deus que você inventa em sua mente não é real, apenas o Deus nas Escrituras é real.

Lembre-se no início da história, Satanás apareceu com um grande grupo de anjos. A Bíblia ensina que os anjos aprendem sobre Deus de nós (Efésios 3: 10 & 11). Lembre-se também que há um grande conflito acontecendo.
Quando “desacreditamos a Deus”, quando chamamos a Deus de injusto, injusto e desamoroso, estamos desacreditando-o diante de todos os anjos. Estamos chamando Deus de mentiroso. Lembre-se de que Satanás, no Jardim do Éden, desacreditou Deus para Eva, implicando que Ele era injusto, injusto e desamoroso. Jó eventualmente fez o mesmo e nós também. Desonramos Deus diante do mundo e diante dos anjos. Em vez disso, devemos honrá-lo. De que lado estamos? A escolha é só nossa.

Jó fez a sua escolha, ele se arrependeu, isto é, mudou de idéia sobre quem era Deus, ele desenvolveu uma maior compreensão de Deus e quem ele era em relação a Deus. Ele disse no capítulo 42, versos 3 e 5: “certamente eu falei de coisas que eu não entendi, coisas maravilhosas demais para eu saber… mas agora meus olhos viram você. Por isso eu me desprezo e me arrependo em pó e cinzas. ”Jó reconheceu que ele“ contendeu ”com o Todo-Poderoso e esse não era o seu lugar.

Veja o final da história. Deus aceitou sua confissão e restaurou-o e duplamente o abençoou. Job 42: 10 & 12 diz: "O Senhor o fez próspero novamente e deu-lhe o dobro do que ele tinha antes ... O Senhor abençoou a última parte da vida de Jó mais do que a primeira."

Se estamos exigindo de Deus e contendendo e “pensando sem conhecimento”, nós também devemos pedir a Deus que nos perdoe e “ande humildemente diante de Deus” (Miquéias 6: 8). Isso começa com o reconhecimento de quem ele é em relação a nós mesmos e acreditando na verdade como Jó fez. Um coro popular baseado em Romanos 8: 28 diz: “Ele faz todas as coisas para o nosso bem”. As Escrituras dizem que o sofrimento tem um propósito Divino e se é para nos disciplinar, é para o nosso bem. Eu John 1: 7 diz para "andar na luz", que é a Sua Palavra revelada, a Palavra de Deus.

Qual o significado da vida?

Qual o significado da vida?

A Concordância de Cruden define a vida como "existência animada, distinta da matéria morta". Todos sabemos quando algo está vivo pelas evidências exibidas. Sabemos que uma pessoa ou animal deixa de estar vivo quando deixa de respirar, comunicar e funcionar. Da mesma forma, quando uma planta morre, seca e seca.

A vida é uma parte da criação de Deus. Colossenses 1: 15 & 16 nos diz que fomos criados pelo Senhor Jesus Cristo. Gênesis 1: 1 diz: "No princípio criou Deus os céus e a terra", e em Gênesis 1: 26 diz: "Deixe us o homem à A Nossa imagem. ”Esta palavra hebraica para Deus,“Elohim " é plural e fala de todas as três pessoas da Trindade, o que significa que a divindade ou Deus Uno e Trino criou a primeira vida humana e o mundo inteiro.

Jesus é especificamente mencionado em Hebreus 1: 1-3. Ele diz que Deus “nos falou pelo Seu Filho ... através de quem Ele também fez o universo”. Veja também John 1: 1-3 e Colossenses 1: 15 & 16 onde é especificamente falando sobre Jesus Cristo e diz, “todas as coisas eram John 1: 1-3 diz: “Ele fez tudo o que foi feito, e sem Ele nada foi feito.” Em Jó 33: 4, Jó diz: “O Espírito de Deus me fez, o sopro do Todo-Poderoso me dá vida ”. Sabemos por esses versículos que o Pai, o Filho e o Espírito Santo, trabalhando juntos, nos criaram.

Esta vida vem diretamente de Deus. Gênesis 2: 7 diz: “Deus formou o homem do pó da terra e soprou em suas narinas o fôlego da vida e o homem se tornou uma alma vivente”. Isto era único de tudo o que Ele criou. Somos seres vivos pelo mesmo sopro de Deus em nós. Não há vida exceto de Deus.

Mesmo em nosso conhecimento vasto, mas limitado, não podemos entender como Deus poderia fazer isso, e talvez nunca o façamos, mas é ainda mais difícil acreditar que a nossa criação complexa e perfeita foi apenas o resultado de uma série de acidentes esquisitos.

Não se levanta então a pergunta: "Qual é o sentido da vida?" Eu também gosto de me referir a isso como nossa razão ou propósito para a vida! Por que Deus criou a vida humana? Colossenses 1: 15 & 16, anteriormente parcialmente citado, nos dá a razão de nossa vida. Ele continua dizendo que fomos "criados para Ele". Romanos 11: 36 diz: "Pois Dele e por Ele e para Ele são todas as coisas, a Ele seja a glória para sempre! Amém. ”Somos criados para Ele, para o Seu prazer.

Ao falar de Deus, Apocalipse 4: 11 diz: “Tu és digno, ó Senhor, de receber glória e honra e poder: porque tu criaste todas as coisas e para teu prazer, elas são e foram criadas.” O Pai também diz que Ele tem dado seu filho, Jesus, regra e supremacia sobre todas as coisas. Apocalipse 5: 12-14 diz que ele tem "domínio". Hebreus 2: 5-8 (citando o Salmo 8: 4-6) diz que Deus colocou todas as coisas sob Seus pés. 9 diz: Seus pés, Deus não deixou nada que não esteja sujeito a Ele. ”Jesus não é apenas nosso Criador e, portanto, digno de governar e digno de honra e poder, mas porque Ele morreu por nós, Deus O exaltou a sentar em Seu trono e governar. toda a criação (incluindo o mundo dele).

Zacarias 6: 13 diz: “Ele será revestido de majestade, e se assentará e governará em seu trono”. Leia também Isaías 53. John 17: 2 diz: “Tu lhe deste autoridade sobre toda a humanidade”. Como Deus e Criador, Ele merece honra, louvor e gratidão. Leia Revelação 4: 11 e 5: 12 & 13. Matthew 6: 9 diz: “Pai nosso que estais no céu, santificado pelo teu nome”. Ele merece o nosso serviço e respeito. Deus repreendeu Jó porque ele o desrespeitou. Ele fez isso mostrando a grandeza de Sua criação, e Jó respondeu dizendo: “Agora meus olhos te viram e eu me arrependo em pó e cinzas”.

Romanos 1: 21 nos mostra o caminho errado, pela forma como os injustos se comportaram, revelando assim o que é esperado de nós. Ela diz: “embora eles conhecessem a Deus, não O honram como Deus, nem dão graças.” Eclesiastes 12: 14 diz: “a conclusão, quando tudo foi ouvido é: teme a Deus e guarda os seus mandamentos: porque isso se aplica a todo mundo. pessoa. ”Deuteronômio 6: 5 diz (e isso é repetido nas Escrituras repetidas vezes),“ E amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e com toda a tua alma e com todas as suas forças ”.

Eu definiria o significado da vida (e nosso propósito na vida), como cumprindo estes versos. Isso está cumprindo a Sua vontade para nós. Micah 6: 8 resume assim: “Ele mostrou a você, ó homem, o que é bom. E o que o Senhor requer de você? Agir com justiça, amar a misericórdia e andar humildemente com o seu Deus ”.

Outros versículos dizem isso de maneiras ligeiramente diferentes, como em Mateus 6: 33, “busque primeiro o reino de Deus e Sua justiça e todas estas coisas serão acrescentadas a você”, ou Mateus 11: 28-30: “Tome meu jugo sobre tu e aprendei de Mim, pois sou gentil e humilde de coração, e você encontrará descanso para suas almas. ”Verso 30 (NASB) diz:“ Porque meu jugo é fácil e meu fardo é leve. ”Deuteronômio 10: 12 & 13 diz E agora, ó Israel, o que o SENHOR, teu Deus, te pedir, mas temer ao SENHOR, teu Deus, para que andes em obediência a ele, para amá-lo, para servir o SENHOR teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma. e observar os mandamentos e decretos do Senhor que hoje lhes dou para o seu bem. ”

O que traz à mente o ponto que Deus não é caprichoso nem arbitrário nem subjetivo; pois embora Ele mereça ser e seja o Supremo Governante, Ele não faz o que faz por si mesmo sozinho. Ele é amor e tudo o que Ele faz é por amor e por nosso bem, isto é, embora seja Seu direito governar, Deus não é egoísta. Ele não governa só porque pode. Tudo o que Deus faz tem amor em seu núcleo.

Mais importante ainda, embora Ele seja nosso governante, ele não diz que Ele nos criou para nos governar, mas o que ele diz é que Deus nos amou, que Ele estava satisfeito com Sua criação e deleita-se com isso. Salmo 149: 4 & 5 diz: "O Senhor se deleita em Seu povo ... que os santos se regozijem nessa honra e cantem de alegria". Jeremias 31: 3 Diz: "Eu te amei com um amor eterno". Zephaniah 3: 17 diz “O Senhor teu Deus é contigo, Ele é poderoso para salvar, Ele se deleitará em ti, Ele te aquietará com o Seu amor; Ele se alegrará com você cantando ”.

Provérbios 8: 30 & 31 diz: "Eu era diariamente o seu deleite ... regozijando no mundo, sua terra e tendo o meu deleite nos filhos do homem". mundo para que eles possam ter a medida completa da minha alegria dentro deles. ”John 17: 13 diz:“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito ”por nós. Deus amou Adão, Sua criação, tanto Ele o fez governante sobre todo o Seu mundo, sobre toda a Sua criação e o colocou em Seu lindo jardim.

Eu acredito que o Pai freqüentemente andou com Adão no Jardim. Nós vemos que Ele veio procurá-lo no jardim depois que Adão pecou, ​​mas não encontrou Adão porque ele havia se escondido. Eu acredito que Deus criou o homem para comunhão. Em I João 1: 1-3 diz: "nossa comunhão é com o Pai e com Seu Filho."

Nos capítulos de Hebreus 1 & 2 Jesus é referido como nosso irmão. Ele diz: “Eu não tenho vergonha de chamá-los de irmãos”. No verso 13 ele os chama de “os filhos que Deus me deu”. Em João 15: 15 Ele nos chama de amigos. Todos esses são termos de companheirismo e relacionamento. Em Efésios 1: 5 Deus fala em nos adotar “como Seus filhos por meio de Jesus Cristo”.

Assim, embora Jesus tenha preeminência e supremacia sobre tudo (Colossenses 1: 18), Seu propósito de nos dar “vida” era para companheirismo e um relacionamento familiar. Eu acredito que este é o propósito ou significado da vida apresentado nas Escrituras.

Lembre-se de Micah 6: 8 diz que devemos andar humildemente com nosso Deus; humildemente porque Ele é Deus e Criador; mas andando com Ele porque Ele nos ama. Joshua 24: 15 diz: "Escolha você hoje a quem você vai servir." À luz deste versículo, deixe-me dizer que uma vez que Satanás, o anjo de Deus serviu a ele, mas Satanás queria ser Deus, para assumir o lugar de Deus em vez de andando humildemente com Ele. ”Ele tentou se exaltar acima de Deus e foi expulso do céu. Desde então ele tentou nos arrastar para baixo com ele, como fez com Adão e Eva. Eles o seguiram e pecaram; então eles se esconderam no jardim e eventualmente Deus os expulsou do Jardim. (Leia Genesis 3.)

Nós, como Adão, todos pecamos (Romanos 3: 23) e nos rebelamos contra Deus e nossos pecados nos separaram de Deus e nosso relacionamento e comunhão com Deus estão quebrados. Leia Isaías 59: 2, que diz: “as tuas iniquidades se separaram entre ti e o teu Deus e os teus pecados esconderam o teu rosto de ti ...”. Nós morremos espiritualmente.

Alguém que eu conheço definiu o sentido da vida desta maneira: “Deus quer que vivamos com Ele para sempre e mantenha um relacionamento (ou andar) com Ele aqui e agora (Miquéias 6: 8 tudo de novo). Os cristãos muitas vezes se referem ao nosso relacionamento aqui e agora com Deus como uma "caminhada" porque a Escritura usa a palavra "andar" para descrever como devemos viver. (Eu explicarei isso mais tarde). Porque pecamos e estamos separados desta “vida”, devemos começar ou começar recebendo o Seu Filho como nosso Salvador pessoal e a restauração que Ele providenciou morrendo por nós na cruz. Salmo 80: 3 diz: "Deus, restaura-nos e faz com que o teu rosto brilhe sobre nós e nós seremos salvos".

Romanos 6: 23 diz: "O salário (penalidade) do pecado é a morte, mas o dom de Deus é a vida eterna através de Jesus Cristo, nosso Senhor." Felizmente, Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu próprio Filho para morrer por nós. pague a penalidade pelo nosso pecado que qualquer um que “crer Nele possa ter vida eterna” (João 3: 16). A morte de Jesus restaura nosso relacionamento com o pai. Jesus pagou essa penalidade de morte, mas devemos recebê-lo (aceitá-lo) e crer nele como vimos em John 3: 16 e John 1: 12. Em Mateus 26: 28, Jesus disse: “Esta é a nova aliança no meu sangue, que é derramada por muitos para a remissão de pecados.” Leia também I Peter 2: 24; I Corintians 15: 1-4 e o capítulo 53 de Isaías. John 6: 29 nos diz: "Esta é a obra de Deus que você acredita naquele que Ele enviou".

É então que nos tornamos Seus filhos (John 1: 12), e Seu Espírito vem morar em nós (John 3: 3 e John 14: 15 & 16) e então que temos a comunhão com Deus mencionada em I João capítulo 1 . John 1: 12 nos diz que quando recebemos e cremos em Jesus nos tornamos Seus filhos. John 3: 3-8 diz que nós nascemos de novo na família de Deus. É então que podemos andar com deus como Micah diz que devemos. Jesus disse em João 10: 10 (NVI): “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”. A NASB lê: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”. vida com toda a alegria que Deus promete. Romanos 8: 28 vai ainda mais longe, dizendo que Deus nos ama tanto que Ele “faz com que todas as coisas cooperem para o nosso bem”.

Então, como andamos com Deus? Escritura fala sobre ser um com o Pai como Jesus era um com o Pai (John 17: 20-23). Eu acho que Jesus quis dizer isso também em João 15 quando Ele falou em permanecer Nele. Há também João 10 que fala de nós como ovelhas seguindo a Ele, o Pastor.

Como eu disse, esta vida é descrita como “andando” várias vezes, mas para entendê-lo e fazê-lo devemos estudar a Palavra de Deus. As escrituras nos ensinam as coisas que precisamos fazer para andar com Deus. Começa lendo e estudando a Palavra de Deus. Joshua 1: 8 diz: “Guarde este Livro da Lei sempre em seus lábios; medite nele dia e noite, para que você tenha o cuidado de fazer tudo escrito nele. Então você será próspero e bem-sucedido. ”Salmo 1: 1-3 diz:“ Bem-aventurado aquele que não anda de acordo com os ímpios ou se coloca no caminho que os pecadores tomam ou sentam na companhia de escarnecedores, mas cujo deleite está na lei do Senhor e medita na sua lei dia e noite. Essa pessoa é como uma árvore plantada por riachos de água, que produz seus frutos na estação e cuja folha não murcha - o que quer que eles façam prospera ”. Quando fazemos essas coisas estamos andando com Deus e obedecendo a Sua Palavra.

Vou colocar isso em uma espécie de esboço com muitos versos que espero que você leia:

1). John 15: 1-17: Eu acho que Jesus significa caminhar com Ele continuamente, dia a dia nesta vida, quando Ele diz “permaneça” ou “permaneça” em Mim. “Permaneça em Mim e eu em você”. Ser Seus discípulos implica que Ele é nosso Mestre. De acordo com 15: 10 inclui obedecer seus comandos. De acordo com o verso 7, isso inclui ter Sua palavra permanecendo em nós. Em João 14: 23 diz: "Jesus respondeu e disse-lhe: 'Se alguém me ama, ele vai manter a minha palavra e meu pai vai amá-lo, e nós viremos e fazer a nossa morada com ele'" Isso soa como permanente para mim.

2). John 17: 3 diz: "Agora, esta é a vida eterna: para que eles possam conhecer você, o único Deus verdadeiro, e Jesus Cristo, a quem você enviou." Mais tarde, Jesus fala da unidade conosco como Ele tem com o Pai. Em João 10: 30 Jesus diz: "Eu e Meu Pai somos Um".

3). John 10: 1-18 nos ensina que nós, Suas ovelhas, seguimos a Ele, o Pastor, e Ele cuida de nós como “nós entramos e saímos e encontramos pasto”. No versículo 14 Jesus diz: “Eu sou o Bom Pastor; Eu conheço minhas ovelhas e minhas ovelhas me conhecem ...

ANDANDO COM DEUS

Como podemos nós, como humanos, andar com Deus, que é Espírito?

  1. Nós podemos andar na verdade. As Escrituras dizem que a Palavra de Deus é a verdade (John 17: 17), significando a Bíblia e o que ela ordena e as maneiras como ela ensina, etc. A verdade nos liberta (John 8: 32). Andar em seus caminhos significa como James 1: 22 diz: "Seja praticantes da Palavra e não apenas ouvintes". Outros versículos para ler seriam: Salmo 1: 1-3, Joshua 1: 8; Salmo 143: 8; Êxodo 16: 4; Levítico 5: 33; Deuteronômio 5: 33; Ezekiel 37: 24; 2 John 6; Salmo 119: 11, 3; John 17: 6 & 17; 3 John 3 & 4; I Reis 2: 4 & 3: 6; Salmo 86: 1, Isaiah 38: 3 e Malachi 2: 6.
  2. Nós podemos andar na Luz. Andar na luz significa andar no ensino da Palavra de Deus (a Luz também se refere à própria Palavra); vendo-se na Palavra de Deus, isto é, reconhecendo o que você está fazendo ou é, e reconhecendo se é bom ou ruim, como você vê exemplos, relatos históricos ou comandos e ensinamentos apresentados na Palavra. A Palavra é a luz de Deus e, como tal, devemos responder (andar) nela. Se estamos fazendo o que precisamos, devemos agradecer a Deus por Sua força e pedir a Deus que nos capacite a continuar; mas se falhamos ou pecamos, precisamos confessar a Deus e Ele nos perdoará. É assim que andamos na luz (revelação) da Palavra de Deus, pois a Bíblia é o sopro de Deus, as próprias palavras do Pai Celestial (2 Timothy 3: 16). Leia também I John 1: 1-10; Salmo 56: 13; Salmo 84: 11; Isaiah 2: 5; John 8: 12; Salmo 89: 15; Romanos 6: 4.
  3. Nós podemos andar no Espírito. O Espírito Santo nunca contradiz a Palavra de Deus, mas trabalha através dela. Ele é o autor dele (2 Peter 1: 21). Para mais sobre andar no Espírito, veja Romanos 8: 4; Gálatas 5: 16 e Romanos 8: 9. Os resultados de andar na luz e andar no Espírito são muito semelhantes nas Escrituras.
  4. Nós podemos andar como Jesus andou. Devemos seguir Seu exemplo, obedecer a Seus ensinamentos e ser como Ele (2 Corinthians 3: 18; Luke 6: 40). I João 2: 6 diz: "Aquele que diz que permanece nele deve andar da mesma maneira que andou." Aqui estão algumas maneiras importantes de ser como Cristo:
  5. Ameis uns aos outros. John 15: 17: “Este é o meu comando: amem uns aos outros.” Filipenses 2: 1 & 2 diz: “Portanto, se você tem algum encorajamento de estar unido com Cristo, se algum conforto de seu amor, se algum compartilhamento comum no Espírito, se tiver alguma ternura e compaixão, então faça minha alegria completa, tendo a mesma opinião, tendo o mesmo amor, sendo uma em espírito e uma só mente ”. Isso se relaciona com andar no Espírito porque o primeiro aspecto do fruto do Espírito é amor (Gálatas 5: 22).
  6. Obedeça a Cristo ao obedecer e se submeter ao Pai (John 14: 15).
  7. John 17: 4: Ele terminou o trabalho que Deus Lhe deu para fazer, quando Ele morreu na cruz (John 19: 30).
  8. Quando Ele orou no jardim Ele disse: “Tua vontade será feita (Mateus 26: 42).
  9. John 15: 10 diz: "Se você mantiver meus comandos, você permanecerá no meu amor, assim como eu mantive os mandamentos de Meu Pai e permaneço em Seu amor."
  10. Isso me leva a outro aspecto de caminhar, isto é, viver a vida cristã - que é a ORAÇÃO. A oração cai na obediência, já que Deus a ordena muitas vezes e segue o exemplo de Jesus ao orar. Pensamos na oração como pedindo coisas. isto is, mas é mais. Eu gosto de defini-lo como apenas conversando com ou com Deus a qualquer hora, em qualquer lugar. Jesus fez isso porque em João 17 vemos que Jesus enquanto caminhava e conversava com Seus discípulos “olhou para cima” e “orou” por eles. Este é um exemplo perfeito de “orar sem cessar” (I Thessalonians 5: 17), pedindo pedidos de Deus e conversando com Deus em QUALQUER MOMENTO E QUALQUER OUTRO ONDE.
  11. O exemplo de Jesus e outras Escrituras nos ensinam a também gastar tempo separadamente dos outros, a sós com Deus em oração (Mateus 6: 5 & 6). Aqui Jesus também é nosso exemplo, pois Jesus passou muito tempo sozinho em oração. Ler Mark 1: 35; Matthew 14: 23; Marcar 6: 46; Luke 11: 1; 5: 16; 6: 12 e 9: 18 & 28.
  12. Deus nos manda orar. Permanecer inclui a oração. Colossenses 4: 2 diz: “Dediquem-se à oração.” Em Mateus 6: 9-13 Jesus nos ensinou como para orar, dando-nos a “Oração do Senhor”. Filipenses 4: 6 diz: “Não fique ansioso com nada, mas em todas as situações, orando e pedindo, com gratidão, apresente seus pedidos a Deus”. ele começou a rezar por ele. Luke 18: 1 diz: “Os homens devem sempre orar.” 2 Samuel 21: 1 e eu Timothy 5: 5 na tradução da Bíblia Viva falam de gastar “muito tempo em oração”. Portanto, a oração é um requisito importante para nossa caminhada. Com Deus. Passe tempo com Ele em oração como Davi faz nos Salmos e como Jesus fez.

Toda a Escritura é o nosso guia para viver e andar com Deus, mas resumindo:

  1. Conhece a Palavra: 2 Timóteo 2: 15 “Estude para se mostrar aprovado para Deus, um obreiro que não precisa se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.”
  2. Obedeça a Palavra: James 1: 22
  3. Conheça-o através das Escrituras (John 17: 17; 2 Peter 1: 3).
  4. Orar
  5. Confessar o pecado
  6. Siga o exemplo de Jesus
  7. Seja como Jesus

Essas coisas, acredito, constituem o que Jesus quis dizer quando Jesus disse para habitar nEle e este é o verdadeiro significado da vida.

Conclusão

A vida sem Deus é fútil e a rebelião leva a viver sem ele. Isso leva a viver sem propósito, com confusão e frustração, e como diz Romans 1, vivendo “sem conhecimento”. É sem sentido e totalmente autocentrado. Se andamos com Deus, temos vida e mais abundantemente, com propósito e amor eterno de Deus. Com isto vem um relacionamento amoroso com um Pai amoroso que SEMPRE nos dá o que é bom e melhor para nós e que nos deleita e alegra em derramar Suas bênçãos sobre nós, para sempre.

Qual é o pecado imperdoável?

Sempre que você está tentando entender uma parte das Escrituras, há algumas diretrizes a serem seguidas. Estude-o em seu contexto, em outras palavras, observe atentamente os versículos ao redor. Você deve olhar para ele à luz de sua história e antecedentes bíblicos. A Bíblia é coesa. É uma história, a incrível história do plano de redenção de Deus. Nenhuma parte pode ser entendida sozinha. É uma boa ideia fazer perguntas sobre uma passagem ou tópico, como quem, o quê, onde, quando, porquê e como.

Quando se trata da questão de se uma pessoa cometeu ou não o pecado imperdoável, o background é importante para a sua compreensão. Jesus começou seu ministério de pregação e cura seis meses depois que João Batista iniciou o seu. João foi enviado por Deus para preparar as pessoas para receber Jesus e como testemunha de quem Ele era. John 1: 7 “para dar testemunho da Luz.” Deus disse a João que ele veria o Espírito descer e permanecer sobre Ele. 1: 14. John 15: 19-36 John disse “ele registrou que este era o Filho de Deus”. Ele também disse: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o filho do mundo. John 1: 32 Veja também John 34: 1

Os sacerdotes e levitas (líderes religiosos dos judeus) estavam cientes de João e Jesus. Os fariseus (outro grupo de líderes judeus) começaram a perguntar quem eram e com que autoridade estavam pregando e ensinando. Parece que eles começaram a vê-los como uma ameaça. Eles perguntaram a João se ele era o Cristo (ele disse que não era) ou “aquele profeta”. John 1: 21 Isso é muito importante para a questão em questão. A frase “aquele profeta” vem da profecia dada a Moisés em Deuteronômio 18 e é explicada em Deuteronômio 15: 34-10 onde Deus diz a Moisés que outro profeta viria, que seria como ele mesmo e pregaria e faria grandes maravilhas (a profecia sobre Cristo). Esta e outras profecias do Antigo Testamento foram dadas para que as pessoas reconhecessem o Cristo (o Messias) quando Ele veio.

Então Jesus começou a pregar e mostrar às pessoas que Ele era o Messias prometido e a provar por poderosas maravilhas. Ele alegou que Ele falou as palavras de Deus e que Ele veio de Deus. (João capítulo 1, Hebreus capítulo 1, João 3: 16, João 7: 16) Em João 12: 49 & 50 Jesus disse: “Eu (não) falo por vontade própria, mas o Pai que me enviou mandou-me dizer o que dizer e como dizê-lo ”. Ao ensinar e fazer milagres, Jesus cumpriu ambos os aspectos da profecia de Moisés. John 7: 40 Os fariseus eram conhecedores das Escrituras do Antigo Testamento; familiarizado com todas essas profecias messiânicas. Leia John 5: 36-47 para ver o que Jesus disse sobre isso. No verso 46 dessa passagem, Jesus afirma ser “aquele profeta” dizendo “ele falou de mim”. Leia também Atos 3: 22 Muitas pessoas perguntavam se Ele era o Cristo ou “o Filho de Davi”. Mateus 12: 23

Este pano de fundo e as Escrituras sobre tudo isso se conectam à questão do pecado imperdoável. Todos esses fatos surgem nas passagens sobre essa questão. Eles são encontrados em Mateus 12: 22-37; Marcar 3: 20-30 e Luke 11: 14-54, especialmente verso 52. Por favor, leia com atenção se você quiser entender o problema. A situação é sobre quem é Jesus e quem o capacitou para fazer milagres. Por esta altura, os fariseus estão com inveja Dele, testando-o, tentando enganá-lo com perguntas e recusando-se a reconhecer quem ele é e recusando-se a vir a ele para que eles possam ter vida. John 5: 36-47 De acordo com Matthew 12: 14 & 15 eles estavam até tentando matá-lo. Veja também John 10: 31. Parece que os fariseus O seguiram (talvez misturando-se às multidões que se reuniram para ouvi-lo pregar e fazer milagres) a fim de vigiá-lo.

Nesta ocasião em particular, concernente ao pecado imperdoável, Mark 3: 22 declara que eles vieram de Jerusalém. Eles aparentemente o seguiram quando ele deixou a multidão para ir a outro lugar porque eles queriam encontrar uma razão para matá-lo. Lá, Jesus expulsou um demônio de um homem e o curou. É aqui que o pecado em questão ocorre. Mateus 12: 24 “Quando os fariseus ouviram isso, disseram: 'é apenas por Baalzebub, o príncipe dos demônios, que esse sujeito expulsa demônios.” (Baalzebub é outro nome para Satanás.) É no final dessa passagem, onde Jesus conclui dizendo: “quem fala contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo nem no mundo vindouro.” Este é o pecado imperdoável: “eles disseram que Ele tinha um espírito imundo.” Mark 3 30 Todo o discurso, que inclui as observações sobre o pecado imperdoável, é dirigido aos fariseus. Jesus conhecia seus pensamentos e falou diretamente com eles sobre o que estavam dizendo. Todo o discurso de Jesus e Seu julgamento sobre eles é baseado em seus pensamentos e palavras; Ele começou com isso e terminou com isso.

Simplesmente declarou que o pecado imperdoável é creditar ou atribuir as maravilhas e os milagres de Jesus, especialmente expulsar os demônios, para um espírito impuro. A Bíblia de Referência Scofield diz nas notas na página 1013 sobre Mark 3: 29 & 30 que o pecado imperdoável é “atribuir a Satanás as obras do Espírito”. O Espírito Santo está envolvido - Ele deu poder a Jesus. Jesus disse em Mateus 12: “Se eu expulso demônios pelo Espírito de Deus, então o reino de Deus chegou até você”. Ele conclui dizendo (por que você diz essas coisas) “blasfêmia contra o Espírito Santo. não vos será perdoado. ”Mateus 28: 12 Não há outra explicação nas Escrituras que diga que blasfêmia contra o Espírito Santo é. Lembre-se do fundo. Jesus teve o testemunho de João Batista (João 31: 1-32) de que o Espírito estava sobre ele. As palavras usadas no dicionário para descrever a blasfêmia são profanar, insultar, insultar e mostrar desprezo.

Certamente, desacreditar as obras de Jesus se encaixa nisso. Não gostamos quando alguém recebe crédito pelo que fazemos. Imagine tomar o trabalho do Espírito e creditá-lo a Satanás. A maioria dos estudiosos diz que esse pecado ocorreu apenas enquanto Jesus estava na Terra. O raciocínio por trás disso é que os fariseus foram testemunhas oculares de seus milagres e ouviram relatos em primeira mão sobre eles. Eles também foram instruídos nas profecias bíblicas e eram líderes que eram mais responsáveis ​​por causa de sua posição. Sabendo que João Batista disse que Ele era o Messias e que Jesus disse que Suas obras provavam quem Ele era, eles persistentemente recusaram-se a acreditar. Pior ainda, nas próprias Escrituras que discutem esse pecado, Jesus não apenas fala de sua blasfêmia, mas também os acusa de outra falha - a de dispersar aqueles que testemunharam sua blasfêmia. Mateus 12: 30 & 31 “quem não se ajunta comigo espalha. E então eu te digo ... quem fala contra o Espírito Santo não será perdoado ”.

Todas essas coisas estão ligadas, trazendo a dura condenação de Jesus. Desacreditar o Espírito é desacreditar a Cristo, anulando assim a obra dEle para qualquer um que ouvisse o que os fariseus diziam. Ele erradica todos os ensinamentos e salvação de Cristo com isto. Jesus disse dos fariseus em Lucas que os fariseus não apenas entraram, mas impediram ou impediram aqueles que estavam entrando. Mateus 11: 23 “você fechou o reino dos céus nos rostos dos homens”. Eles deveriam estar mostrando às pessoas o caminho e, em vez disso, elas estavam rejeitando-as. Leia também John 51: 52, 23, 13; 5: 33 & 36 (na verdade, todo o capítulo); 40: 10 & 37; 38: 14-10.

Resumindo, eles eram culpados porque: eles sabiam; eles viram; eles tinham conhecimento; eles não acreditavam; eles impediam os outros de acreditar e blasfemavam do Espírito Santo. Os Estudos Gregos de Palavra de Vincent acrescentam outra parte da explicação da gramática grega ao apontar que em Mark 3: 30 o tempo verbal indica que eles continuaram dizendo ou persistiram em dizer “Ele tem um espírito impuro”. A evidência indica que eles continuaram dizendo isso mesmo depois da ressurreição. Todas as evidências indicam que o pecado imperdoável não é um ato isolado, mas um padrão persistente de comportamento. Dizer de outra maneira negaria a clara e repetida verdade da Escritura de que “quem quer que venha”. Apocalipse 22: 17 John 3: 14-16 “Assim como Moisés levantou a cobra no deserto, assim também o Filho do Homem deve ser levantado, para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. ”Romanos 10:“ Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. '”

Deus está nos chamando para crer em Cristo e no evangelho. I Corinthians 15: 3 & 4 “Pelo que recebi, eu passei para você como de primeira importância: que Cristo morreu pelos nossos pecados de acordo com as Escrituras, que ele foi sepultado, que ele foi ressuscitado no terceiro dia de acordo com as Escrituras”. Se você acredita em Cristo, certamente você não está creditando Suas obras ao poder de Satanás e cometendo o pecado imperdoável. “Jesus fez muitos outros sinais milagrosos na presença de seus discípulos, que não estão registrados neste livro. Mas estes estão escritos para que você possa crer que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e que, crendo, você pode ter vida em seu nome. ”John 20: 30 & 31

Para onde o Espírito Santo vai depois que eu morrer?

O Espírito Santo está em toda parte presente e especialmente presente nos crentes. Salmo 139: 7 & 8 diz: “Onde posso ir do seu espírito? Onde posso fugir da sua presença? Se eu subir aos céus, você estará lá: se eu fizer minha cama nas profundezas, você estará lá ”. O Espírito Santo, estando presente em todos os lugares, não mudará, mesmo quando todos os crentes estiverem no céu.

O Espírito Santo também vive nos crentes a partir do momento em que eles são “nascidos de novo” ou “nascidos do Espírito” (John 3: 3-8). É minha opinião que quando o Espírito Santo vem a viver em um crente, ele se une ao espírito dessa pessoa em um relacionamento que é muito parecido com um casamento. I Coríntios 6: 16b & 17 “Pois é dito: 'Os dois se tornarão uma só carne'. Mas quem está unido com o Senhor é um com ele em espírito ”. Acho que o Espírito Santo permanecerá unido ao meu espírito mesmo depois de eu morrer.

Qual doutrina é a verdade?

Eu acredito que a resposta à sua pergunta está na Escritura. No que diz respeito a qualquer doutrina ou ensino, a única maneira de saber se o que está sendo ensinado é “verdade” é compará-lo com a “verdade” - as Escrituras - a Bíblia.

No livro de Atos (17: 10-12) na Bíblia, vemos um relato de como Lucas incentivou a igreja primitiva a lidar com a doutrina. Deus diz que toda a Escritura nos é dada para nossa instrução ou como exemplo.

Paulo e Silas foram enviados para Beréia, onde começaram a ensinar. Lucas cumprimentou os bereanos que ouviram Paulo ensinar, chamando-os de nobres porque, além de receberem a Palavra, examinam o ensinamento de Paulo, testando-o para ver se era verdadeiro. Atos 17: 11 diz que eles fizeram isso “pesquisando as Escrituras diariamente para ver se essas coisas (eles estavam sendo ensinadas) nós o fazemos”. Isto é exatamente o que devemos fazer com toda e qualquer coisa que alguém nos ensina.

Qualquer doutrina que você ouça ou leia deve ser testada. Você deve procurar e estudar a Bíblia para teste qualquer doutrina. Esta história é dada para o nosso exemplo. I Corinthians 10: 6 diz que os relatos das escrituras nos são dados para “exemplos para nós” e 2 Timothy 3: 16 diz que toda a Escritura é para nossa “instrução”. Os “profetas” do Novo Testamento foram instruídos a testar um ao outro para ver se o que eles disseram fosse preciso. I Corintians 14: 29 diz: “deixe dois ou três profetas falar e deixe os outros julgarem”.

A própria Escritura é o único registro verdadeiro das palavras de Deus e, portanto, é a única verdade com a qual devemos julgar. Então devemos fazer como Deus nos instrui e julgar tudo pela Palavra de Deus. Então, fique ocupado e comece a estudar e pesquisar a Palavra de Deus. Faça disso o seu padrão e a sua alegria como Davi fez nos Salmos.

I Tessalonicenses 5: 21 diz, na Nova Versão King James, “testem todas as coisas: retenham o que é bom”. O 21st Versão King James do século traduz a primeira parte do verso, "Prove todas as coisas." Aproveite a busca.

Existem vários sites on-line que podem ser muito úteis enquanto você estuda. Em biblegateway.com você pode ler qualquer verso em mais de 50 Inglês e muitas traduções de língua estrangeira e também procurar qualquer palavra toda vez que ocorre na Bíblia nessas traduções. Biblehub.com é outro recurso valioso. Dicionários gregos do Novo Testamento e Bíblias interlineares (que têm a tradução em inglês abaixo do grego ou hebraico) também estão disponíveis on-line e também podem ser muito úteis.

Quem é Deus?

Depois de ler suas perguntas e comentários, parece que você tem alguma crença em Deus e em Seu Filho, Jesus, mas também tem muitos mal-entendidos. Você parece ver Deus apenas através de opiniões e experiências humanas e vê-lo como alguém que deve fazer o que quiser, como se ele fosse um servo ou por demanda, e assim você julga a natureza dEle e diz que está "em risco".

Deixe-me primeiro dizer que minhas respostas serão baseadas na Bíblia, porque é a única fonte confiável para realmente entender quem é Deus e como Ele é.

Não podemos 'criar' nosso próprio deus para se adequar aos nossos próprios ditados, de acordo com nossos próprios desejos. Não podemos confiar em livros ou grupos religiosos ou quaisquer outras opiniões, devemos aceitar o verdadeiro Deus da única fonte que Ele nos deu, a Escritura. Se as pessoas questionam toda ou parte das Escrituras, ficamos com apenas opiniões humanas, que nunca concordam. Nós apenas temos um deus criado por humanos, um deus fictício. Ele é apenas nossa criação e não é Deus de forma alguma. Podemos também fazer um deus da palavra ou pedra ou uma imagem de ouro como Israel fez.

Queremos ter um deus que faça o que queremos. Mas nós não podemos nem mesmo mudar Deus por nossas demandas. Estamos apenas agindo como crianças, tendo uma birra para seguir nosso próprio caminho. Nada do que fazemos ou julgamos determina quem Ele é e todos os nossos argumentos não têm efeito sobre a Sua "natureza". Sua "natureza" não está "em jogo" porque dizemos isso. Ele é quem ele é: Deus Todo-Poderoso, nosso Criador.

Então, quem é o verdadeiro Deus? Há tantas características e atributos que eu mencionarei apenas alguns e não irei “comprovar o texto” de todos eles. Se você quiser, pode ir a uma fonte confiável como "Bible Hub" ou "Bible Gateway" on-line e fazer algumas pesquisas.

Aqui estão alguns dos seus atributos. Deus é Criador, Soberano, Todo Poderoso. Ele é santo, Ele é justo e justo e um juiz justo. Ele é nosso pai. Ele é luz e verdade. Ele é eterno. Ele não pode mentir. Tito 1: 2 nos diz: “Na esperança da vida eterna, que Deus, QUE NÃO PODE ENCONTRAR, prometeu há muito tempo. Malaquias 3: 6 diz que Ele é imutável: "Eu sou o SENHOR, não mudo."

NADA que fazemos, nenhuma ação, opinião, conhecimento, circunstâncias ou julgamento podem mudar ou afetar Sua “natureza”. Se a acusamos ou acusamos, Ele não muda. Ele é o mesmo ontem, hoje e sempre. Aqui estão mais alguns atributos: Ele está presente em todo lugar; Ele conhece tudo (onisciente) passado, presente e futuro. Ele é perfeito e ele é amor (eu John 4: 15-16). Deus é amoroso, bondoso e misericordioso para com todos.

Devemos notar aqui que todas as coisas ruins, desastres e tragédias que ocorrem, ocorrem por causa do pecado que entrou no mundo quando Adão pecou (Romanos 5: 12). Então, qual deve ser a nossa atitude para com o nosso Deus?

Deus é nosso Criador. Ele criou o mundo e tudo nele. (Consulte Genesis 1-3.) Ler Romanos 1: 20 & 21. Certamente implica isso porque Ele é nosso Criador e porque Ele é, bem, Deus, que Ele merece o nosso honra e louvor e glória. Ela diz: “Pois desde a criação do mundo, as qualidades invisíveis de Deus - Seu poder eterno e divino natureza - foram claramente vistos, sendo entendidos pelo que foi feito, de modo que os homens são indesculpáveis. Pois embora eles conhecessem a Deus, eles não o glorificaram como Deus, nem deram graças a Deus, mas o pensamento deles tornou-se fútil e seus corações tolos foram obscurecidos ”.

Devemos honrar e agradecer a Deus porque Ele é Deus e porque Ele é nosso Criador. Leia também Romanos 1: 28 & 31. Eu notei algo muito interessante aqui: que quando não honramos nosso Deus e Criador, nos tornamos “sem entendimento”.

Honrar a Deus é nossa responsabilidade. Matthew 6: 9 diz: “Pai Nosso que estais no céu santificado seja o Teu Nome.” Deuteronômio 6: 5 diz: “Amarás o SENHOR com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças”. Em Mateus 4 : 10 onde Jesus diz a Satanás: “Longe de mim, Satanás! Pois está escrito: 'Adore o Senhor, o seu Deus, e sirva somente a ele' ”.

O Salmo 100 nos lembra disso quando diz: “sirva ao Senhor com alegria”, “saiba que o próprio Senhor é Deus” e o versículo 3: “É Ele quem nos fez e não nós mesmos”. O versículo 3 também diz: "Nós somos Dele pessoas, o ovelha of Seu pasto”O versículo 4 diz:“ Entrai com louvor em Seus portões de ação de graças e Suas cortes. ”O versículo 5 diz:“ Porque o Senhor é bom, a sua benignidade é eterna e a sua fidelidade para todas as gerações ”.

Como Romanos, nos instrui a dar-lhe graças, louvor, honra e bênção! Salmo 103: 1 diz: “Abençoa o SENHOR, ó minha alma, e tudo o que há em mim abençoa Seu santo nome.” Salmo 148: 5 é claro ao dizer: “Louvem o Senhor. para Ele mandou e eles foram criados ”, e no verso 11 nos diz quem deve louvá-lo,“ todos os reis da terra e todos os povos ”, e o versículo 13 acrescenta:“ Pois só o seu nome é exaltado ”.

Para tornar as coisas mais enfáticas Colossenses 1: 16 diz: “todas as coisas foram criadas por Ele e para ele"E" Ele é antes de todas as coisas "e Apocalipse 4: 11 acrescenta:" por Teu prazer são e foram criados. "Fomos criados para Deus, Ele não foi criado para nós, para o nosso prazer ou para nós para obter o que nós quer. Ele não está aqui para nos servir, mas nós para servi-lo. Como Apocalipse 4: 11 diz: "Você é digno, nosso Senhor e Deus, para receber glória e honra e louvor, pois você criou todas as coisas, pois por sua vontade elas foram criadas e têm o seu ser." Devemos adorá-Lo. Salmo 2: 11 diz: “Adore o SENHOR com reverência e regozije-se com tremor”. Veja também Deuteronômio 6: 13 e 2 Chronicles 29: 8.

Você disse que era como Jó, que "Deus o amava anteriormente". Vamos dar uma olhada na natureza do amor de Deus para que você possa ver que Ele não para de nos amar, não importa o que façamos.

A ideia de que Deus deixa de nos amar por qualquer razão é comum entre muitas religiões. Um livro de doutrina que tenho, “Grandes Doutrinas da Bíblia de William Evans” ao falar sobre o amor de Deus, diz: “O cristianismo é realmente a única religião que estabelece o Ser Supremo como 'Amor'. Estabelece os deuses de outras religiões como seres raivosos que exigem nossas boas ações para apaziguá-los ou ganhar suas bênçãos ”.

Nós só temos dois pontos de referência em relação ao amor: o amor humano e o amor de Deus como revelado a nós na Escritura. Nosso amor é falho pelo pecado. Flutua ou pode até cessar enquanto o amor de Deus é eterno. Nós não podemos sequer imaginar ou compreender o amor de Deus. Deus é amor (eu John 1: 2).

O livro “Elementar Theology”, de Bancroft, na página 61, ao falar sobre o amor, diz: “o caráter daquele que ama dá caráter ao amor”. Isso significa que o amor de Deus é perfeito porque Deus é perfeito. (Veja Mateus 5: 48.) Deus é santo, então o Seu amor é puro. Deus é justo, então seu amor é justo. Deus nunca muda, então o Seu amor nunca flutua, falha ou cessa. I Coríntios 13: 11 descreve o amor perfeito dizendo isto: “O amor nunca falha”. Somente Deus possui esse tipo de amor. Leia o Salmo 136. Cada verso fala sobre a bondade de Deus, dizendo que a sua benignidade dura para sempre. Leia Romanos 8: 35-39, que diz: “quem pode nos separar do amor de Cristo? Será tribulação, angústia, perseguição, fome, nudez, perigo ou espada?

O versículo 38 continua: “Pois estou convencido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas presentes, nem as coisas futuras, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra coisa criada poderão nos separar. o amor de Deus. ”Deus é amor, então Ele não pode deixar de nos amar.

Deus ama a todos. Mateus 5: 45 diz: "Ele faz com que Seu sol se levante e caia sobre os maus e os bons, e envia chuva sobre os justos e os injustos." Ele abençoa a todos porque ama a todos. James 1: 17 diz: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem de cima e desce do Pai das luzes com quem não há mudança nem sombra de variação.” Salmo 145: 9 diz: “O SENHOR é bom para todos. ; Ele tem compaixão de tudo o que Ele fez. ”John 3: 16 diz:“ Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito ”.

E quanto a coisas ruins? Deus promete ao crente que “todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus” (Romans 8: 28). Deus pode permitir que as coisas entrem em nossas vidas, mas tenha certeza de que Deus as permitiu apenas por uma razão muito boa, não porque Deus tenha, de alguma forma ou por algum motivo, escolhido para mudar de idéia e deixar de nos amar.

Deus pode escolher nos permitir sofrer as conseqüências do pecado, mas Ele também pode escolher nos manter longe deles, mas sempre Suas razões estão vindo do amor e o propósito é para o nosso bem.

A provisão de amor da salvação

As escrituras dizem que Deus odeia o pecado. Para obter uma lista parcial, consulte Provérbios 6: 16-19. Mas Deus não odeia os pecadores (I Timothy 2: 3 & 4). 2 Peter 3: 9 diz: "O Senhor ... é paciente em relação a você, não desejando que você pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento".

Então Deus preparou um caminho para a nossa redenção. Quando pecamos ou nos afastamos de Deus, Ele nunca nos deixa e está sempre esperando que retornemos, Ele não deixa de nos amar. Deus nos dá a história do filho pródigo em Lucas 15: 11-32 para ilustrar Seu amor por nós, o amor do pai regozijando-se pelo retorno de seu filho desobediente. Nem todos os pais humanos são assim, mas nosso Pai Celestial sempre nos acolhe. Jesus diz em João 6: 37: “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e aquele que vem a Mim eu não vou expulsar. ”John 3: 16 diz:“ Deus amou o mundo ”. I Timothy 2: 4 diz que Deus“ deseja todos os homens para ser salvo e chegar ao conhecimento da verdade. ”Efésios 2: 4 & 5 diz:“ Mas, por causa de seu grande amor por nós, Deus, que é rico em misericórdia, nos deu vida com Cristo mesmo quando estávamos mortos em transgressões - é pela graça que você foi salvo ”.

A maior demonstração de amor em todo o mundo é a provisão de Deus para nossa salvação e perdão. Você precisa ler os capítulos de Romanos 4 & 5 onde muito do plano de Deus é explicado. Romans 5: 8 & 9 diz: “Deus demonstra Seu amor para conosco, em que enquanto éramos pecadores, Cristo morreu por nós. Muito mais do que agora, tendo sido justificados pelo Seu sangue, seremos salvos da ira de Deus através Dele. ”John 4: 9 & 10 diz:“ Foi assim que Deus mostrou Seu amor entre nós: Ele enviou Seu único Filho no mundo para que possamos viver através dele. Isto é amor: não que nós tenhamos amado a Deus, mas que Ele nos amou e enviou Seu Filho como sacrifício expiatório pelos nossos pecados. ”

John 15: 13 diz: "O amor maior não tem ninguém além disso, que ele entregue sua vida por seus amigos". I John 3: 16 diz: "É assim que sabemos o que é o amor: Jesus Cristo deu sua vida por nós… ”É aqui em João que diz“ Deus é Amor ”(capítulo XUMUM, verso 4). Isso é quem ele é. Esta é a prova final do seu amor.

Precisamos acreditar no que Deus diz - Ele nos ama. Não importa o que aconteça conosco ou como as coisas parecem no momento em que Deus nos pede para acreditar nEle e em Seu amor. David, que é chamado de “homem segundo o coração de Deus”, diz no Salmo 52: 8: “Eu confio no amor infalível de Deus para todo o sempre.” Eu John 4: 16 deveria ser nosso objetivo. “E chegamos a conhecer e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele ”.

Plano Básico de Deus

Aqui está o plano de Deus para nos salvar. 1) Todos nós pecamos. Romanos 3: 23 diz: “Todos pecaram e estão aquém da glória de Deus.” Romanos 6: 23 diz: “O salário do pecado é a morte.” Isaías 59: 2 diz: “Nossos pecados nos separaram de Deus.”

2) Deus providenciou um caminho. John 3: 16 diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito ...” Em João 14 Jesus disse: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

I Coríntios 15: 1 & 2 “Este é o dom gratuito da Salvação de Deus, o evangelho que apresentei pelo qual você é salvo.” O versículo 3 diz: “Que Cristo morreu pelos nossos pecados”, e o verso 4 continua, “que Ele foi sepultado e que Ele foi ressuscitado no terceiro dia. ”Mateus 26: 28 (KJV) diz:“ Este é o meu sangue do novo pacto que é derramado por muitos para o perdão do pecado. ”Eu peter 2: 24 (NASB) diz: "Ele mesmo levou nossos pecados em Seu corpo na cruz."

3) Não podemos ganhar a nossa salvação fazendo boas obras. Efésios 2: 8 & 9 diz: “Por graça, você é salvo pela fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não como resultado de obras, para que ninguém se glorie. ”Titus 3: 5 diz:“ Mas, quando a bondade e o amor de Deus, nosso Salvador para com o homem, apareceram, não pelas obras de justiça que fizemos, mas segundo a sua misericórdia Ele nos salvou ... ”2 Timothy 2: 9 diz:“ quem nos salvou e nos chamou para uma vida santa - não por causa de qualquer coisa que tenhamos feito, mas por causa de seu próprio propósito e graça ”.

4) Como a salvação e o perdão de Deus são feitos: John 3: 16 diz: “para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João usa a palavra crer 50 vezes no livro de João para explicar como receba o dom gratuito de Deus da vida eterna e do perdão. Romanos 6: 23 diz: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom de Deus é a vida eterna através de Jesus Cristo, nosso Senhor.” Romanos 10: 13 diz: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. "

Garantia do perdão

Eis por que temos certeza de que nossos pecados são perdoados. A vida eterna é uma promessa para “todos que crêem” e “Deus não pode mentir”. John 10: 28 diz: “Eu lhes dou a vida eterna, e eles nunca perecerão.” Lembre-se de John 1: 12 diz: O recebeu a eles. Ele deu o direito de se tornarem filhos de Deus, para aqueles que crêem em Seu Nome. ”É uma confiança baseada em Sua“ natureza ”de amor, verdade e justiça.

Se você veio a Ele e recebeu a Cristo, você está salvo. John 6: 37 diz: "Aquele que vem a mim de modo nenhum o lançarei fora". Se você não pediu a Ele para perdoá-lo e aceitar a Cristo, você pode fazer isso neste exato momento.

Se você acredita em alguma outra versão de Quem é Jesus e alguma outra versão do que Ele fez por você do que a dada nas Escrituras, você precisa “mudar de idéia” e aceitar Jesus, o Filho de Deus e Salvador do mundo. . Lembre-se, Ele é o único caminho para Deus (John 14: 6).

Perdão

Nosso perdão é uma parte preciosa da nossa salvação. O significado do perdão é que nossos pecados são mandados embora e Deus não se lembra mais deles. Isaías 38: 17 diz: “Você lançou todos os meus pecados nas Suas costas.” Salmo 86: 5 diz: “Para Ti, Senhor, és bom e pronto para perdoar, e abundante em benignidade para com todos os que invocam a Ti”. 10: 13. Salmo 103: 12 diz: "Na medida em que o leste é do oeste, até agora Ele removeu nossas transgressões de nós." Jeremias 31: 39 diz: "Eu perdoarei a iniqüidade deles e o pecado deles não me lembrarei mais."

Romanos 4: 7 & 8 diz: “Bem-aventurados aqueles cujas ações sem lei foram perdoadas e cujos pecados foram cobertos. Bem-aventurado o homem cujo pecado o Senhor não levará em conta ”. Isso é perdão. Se o seu perdão não é uma promessa de Deus, então onde você o encontra, pois, como já vimos, você não pode ganhá-lo.

Colossenses 1: 14 diz: “Em quem temos a redenção, até o perdão dos pecados.” Ver Atos 5: 30 & 31; 13: 38 e 26: 18. Todos esses versículos falam do perdão como parte de nossa salvação. Atos 10: 43 diz: "Todo aquele que crê Nele recebe o perdão dos pecados através do Seu Nome". Efésios 1: 7 também declara: "Em quem temos a redenção pelo seu sangue, o perdão dos pecados, segundo as riquezas do seu graça."

É impossível que Deus minta. Ele é incapaz disso. Não é arbitrário. O perdão é baseado em uma promessa. Se aceitarmos a Cristo, somos perdoados. Atos 10: 34 diz: "Deus não faz acepção de pessoas". A tradução da NIV diz: "Deus não demonstra favoritismo".

Eu quero que você vá ao 1 John 1 para mostrar como isso se aplica aos crentes que fracassam e pecam. Somos Seus filhos e, como nossos pais humanos, ou o pai do filho pródigo, perdoa, assim nosso Pai Celestial nos perdoa e nos receberá de novo e de novo.

Sabemos que o pecado nos separa de Deus, de modo que o pecado nos separa de Deus mesmo quando somos Seus filhos. Não nos separa do Seu amor, nem significa que não somos mais Seus filhos, mas quebra nossa comunhão com Ele. Você não pode confiar em sentimentos aqui. Apenas acredite em Sua palavra de que se você fizer a coisa certa, confesse, Ele perdoou você.

Nós somos como crianças

Vamos usar um exemplo humano. Quando uma criancinha desobedece e é confrontada, ele pode encobrir ou mentir ou se esconder de seus pais por causa de sua culpa. Ele pode se recusar a admitir seus erros. Assim, ele se separou de seus pais porque tem medo de descobrir o que ele fez e temer que eles fiquem zangados com ele ou o castiguem quando descobrirem. A proximidade e o conforto da criança com seus pais estão quebrados. Ele não pode experimentar a segurança, a aceitação e o amor que eles têm por ele. A criança se tornou como Adão e Eva se escondendo no Jardim do Éden.

Nós fazemos a mesma coisa com nosso Pai celestial. Quando pecamos, nos sentimos culpados. Temos medo de que Ele nos puna, ou Ele pare de nos amar ou nos jogue fora. Nós não queremos admitir que estamos errados. Nossa comunhão com Deus está quebrada.

Deus não nos deixa, Ele prometeu nunca nos deixar. Veja Mateus 28: 20, que diz: “E certamente estou sempre com você, até o fim dos tempos”. Estamos nos escondendo Dele. Nós não podemos nos esconder porque Ele conhece e vê tudo. Salmo 139: 7 diz: “Onde posso ir do seu espírito? Onde posso fugir da sua presença? ”Somos como Adão quando estamos nos escondendo de Deus. Ele está nos buscando, esperando que venhamos a Ele pedindo perdão, assim como um pai só quer que a criança reconheça e admita sua desobediência. É isso que nosso Pai Celestial quer. Ele está esperando para nos perdoar. Ele sempre nos levará de volta.

Os pais humanos podem deixar de amar uma criança, embora isso raramente aconteça. Com Deus, como vimos, seu amor por nós nunca falha, nunca cessa. Ele nos ama com amor eterno. Lembre-se de Romans 8: 38 & 39. Lembre-se de que nada pode nos separar do amor de Deus, não deixamos de ser Seus filhos.

Sim, Deus odeia o pecado e como Isaías 59: 2 diz: “os teus pecados se separaram entre ti e o teu Deus, os teus pecados esconderam o seu rosto de ti”. Diz no versículo 1: “o braço do SENHOR não é muito curto. para salvar, nem seu ouvido muito maçante para ouvir ", mas o Salmo 66: 18 diz:" Se eu considerar iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá. "

I John 2: 1 & 2 diz ao crente: “Meus queridos filhos, escrevo isto para você para que você não peca. Mas se alguém pecar, temos alguém que fala ao Pai em nossa defesa - Jesus Cristo, o Justo. ”Os crentes podem e pecam. Na verdade, eu digo a John 1: 8 & 10: “Se afirmamos estar sem pecado, enganamos a nós mesmos e a verdade não está em nós” e “se dissermos que não pecamos, fazemos dele um mentiroso, e sua palavra é não em nós. ”Quando pecamos, Deus nos mostra o caminho de volta no versículo 9 que diz:“ Se confessarmos (reconhecemos) nossa pecadosEle é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça ”.

We deve escolher confessar nosso pecado a Deus, então, se não experimentarmos o perdão, é nossa culpa, não de Deus. É nossa escolha obedecer a Deus. Sua promessa é certa. Ele nos perdoará. Ele não pode mentir.

Job Verses O Caráter De Deus

Vamos olhar para Jó desde que você o criou e verá o que realmente nos ensina sobre Deus e nosso relacionamento com Ele. Muitas pessoas entendem mal o livro de Jó, sua narrativa e conceitos. Pode ser um dos livros mais incompreendidos da Bíblia.

Um dos primeiros equívocos é assumir esse sofrimento é sempre ou principalmente um sinal da ira de Deus por um pecado ou pecados cometidos. Obviamente, isso é o que os três amigos de Jó tinham certeza, pelos quais Deus finalmente os repreendeu. (Voltaremos a isso mais tarde.) Outra é supor que prosperidade ou bênçãos são sempre ou geralmente um sinal de que Deus está satisfeito conosco. Errado. Esta é a noção do homem, um pensamento que pressupõe que recebemos a bondade de Deus. Perguntei a alguém o que se destacava do livro de Jó e a resposta foi: "Não sabemos de nada". Ninguém parece certo quem escreveu Jó. Nós não sabemos que Jó entendeu tudo o que estava acontecendo. Ele também não tinha as Escrituras, como nós.

Não se pode entender esse relato, a menos que se entenda o que está ocorrendo entre Deus e Satanás e a guerra entre as forças ou seguidores da justiça e os do mal. Satanás é o inimigo derrotado por causa da cruz de Cristo, mas você poderia dizer que ele não foi levado sob custódia ainda. Ainda há uma batalha neste mundo pelas almas das pessoas. Deus nos deu o livro de Jó e muitas outras Escrituras para nos ajudar a entender.

Primeiro, como afirmei anteriormente, todo mal, dor, doença e desastres resultam da entrada do pecado no mundo. Deus não faz nem cria o mal, mas pode permitir que os desastres nos testem. Nada entra em nossas vidas sem a Sua permissão, nem mesmo correção, nem nos permite sofrer as conseqüências de um pecado que cometemos. Isso é para nos tornar mais fortes.

Deus não decide arbitrariamente não nos amar. O amor é o Seu próprio Ser, mas Ele também é santo e justo. Vamos ver o cenário. No capítulo 1: 6, os "filhos de Deus" apresentaram-se a Deus e Satanás veio entre eles. Os "filhos de Deus" são provavelmente anjos, talvez uma companhia mista daqueles que seguiram a Deus e daqueles que seguiram a Satanás. Satanás veio de vagar pela terra. Isso me faz pensar em I Peter 5: 8 que diz: “Seu adversário, o diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar.” Deus aponta seu “servo Jó”, e aqui está um ponto muito importante. Ele diz que Jó é Seu servo justo e é irrepreensível, justo, teme a Deus e se desvia do mal. Note que Deus não está aqui em nenhum lugar acusando Jó de qualquer pecado. Satanás basicamente diz que a única razão pela qual Jó segue a Deus é porque Deus o abençoou e que, se Deus tirasse essas bênçãos, Jó amaldiçoaria a Deus. Aqui está o conflito. Então Deus então permite a Satanás afligir Jó para testar seu amor e fidelidade a si mesmo. Leia o capítulo 1: 21 & 22. Jó passou neste teste. Diz: “Em tudo isso Jó não pecou, ​​nem culpou a Deus”. No capítulo 2, Satanás novamente desafia Deus a testar Jó. Mais uma vez Deus permite que Satanás aflija Jó. Jó responde em 2: 10, “devemos aceitar o bem de Deus e não a adversidade”. Ele diz em 2: 10: “Em tudo isso Jó não pecou com seus lábios”.

Note que Satanás não podia fazer nada sem a permissão de Deus, e Ele estabelece os limites. O Novo Testamento indica isso em Lucas 22: 31 que diz: “Simão, Satanás desejou ter você”. A NASB diz assim: Satanás “exigiu permissão para peneirar você como trigo”. Leia Efésios 6: 11 & 12. Diz-nos para: "Colocar toda a armadura ou Deus" e "ficar contra os esquemas do diabo. Pois nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo sombrio e contra as forças espirituais do mal nos reinos celestes. ”Seja claro. Em tudo isso, Jó não havia pecado. Nós estamos em uma batalha.

Agora volte para I Peter 5: 8 e continue lendo. Basicamente explica o livro de Job. Ele diz, “mas resista a ele (o diabo), firme em sua fé, sabendo que as mesmas experiências de sofrimento estão sendo realizadas por seus irmãos que estão no mundo. Depois de ter sofrido por pouco tempo, o Deus de toda a graça, que o chamou para a Sua eterna glória em Cristo, aperfeiçoará, confirmará, fortalecerá e estabelecerá. ”Essa é uma forte razão para o sofrimento, além do fato de que o sofrimento faz parte de qualquer batalha. Se nunca tivéssemos sido tentados, seríamos apenas bebês alimentados com colher e nunca amadureceríamos. Nos testes nos tornamos mais fortes e vemos nosso conhecimento de Deus aumentar, vemos quem é Deus de novas maneiras e nosso relacionamento com Ele se torna mais forte.

Em Romanos 1: 17 diz: “o justo viverá pela fé”. Hebreus 11: 6 diz: “sem fé é impossível agradar a Deus.” 2 Corinthians 5: 7 diz: “Nós andamos pela fé, não pela vista . ”Podemos não entender isso, mas é um fato. Precisamos confiar em Deus em tudo isso, em qualquer sofrimento que Ele permita.

Desde a queda de Satanás (leia-se Ezequiel 28: 11-19; Isaías 14: 12-14; Revelação 12: 10.) Este conflito existe e Satanás deseja transformar cada um de nós de Deus. Satanás tentou até mesmo tentar Jesus a desconfiar de Seu Pai (Mateus 4: 1-11). Tudo começou com Eva no jardim. Note, Satanás tentou fazê-la questionar o caráter de Deus, Seu amor e cuidado por ela. Satanás insinuou que Deus estava guardando algo bom dela e que Ele não era amoroso e injusto. Satanás está sempre tentando dominar o reino de Deus e voltar seu povo contra ele.

Precisamos ver o sofrimento de Jó e o nosso à luz dessa “guerra” em que Satanás está constantemente tentando nos tentar mudar de lado e nos separar de Deus. Lembre-se de que Deus declarou Jó como sendo justo e irrepreensível. Não há sinal de uma acusação de pecado contra Jó até agora no relato. Deus não permitiu esse sofrimento por causa de qualquer coisa que Jó tivesse feito. Ele não o estava julgando, zangado com ele nem deixara de amá-lo.

Agora os amigos de Jó, que obviamente acreditam que o sofrimento é por causa do pecado, entram em cena. Só posso me referir ao que Deus diz deles e dizer que tenha cuidado para não julgar os outros, como eles julgaram Jó. Deus os repreendeu. Job 42: 7 & 8 diz: “Depois que o SENHOR disse estas coisas a Jó, disse a Elifaz, o temanita: 'Eu sou com raiva com você e seus dois amigos, porque você não falou de mim o que é certo como meu servo Jó tem. Toma agora sete touros e sete carneiros e vai ao meu servo Jó e sacrifica um holocausto por vós. Meu servo Jó vai orar por você e eu aceitarei sua oração e não lidarei com você de acordo com sua estupidez. Você não falou de mim o que é certo, como fez meu servo Jó. ”Deus estava zangado com eles pelo que haviam feito, dizendo-lhes que oferecessem um sacrifício a Deus. Note que Deus os fez ir a Jó e pedir a Jó que orasse por eles, porque eles não haviam falado a verdade sobre Ele como Jó tinha feito.

Em toda a sua caixa de diálogo (3: 1-31: 40), Deus ficou em silêncio. Você perguntou sobre Deus estar em silêncio para você. Realmente não diz por que Deus ficou tão calado. Às vezes Ele pode estar apenas esperando por nós para confiar nEle, andar pela fé, ou realmente procurar por uma resposta, possivelmente nas Escrituras, ou apenas ficar quieto e pensar sobre as coisas.

Vamos olhar para trás para ver o que aconteceu com o trabalho. Jó tem lutado contra as críticas de seus "assim chamados" amigos que estão determinados a provar que a adversidade resulta do pecado (Job 4: 7 & 8). Nós sabemos que nos capítulos finais Deus repreende Jó. Por quê? O que Jó faz de errado? Por que Deus faz isso? Parece que a fé de Jó não foi testada. Agora é severamente testado, provavelmente mais do que a maioria de nós jamais será. Acredito que uma parte deste teste é a condenação de seus “amigos”. Em minha experiência e observação, penso que o julgamento e a condenação de outros crentes é uma grande provação e desânimo. Lembre-se que a palavra de Deus diz para não julgar (Romanos 14: 10). Pelo contrário, nos ensina a "encorajar uns aos outros" (Hebreus 3: 13).

Enquanto Deus julgará nosso pecado e é uma possível razão para o sofrimento, nem sempre é a razão, como os "amigos" implicaram. Ver um pecado evidente é uma coisa, supondo que seja outra. O objetivo é a restauração, não derrubar e condenar. Jó fica zangado com Deus e com o Seu silêncio e começa a questionar a Deus e a exigir respostas. Ele começa a justificar sua raiva.

No capítulo X, Jó diz: "Eu vou manter a minha justiça". Mais tarde Deus diz que Jó fez isso acusando Deus (Jó 27: 6). No capítulo X, Jó duvida, referindo-se a Deus abençoando-o no tempo passado e dizendo que Deus não está mais com ele. É quase como se he está dizendo que Deus o amou anteriormente. Lembre-se de Mateus 28: 20 diz que isso não é verdade para Deus dá esta promessa: "E eu estou com você sempre, até o fim dos tempos". Hebreus 13: 5 diz: "Eu nunca te deixarei, nem te desampararei." Deus nunca deixou Jó e acabou falando com ele exatamente como fez com Adão e Eva.

Precisamos aprender a continuar a andar pela fé - não pela visão (ou sentimentos) e confiar em Suas promessas, mesmo quando não podemos “sentir” a Sua presença e ainda não recebemos uma resposta às nossas orações. Em Jó 30: 20 Jó diz: “Ó Deus, você não me responde.” Agora ele está começando a reclamar. No capítulo 31 Jó está acusando Deus de não ouvi-lo e dizendo que ele argumentaria e defenderia sua justiça diante de Deus se Deus somente ouvisse (Jó 31: 35). Ler o trabalho 31: 6. No capítulo 23: 1-5 Jó também está reclamando com Deus, porque Ele não está respondendo. Deus está em silêncio - ele diz que Deus não está dando a ele uma razão para o que Ele fez. Deus não precisa responder a Jó ou a nós. Nós realmente não podemos exigir nada de Deus. Veja o que Deus diz a Jó quando Deus fala. Job 38: 1 diz: “Quem é este que fala sem conhecimento?” Job 40: 2 (NASB) diz, “Wii, o detector de falhas, enfrenta o Todo Poderoso?” No trabalho 40: 1 & 2 (NIV) Deus diz que Jó “sustenta, "Corrige" e "acusa" ele. Deus inverte o que Jó diz, exigindo que Jó responda Dele questões. Verso 3 diz: "Eu vou questionar você e você vai responder me. ”No capítulo 40: 8 Deus diz:“ Você desacreditaria minha justiça? Você me condenaria para se justificar? ”Quem exige o quê e de quem?

Então Deus novamente desafia Jó com Seu poder como seu Criador, para o qual não há resposta. Deus essencialmente diz: “Eu sou Deus, eu sou Criador, não desacredite quem eu sou. Não questione meu amor, minha justiça, porque EU SOU DEUS, o Criador ”.

Deus não diz que Jó foi punido por um pecado passado, mas diz: “Não me questiones, porque só eu sou Deus”. Não estamos em posição de fazer exigências a Deus. Só ele é soberano. Lembre-se de que Deus quer que acreditemos nEle. É a fé que agrada a ele. Quando Deus nos diz que Ele é justo e amoroso, Ele quer que acreditemos nEle. A resposta de Deus deixou Jó sem resposta ou recurso, mas se arrependendo e adorando.

No Job 42: 3 Job é citado como tendo dito: “Certamente eu falei de coisas que não entendi, coisas maravilhosas para eu saber.” Em Job 40: 4 (NIV) Jó diz: “Eu sou indigno”. diz: "Eu sou insignificante." No trabalho 40: 5 Job diz: "Eu não tenho resposta", e no trabalho 42: 5 ele diz: "Meus ouvidos tinham ouvido falar de você, mas agora meus olhos viram você". então diz: “Eu me desprezo e me arrependo em pó e cinzas”. Ele agora tem uma compreensão muito maior de Deus, a correta.

Deus está sempre disposto a perdoar nossas transgressões. Todos nós falhamos e não confiamos em Deus às vezes. Pense em algumas pessoas nas Escrituras que falharam em algum ponto em sua caminhada com Deus, como Moisés, Abraão, Elias ou Jonas ou que entenderam mal o que Deus estava fazendo como Noemi, que se tornou amarga e que tal Pedro, que negou a Cristo. Deus deixou de amá-los? Não! Ele foi paciente, longânimo, misericordioso e clemente.

Disciplina

É verdade que Deus odeia o pecado e, assim como nossos pais humanos, Ele nos disciplinará e corrigirá se continuarmos pecando. Ele pode usar as circunstâncias para nos julgar, mas seu propósito é, como pai, e por amor a nós, restaurar-nos à comunhão com Ele mesmo. Ele é paciente e longânimo, misericordioso e pronto para perdoar. Como um pai humano, Ele quer que "cresçamos" e sejamos justos e maduros. Se Ele não nos disciplinasse, seríamos crianças mimadas e imaturas.

Ele também pode nos deixar sofrer as consequências do nosso pecado, mas Ele não nos desiste ou deixa de nos amar. Se respondermos corretamente e confessarmos nosso pecado e pedirmos a Ele que nos ajude a mudar, nos tornaremos mais semelhantes a nosso Pai. Hebreus 12: 5 diz: “Meu filho, não faça pouco (desprezar) a disciplina do Senhor e não desanime quando Ele te repreender, porque o Senhor disciplina aqueles que Ele ama e pune a todos que Ele aceita como um filho.” versículo 7 diz: “para quem o Senhor ama, Ele disciplina. Pois o que o filho não é disciplinado ”e o versículo 9 diz:“ Além disso, todos nós tivemos pais humanos que nos disciplinaram e nós os respeitamos por isso. Quanto mais devemos nos submeter ao Pai de nossos espíritos e viver. ”O versículo 10 diz:“ Deus nos disciplina para o nosso bem, para que possamos compartilhar de Sua santidade ”.

“Nenhuma disciplina parece agradável na época, mas dolorosa, no entanto, produz uma colheita de justiça e paz para aqueles que foram treinados por ela”.

Deus nos disciplina para nos tornar mais fortes. Embora Jó nunca tenha negado a Deus, ele desconfiou e desacreditou a Deus e disse que Deus era injusto, mas quando Deus o repreendeu, ele se arrependeu e reconheceu sua falta e Deus o restaurou. Jó respondeu corretamente. Outros como Davi e Pedro falharam também, mas Deus os restaurou também.

Isaías 55: 7 diz: “Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, pois Ele terá misericórdia dele e em abundante perdão”.

Se você cair ou falhar, apenas aplique 1 John 1: 9 e reconheça seu pecado como David e Peter fizeram e como Jó fez. Ele perdoará, promete. Pais humanos corrigem seus filhos, mas eles podem cometer erros. Deus não Ele é tudo sabendo. Ele é perfeito. Ele é justo e justo e te ama.

Por que Deus é silencioso?

Você levantou a questão de por que Deus ficou em silêncio quando você orou. Deus ficou em silêncio ao testar Jó também. Não há razão dada, mas só podemos dar conjecturas. Talvez Ele só precisasse de toda a coisa para mostrar a verdade de Satanás, ou talvez a obra dele no coração de Jó ainda não estivesse terminada. Talvez ainda não estejamos prontos para a resposta. Deus é o único que sabe, devemos apenas confiar nele.

Salmo 66: 18 dá outra resposta, em uma passagem sobre a oração, diz: “Se eu considerar iniqüidade em meu coração, o Senhor não me ouvirá”. Jó estava fazendo isso. Ele parou de confiar e começou a questionar. Isso também pode ser verdade para nós.

Pode haver outras razões também. Ele pode estar apenas tentando fazer você confiar, andar pela fé, não pela visão, experiências ou sentimentos. Seu silêncio nos força a confiar e a buscá-lo. Também nos força a ser persistentes na oração. Então aprendemos que é verdadeiramente Deus quem nos dá as nossas respostas, e nos ensina a ser gratos e apreciar tudo o que Ele faz por nós. Nos ensina que Ele é a fonte de todas as bênçãos. Lembre-se de James 1: 17: “Todo presente bom e perfeito é de cima, descendo do Pai das luzes celestiais, que não muda como sombras inconstantes. Como com Jó, podemos nunca saber o porquê. Nós podemos, como com Jó, reconhecer quem é Deus, que Ele é nosso Criador, não nós Dele. Ele não é nosso servo ao qual podemos ir e exigir que nossas necessidades e desejos sejam atendidos. Ele nem precisa nos dar razões para suas ações, embora muitas vezes ele faça isso. Devemos honrá-lo e adorá-lo, pois Ele é Deus.

Deus quer que nos aproximemos Dele, livre e ousadamente, mas com respeito e humildade. Ele vê e ouve todas as necessidades e pedidos antes de perguntarmos, então as pessoas perguntam: “Por que perguntar, por que orar?” Acho que pedimos e oramos para que percebamos que Ele está lá e Ele é real e Ele faz nos ouça e nos responda porque Ele nos ama. Ele é tão bom. Como Romans 8: 28 diz, Ele sempre faz o que é melhor para nós.

Outra razão pela qual não recebemos nosso pedido é que não pedimos Dele vai ser feito, ou nós não pedimos de acordo com a Sua vontade escrita como revelada na Palavra de Deus. I João 5: 14 diz: “E se pedirmos alguma coisa de acordo com a Sua vontade, sabemos que Ele nos ouve ... sabemos que temos o pedido que pedimos a Ele.” Lembre-se de que Jesus orou: “não seja minha vontade, mas a sua. Veja também Mateus 6: 10, o Pai Nosso. Nos ensina a orar: “Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu.”

Veja James 4: 2 por mais motivos para a oração não respondida. Ela diz: "Você não tem porque não pergunta". Simplesmente não nos incomodamos em orar e perguntar. Ele continua no versículo 3: “Você pede e não recebe porque você pergunta com motivos errados (KJV diz, pergunte errado) para que você possa consumi-la em seus próprios desejos.” Isso significa que estamos sendo egoístas. Alguém disse que estamos usando Deus como nossa máquina de vendas pessoal.

Talvez você devesse estudar o tema da oração apenas com base nas Escrituras, não em algum livro ou série de idéias humanas sobre a oração. Não podemos ganhar ou exigir nada de Deus. Nós vivemos em um mundo que coloca o ego em primeiro lugar e nós consideramos a Deus como fazemos com as outras pessoas, exigimos que nos coloquem em primeiro lugar e nos dê o que queremos. Nós queremos que Deus nos sirva. Deus quer que venhamos a Ele com pedidos, não exigências.

Filipenses 4: 6 diz: "Não fique ansioso por nada, mas em tudo pela oração e súplica, com ação de graças, deixe seus pedidos serem feitos conhecidos por Deus." Eu, Peter 5: 6 diz: "Humilhem-se, portanto, sob a mão poderosa de Deus , para que ele possa te erguer no devido tempo. ”Micah 6: 8 diz:“ Ele te mostrou o homem, o que é bom. E o que o Senhor exige de você? Agir com justiça e amar a misericórdia e andar humildemente com o seu Deus ”.

Conclusão

Há muito a aprender com o trabalho. A primeira resposta de Job ao teste foi de fé (Job 1: 21). As escrituras dizem que devemos “andar pela fé e não pela vista” (2 Corinthians 5: 7). Confie na justiça, justiça e amor de Deus. Se nós questionamos a Deus, estamos nos colocando acima de Deus, tornando-se Deus. Estamos nos tornando o juiz do Juiz de toda a terra. Todos nós temos dúvidas, mas precisamos honrar a Deus como Deus e quando falhamos como Jó depois precisamos nos arrepender, o que significa “mudar de idéia” como Jó fez, ter uma nova perspectiva de quem Deus é - o Criador Todo-Poderoso, e adorá-lo como Jó fez. Precisamos reconhecer que é errado julgar a Deus. A “natureza” de Deus nunca está em jogo. Você não pode decidir quem é Deus ou o que deve fazer. Você não pode de maneira alguma mudar Deus.

James 1: 23 & 24 diz que a Palavra de Deus é como um espelho. Ele diz: "Qualquer um que ouve a palavra, mas não faz o que diz, é como um homem que olha para o rosto dele em um espelho e, depois de olhar para si mesmo, vai embora e esquece imediatamente como ele é." Deus parou de amar Jó e você. É evidente que Ele não o fez e a Palavra de Deus diz que Seu amor é eterno e não falha. No entanto, você tem sido exatamente como Jó em que “escureceu o Seu conselho”. Acho que isso significa que você “desacreditou” a Ele, Sua sabedoria, propósito, justiça, julgamentos e Seu amor. Você, como Jó, está “achando falta” de Deus.

Olhe para si mesmo claramente no espelho de “Jó”. Você é o único “culpado” como Jó era? Assim como Jó, Deus sempre está pronto para perdoar se confessarmos nossa falta (I João 1: 9). Ele sabe que somos humanos. Agradar a Deus é sobre fé. Um deus que você inventa em sua mente não é real, apenas o Deus nas Escrituras é real.

Lembre-se no início da história, Satanás apareceu com um grande grupo de anjos. A Bíblia ensina que os anjos aprendem sobre Deus de nós (Efésios 3: 10 & 11). Lembre-se também que há um grande conflito acontecendo.

Quando “desacreditamos a Deus”, quando chamamos a Deus de injusto, injusto e desamoroso, estamos desacreditando-o diante de todos os anjos. Estamos chamando Deus de mentiroso. Lembre-se de que Satanás, no Jardim do Éden, desacreditou Deus para Eva, implicando que Ele era injusto, injusto e desamoroso. Jó eventualmente fez o mesmo e nós também. Desonramos Deus diante do mundo e diante dos anjos. Em vez disso, devemos honrá-lo. De que lado estamos? A escolha é só nossa.

Jó fez a sua escolha, ele se arrependeu, isto é, mudou de idéia sobre quem era Deus, ele desenvolveu uma maior compreensão de Deus e quem ele era em relação a Deus. Ele disse no capítulo 42, versos 3 e 5: “certamente eu falei de coisas que eu não entendi, coisas maravilhosas demais para eu saber… mas agora meus olhos viram você. Por isso eu me desprezo e me arrependo em pó e cinzas. ”Jó reconheceu que ele“ contendeu ”com o Todo-Poderoso e esse não era o seu lugar.

Veja o final da história. Deus aceitou sua confissão e restaurou-o e duplamente o abençoou. Job 42: 10 & 12 diz: "O Senhor o fez próspero novamente e deu-lhe o dobro do que ele tinha antes ... O Senhor abençoou a última parte da vida de Jó mais do que a primeira."

Se estamos exigindo de Deus e contendendo e “pensando sem conhecimento”, nós também devemos pedir a Deus que nos perdoe e “ande humildemente diante de Deus” (Miquéias 6: 8). Isso começa com o reconhecimento de quem ele é em relação a nós mesmos e acreditando na verdade como Jó fez. Um coro popular baseado em Romanos 8: 28 diz: “Ele faz todas as coisas para o nosso bem”. As Escrituras dizem que o sofrimento tem um propósito Divino e se é para nos disciplinar, é para o nosso bem. Eu John 1: 7 diz para "andar na luz", que é a Sua Palavra revelada, a Palavra de Deus.

Por que não consigo entender a palavra de Deus?

Você pergunta: “Por que não consigo entender a Palavra de Deus? Que pergunta ótima e honesta. Primeiro de tudo, você deve ser um cristão, um dos filhos de Deus para realmente entender as Escrituras. Isso significa que você deve acreditar que Jesus é o Salvador, que morreu na cruz para pagar a penalidade pelos nossos pecados. Romanos 3: 23 diz claramente que todos nós pecamos e Romanos 6: 23 diz que a penalidade pelo nosso pecado é morte - morte espiritual que significa que estamos separados de Deus. Leia I Peter 2: 24; Isaías 53 e João 3: 16, que diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito (para morrer na cruz em nosso lugar) para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. não pode realmente entender a Palavra de Deus, porque ele ainda não tem o Espírito de Deus. Veja, quando aceitamos ou recebemos a Cristo, Seu Espírito habita em nossos corações e uma coisa que Ele faz é nos instruir e nos ajudar a entender a Palavra de Deus. I Coríntios 2: 14 diz: “O homem sem o Espírito não aceita as coisas que vêm do Espírito de Deus, porque são loucura para ele, e ele não pode entendê-las, porque elas são discernidas espiritualmente”.

Quando aceitamos a Cristo, Deus nos diz que nascemos de novo (John 3: 3-8). Nós nos tornamos Seus filhos e como com todas as crianças, entramos nessa nova vida como bebês e precisamos crescer. Nós não nos tornamos maduros, entendendo toda a Palavra de Deus. Maravilhosamente, em I Pedro 2: 2 (NKJB) Deus diz, “como recém-nascidos desejam o leite puro da palavra que você pode cultivar assim”. Bebês começam com leite e gradualmente crescem para comer carne e assim, nós como crentes comece como bebês, não entendendo tudo e aprenda gradualmente. As crianças não começam a saber cálculo, mas com simples adição. Por favor, leia I Peter 1: 1-8. Diz que adicionamos a nossa fé. Nós crescemos em caráter e maturidade através do nosso conhecimento de Jesus através da Palavra. A maioria dos líderes cristãos sugere começar com um evangelho, especialmente Marcos ou João. Ou você poderia começar com Gênesis, as histórias de grandes personagens da fé como Moisés ou José ou Abraão e Sara.

Eu vou compartilhar minha experiência. Espero te ajudar. Não tente encontrar algum significado profundo ou místico a partir das Escrituras, mas apenas tome isso de uma maneira literal, como relatos da vida real ou como direções, como quando diz amar o próximo ou até mesmo o inimigo, ou nos ensina a orar. . A Palavra de Deus é descrita como luz para nos guiar. Em James 1: 22 diz ser fazedores da Palavra. Leia o resto do capítulo para ter uma ideia. Se a Bíblia diz orar - ore. Se diz que dá para os necessitados, faça isso. Tiago e as outras epístolas são muito práticos. Eles nos dão muitas coisas para obedecer. Eu, João, diz assim: “ande na luz”. Eu acho que todos os crentes acham que a compreensão é difícil no começo, eu sei que sim.

Joshua 1: 8 e Palms 1: 1-6 nos dizem para gastar tempo na Palavra de Deus e meditar sobre ela. Isso significa simplesmente pensar sobre isso - não dobrar as mãos e murmurar uma oração ou algo assim, mas pense sobre isso. Isso me leva a outra sugestão que eu acho muito útil, estudar um tópico - obtenha uma boa concordância ou vá para o BibleHub ou BibleGateway e estude um tópico como oração ou alguma outra palavra ou tópico como salvação, ou faça uma pergunta e procure uma resposta deste jeito.

Aqui está algo que mudou meu pensamento e abriu as Escrituras para mim de uma maneira totalmente nova. James 1 também ensina que a Palavra de Deus é como um espelho. Os versos 23-25 dizem: “Qualquer um que ouve a palavra, mas não faz o que diz, é como um homem que olha para o seu rosto em um espelho e, depois de olhar para si mesmo, vai embora e esquece imediatamente como é. Mas o homem que olha atentamente para a lei perfeita que dá liberdade, e continua a fazer isso, não esquecendo o que ele ouviu, mas fazendo isso - ele será abençoado naquilo que ele faz. ”Quando você lê a Bíblia, olhe para ela. como um espelho em seu coração e alma. Veja a si mesmo, para o bem ou para o mal, e faça algo sobre isso. Uma vez eu ensinei uma aula da Escola Bíblica de Férias chamada Veja-se na Palavra de Deus. Foi a abertura dos olhos. Então, olhe para si mesmo na Palavra.

Ao ler sobre um personagem ou ler uma passagem, faça a si mesmo perguntas e seja honesto. Faça perguntas como: O que esse personagem está fazendo? Isso é certo ou errado? Como eu sou como ele? Estou fazendo o que ele ou ela está fazendo? O que eu preciso mudar? Ou pergunte: O que Deus está dizendo nesta passagem? O que posso fazer melhor? Há mais direções nas Escrituras do que podemos cumprir. Esta passagem diz ser fazedores. Fique ocupado fazendo isso. Você precisa pedir a Deus para mudar você. 2 Corinthians 3: 18 é uma promessa. Ao olhar para Jesus, você se tornará mais semelhante a ele. O que quer que você esteja vendo nas Escrituras, faça algo sobre isso. Se você está falhando, confesse a Deus e peça a Ele para mudar você. Veja I John 1: 9. É assim que você cresce.

Conforme você cresce, começa a entender cada vez mais. Apenas desfrute e regozije-se na luz que você tem e caminhe nela (obedeça) e Deus revelará os próximos passos como uma lanterna no escuro. Lembre-se de que o Espírito de Deus é seu Mestre, então peça a Ele para ajudá-lo a entender as Escrituras e lhe dar sabedoria.

Se obedecermos, estudarmos e lermos a Palavra, veremos Jesus porque Ele está em toda a Palavra, desde o princípio, na criação, até as promessas de Sua vinda, ao cumprimento do Novo Testamento dessas promessas, às Suas instruções à igreja. Eu prometo a você, ou devo dizer que Deus promete a você, Ele transformará sua compreensão e Ele transformará você em sua imagem - para ser como ele. Não é esse o nosso objetivo? Além disso, vá à igreja e ouça a palavra ali.

Aqui está um aviso: não leia muitos livros sobre as opiniões do homem sobre a Bíblia ou as idéias do homem sobre a Palavra, mas leia a própria Palavra. Permita que Deus te ensine. Outra coisa importante é testar tudo o que você ouve ou lê. Em Atos 17: 11, os Bereanos são elogiados por isso. Ela diz: “Agora os bereanos eram de caráter mais nobre que os tessalonicenses, pois recebiam a mensagem com grande ansiedade e examinavam as Escrituras todos os dias para ver se o que Paulo dizia era verdade”. Eles até testaram o que Paulo disse, e sua única medida foi a Palavra de Deus, a Bíblia. Devemos sempre testar tudo o que lemos ou ouvimos sobre Deus, checando as Escrituras. Lembre-se disso é um processo. Leva anos para um bebê se tornar um adulto.

Por que Deus não respondeu minha oração, mesmo quando eu tinha fé?

Você fez uma pergunta muito complexa que não é fácil de responder. Só Deus conhece seu coração e sua fé. Ninguém pode julgar sua fé, ninguém a não ser Deus.

O que eu sei é que há muitas outras Escrituras a respeito da oração e eu acho que a melhor maneira de ajudar é dizer que você deve pesquisar as Escrituras e estudá-las o máximo possível e pedir a Deus para ajudá-lo a compreendê-las.

Se você ler o que outras pessoas dizem sobre isso ou qualquer outro assunto bíblico, há um bom versículo que você deve aprender e lembrar: Atos 17: 10, que diz: “Agora os bereanos eram de caráter mais nobre que os tessalonicenses, pois receberam o com grande entusiasmo e examinava as Escrituras todos os dias para ver se o que Paulo dizia era verdade ”.

Este é um ótimo princípio para se viver. Nenhuma pessoa é infalível, só Deus é. Nunca devemos apenas aceitar ou acreditar no que ouvimos ou lemos porque alguém é um “famoso” líder da igreja ou pessoa reconhecida. Devemos sempre verificar e comparar tudo o que ouvimos com a Palavra de Deus; sempre. Se contradiz a Palavra de Deus, rejeite-a.

Para encontrar versículos sobre oração use uma concordância ou olhe em sites como o Bible Hub ou o Portal da Bíblia. Primeiro permita-me compartilhar alguns princípios de estudo da Bíblia que outros me ensinaram e me ajudaram ao longo dos anos.

Não apenas isole um único verso, como aqueles sobre “fé” e “oração”, mas compare-os com outros versículos sobre o tópico e toda a Escritura em geral. Também estude cada verso em seu contexto, isto é, a história em torno do verso; a situação e as circunstâncias reais em que foi falada e o evento ocorreu. Faça perguntas como: Quem disse isso? Ou com quem eles estavam conversando e por quê? Continue fazendo perguntas como: Existe uma lição a ser aprendida ou algo a ser evitado? Eu aprendi assim: Pergunte: Quem? O que? Onde? Quando? Por quê? Como?

Sempre que tiver alguma dúvida ou problema, procure na Bíblia a sua resposta. John 17: 17 diz: “Tua palavra é a verdade.” 2 Peter 1: 3 diz: “Seu poder divino nos deu tudo precisamos para a vida e piedade através do nosso conhecimento dAquele que nos chamou por Sua própria glória e bondade ”. Nós somos aqueles que são imperfeitos, não Deus. Ele nunca falha, nós podemos falhar. Se não temos nossas orações respondidas, somos nós que fracassamos ou somos mal compreendidos. Pense em Abraão que tinha 100 anos quando Deus respondeu à sua oração por um filho e algumas das promessas de Deus para ele não foram cumpridas até muito depois de sua morte. Mas Deus respondeu na hora certa.

Tenho certeza de que ninguém tem fé perfeita sem duvidar o tempo todo, em todas as situações. Mesmo as pessoas a quem Deus deu o dom espiritual da fé não são perfeitas ou infalíveis. Só Deus é perfeito. Nem sempre sabemos ou entendemos a Sua vontade, o que Ele está fazendo ou o que é melhor para nós. Ele faz. Confia nele.

Para iniciá-lo em um estudo de oração, vou apontar alguns versículos para você pensar. Então comece a se fazer perguntas, como: Eu tenho o tipo de fé que Deus requer? (Ah, mais perguntas, mas acho que são muito úteis.) Duvido? A fé perfeita é necessária para receber uma resposta à minha oração? Existem outras qualificações para a oração respondida? Existem obstáculos para a oração ser respondida?

Coloque-se na foto. Certa vez trabalhei para alguém que ensinava histórias da Bíblia intituladas: “Veja-se no espelho de Deus”. A palavra de Deus é mencionada como um espelho em James 1: 22 & 23. A idéia é se ver em tudo o que você está lendo na Palavra. Pergunte a si mesmo: Como eu me encaixo nesse personagem, seja para o bem ou para o mal? Estou fazendo as coisas do jeito de Deus, ou preciso pedir perdão e mudar?

Agora vamos ver uma passagem que veio à sua mente quando você fez sua pergunta: Mark 9: 14-29. (Por favor, leia.) Jesus, com Pedro, Tiago e João, estava retornando da transfiguração para se juntar aos outros discípulos que estavam com uma grande multidão que incluía líderes judeus chamados escribas. Quando a multidão viu Jesus, eles correram para Ele. Entre eles veio um que tinha um filho possuído por demônios. Os discípulos não conseguiram expulsar o demônio. O pai do menino disse a Jesus: "Se você posso fazer alguma coisa, ter compaixão de nós e nos ajudar? ”Isso não soa como uma grande fé, mas apenas o suficiente para pedir ajuda. Jesus respondeu: "Tudo é possível se você crer". O pai disse: "Acredito, compadece-se de mim em minha incredulidade". Jesus, conhecendo a multidão, observava e amava a todos, expulsou o demônio e levantou-se. o garoto. Mais tarde, os discípulos perguntaram por que eles não podiam expulsar o demônio. Ele disse: “Esse tipo não pode sair por nada além de oração” (provavelmente significa oração fervorosa e persistente, não um único pedido curto). No relato paralelo em Mateus 17: 20, Jesus disse aos discípulos que isso também se devia à incredulidade deles. Foi um caso especial (Jesus chamou de "esse tipo").

Jesus estava atendendo às necessidades de muitas pessoas aqui. O menino precisava de uma cura, o pai queria esperança e a multidão precisava ver quem ele era e acreditar. Ele também estava ensinando seus discípulos sobre fé, fé nEle e oração. Eles estavam sendo ensinados por Ele, preparados por Ele para uma tarefa especial, um trabalho especial. Eles estavam sendo preparados para entrar “em todo o mundo e pregar o evangelho”, para proclamar ao mundo quem Ele era, Deus o Salvador que morreu por seus pecados, demonstrado pelos mesmos sinais e maravilhas. Ele realizou uma responsabilidade monumental que eles foram especialmente escolhidos para realizar. (Leia Mateus 16: 15; Atos 17: 2; Atos 1: 8 e Atos 17: 3.) Hebreus 18: 28b & 2 diz: "Esta salvação, que foi anunciada pela primeira vez pelo Senhor, foi confirmada para nós por aqueles que o ouviram . Deus também testificou através de sinais, maravilhas e vários milagres, e por dons do Espírito Santo distribuídos de acordo com a sua vontade. ”Eles precisavam de grande fé para realizar grandes coisas. Leia o livro de Atos. Mostra como eles foram bem sucedidos.

Eles tropeçaram por causa da falta de fé durante o processo de aprendizagem. Às vezes, como em Mark 9, eles falharam devido à falta de fé, mas Jesus foi paciente com eles, assim como Ele está conosco. Nós, não mais do que os discípulos, podemos culpar a Deus quando nossas orações não são respondidas. Precisamos ser como eles e pedir a Deus para "aumentar nossa fé".

Nesta situação, Jesus estava atendendo às necessidades de muitas pessoas. Isso geralmente acontece quando oramos e pedimos a Ele nossas necessidades. Raramente é apenas sobre o nosso pedido. Vamos colocar algumas dessas coisas juntas. Jesus responde a oração por uma razão ou por muitas razões. Por exemplo, tenho certeza de que o pai em Mark 9 não tinha ideia do que Jesus estava fazendo na vida dos discípulos ou da multidão. Aqui nesta passagem, e observando todas as Escrituras, podemos aprender muito sobre por que nossas orações não são respondidas da maneira que queremos ou quando queremos que elas sejam. Mark 9 nos ensina muito sobre como entender as Escrituras, a oração e os caminhos de Deus. Jesus estava mostrando todos eles Quem Ele era: seu Deus amoroso e todo poderoso e Salvador.

Vamos olhar os apóstolos novamente. Como eles sabiam quem ele era, que Ele foi "O Cristo, o Filho de Deus", como professou Pedro. Eles sabiam, ao entenderem as Escrituras, toda a Escritura. Como sabemos quem é Jesus, por isso temos fé para acreditar Nele? Como sabemos que Ele é o Prometido - o Messias. Como podemos reconhecê-lo ou como alguém o reconhece? Como os discípulos O reconheceram para se dedicarem a espalhar o evangelho sobre ele? Você vê, tudo se encaixa - uma parte do plano de Deus.

Uma maneira pela qual eles O reconheceram foi que Deus anunciou em uma voz do céu (Mateus 3: 17) dizendo: “Este é o meu Filho amado em quem eu me agrado”. Outra maneira era a profecia ser cumprida (aqui ciente de todos Escritura - no que se refere a sinais e maravilhas).

Deus no Antigo Testamento enviou muitos profetas para nos dizer quando e como Ele viria, o que faria e como seria. Os líderes judeus, escribas e fariseus reconheceram esses versos proféticos, como fizeram muitas pessoas. Uma dessas profecias foi através de Moisés, conforme encontrado em Deuteronômio 18: 18 & 19; 34: 10-12 e Números 12: 6-8, todos os quais nos mostram que o Messias seria um profeta como Moisés, que falaria por Deus (da sua mensagem) e faria grandes sinais e maravilhas.

Em John 5: 45 & 46 Jesus alegou ser aquele Profeta e apoiou Sua reivindicação pelos sinais e maravilhas que realizou. Ele não apenas falou a palavra de Deus, mais do que isso, Ele é chamado de Palavra (veja João 1 e Hebreus 1). Lembre-se, os discípulos foram escolhidos para fazer o mesmo, proclamar Quem era Jesus por sinais e maravilhas em Seu Nome, e assim Jesus estava nos Evangelhos, treinando-os para fazer exatamente isso, ter fé para pedir em Seu nome, conhecendo Ele faria isso.

O Senhor quer que nossa fé cresça também, como a deles, para que possamos falar às pessoas sobre Jesus, para que elas creiam Nele. Uma maneira pela qual Ele faz isso é nos dando oportunidades de sair na fé para que Ele possa demonstrar Dele disposição para nos mostrar Quem Ele é e glorificar o Pai por respostas às nossas orações. Ele também ensinou a Seus discípulos que às vezes é preciso oração persistente. Então, o que devemos aprender com isso? A fé perfeita é sem duvidar sempre necessária para a oração respondida? Não era pelo pai do menino possuído pelo demônio.

O que mais as Escrituras nos dizem sobre a oração? Vamos ver outros versículos sobre oração. Quais são os outros requisitos para a oração respondida? O que pode impedir que a oração seja respondida?

1). Veja o Salmo 66: 18. Ela diz: “Se eu considerar o pecado em meu coração, o Senhor não ouvirá”. Em Isaías 58 Ele diz que não ouvirá ou responderá às orações de Seu povo por causa de seus pecados. Eles estavam negligenciando os pobres e não se importando um com o outro. O versículo 9 diz que eles deveriam se afastar de seus pecados (ver I João 1: 9), “então você vai ligar e eu responderei.” Em Isaías 1: 15-16 Deus diz: “Quando você espalha suas mãos em oração, eu vai esconder meus olhos de você. Sim, mesmo que você multiplique orações, não vou ouvir. Lave-se, faça-se limpo, retire o mal dos seus atos da minha vista. Deixem de fazer o mal ”. Um pecado particular que impede a oração é encontrado em I Peter 3: 7. Diz aos homens como devem tratar suas esposas para que suas orações não sejam prejudicadas. I João 1: 1-9 nos diz que os crentes pecam, mas diz: “Se confessarmos o nosso pecado, Ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.” Então podemos continuar a orar e Deus ouvirá nossos pecados. solicitações de.

2). Outra razão pela qual as orações não são respondidas é encontrada em James 4: 2 & 3, que afirma: “Você não tem porque você não pergunta. Você pede e não recebe, porque você pede com motivos errados, para que você possa gastá-lo em seus próprios prazeres. ”A Versão do Rei Jaime diz desejos em vez de prazeres. Neste contexto, os crentes estavam brigando uns com os outros por poder e ganho. A oração não deve ser apenas para conseguir coisas para nós mesmos, para o poder ou como um meio de obter nossos desejos egoístas. Deus diz aqui que Ele não concede esses pedidos.

Então qual é o propósito da oração, ou como devemos orar? Os discípulos perguntaram a Jesus esta questão. O Pai Nosso em Mateus 6 e Lucas 11 responde a essa pergunta. É um padrão ou lição para a oração. Nós devemos orar ao Pai. Devemos pedir que Ele seja glorificado e orar para que o Seu reino venha. Devemos orar para que sua vontade seja cumprida. Devemos orar para sermos impedidos da tentação e libertados do Maligno. Devemos pedir perdão (e perdoar os outros) e que Deus proverá nosso perdão NECESSIDADES Não diz nada sobre pedir nossos desejos, mas Deus diz que se o buscarmos primeiro, Ele nos dará muitas bênçãos.

3). Outro obstáculo à oração é a dúvida. Isso nos traz de volta à sua pergunta. Embora Deus responda a oração por aqueles que estão aprendendo a confiar, Ele quer que nossa fé cresça. Muitas vezes percebemos nossa falta de fé, mas há muitos versículos que ligam a oração respondida à fé sem duvidar, como: Mark 9: 23-25; 11: 24; Matthew 2: 22; 17: 19-21; 21: 27; James 1: 6-8; 5: 13-16 e Luke 17: 6. Lembre-se de que Jesus disse aos discípulos que eles não poderiam expulsar um demônio devido à sua falta de fé. Eles exigiram esse tipo de fé para sua tarefa após a ascensão.

Pode haver momentos em que a fé sem duvidar é necessária para uma resposta. Muitas coisas podem nos levar a duvidar. Nós duvidamos de sua capacidade ou sua vontade de responder? Podemos duvidar por causa do pecado, tira a nossa confiança em nossa posição nEle. Achamos que ele não responde mais hoje no 2019?

Em Mateus 9: 28 Jesus perguntou ao homem cego: “Você acredita que eu sou capaz para fazer isso? ”Existem graus de maturidade e fé, mas Deus ama todos nós. Em Matthew 8: 1-3, um leproso disse: "Se você estiver disposto, pode me limpar".

Esta forte fé vem por conhecê-lo (cumprindo) e sua palavra (vamos olhar para John 15 mais tarde). A fé, em si mesma, não é o objeto, mas não podemos agradá-Lo sem ela. A fé tem um objeto, uma pessoa - Jesus. Não fica por si só. I Coríntios 13: 2 nos mostra que a fé não é o fim em si mesmo - Jesus é.

Às vezes, Deus dá um dom especial de fé a alguns de seus filhos, para um propósito especial ou ministério. As Escrituras ensinam que Deus dá um dom espiritual a todo e qualquer crente quando ele nasce de novo, um presente para construir um ao outro para o trabalho do ministério em alcançar o mundo para Cristo. Um desses dons é a fé; fé para acreditar que Deus responderá aos pedidos (exatamente como os apóstolos fizeram).

O propósito deste presente é semelhante ao propósito da oração, como vimos em Mathew 6. É para a glória de Deus. Não é para obter ganhos egoístas (para obter algo pelo qual ansiamos), mas para beneficiar a Igreja, o corpo de Cristo, para trazer maturidade; para crescer a fé e demonstrar que Jesus é o Filho de Deus. Não é por prazer, orgulho ou lucro. É principalmente para os outros e para satisfazer as necessidades dos outros ou um ministério particular.

Todos os dons espirituais são dados por Deus a seu critério, não por nossa escolha. Os dons não nos tornam infalíveis, nem nos tornam espirituais. Nenhuma pessoa tem todos os presentes, nem toda pessoa possui um presente em particular e qualquer presente pode ser abusado. (Leia I Coríntios 12; Efésios 4: 11-16 e Romanos 12: 3-11 para entender presentes.)

Precisamos ser muito cuidadosos se tivermos recebido dons milagrosos, como milagres, curas ou fé, porque podemos nos embelezar e nos orgulhar. Alguns usaram esses dons para poder e lucro. Se pudéssemos fazer isso, conseguir o que quiséssemos apenas perguntando, o mundo correria atrás de nós e nos pagaria para orarmos para que eles obtivessem seus desejos.

Por exemplo, os apóstolos provavelmente tinham um ou mais desses dons. (Veja Estêvão em Atos 7 ou o ministério de Pedro ou Paulo.) Em Atos nos é mostrado um exemplo do que não fazer, o relato de Simão, o Feiticeiro. Ele procurou comprar o poder do Espírito Santo para fazer milagres para seu próprio proveito (Atos 8: 4-24). Ele foi severamente repreendido pelos apóstolos e pediu perdão a Deus. Simão tentou abusar de um dom espiritual. Romanos 12: 3 diz: “Pois através da graça que me foi dada, eu digo a todos entre vocês que não pensem mais de si mesmos do que deveriam pensar; mas pensar de modo a ter um julgamento correto, como Deus atribuiu a cada medida de fé ”.

A fé não se limita àqueles com esse dom especial. Todos nós podemos crer em Deus para a oração respondida, mas esse tipo de fé vem, como foi dito, de um relacionamento íntimo com Cristo, porque Ele é a Pessoa em quem temos fé.

3). Isso nos leva a outro requisito para a oração respondida. Os capítulos de João 14 e 15 nos dizem que devemos permanecer em Cristo. (Leia John 14: 11-14 e John 15: 1-15.) Jesus disse aos discípulos que eles farão obras maiores do que Ele, que se pedissem qualquer coisa em seu nome Ele faria isso. (Observe a conexão entre a fé e a pessoa Jesus Cristo.)

Em João 15: 1-7 Jesus diz aos discípulos que precisam permanecer nEle (versos 7 & 8), “Se você habita em Mim e Minhas palavras permanecem em você, pergunte o que quiser e isso será feito por você. Meu Pai é glorificado por isto, que você dá muito fruto, e assim prova ser meus discípulos. ”Se permanecermos Nele, desejaremos que Sua vontade seja feita e desejemos Sua glória e a do Pai. John 14: 20 diz: "Você saberá que eu estou no Pai e você em Mim e eu em você." Nós seremos de uma mente, então nós pediremos para o que Deus quer que nós perguntemos e Ele responderá.

De acordo com John 14: 21 e 15: 10 para permanecer nele é em parte sobre como guardar os mandamentos (obediência) e fazer a vontade Dele, e como diz, permanecendo em Sua Palavra e tendo a Sua Palavra (a Palavra de Deus) permanecendo em nós . Isso significa gastar tempo na Palavra (ver Salmo 1 e Josué 1) e fazê-lo. Permanecer é consistentemente permanecer em comunhão com Deus (I João 1: 4-10), orar, aprender sobre Jesus e ser obediente, realizador da Palavra (James 1: 22). Então, para que a oração seja respondida, devemos pedir em Seu Nome, fazer Sua vontade e permanecer Nele, como diz John 15: 7 & 8. Não isole os versos na oração, eles devem ir juntos.

Vá para I John 3: 21-24. Abrange os mesmos princípios. “Amado se nosso coração não nos condena, temos essa confiança diante de Deus; e tudo o que pedimos Dele recebemos Dele, porque guardamos os Seus mandamentos e fazemos as coisas que são agradáveis ​​à Sua vista. E este é o mandamento: que acreditemos no nome de Seu Filho Jesus Cristo e amemos uns aos outros, assim como Ele nos ordena. E aquele que guarda seus mandamentos permanece nele e ele nele. E nós sabemos por isto que Ele habita em nós, pelo Espírito que Ele nos deu ”. Devemos permanecer para receber. Nas orações de fé, acho que você tem confiança na capacidade da Pessoa Jesus e que Ele responderá porque você sabe e quer a Sua vontade.

I John 5: 14 & 15 diz: “e esta é a confiança que temos perante Ele, que se pedirmos alguma coisa de acordo com a Sua vontade, Ele nos ouvirá. E se sabemos que Ele nos ouve, em tudo o que pedimos, sabemos que temos o pedido que pedimos a Ele ”. Precisamos primeiro entender sua vontade conhecida, conforme revelada na Palavra de Deus. Quanto mais conhecermos a Palavra de Deus, mais conheceremos a Deus e a Sua vontade e mais eficazes serão as nossas orações. Devemos também andar no Espírito e ter um coração puro (I John 1: 4-10).

Se tudo isso parecer difícil e desanimador, lembre-se de que Deus manda e nos encoraja a orar. Ele também nos encoraja a continuar e ser persistente na oração. Ele nem sempre responde imediatamente. Lembre-se que em Marcos 9 os discípulos foram informados de que não poderiam expulsar o demônio por falta de oração. Deus não quer que desistamos de nossas orações porque não recebemos uma resposta imediata. Ele quer que sejamos persistentes em oração. Em Luke 18: 1 (NKJV), diz: "Então Ele falou uma parábola para eles, que os homens sempre devem orar e não desanimar." Leia também I Timothy 2: 8 (KJV), que diz: "Eu, portanto, que homens oram por toda parte, levantando mãos santas, sem medo ou duvidando ”. Em Lucas, ele fala sobre um juiz injusto e impaciente que deu a uma viúva seu pedido porque ela era persistente e“ incomodava ”ele. Deus quer que continuemos “incomodando” a Ele. O juiz concedeu o pedido dela porque ela o irritou, mas Deus nos responde porque Ele nos ama. Deus quer que saibamos que Ele está respondendo nossas orações. Matthew 10: 30 diz: “Os próprios cabelos da sua cabeça estão todos contados. Portanto, não tenha medo, você é mais valioso do que muitos pardais. ”Confie nEle porque Ele cuida de você. Ele sabe o que precisamos e o que é bom para nós e quando é a hora certa (Romans 8: 29; Mateus 6: 8, 32 & 33 e Luke 12: 30). Nós não sabemos ou entendemos, mas Ele sabe.

Deus também nos diz que não devemos ficar ansiosos ou preocupados, porque Ele nos ama. Filipenses 4: 6 diz: "Não fique ansioso por nada, mas em tudo pela oração e súplica, com ação de graças, deixe seus pedidos serem feitos conhecer a Deus." Precisamos orar com ação de graças.

Outra lição para aprender sobre a oração é seguir o exemplo de Jesus. Jesus freqüentemente “foi embora sozinho” para orar. (Veja Luke 5: 16 e Mark 1: 35.) Quando Jesus estava no jardim, Ele orou ao Pai. Nós devemos fazer o mesmo. Devemos passar tempo sozinhos em oração. O rei Davi também orou muito, como podemos ver em Suas muitas orações nos Salmos.

Precisamos entender a oração do jeito de Deus, confiar no amor de Deus e crescer em fé como os discípulos e Abraão fizeram (Romanos 4: 20 & 21). Efésios 6: 18 nos diz para orar por todos os santos (crentes). Há muitos outros versículos e passagens sobre a oração, sobre como orar e o que orar. Encorajo-o a continuar a usar as ferramentas da Internet para encontrá-las e estudá-las.

Lembre-se de que “todas as coisas são possíveis para aqueles que crêem”. Lembre-se, a fé agrada a Deus, mas não é o fim ou a meta. Jesus é o centro.

Salmo 16: 19-20 diz: “certamente Deus ouviu. Ele deu ouvidos à voz da minha oração. Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem a sua benignidade de mim.

James 5: 17 diz: “Elias era um homem como nós. Ele orou sinceramente que não choveria e não choveu na terra durante três anos e meio. ”

James 5: 16 diz: “A oração de um homem justo é poderosa e eficaz”. Continue orando.

Algumas coisas para pensar em relação à oração:

1). Só Deus pode responder a oração.

2). Deus quer que falemos com ele.

3). Deus quer que tenhamos comunhão com Ele e seja glorificado.

4). Deus gosta de nos dar coisas boas, mas só Ele sabe o que é bom para nós.

Jesus fez muitos milagres para pessoas diferentes. Alguns nem perguntaram, alguns tinham muita fé e alguns tinham muito pouco (Mateus 14: 35 & 36). A fé é o que nos liga a Deus, que pode nos dar tudo o que precisamos. Quando perguntamos em nome de Jesus, invocamos todos os que Ele é. Estamos pedindo em nome de Deus, o Filho de Deus, o Criador Todo Poderoso de tudo que existe, que nos ama e quer nos abençoar.

Por que coisas ruins acontecem a pessoas boas?

Essa é uma das perguntas mais comuns feitas pelos teólogos. Na verdade, todo mundo experimenta coisas ruins em algum momento ou outro. As pessoas também perguntam por que coisas boas acontecem para pessoas más? Eu acho que toda essa questão nos “implora” para que façamos outras perguntas muito relevantes, como “Quem é realmente bom mesmo?” Ou “Por que coisas ruins acontecem?” Ou “Onde ou quando fez coisas ruins” (sofrimento ) iniciar ou originar?

Do ponto de vista de Deus, de acordo com as Escrituras, não há pessoas boas ou justas. Eclesiastes 7: 20 diz: “Não existe um homem justo na terra, que continuamente faça o bem e que nunca peca.” Romanos 3: 10-12 descreve a humanidade dizendo no verso 10, “Não há nenhum justo”, e no verso 12 “Não há quem faça o bem”. (Ver também Salmos 14: 1-3 e Salmos 53: 1-3.) Ninguém está diante de Deus, em si mesmo, como “bom”.

Isso não quer dizer que uma pessoa má, ou qualquer outra pessoa, nunca possa fazer uma boa ação. Isso está falando de comportamento contínuo, não de um único ato.

Então, por que Deus diz que ninguém é “bom” quando vemos as pessoas como boas a ruins com “muitos tons de cinza no meio”. Onde então devemos traçar uma linha entre quem é bom e quem é ruim, e o que dizer da pobre alma que está "na linha".

Deus diz desta forma em Romanos 3: 23, “porque todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus”, e em Isaías 64: 6 diz: “todas as nossas obras justas são como um vestido imundo.” Nossas boas ações são contaminados pelo orgulho, auto-estima, motivos impuros ou algum outro pecado. Romans 3: 19 diz que todo o mundo se tornou "culpado diante de Deus". James 2: 10 diz: "Quem ofende em um ponto é culpado de todos. ”No verso 11 diz“ você se tornou um violador da lei ”.

Então, como chegamos aqui como uma raça humana e como isso afeta o que acontece conosco? Tudo começou com o pecado de Adão e também o nosso pecado, porque toda pessoa peca, assim como Adão fez. Salmo 51: 5 nos mostra que nascemos com uma natureza pecaminosa. Ela diz: “Eu era pecador desde o nascimento, pecador desde o tempo em que minha mãe me concebeu.” Romanos 5: 12 nos diz que “o pecado entrou no mundo através de um homem (Adão)”. ”(Romanos 6: 23 diz,“ o salário do pecado é a morte ”.) A morte entrou no mundo porque Deus pronunciou uma maldição sobre Adão por seu pecado que fez com que a morte física entrasse no mundo (Gênesis 3: 14-19). A morte física real não ocorreu imediatamente, mas o processo foi iniciado. Então, como resultado, doença, tragédia e morte acontecem a todos nós, não importa onde caiamos em nossa “escala de cinza”. Quando a morte entrou no mundo, todo sofrimento entrou nela, tudo como resultado do pecado. E assim todos nós sofremos, porque “todos pecaram”. Para simplificar, Adão pecou e a morte e o sofrimento vieram a todos homens porque todos pecaram.

Salmos 89: 48 diz: “que homem pode viver e não ver a morte, ou salvar-se do poder da sepultura.” (Leia Romanos 8: 18-23.) A morte acontece a todos, não apenas àqueles we percebem como ruim, mas também para aqueles we percebo como bom. (Leia Romanos capítulos 3-5 para entender a verdade de Deus.)

Apesar deste fato, em outras palavras, apesar de nossa morte merecedora, Deus continua a nos enviar Suas bênçãos. Deus chama algumas pessoas boas, apesar do fato de todos pecarmos. Por exemplo, Deus disse que Jó estava em pé. Então, o que determina se uma pessoa é ruim ou boa e correta aos olhos de Deus? Deus tinha um plano para perdoar nossos pecados e nos tornar justos. Romanos 5: 8 diz: "Deus demonstrou seu amor por nós nisto: enquanto ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós".

John 3: 16 diz: “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (Romanos 5: 16-18.) Romanos 5: 4 nós que, “Abraão creu em Deus e foi creditado (contado) a ele como justiça.” Abraão foi declarado justo pela fé. O versículo cinco diz que, se alguém tem fé como Abraão, também eles são declarados justos. Não é merecido, mas dado como um presente quando acreditamos em Seu Filho que morreu por nós. (Romanos 3: 28)

Romanos 4: 22-25 declara, “as palavras, 'foi creditado a ele' não eram apenas para ele, mas também para nós que acreditamos nele que ressuscitou Jesus nosso Senhor dentre os mortos. Romanos 3: 22 deixa claro o que devemos acreditar, dizendo: "esta justiça de Deus vem através da fé em Jesus Cristo a todos que crêem ”, porque (Gálatas 3: 13),“ Cristo nos resgatou da maldição da lei, tornando-se uma maldição para nós, porque está escrito 'amaldiçoado é todo aquele que está pendurado em uma árvore' ”. Corinthians 15: 1-4)

Crer é o único requisito de Deus para que sejamos justos. Quando acreditamos que também somos perdoados pelos nossos pecados. Romanos 4: 7 & 8 diz: “Bem-aventurado o homem cujo pecado o Senhor nunca contará contra ele.” Quando cremos que somos “nascidos de novo” na família de Deus; nos tornamos Seus filhos. (Veja John 1: 12.) John 3 versos 18 & 36 nos mostram que, enquanto aqueles que acreditam têm vida, aqueles que não acreditam já estão condenados.

Deus provou que teríamos vida levantando a Cristo. Ele é referido como o primogênito dos mortos. I Coríntios 15: 20 diz que quando Cristo voltar, mesmo se morrermos, Ele também nos ressuscitará. Verso 42 diz que o novo corpo será imperecível.

Então, o que isso significa para nós, se todos somos “maus” aos olhos de Deus e merecem punição e morte, mas Deus declara aqueles “retos” que crêem em Seu Filho, que efeito isso tem sobre coisas ruins acontecendo com “bons”? pessoas. Deus envia coisas boas para todos, (leia Mateus 6: 45), mas todos os homens sofrem e morrem. Por que Deus permite que Seus filhos sofram? Até que Deus nos dê o nosso novo corpo, ainda estamos sujeitos à morte física e qualquer coisa que possa causar isso. I Corinthians 15: 26 diz: "o último inimigo a ser destruído é a morte".

Existem várias razões pelas quais Deus permite isso. A melhor imagem está em Jó, a quem Deus chamou de justo. Eu numerei algumas destas razões:

# 1. Existe guerra entre Deus e Satanás e estamos envolvidos. Todos nós cantamos “Soldados Cristãos Dirigentes”, mas esquecemos tão facilmente que a guerra é muito real.

No livro de Jó, Satanás foi a Deus e acusou Jó, dizendo que a única razão pela qual ele seguiu a Deus foi porque Deus o abençoou com riquezas e saúde. Então Deus “permitiu” que Satanás testasse a lealdade de Jó com aflição; mas Deus colocou uma “sebe” ao redor de Jó (um limite ao qual Satanás poderia causar seu sofrimento). Satanás só podia fazer o que Deus permitia.

Vemos com isso que Satanás não pode nos afligir ou nos tocar, exceto com a permissão de Deus e dentro dos limites. Deus é sempre no controle. Também vemos que, no final, apesar de Jó não ser perfeito, testando as razões de Deus, ele nunca negou a Deus. Ele o abençoou além de "tudo o que ele poderia perguntar ou pensar".

Salmos 97: 10b (NIV) diz: "Ele guarda a vida de seus fiéis." Romans 8: 28 diz: "Sabemos que Deus causa todas as coisas trabalhar juntos para o bem daqueles que amam a Deus ”. Esta é a promessa de Deus para todos os crentes. Ele nos protege e nos protege e sempre tem um propósito. Nada é aleatório e Ele sempre nos abençoará - traga o bem com isso.

Estamos em um conflito e algum sofrimento pode ser um resultado disso. Neste conflito, Satanás tenta desencorajar ou até mesmo impedir-nos de servir a Deus. Ele quer que tropeçamos ou desistamos.

Jesus uma vez disse a Pedro em Lucas 22: “Simão, Simão, Satanás exigiu permissão para peneirar você como trigo”. Eu Peter 31: 5 declara: “Seu adversário, o diabo, anda por aí como um leão que ruge procurando alguém para devorar. James 8: 4b diz: "Resista ao diabo e ele fugirá de você", e em Efésios 7 nos é dito que "permaneçamos firmes" vestindo toda a armadura de Deus.

Em todos esses testes, Deus nos ensina a sermos fortes e nos posicionarmos como soldados leais; que Deus é digno da nossa confiança. Nós veremos Seu poder, libertação e bênção.

I Coríntios 10: 11 e 2 Timothy 3: 15 nos ensinam que as Escrituras do Antigo Testamento foram escritas para nossa instrução em retidão. No caso de Jó, ele pode não ter entendido todas (ou quaisquer) as razões de seu sofrimento e nem nós.

#2. Outra razão, que também é revelada na história de Jó, é trazer glória a Deus. Quando Deus provou que Satanás estava errado sobre Jó, Deus foi glorificado. Em João 11: 4 vemos isto quando Jesus disse: “Esta enfermidade não é para a morte, mas para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado”. Deus freqüentemente escolhe curar-nos para a Sua glória, para que possamos tenha certeza do Seu cuidado por nós ou talvez como uma testemunha do Seu Filho, para que outros possam acreditar Nele.

Salmo 109: 26 & 27 diz: “salva-me e faz-lhes saber que esta é tua mão; Tu, Senhor, o fizeste ”. Leia também Salmos 50: 15. Diz: "Eu vou resgatar você e você vai me honrar".

#3. Outra razão pela qual podemos sofrer é que nos ensina obediência. Hebreus 5: 8 diz: “Cristo aprendeu a obediência pelas coisas que Ele sofreu”. João nos diz que Jesus sempre fez a vontade do Pai, mas na verdade experimentou isso como homem quando foi ao jardim e orou: “Pai, não meu mas o teu será feito. ”Filipenses 2: 5-8 nos mostra que Jesus“ tornou-se obediente até a morte, e até a morte na cruz ”. Esta foi a vontade do Pai.

Podemos dizer que seguiremos e obedeceremos - Pedro fez isso e depois tropeçou negando a Jesus - mas nós realmente não obedecemos até que realmente enfrentemos um teste (uma escolha) e façamos a coisa certa.

Jó aprendeu a obedecer quando foi testado pelo sofrimento e se recusou a "amaldiçoar a Deus", e permaneceu fiel. Continuaremos a seguir a Cristo quando Ele permitir um teste ou desistiremos e desistiremos?

Quando o ensinamento de Jesus tornou-se difícil de entender, muitos discípulos foram embora - pararam de segui-lo. Naquele tempo, Ele disse a Pedro: “Você também irá embora?” Pedro respondeu: “Para onde eu iria; você tem as palavras da vida eterna. ”Então Pedro declarou que Jesus era o Messias de Deus. Ele fez uma escolha. Esta deve ser a nossa resposta quando testada.

#4. O sofrimento de Cristo também permitiu que Ele fosse nosso perfeito Sumo Sacerdote e Intercessor, compreendendo todas as nossas provações e dificuldades da vida pela experiência real como ser humano. (Hebreus 7: 25) Isso também é verdade para nós. O sofrimento pode nos tornar maduros e completos e nos capacitam a consolar e interceder (orar) pelos outros que estão sofrendo como nós. Faz parte de nos tornar maduros (2 Timothy 3: 15). 2 Corinthians 1: 3-11 nos ensina sobre esse aspecto do sofrimento. Ele diz: "o Deus de todo o conforto que nos conforta em toda a nossa problemas, de modo a podemos confortar aqueles em qualquer problemas com o conforto que recebemos de Deus ”. Se você ler toda essa passagem, aprenderá muito sobre o sofrimento, como também pode fazer com Jó. 1). Que Deus mostrará Seu conforto e cuidado. 2). Deus lhe mostrará que Ele é capaz de libertar você. e 3). Nós aprendemos a orar pelos outros. Nós oraríamos pelos outros ou por nós mesmos se não houvesse NECESSIDADE? Ele quer que nós o chamemos, venha a ele. Isso também nos faz ajudar uns aos outros. Faz-nos cuidar dos outros e perceber que os outros no corpo de Cristo cuidam de nós. Ensina-nos a amar uns aos outros, a função da igreja, o corpo de crentes de Cristo.

#5. Como visto em Tiago capítulo um, o sofrimento nos ajuda a perseverar, aperfeiçoar e nos tornar mais fortes. Isso era verdade para Abraão e Jó, que aprenderam que podiam ser fortes porque Deus estava com eles para defendê-los. Deuteronômio 33: 27 diz: "O eterno Deus é o seu refúgio, e por baixo estão os braços eternos". Quantas vezes os Salmos dizem que Deus é nosso Escudo ou Fortaleza ou Rocha ou Refúgio? Uma vez que você experimenta o conforto, a paz, a libertação ou o resgate dele em algum teste pessoal, você nunca o esquece e, quando você tem outro teste, fica mais forte ou pode compartilhá-lo e ajudar o outro.

Ensina-nos a depender de Deus e não a nós mesmos, a olhar para Ele, não a nós mesmos ou a outras pessoas para nossa ajuda (2 Corinthians 1: 9-11). Nós vemos a nossa fragilidade e olhamos para Deus para todas as nossas necessidades.

#6. É comumente assumido que a maior parte do sofrimento para os crentes é o julgamento ou a disciplina de Deus (punição) por algum pecado que tenhamos cometido. este foi verdade da igreja em Corinto, onde a igreja estava cheia de pessoas que continuaram em muitos dos seus antigos pecados. I Coríntios 11: 30 afirma que Deus os estava julgando, dizendo: “muitos são fracos e doentes entre vocês e muitos dormem (morreram). Em casos extremos, Deus pode levar uma pessoa rebelde “fora de cena”, como dizemos. Eu acredito que isso é raro e extremo, mas ocorre. Os hebreus no Antigo Testamento são um exemplo disso. Repetidas vezes eles se rebelaram contra Deus em não confiar nele e em não obedecer a Ele, mas Ele foi paciente e longânimo. Ele os castigou, mas aceitou o retorno deles a Ele e os perdoou. Foi somente após repetidas desobediências que Ele severamente puniu-os ao permitir que seus inimigos os escravizassem em cativeiro.

Nós devemos aprender com isso. Às vezes, o sofrimento é a disciplina de Deus, mas temos visto muitas outras razões para o sofrimento. Se estamos sofrendo por causa do pecado, Deus nos perdoará se pedirmos a Ele. Cabe a nós, como diz em I Coríntios 11: 28 & 31, nos examinarmos. Se procurarmos em nossos corações e descobrirmos que pecamos, eu John 1: 9 diz que devemos "reconhecer nossos pecados". A promessa é que Ele "nos perdoará nossos pecados e nos purificará".

Lembre-se de que Satanás é o “acusador dos irmãos” (Apocalipse 12: 10) e, assim como Jó, ele quer nos acusar para que ele possa nos fazer tropeçar e negar a Deus. (Leia Romanos 8: 1.) Se tivermos confessado nosso pecado, Ele nos perdoou, a menos que tenhamos repetido nosso pecado. Se repetimos nosso pecado, precisamos confessá-lo novamente quantas vezes for necessário.

Infelizmente, esta é frequentemente a primeira coisa que outros crentes dizem se uma pessoa sofre. Volte para o trabalho. Seus três "amigos" implacavelmente disseram a Jó que ele deve estar pecando ou que ele não estaria sofrendo. Eles estavam errados. I Coríntios diz no capítulo 11, para se examinarem. Não devemos julgar os outros, a menos que sejamos testemunhas de um pecado específico, então podemos corrigi-los em amor; tampouco devemos aceitar isso como a primeira razão para “problemas”, para nós mesmos ou para os outros. Nós podemos ser rápidos demais para julgar.

Também diz que, se estivermos doentes, podemos pedir aos anciãos que orem por nós e, se pecamos, será perdoado (James 5: 13-15). Salmo 39: 11 diz: “Você repreende e disciplina os homens por seus pecados”, e o Salmo 94: 12 diz: “Bendito é o homem que você disciplina, ó Senhor, o homem que você ensina de sua lei.”

Leia Hebreus 12: 6-17. Ele nos disciplina porque somos Seus filhos e Ele nos ama. Em Eu Peter 4: 1, 12 & 13 e eu Peter 2: 19-21 vemos que a disciplina nos purifica por este processo.

#7. Algumas catástrofes naturais podem ser julgamentos de pessoas, grupos ou até mesmo nações, como visto com os egípcios no Antigo Testamento. Freqüentemente ouvimos histórias da proteção de Deus por conta própria durante esses eventos, como aconteceu com os israelitas.

#8. Paulo apresenta outro motivo possível para problemas ou enfermidades. Em I Coríntios, vemos que Deus permitiu que Satanás afligisse Paulo, “para o sacudir”, para impedi-lo de “se exaltar”. Deus pode enviar aflições para nos manter humildes.

#9. Muitas vezes o sofrimento, como foi para Jó ou Paulo, pode servir a mais de um propósito. Se você ler mais no 2 Corinthians 12, também serviu para ensinar, ou fazer com que Paulo experimentasse a graça de Deus. O verso 9 diz: “Minha graça é suficiente para você, minha força é aperfeiçoada na fraqueza.” O versículo 10 diz: “Por amor de Cristo, eu me delicio com fraquezas, insultos, sofrimentos, perseguições, dificuldades, quando eu sou fraco, então sou forte ”.

#10. As escrituras também nos mostram que, quando sofremos, compartilhamos o sofrimento de Cristo (leia Filipenses 3: 10). Romanos 8: 17 & 18 ensina que os crentes "vão" sofrer, compartilhando de seu sofrimento, mas que aqueles que o fizerem também reinarão com ele. Ler I Peter 2: 19-22

O grande amor de Deus

Sabemos que quando Deus nos permite qualquer sofrimento é para o nosso bem porque Ele nos ama (Romans 5: 8). Sabemos que Ele também está sempre conosco para que Ele saiba tudo o que ocorre em nossa vida. Não há surpresas. Leia Mateus 28: 20; Salmo 23 e 2 Corinthians 13: 11-14. Hebreus 13: 5 diz: "Ele nunca nos deixará ou nos abandonará". Salmos diz que Ele acampa ao nosso redor. Veja também Salmo 32: 10; 125: 2; 46: 11 e 34: 7. Deus não apenas disciplina, Ele nos abençoa.

Nos Salmos, é óbvio que Davi e os outros salmistas sabiam que Deus os amava e os cercava com Sua proteção e cuidado. O Salmo 136 (NVI) declara em todos os versos que Seu amor dura para sempre. Eu descobri que essa palavra é traduzida por amor na NVI, misericórdia na KJV e amor bondade na NASV. Estudiosos dizem que não há uma palavra em inglês que descreva ou traduza a palavra hebraica usada aqui, ou devo dizer sem palavra adequada.

Cheguei à conclusão de que nenhuma palavra poderia descrever o amor divino, o tipo de amor que Deus tem para nós. Parece que é um amor imerecido (daí a tradução da misericórdia) que está além da compreensão humana, que é firme, duradoura, inquebrável, eterna e eterna. John 3: 16 diz que é tão grande que desistiu de seu filho para morrer por nossos pecados (releia Romanos 5: 8). É com esse grande amor que Ele nos corrige quando criança é corrigido por um pai, mas pela disciplina que Ele deseja nos abençoar. Salmo 145: 9 diz: “o Senhor é bom para todos”. Ver também Salmos 37: 13 & 14; 55: 28 e 33: 18 & 19.

Nós tendemos a associar as bênçãos de Deus com a obtenção de coisas que queremos, como um novo carro ou casa - os desejos de nossos corações, muitas vezes desejos egoístas. Mateus 6: 33 diz que Ele acrescenta estes para nós, se buscarmos o Seu reino primeiro. (Veja também o Salmo 36: 5.) Na maioria das vezes nós imploramos por coisas que não são boas para nós - bem como crianças pequenas. Salmo 84: 11 diz: “não Boa coisa reterá dos que andam na retidão. ”

Em minha rápida busca pelos Salmos, encontrei muitas maneiras pelas quais Deus cuida e nos abençoa. Há muitos versículos para escrever todos eles. Olhe um pouco para cima - você será abençoado. Ele é nosso:

1). Provedor: Salmo 104: 14-30 - Ele fornece toda a criação.

Salmo 36: 5-10

Mateus 6: 28 nos diz que Ele cuida dos pássaros e lírios e diz que somos mais importantes para Ele do que estes. Luke 12 conta sobre pardais e diz que todos os cabelos da nossa cabeça estão contados. Como podemos duvidar do seu amor? Salmo 95: 7 diz: "nós ... somos o rebanho sob Seu cuidado." James 1: 17 nos diz: "todo bom presente e todo presente perfeito vem de cima."

Filipenses 4: 6 e eu Peter 5: 7 dizem que não devemos ficar ansiosos por nada, mas devemos pedir a Ele que satisfaça nossas necessidades porque Ele cuida de nós. Davi fez isso repetidamente como está registrado nos Salmos.

2). Ele é nosso: Libertador, Protetor, Defensor. Salmo 40: 17 Ele nos resgata; nos ajuda quando somos perseguidos. Salmo 91: 5-7, 9 & 10; Salmo 41: 1 E 2

3). Ele é nosso refúgio, rocha e fortaleza. Salmo 94: 22; 62: 8

4). Ele nos sustenta. Salmo 41: 1

5). Ele é nosso curador. Salmo 41: 3

6). Ele nos perdoa. Eu John 1: 9

7). Ele é nosso ajudante e guardião. Salmo 121 (Quem entre nós não se queixou a Deus ou pediu a Ele que nos ajudasse a localizar algo que nós perdemos - uma coisa muito pequena - ou implorou a Ele para nos curar de doenças terríveis ou nos resgatou de alguma tragédia ou acidente - um grande coisa. Ele se preocupa com tudo isso.)

8). Ele nos dá paz. Salmo 84: 11; Salmo 85: 8

9). Ele nos dá força. Salmo 86: 16

10). Ele salva de desastres naturais. Salmo 46: 1-3

11). Ele enviou Jesus para nos salvar. Salmo 106: 1; 136: 1; Jeremiah 33: 11 Nós mencionamos seu maior ato de amor. Romanos 5: 8 nos diz que é assim que Ele demonstra Seu amor por nós, porque Ele fez isso enquanto ainda éramos pecadores. (John 3: 16; eu John 3: 1, 16) Ele nos ama tanto que Ele nos faz Seus filhos. John 1: 12

Há tantas descrições do amor de Deus nas Escrituras:

Seu amor é maior que os céus. Salmo 103

Nada pode nos separar disso. Romanos 8: 35

É eterno. Salmo 136; Jeremiah 31: 3

Em John 15: 9 e 13: 1 Jesus nos conta como Ele ama Seus discípulos.

Em 2 Corinthians 13: 11 & 14 Ele é chamado de "Deus do Amor".

Em I John 4: 7 diz: "o amor é de Deus".

Em I John 4: 8, diz "DEUS É AMOR".

Como Seus amados filhos Ele nos corrigirá e nos abençoará. No Salmo 97: 11 (NIV) diz “Ele nos dá ALEGRIA”, e o Salmo 92: 12 & 13 diz que “os justos florescerão”. Salmo 34: 8 diz: “prove e veja que o SENHOR é bom… quão abençoado é o homem que se refugia nele.

Às vezes, Deus envia bênçãos e promessas especiais para atos particulares de obediência. O Salmo 128 descreve bênçãos para andar nos seus caminhos. Nas bem-aventuranças (Mateus 5: 3-12) Ele recompensa certos comportamentos. No Salmo 41: 1-3 Ele abençoa aqueles que ajudam os pobres. Então, às vezes, Suas bênçãos são condicionais (Salmo 112: 4 & 5).

No sofrimento, Deus quer que gritemos pedindo sua ajuda como Davi fez. Existe uma correlação escriturística distinta entre 'pedir' e 'receber'. David clamou a Deus e recebeu a Sua ajuda, e assim está conosco. Ele quer que nós perguntemos, então entendemos que é Ele quem dá a resposta e depois dar graças a Deus. Filipenses 4: 6 diz: "Não fique ansioso com nada, mas em tudo, pela oração e petição, com gratidão, apresente seus pedidos a Deus."

Salmo 35: 6 diz: “este pobre homem chorou e o Senhor o ouviu”, e o versículo 15 diz: “Seus ouvidos estão abertos ao seu clamor”, e “os justos clamam e o Senhor os ouve e os liberta de todas as suas problemas. ”Salmo 34: 7 diz:“ Eu busquei ao Senhor e Ele me respondeu. ”Veja o Salmo 103: 1 & 2; Salmo 116: 1-7; Salmo 34: 10; Salmo 35: 10; Salmo 34: 5; Salmo 103: 17 e Salmo 37: 28, 39 & 40. O maior desejo de Deus é ouvir e responder ao clamor dos incrédulos que crêem e receberem Seu Filho como seu Salvador e lhes dar a vida eterna (Salmo 86: 5).

Conclusão

Para concluir, todas as pessoas sofrerão de alguma forma em algum momento e, porque todos pecamos, nós caímos sob a maldição que eventualmente causa a morte física. Salmo 90: 10 diz: "A duração de nossos dias é de setenta anos ou oitenta anos, se tivermos força, mas o seu alcance é apenas problema e tristeza." Esta é a realidade. Leia o Salmo 49: 10-15.

Mas Deus nos ama e deseja abençoar a todos nós. Deus mostra Suas bênçãos especiais, favor, promessas e proteção aos justos, àqueles que crêem e que o amam e servem a Ele, mas Deus faz com que Suas bênçãos (como a chuva) caiam sobre todos: “os justos e os injustos” (Mateus 4: 45). Veja Salmos 30: 3 & 4; Provérbios 11: 35 e Salmo 106: 4. Como vimos o maior ato de amor de Deus, Seu melhor Dom e Bênção foi o presente de Seu Filho, a quem Ele enviou para morrer por nossos pecados (I Coríntios 15: 1-3). Leia John 3: 15-18 & 36 e eu John 3: 16 e Romans 5: 8 novamente.)

Deus promete ouvir o chamado (clamor) dos justos e Ele ouvirá e responderá a todos que crerem e invocará a Ele para salvá-los. Romanos 10: 13 diz: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.” I Timothy 2: 3 & 4 diz que Ele “deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade.” Apocalipse 22: 17 diz: “Quem quiser virá”, e João 6: 48 diz que Ele “não os rejeitará”. Ele os torna Seus filhos (John 1: 12) e eles vêm sob Seu favor especial (Salmo 36: 5).

Simplificando, se Deus nos resgatou de toda doença ou perigo, nós nunca morreríamos e permaneceríamos no mundo como o conhecemos para sempre, mas Deus nos promete uma nova vida e um novo corpo. Eu não acho que gostaríamos de permanecer no mundo como é para sempre. Como crentes quando morremos, estaremos instantaneamente com o Senhor para sempre. Tudo será novo e Ele criará um novo e perfeito céu e terra (Apocalipse 21: 1, 5). Revelação 22: 3 diz: "não haverá mais maldição alguma", e Apocalipse 21: 4 diz que "as primeiras coisas já passaram". Revelação 21: 4 também diz: "Não haverá mais morte ou luto ou choro ou dor. ”Romans 8: 18-25 nos diz que toda a criação geme e sofre esperando por aquele dia.

Por enquanto, Deus não permite que nada aconteça conosco que não seja para o nosso bem (Romans 8: 28). Deus tem uma razão para tudo o que Ele permite, tal como a experiência de Sua força e poder de sustentação, ou Sua libertação. O sofrimento nos fará aproximar-se Dele, fazendo-nos chorar (rezar) a Ele e olhar para Ele e confiar nEle.

Isso é tudo sobre reconhecer Deus e quem Ele é. É tudo sobre a sua soberania e glória. Aqueles que se recusarem a adorar a Deus como Deus cairão em pecado (leia Romanos 1: 16-32.). Eles se fazem deuses. Jó teve que reconhecer seu Deus como Criador e Soberano. Salmo 95: 6 & 7 diz: "vamos nos prostrar em adoração, vamos nos ajoelhar diante do Senhor nosso Criador, pois Ele é o nosso Deus." Salmo 96: 8 diz: "Atribui ao SENHOR a glória devida SEU NOME." Salmo 55 : 22 diz: “Lance suas preocupações ao SENHOR e Ele sustentar-te-á; Ele nunca permitirá que os justos caiam ”.

Por que acreditamos na criação e em uma jovem terra em vez da evolução?

Nós acreditamos na Criação porque as Escrituras, e não apenas nos capítulos um e dois de Gênesis, claramente ensinam isto. Alguns diriam que a Escritura é autoritária quando fala sobre fé e moralidade, mas não quando fala sobre ciência e história. Para dizer isso, eles têm que ignorar uma das passagens mais óbvias da moralidade, os Dez Mandamentos. Êxodo 20: 11 diz: “Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou. Por isso o Senhor abençoou o dia de sábado e o santificou.

Eles também têm que ignorar as palavras de Jesus em Mateus 19: 4-6. Ela diz: “Você não leu”, ele respondeu, “que no princípio o Criador 'os fez macho e fêmea', e disse: 'Por esta razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua esposa. e os dois se tornarão uma só carne? Portanto, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, que ninguém se separe ”. Jesus está citando diretamente Gênesis.

Ou considere as palavras de Paulo em Atos 17: 24-26. Ele disse: “o Deus que fez o mundo e tudo nele é o Senhor do céu e da terra e não vive em templos construídos por mãos humanas. De um homem fez todas as nações, para habitar a terra inteira”. Paulo também diz em Romanos 5: “Portanto, assim como o pecado entrou no mundo por um homem, e a morte pelo pecado, e assim a morte veio a todos, porque todos pecaram”.

A evolução destrói o fundamento sobre o qual o plano de salvação é construído. Faz da morte os meios pelos quais o progresso evolutivo é feito, não a conseqüência do pecado. E se a morte não é a penalidade pelo pecado, então como poderia a morte de Jesus pagar pelo pecado?

Acreditamos na Criação também porque acreditamos que os fatos da ciência claramente a apoiam. As citações seguintes são de SOBRE A ORIGEM DAS ESPÉCIES, Charles Darwin, reimpresso pela Harvard University Press, 1964.

Página 95 “A seleção natural só pode agir pela preservação e acumulação de infinitamente pequenas modificações herdadas, cada uma delas lucrativa para o ser preservado”.

Página 189 “Se pudesse ser demonstrado que existia qualquer órgão complexo, que não poderia ter sido formado por numerosas e sucessivas modificações, minha teoria seria absolutamente quebrada.”

Página 194 “para seleção natural só pode agir tirando proveito de pequenas variações sucessivas; ela nunca pode dar um salto, mas deve avançar pelos passos mais curtos e mais lentos. ”

Página 282 “o número de ligações intermediárias e de transição, entre todas as espécies vivas e extintas, deve ter sido inconcebivelmente grande”.

Página 302 “Se inúmeras espécies, pertencentes ao mesmo gênero, ou famílias, realmente começaram a vida de uma só vez, o fato seria fatal para a teoria da descendência com a modificação lenta através da seleção natural.”

Páginas 463 & 464 “Nesta doutrina do extermínio de uma infinidade de elos de ligação, entre os habitantes vivos e extintos do mundo, e em cada período sucessivo entre as espécies extintas e ainda mais velhas, por que nem toda formação geológica carregada com tais elos? Por que nem toda coleção de restos fósseis fornece evidências claras da gradação e mutação das formas de vida? Não nos encontramos com tal evidência, e esta é a mais óbvia e convincente das muitas objeções que podem ser feitas contra minha teoria ... Eu posso responder a estas perguntas e objeções graves apenas na suposição de que o registro geológico é muito mais imperfeito do que a maioria dos geólogos. acreditam."

A citação a seguir é de GG Simpson, Tempo e Mode in Evolution, da Columbia University Press, Nova York, 1944

Página 105 “Os primeiros e mais primitivos membros de todas as ordens já possuem os caracteres ordinais básicos, e em nenhum caso é uma sequência aproximadamente contínua de uma ordem para outra conhecida. Na maioria dos casos, a quebra é tão acentuada e a lacuna é tão grande que a origem da ordem é especulativa e muito disputada. ”

As citações seguintes são de GG Simpson, O Significado da Evolução, Yale University Press, New Haven, 1949

Página 107 Esta ausência regular de formas de transição não se limita aos mamíferos, mas é um fenómeno quase universal, como tem sido observado pelos paleontologistas. É verdade em quase todas as ordens de todas as classes de animais. ”

“Há, a esse respeito, uma tendência à deficiência sistemática no registro da história da vida. Assim, é possível afirmar que tais transições não são registradas porque elas não existiam, que as mudanças não ocorreram por transição, mas por súbitos saltos de evolução ”.

Eu percebo que essas citações são bastante antigas. A citação a seguir é de Evolution: A Theory in Crisis, de Michael Denton, Bethesda, Maryland, Adler e Adler, 1986, que se refere a Hoyle, F. e Wickramasinghe, C, 1981, Evolution from Space, Londres, Dent e Sons, página 24. “Hoyle e Wickamansinghe… estimam a chance de uma simples célula viva vir espontaneamente à existência como 1 em 10 / 40,000 tenta - uma probabilidade escandalosamente pequena… mesmo se todo o universo consistisse em sopa orgânica… É realmente crível que processos aleatórios poderiam ter construído uma realidade, o menor elemento do qual - uma proteína ou gene funcional - é complexo além de qualquer coisa produzida pela inteligência do homem? ”

Ou considere esta citação de Colin Patterson, um paleontólogo que trabalhou no Museu Britânico de História Nacional de 1962 até 1993, em uma carta pessoal a Luther Sunderland. "Gould e o Museu Americano são difíceis de contradizer quando dizem que não há fósseis de transição ... vou colocá-lo na linha - não há um fóssil desse tipo para o qual alguém possa fazer um argumento impermeável." Patterson é citado por Sunderland em Enigma de Darwin: Fósseis e outros problemas. Luther D Sunderland, San Diego, Livros Mestres, 1988, página 89. Gould é Stephen J Gould, que com Niles Eldridge, desenvolveu a "Teoria da Evolução Pontuada do Equilíbrio" para explicar como a evolução aconteceu sem deixar nenhuma forma de transição no registro fóssil.

Ainda mais recentemente, Anthony Flew, em cooperação com Roy Varghesem, apareceu na 2007 com o livro: Existe um Deus: como o ateu mais notório do mundo mudou de idéia. Flew foi durante muitos anos provavelmente o evolucionista mais citado do mundo. No livro, Flew diz que foi a incrível complexidade da célula humana e especialmente do DNA que o forçou a concluir que havia um Criador.

A evidência para a Criação e milhares, não bilhões de anos, é muito forte. Mas ao invés de tentar apresentar mais alguma evidência, deixe-me encaminhá-lo para dois sites onde você pode encontrar artigos de cientistas com PhDs, ou graus equivalentes, que acreditam fortemente na Criação e podem dar as razões científicas para essa crença de uma maneira convincente. O site do Institute for Creation Research é www.icr.org. O site da Creation Ministries International é www.creation.com.

Seremos Julgados Imediatamente Depois de Morrermos?

A melhor passagem para responder sua pergunta vem de Luke 16: 18-31. O julgamento é imediato, mas não é final ou completo imediatamente depois de morrermos. Se formos crentes em Jesus, nosso espírito e alma estarão no céu com Jesus. (2 Corinthians 5: 8-10 diz, "estar ausente do corpo é estar presente com o Senhor.) Os incrédulos estarão no Hades até o julgamento final, e então irão para o Lago de Fogo. (Apocalipse 20: 11-15) Os crentes serão julgados por suas obras que fizeram por Deus, mas não pelo pecado. Nós não seremos julgados pelos pecados porque somos perdoados em Cristo. Os incrédulos serão julgados por seus pecados. (Revelação 3: 10; 15: 20; 15: 22)

Em João 3: 5,15.16.17.18 e 36 Jesus diz que aqueles que acreditam que Ele morreu por eles têm vida eterna e aqueles que não acreditam já estão condenados. I Coríntios 15: 1-4 diz: “Jesus morreu pelos nossos pecados ... Ele foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia.” Atos 16: 31 diz: “Creia no Senhor Jesus e você será salvo. 2 Timothy 1: 12 diz: "Estou convencido de que Ele é capaz de guardar aquilo que eu cometi a Ele naquele dia."

Vamos nos lembrar de nossa vida passada depois que morremos?

Em resposta à questão da lembrança da vida “passada”, isso depende do que você quer dizer com a pergunta.

1). Se você está se referindo à reencarnação, a Bíblia não ensina isso. Não há menção de voltar em outra forma ou como outra pessoa nas Escrituras. Hebreus 9: 27 diz que: “Está designado para o homem uma vez para morrer e depois disso o julgamento. ”

2). Se você está perguntando se nos lembraremos de nossas vidas depois que morrermos, seremos lembrados de todos os nossos atos quando formos julgados pelo que fizemos durante nossas vidas.

Deus sabe tudo - passado, presente e futuro e Deus julgará os incrédulos por seus atos pecaminosos e eles receberão o castigo eterno e os crentes serão recompensados ​​por suas obras feitas para o reino de Deus. (Leia o capítulo 3 de João e Mateus 12: 36 & 37.) Deus se lembra de tudo.

Considerando que cada onda sonora está em algum lugar e considerando que agora temos “nuvens” para armazenar nossas memórias, a ciência mal está começando a alcançar o que Deus pode fazer. Nenhuma palavra ou ação é indetectável para Deus.

Perguntas relacionadas:

Os bebês vão para o céu?

“… Eu irei a ele, mas ele não voltará para mim.” ~ 2 Samuel 12: 23b

Meu precioso bebê ... Meu coração dolorido deseja te abraçar, você é o tesouro do meu coração! Você aperta seus dedos ao redor dos meus com força, não querendo sair. Eu acariciei sua bochecha tão suavemente. Seus olhos pareciam calorosamente nos meus. Seu sopro de vida se esvaiu, parecia antes de seu tempo.

Sua doçura tocou os corações de muitos. Sua presença ainda persiste. Eu vou te abraçar mais uma vez no céu, mas agora você está nos braços de Jesus.

Meus olhos olham para cima em direção ao céu com lágrimas escorrendo pelo meu rosto. "Cuide do meu precioso bebê até que eu veja o rosto dela."

O amor de Deus parecia me envolver como a tranquilidade encheu meu coração. Eu quase podia ouvir o coro de anjos dedilhando suas harpas angelicais!

Diga mamãe para mim Jesus eu fui protegido de muitas tempestades. Foi a graça de Deus sobre os inocentes que Ele me recebeu em seus braços.

Pois eu estou sob as asas da sua proteção. Eu alcancei a terra prometida! Jesus ama as criancinhas, pois disso é o reino dos céus.

Para Deus é soberano em Sua salvação Ele escolhe quem ele quiser. Ele recebe aqueles que morrem como bebês que não têm méritos próprios.

Não há tristeza aqui, nem tristeza ... riso quente enche o ar! Há uma infinidade de anjos, mamãe, há bebês em todo lugar!

Todos os filhos de Deus O cercam, Ele os coloca de joelhos. Cada um deles é precioso para o reino dos céus pertence a estes.

A morte de uma criança é de partir o coração, a dor mais dolorosa que teremos. Você está sob as asas do Senhor, querida mamãe, você está em Seu amoroso cuidado.

Seu amor desceu das alturas do céu para estender a mão para segurar a minha. “Eu te segurarei no céu, meu precioso bebê quando Deus me chamar de lar em algum momento!”

Seus lábios me chamarão de mamãe, será música para meus ouvidos! Eu terei a minha realização de sonhos ... quando te abraçar tão perto.

Jesus disse: “… Deixai que os filhos pequenos viessem a mim e não os proibissem, pois deles é o reino de Deus.” ~ Mark 10: 14b

“Hoje é o Dia da Recordação da Gravidez e Perda Infantil. Hoje, meu coração parece ter sido apertado inúmeras vezes, não apenas com o pensamento de nosso bebê anjo, Ryley, mas também com o pensamento de meus sobrinhos e sobrinhos de anjo, e os bebês de anjo dos meus amigos.

Meu coração se parte e gostaria de entender por que Deus leva nossos bebês tão cedo.

Mas também me lembro de um verso que li há algum tempo que me ajudou: Ecclesiastes 4: 3 “Mas melhor que ambos é aquele que nunca nasceu, que não viu o mal que é feito sob o sol. (NVI) Apesar de sermos incapazes de segurar Ryley, Deus está segurando nosso bebê em seus braços e cuidando de Ryley, enquanto nós aqui na Terra cuidamos de nosso bebê a caminho. Quem poderia ser um zelador melhor para o nosso Ryley do que aquele que cuida de nós?

“Um ano atrás, em abril 6th, 2017, perdemos um dos nossos bebês. Nós sabíamos que estávamos grávidas por algumas semanas, e eu estava tendo ataques de pânico quase diários. Mas naquela manhã, foi pior do que nunca. Eu não conseguia funcionar. Eu não consegui me preparar para o trabalho. Eu acordei e só sabia que algo estava errado. Eu sabia que algo não estava certo com a gravidez. Marquei uma consulta com meu médico e eles pediram exames de sangue e um ultrassom. O ultrassom não duraria algumas semanas, mas eles me asseguraram que tudo ficaria bem. Meu trabalho de sangue voltou com tudo bem, além de ter um nível muito baixo de vitamina D.

Eu tinha oito semanas quando fizemos o ultrassom. Eles primeiro nos mostraram que tínhamos um bebê saudável. E então eles nos disseram que havíamos perdido um bebê por volta das semanas 6, que foi no mesmo dia em que acordei e não pude funcionar. Eu soube instantaneamente que havíamos perdido nosso bebê naquele dia.

Eu não pude deixar de me perguntar imediatamente por que Deus havia levado nosso bebê. Mas então, no ano seguinte, percebi por quê. Neste último ano, tenho ouvido falar e conhecido muitas outras mulheres que perderam seus bebês. E essa dor que Deus me fez passar me ajudou a andar com essas mulheres e ajudá-las com sua dor. Cada vez que ouço falar de uma, sinto sua dor e minha própria dor novamente.

E agora, nosso bebê saudável tem 4 meses de idade. Eu consigo aconchegar meu precioso garoto todas as noites. Há momentos em que não posso deixar de imaginar como seria se eu tivesse gêmeos. Mas agora, sou apenas grato pelo meu bebê.

Às vezes, quando estamos sofrendo, não entendemos porque Deus faz as coisas que Ele faz. Nós não vemos sua imagem completa. Mas então, às vezes um ano, às vezes alguns anos, no futuro, começamos a ver por que Deus nos faz passar por essa dor. Na maior parte do tempo, é para nos conectarmos com as pessoas. É para que possamos andar ao lado de pessoas que passaram pela mesma dor que fizemos e ajudá-las com a dor delas.

Já faz um ano e, embora às vezes minha dor seja forte, meu Deus é mais forte e agora entendo por que Ele levou nosso anjo embora. Eu encontrei um verso que me ajudou em alguns dos dias mais difíceis. Eclesiastes 4: 3: “Mas os mais afortunados de todos são aqueles que ainda não nasceram. Pois eles não viram todo o mal que é feito debaixo do sol. ”(NLT). Nosso anjo bebê está sendo mantido por nosso grande e poderoso Deus. Ryley não saberá a dor da mágoa ou a sensação de tristeza. Ryley conhecerá a felicidade e conhecerá o sentimento de ser mantido por nosso Salvador. Pensar nisso é o que está me ajudando neste aniversário. Nosso Ryley está no Céu e está brincando com todos os outros bebês do anjo. Um dia, vou conseguir segurar Ryley. Mas, por enquanto, sei que Ryley está segura nos braços de nosso Salvador e não pode ser ferida ”.

Deus me ama?

Eu perguntei a Jesus: "Quanto você me ama?" Ele disse: "Isso mesmo" e estendeu as mãos e morreu. Morreu por mim, um pecador caído! Ele morreu por você também.

***

Na noite anterior à minha morte, você estava em minha mente. Como eu desejei ter um relacionamento com você, passar a eternidade com você no céu. No entanto, o pecado separou você de Mim e Meu Pai. Um sacrifício de sangue inocente era necessário para o pagamento de seus pecados.

A hora chegou quando eu deveria dar a minha vida por você. Com o coração pesado, saí para o jardim para orar. Em agonia de alma suo, por assim dizer, gotas de sangue quando clamei a Deus ... “Ó Meu Pai, se for possível, que passe deste cálice de mim; todavia não seja como eu quero, mas como tu queres. ”~ Matthew 26: 39

Enquanto eu estava no jardim, os soldados vieram me prender, apesar de eu ser inocente de qualquer crime. Eles me trouxeram ao salão de Pilatos. Eu parei diante dos meus acusadores. Então Pilatos me levou e me açoitou. Lacerações cortaram profundamente minhas costas enquanto eu levava a surra para você. Então os soldados me despiram e vestiram um manto escarlate em mim. Eles colocaram uma coroa de espinhos na minha cabeça. Sangue desceu pelo meu rosto ... não havia beleza que você deveria desejar.

Então os soldados zombaram de mim, dizendo: Salve, rei dos judeus! Eles me trouxeram diante da multidão aplaudindo, gritando: “Crucifica-o. Crucifique-o. ”Fiquei ali em silêncio, sangrando, machucado e espancado. Ferido pelas vossas transgressões, ferido pelas vossas iniqüidades. Desprezado e rejeitado dos homens.

Pilatos tentou libertar-me, mas cedeu à pressão da multidão. "Tomai-o e crucificai-o, porque não acho nele culpa alguma", disse ele. Então ele me entregou para ser crucificado.

Você estava em minha mente quando eu carreguei minha cruz até a colina solitária para o Gólgota. Eu caí sob seu peso. Foi meu amor por você e fazer a vontade de Meu Pai que me deu força para suportar sob sua carga pesada. Lá, eu levei suas mágoas e carreguei suas tristezas, estabelecendo Minha vida pelo pecado da humanidade.

Os soldados zombaram dando golpes pesados ​​no martelo, enfiando as unhas profundamente em minhas mãos e pés. O amor pregou seus pecados na cruz, para nunca mais ser tratado novamente. Eles me ergueram e me deixaram morrer. No entanto, eles não tiraram a Minha vida. Eu de bom grado dei.

O céu ficou negro. Até o sol parou de brilhar. Meu corpo estragado com uma dor excruciante tomou o peso do seu pecado e suportou sua punição para que a ira de Deus pudesse ser satisfeita.

Quando todas as coisas foram realizadas. Eu entreguei o meu espírito nas mãos do meu pai e exalei as minhas palavras finais: "Está consumado". Baixei a cabeça e abri mão do fantasma.

Amo-Te, Jesus.

“Não há maior amor do que este, para que o homem dê a sua vida pelos seus amigos.” ~ John 15: 13

Como posso escapar do inferno?

Querida Alma

Hoje a estrada pode parecer íngreme e você se sente sozinho. Alguém em quem você confia o desapontou. Deus vê suas lágrimas. Ele sente sua dor. Ele deseja consolá-lo, pois Ele é um amigo que fica mais perto do que um irmão.

Deus te ama tanto que enviou seu único filho, Jesus, para morrer em seu lugar. Ele perdoará todos os pecados que você cometeu, se estiver disposto a deixar seus pecados e se afastar deles.

Talvez você sinta: “Ele não perdoará meus pecados porque são grandes demais. Você não conhece os pecados que cometi, eu me afastei muito do amor Dele. ”

Eu entendo seus pensamentos, querida alma. Eu também me senti indigno e indigno de seu amor. Fiquei ao pé da cruz implorando misericórdia, mas essa é a graça do nosso Deus.

As Escrituras dizem: “... não vim chamar os justos, mas pecadores ao arrependimento.” ~ Mark 2: 17b

Alma, isso inclui você e eu.

Não importa quão longe você tenha caído, a graça de Deus é ainda maior. As almas sujas e desanimadas, Ele veio para salvar. Ele vai descer a mão para segurar a sua.

Com o coração inclinado, diga ao Senhor:

“Eu sou um pecador. Eu fui um pecador toda a minha vida. Perdoe-me, Senhor.

Talvez você seja como aquele pecador caído. Ela veio a Jesus, sabendo que Ele era o único que poderia salvá-la. Com lágrimas escorrendo pelo rosto, ela começou a lavar os pés com lágrimas e limpou-as com os cabelos. Ele disse: “Seus pecados, que são muitos, são perdoados…” Alma, Ele pode dizer isso de você esta noite?

Você pode ter lágrimas escorrendo pelo seu rosto enquanto se relaciona com ela. Talvez você tenha olhado pornografia e se sinta envergonhado, ou tenha cometido adultério e queira ser perdoado. “Não me afaste da tua presença. Perdoa-me pelo mal que fiz. ”Você é tão culpada quanto ela, mas o mesmo Jesus que a perdoou também perdoará esta noite.

Um dia você estará diante do Senhor, transparente em Sua presença. Os livros da sua vida estarão abertos para serem julgados. Todo pensamento ... toda palavra ... todo motivo de seu coração será revelado em Sua luz iluminadora. O que você dirá em Sua presença? Diga ao Senhor: “Eu fiz uma bagunça na minha vida, quero ser perdoado.” Deus vê seu coração, querida alma. Claro, você fez escolhas erradas, mas Ele ainda te ama!

Talvez você tenha pensado em dar sua vida a Cristo, mas deixe de lado por uma razão ou outra. “Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações.” ~ Hebreus 4: 7b

Como eu luto com a depressão?

Oh, a noite escura da alma, quando penduramos nossas harpas nos salgueiros e encontramos conforto somente no Senhor!

Separação é triste. Quem de nós não lamentou a perda de um ente querido, nem sentiu sua tristeza ter chorado nos braços um do outro para não mais desfrutar dos amigos e companheiros amorosos para sempre, para nos ajudar nas dificuldades da vida?

Muitos estão passando pelo vale enquanto você lê isso. Você pode se relacionar, ter perdido um companheiro sozinho e agora está passando pela angústia da separação, imaginando como vai lidar com as horas solitárias à frente.

Sentimos a inutilidade da perda em nossos corações, quando um ente querido é tirado de nós.

Ser tirado de você por um curto período de tempo na presença, não no coração ... Estamos com saudades do céu e antecipar a reunião de nossos entes queridos enquanto ansiamos por um lugar melhor.

O familiar era tão reconfortante. Nunca é fácil deixar ir. Pois são as muletas que nos seguraram, os lugares que nos deram consolo, as visitas que nos deram alegria. Nós nos apegamos ao que é precioso até que é tirado de nós freqüentemente com profunda angústia de alma.

Às vezes, a tristeza toma conta de nós, como ondas do oceano batendo em nossa alma. Nós nos protegemos de sua dor, encontrando abrigo sob as asas do Senhor.

Nós nos perderíamos no vale da tristeza se não fosse pela mão de nosso Pastor nos guiar pelas longas e solitárias noites. Na noite escura da alma Ele é nosso Consolador, uma Presença Amorosa que compartilha de nossa dor e sofrimento.

Com cada lágrima que cai, a tristeza nos leva para casa em direção ao céu, onde nenhuma morte, nem tristeza, nem lágrima cairão. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Ele nos carrega em nossos momentos de dor mais profunda.

Através dos olhos marejados, antecipamos nossa alegre reunião quando estaremos com nossos amados no Senhor.

Às vezes, a angústia de sua alma o levará às lágrimas, mas tenha coragem, ainda não estamos em casa. O anseio do seu coração apenas aprofundará seu relacionamento com o Senhor. Isso não teria sido possível se você não tivesse passado pelo vale da tristeza.

“Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.” ~ Matthew 5: 4

Que o Senhor te abençoe e te guarde todos os dias da sua vida, até que você esteja na presença do Senhor no céu.

Como faço para recuperar de vício pornô?

Querida alma

Deixe-me falar ao seu coração por um momento .. Eu não estou aqui para condenar você, ou para julgar onde você esteve. Eu entendo como é fácil ser pego na teia da pornografia.

A tentação está em todo lugar. É uma questão que todos nós enfrentamos. Diariamente somos atraídos pelo que vemos na televisão, nos filmes ou na internet.

Pode parecer uma coisa pequena olhar para aquilo que é agradável aos olhos. O problema é que olhar se transforma em luxúria, e a luxúria é um desejo que nunca é satisfeito.

“Mas todo homem é tentado, quando é arrancado de sua luxúria e seduzido. Então, quando a concupiscência tem concebido, produz o pecado, e o pecado, quando está terminado, traz a morte. ”~ James 1: 14-15

Muitas vezes é isso que atrai a alma para a teia da pornografia.

As Escrituras lidam com esse problema comum ...

“Mas eu vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já cometeu adultério com ela em seu coração”.

E, se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Mateus 5 28-29

Satanás conhece nossas tentações. Ele usa imagens bonitas e pensamentos sedutores para nos atrair para sua teia. Nós nos tornamos intrigados. Nosso interesse nos leva a um caminho aparentemente inofensivo, até que se torne uma fortaleza em nossa vida.

Satanás vê nossa luta. Ele ri de nós delirantemente! “Você também se torna tão fraco quanto nós? Deus não pode alcançá-lo agora, sua alma está além do alcance dele.

Muitos morrem em seu enredamento, outros questionam sua fé em Deus. “Eu andei muito longe de Sua graça? Sua mão vai chegar até mim agora?

Nossos momentos mais fracos são quando estamos sozinhos, somos seduzidos por nossos próprios pensamentos lascivos. Nós flertamos com a tentação quando devemos fugir. "Que mal vai fazer?", Dizemos a nós mesmos de forma convincente.

Seus momentos de prazer são mal iluminados, como a solidão se impõe. Não importa quão longe você tenha caído, a graça de Deus é ainda maior. O pecador caído Ele deseja salvar, Ele alcançará Sua mão para segurar a sua.

Como eu paro de assistir pornografia?

Querida alma

Deixe-me falar ao seu coração por um momento .. Eu não estou aqui para condenar você, ou para julgar onde você esteve. Eu entendo como é fácil ser pego na teia da pornografia.

A tentação está em todo lugar. É uma questão que todos nós enfrentamos. Diariamente somos atraídos pelo que vemos na televisão, nos filmes ou na internet.

Pode parecer uma coisa pequena olhar para aquilo que é agradável aos olhos. O problema é que olhar se transforma em luxúria, e a luxúria é um desejo que nunca é satisfeito.

“Mas todo homem é tentado, quando é arrancado de sua luxúria e seduzido. Então, quando a concupiscência tem concebido, produz o pecado, e o pecado, quando está terminado, traz a morte. ”~ James 1: 14-15

Muitas vezes é isso que atrai a alma para a teia da pornografia.

As Escrituras lidam com esse problema comum ...

“Mas eu vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já cometeu adultério com ela em seu coração”.

E, se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Mateus 5 28-29

Satanás conhece nossas tentações. Ele usa imagens bonitas e pensamentos sedutores para nos atrair para sua teia. Nós nos tornamos intrigados. Nosso interesse nos leva a um caminho aparentemente inofensivo, até que se torne uma fortaleza em nossa vida.

Satanás vê nossa luta. Ele ri de nós delirantemente! “Você também se torna tão fraco quanto nós? Deus não pode alcançá-lo agora, sua alma está além do alcance dele.

Muitos morrem em seu enredamento, outros questionam sua fé em Deus. “Eu andei muito longe de Sua graça? Sua mão vai chegar até mim agora?

Nossos momentos mais fracos são quando estamos sozinhos, somos seduzidos por nossos próprios pensamentos lascivos. Nós flertamos com a tentação quando devemos fugir. "Que mal vai fazer?", Dizemos a nós mesmos de forma convincente.

Seus momentos de prazer são mal iluminados, como a solidão se impõe. Não importa quão longe você tenha caído, a graça de Deus é ainda maior. O pecador caído Ele deseja salvar, Ele alcançará Sua mão para segurar a sua.

Como Deus é revelado na natureza?

(Uma carta para um irmão de luto na perda de sua esposa)

Olá,

Esta carta está muito atrasada. Eu tenho vontade de escrever para você desde que Dawn faleceu para que você saiba o que eu acredito sobre Deus e o Céu. Eu tenho dificuldade em explicar as coisas em pessoa, então às vezes é mais fácil colocar meus pensamentos no papel.

Eu definitivamente acredito em Deus. Ele é Deus o Pai, o Filho (Jesus) e o Espírito Santo. Ele é um e o mesmo, assim como um ovo tem partes 3, a casca, os brancos e a gema (partes 3 mas ainda ovo 1). Uma pessoa tem um corpo, uma alma (a personalidade) e um Espírito (A parte que pode responder a Deus). Não podemos ver a alma ou o espírito, mas ainda é uma parte de nós.

Eu sempre fui tão animado com a natureza. A Bíblia nos diz muitas coisas fascinantes sobre a natureza para nos ajudar a entender melhor a Bíblia. Espero que você tenha uma Bíblia King James. Se não, você pode obter um quase em qualquer lugar. Quase soa como Shakespeare quando você lê, mas quanto mais você faz, mais se acostuma.

Um dos meus versos favoritos na Bíblia é Romanos 1: 20 “Porque as coisas invisíveis dele da criação do mundo são claramente vistas, sendo entendidas pelas coisas que são feitas, até mesmo pelo seu eterno poder e divindade; de modo que eles são indesculpáveis ​​”porque o versículo nos diz que, observando a Criação, não podemos deixar de saber que existe um Deus.

Eu nunca consigo superar a beleza da teia de aranha. Eles são tão artisticamente perfeitos. As teias são diferentes de acordo com suas espécies e igualmente bonitas. O fato de a aranha saber o suficiente para girar seus fios em torno de outro inseto ou paralisá-lo com seu próprio veneno, de modo que se alimentar é tão surpreendente. Ninguém nunca teve que ensiná-los como. Deus apenas colocou esse instinto neles.

Pense nas belas flores que Deus criou e nas fragrâncias que elas dão. Existe uma tal variedade! Eu sei que as pessoas surgiram com novos tipos através dos anos, mas elas se originaram da semente que foi colocada pela primeira vez aqui por Deus.

Pense nas árvores e nos diferentes estágios pelos quais elas passam. Eles representam os estágios da vida de uma pessoa. A semente (quando éramos bebês), As folhas verdes (o crescimento como estamos aprendendo). As mudanças de cor (conforme atingimos a maturidade) e as folhas caídas (quando morremos). Isso não tem que ser o fim de tudo isso. Revelações 22: 14 nos diz que Deus é a Árvore da Vida e se nós O aceitarmos e crermos Nele, viveremos com Ele para sempre. "Bem-aventurados aqueles que cumprem os seus mandamentos, para que tenham direito à arvore da vida e possam entrar pela cidade".

Eu amo o exemplo de uma bolota. A bolota está enterrada no chão. Perde a casca e se torna uma bela árvore. A bolota se foi e em seu lugar há toda uma nova árvore. Quando morremos, nossos corpos também são colocados no chão, mas Deus nos dará nossos novos corpos, que são muito maiores que os antigos, pois o carvalho é maior do que a bolota.

O sol no céu é uma grande imagem de Deus, porque todos sabem que o sol sempre esteve aqui desde o começo e temos fé que estará aqui até o fim dos tempos. Mesmo que haja apenas um sol, sabemos que ele atinge todas as partes do mundo e dá à Terra o que ela precisa para sobreviver, até mesmo para a parte mais remota da Terra. Apenas o mesmo existe apenas um Deus. Não importa quem somos ou onde moramos ou quão insignificantes pensamos que somos, Ele cuida de nós. Peter 5: 7 diz: “Lançando todos os seus cuidados sobre ele; porque ele cuida de você.

Eu amo Matthew 6: 25 & 26. Deus nos diz, assim como os pássaros dos seres são cuidados por Ele, não devemos nos preocupar porque Ele também cuidará de nós.

Uma das minhas coisas favoritas para ver é o arco-íris. Quando vemos o arco completo, ele é perfeitamente moldado e as cores são tão vivas. Nenhum homem poderia ter feito uma coisa tão linda. Só poderia ser feito por Deus.

Gênesis 1, o capítulo inteiro fala de Sua criação. Também devemos olhar para algumas das criações de Deus para nos ensinar como ser. Provérbios 6: 6 nos diz para observar a formiga para nos mostrar que estamos ocupados. Vá até a formiga, seu preguiçoso; considere os seus caminhos, e seja sábio. ”Eles não têm ninguém para ensiná-los a trabalhar, mas eles sabem como reunir sua comida e cuidar de si mesmos, como quase todo animal é capaz de fazer.

Um exemplo de vida após a morte que vem à mente é a semente do jardim. Se você colocar uma semente na palma da sua mão ou colocá-la em uma mesa, ela sempre será uma semente. Uma vez que você colocar a semente no solo e regá-la, a velha casca será deixada para trás e a primavera será uma nova planta viva. Quando plantamos a semente, temos fé que ela voltará à vida. Temos esperança de que ela cresça ”. Agora, a fé é a substância das coisas que se espera, a evidência das coisas não vistas. Hebreus 11: 1 & 3 - Estes versos 2 têm uma boa definição de fé usando a criação de Deus.

A semente de cenoura me surpreende. É quase do tamanho de um grão de pimenta. Olhando para isto parece quase impossível que isto pudesse se tornar uma cenoura. E depois há a cor bonita também. Porque para Deus nada será impossível ”. Luke 1: 37

A borboleta é outra criatura fascinante na natureza. As cores e desenhos e os estágios que se tornaram um são notáveis. Eu sei que veremos Dawn novamente e ela será saudável e não envelhecerá. Veremos muitos dos nossos entes queridos que adormeceram em Jesus antes de nós e nunca mais seremos separados deles. Se nascêssemos apenas para morrer, não faria qualquer sentido. Romanos 8: 18 diz: "Pois eu creio que os sofrimentos deste tempo presente não são dignos de serem comparados com a glória que será revelada em nós." A Bíblia é um Livro que existe há gerações e gerações e ainda lê por pessoas de todo o mundo até hoje. Hebreus 13: 8 diz: "Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e para sempre".

John 3: 16 é um verso muito popular para explicar o caminho para a salvação. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Deus enviou Seu Filho (Jesus) à Terra para nascer um bebê e tornar-se um homem como nós, sem pecado, e morrer na cruz como sacrifício pelos nossos pecados. Somos todos pecadores e merecemos morrer. Mas Deus teve misericórdia de nós e enviou Seu Filho para receber o castigo por nós. Ele morreu e ressuscitou, assim como uma semente morre e nova vida surge. Nós morreremos um dia, mas se crermos em Deus e pedirmos a Ele que perdoe nossos pecados, Ele nos trará nova vida um dia com um corpo que não morrerá nem adoecerá. Não será maravilhoso?

Eu tenho paz no coração com a perspectiva de morrer porque sei que Ele me ressuscitará com uma nova vida eterna.

Estou lhe enviando este livro do verdadeiro Deus. Provas e Promessas e o artigo sobre a Borboleta, esperando que ela faça as coisas claras para você. Tenho certeza que você conhece os estágios da borboleta, mas também ajudará você a ver o aspecto espiritual dela também.

Eu poderia continuar com coisas diferentes sobre a natureza e como ela se relaciona de uma maneira espiritual.

Se você ler a Bíblia, por favor, não desanime tentando descobrir tudo. Não é uma história longa e contínua. Há livros 66 na Bíblia, escritos por várias pessoas diferentes que foram inspiradas por Deus. Toda vez que você vê escrevendo em letras vermelhas, elas são palavras escritas pelo próprio Jesus.

Espero que isso ajude você. Creia no Senhor Jesus Cristo e serás salvo. Atos 16: 31. Por favor acredite hoje e não o deixe para outro dia porque nenhum de nós sabe se há um amanhã como Dawn. Felizmente ela acreditou.

É sempre bom conversar com você. Amor, sua irmã, Robin

Estudo Bíblico Relacionado: Job 38-41

Deus é louco comigo?

Eu perguntei a Jesus: "Quanto você me ama?" Ele disse: "Isso mesmo" e estendeu as mãos e morreu. Morreu por mim, um pecador caído! Ele morreu por você também.

***

Na noite anterior à minha morte, você estava em minha mente. Como eu desejei ter um relacionamento com você, passar a eternidade com você no céu. No entanto, o pecado separou você de Mim e Meu Pai. Um sacrifício de sangue inocente era necessário para o pagamento de seus pecados.

A hora chegou quando eu deveria dar a minha vida por você. Com o coração pesado, saí para o jardim para orar. Em agonia de alma suo, por assim dizer, gotas de sangue quando clamei a Deus ... “Ó Meu Pai, se for possível, que passe deste cálice de mim; todavia não seja como eu quero, mas como tu queres. ”~ Matthew 26: 39

Enquanto eu estava no jardim, os soldados vieram me prender, apesar de eu ser inocente de qualquer crime. Eles me trouxeram ao salão de Pilatos. Eu parei diante dos meus acusadores. Então Pilatos me levou e me açoitou. Lacerações cortaram profundamente minhas costas enquanto eu levava a surra para você. Então os soldados me despiram e vestiram um manto escarlate em mim. Eles colocaram uma coroa de espinhos na minha cabeça. Sangue desceu pelo meu rosto ... não havia beleza que você deveria desejar.

Então os soldados zombaram de mim, dizendo: Salve, rei dos judeus! Eles me trouxeram diante da multidão aplaudindo, gritando: “Crucifica-o. Crucifique-o. ”Fiquei ali em silêncio, sangrando, machucado e espancado. Ferido pelas vossas transgressões, ferido pelas vossas iniqüidades. Desprezado e rejeitado dos homens.

Pilatos tentou libertar-me, mas cedeu à pressão da multidão. "Tomai-o e crucificai-o, porque não acho nele culpa alguma", disse ele. Então ele me entregou para ser crucificado.

Você estava em minha mente quando eu carreguei minha cruz até a colina solitária para o Gólgota. Eu caí sob seu peso. Foi meu amor por você e fazer a vontade de Meu Pai que me deu força para suportar sob sua carga pesada. Lá, eu levei suas mágoas e carreguei suas tristezas, estabelecendo Minha vida pelo pecado da humanidade.

Os soldados zombaram dando golpes pesados ​​no martelo, enfiando as unhas profundamente em minhas mãos e pés. O amor pregou seus pecados na cruz, para nunca mais ser tratado novamente. Eles me ergueram e me deixaram morrer. No entanto, eles não tiraram a Minha vida. Eu de bom grado dei.

O céu ficou negro. Até o sol parou de brilhar. Meu corpo estragado com uma dor excruciante tomou o peso do seu pecado e suportou sua punição para que a ira de Deus pudesse ser satisfeita.

Quando todas as coisas foram realizadas. Eu entreguei o meu espírito nas mãos do meu pai e exalei as minhas palavras finais: "Está consumado". Baixei a cabeça e abri mão do fantasma.

Amo-Te, Jesus.

“Não há maior amor do que este, para que o homem dê a sua vida pelos seus amigos.” ~ John 15: 13

O Inferno é um Lugar Literal?

“E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe a Abraão, e Lázaro no seu seio. E clamou e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e manda a Lázaro que molhe a ponta do dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. ~ Luke 16: 23-24

Então ele disse: Peço-te, pois, pai, que o mandes para a casa de meu pai; porque tenho cinco irmãos; para que ele possa testificar a eles, para que também eles não entrem neste lugar de tormento. ”~ Luke 16: 27-28

Esta noite, ao ler esta carta, a mãe, o pai, a irmã, o irmão ou o amigo mais querido de alguém escorregarão para a eternidade apenas para cumprir sua decisão no inferno.

Imagine receber uma carta como esta de um dos seus entes queridos. Escrito por um jovem a sua mãe temente a Deus. Ele morreu e foi para o inferno ... Que não seja dito de você!

Uma carta do inferno

Querida mãe,

Estou escrevendo para você do lugar mais horrível que já vi e mais horrível do que você poderia imaginar. É preto aqui, tão escuro que eu não posso nem ver todas as almas que eu estou constantemente esbarrando. Eu só sei que eles são pessoas como eu do grito de sangue gritos. Minha voz sumiu do meu próprio grito enquanto me contorço de dor e sofrimento. Eu não posso nem mais gritar por ajuda, e não adianta de jeito nenhum, não há ninguém aqui que tenha alguma compaixão por minha situação.

A dor e sofrimento neste lugar é absolutamente insuportável. Isso consome todo o meu pensamento, eu não poderia saber se havia alguma outra sensação para vir sobre mim. A dor é tão intensa que nunca pára de dia nem de noite. A virada dos dias não aparece por causa da escuridão. O que pode ser nada mais do que minutos ou mesmo segundos, parece muitos anos sem fim. O pensamento desse sofrimento continuar sem fim é mais do que posso suportar. Minha mente está girando mais e mais a cada momento que passa. Eu me sinto como um louco, não consigo nem pensar claramente sob essa carga de confusão. Eu temo que estou perdendo a cabeça.

O medo é tão ruim quanto a dor, talvez até pior. Não vejo como minha situação possa ser pior do que isso, mas tenho medo constante de que possa estar a qualquer momento.

Minha boca está ressecada e só se tornará mais. É tão seco que minha língua se fende ao céu da boca. Lembro-me daquele velho pregador dizendo que é o que Jesus Cristo suportou quando se pendurou naquela velha cruz acidentada. Não há alívio, nem tanto como uma única gota de água para esfriar minha língua inchada.

Para adicionar ainda mais miséria a este lugar de tormento, sei que mereço estar aqui. Estou sendo punido justamente pelos meus atos. A punição, a dor, o sofrimento não são piores do que justamente merece, mas admitir que agora nunca aliviará a angústia que arde eternamente em minha alma miserável. Eu me odeio por cometer os pecados para ganhar um destino tão horrível, eu odeio o diabo que me enganou para que eu acabasse neste lugar. E por mais que eu saiba que é uma maldade indescritível pensar isso, odeio o próprio Deus que enviou seu Filho unigênito para me poupar desse tormento. Eu nunca posso culpar o Cristo que sofreu e sangrou e morreu por mim, mas eu o odeio de qualquer maneira. Eu não posso nem mesmo controlar meus sentimentos que eu sei ser perverso, infeliz e vil. Eu sou mais perverso e vil agora do que jamais fui em minha existência terrena. Oh, se ao menos eu tivesse escutado.

Qualquer tormento terrestre seria muito melhor que isso. Para morrer uma morte lenta e agonizante de Câncer; Morrer em um prédio em chamas quando as vítimas dos ataques terroristas 9-11. Mesmo para ser pregado na cruz depois de ser espancado impiedosamente como o Filho de Deus; Mas, para escolher isso acima do meu estado atual, não tenho poder. Eu não tenho essa escolha.

Eu agora entendo que este tormento e sofrimento é o que Jesus deu para mim. Eu acredito que ele sofreu, sangrou e morreu para pagar pelos meus pecados, mas seu sofrimento não era eterno. Depois de três dias ele se levantou em vitória sobre o túmulo. Oh, eu acredito nisso, mas, infelizmente, é tarde demais. Como a velha canção do convite diz que eu me lembro de ouvir tantas vezes, eu sou “One Day Too Late”.

Somos TODOS crentes neste lugar terrível, mas nossa fé é NADA. É muito tarde. A porta está fechada. A árvore caiu e aqui ficará. No inferno. Perdido para sempre. Sem esperança, sem conforto, sem paz, sem alegria.

Nunca haverá um fim para o meu sofrimento. Eu me lembro daquele velho pregador como ele dizia: "E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre: E eles não têm descanso nem dia nem noite"

E isso é talvez a pior coisa sobre este lugar terrível. EU LEMBRO. Eu me lembro dos cultos da igreja. Eu lembro dos convites. Eu sempre achei que eles eram tão brutos, tão idiotas, tão inúteis. Parecia que eu era muito “durão” para essas coisas. Eu vejo tudo diferente agora, mãe, mas minha mudança de coração não importa nada neste momento.

Eu vivi como um tolo, fingi como um tolo, morri como um tolo, e agora devo sofrer os tormentos e a angústia de um tolo.

Mãe, como eu sinto muita falta do conforto de casa. Nunca mais vou conhecer sua delicada carícia na minha testa febril. Não há mais café da manhã quente ou refeições caseiras. Nunca mais vou sentir o calor da lareira em uma noite gelada de inverno. Agora, o fogo engole não apenas esse corpo que perece, atormentado pela dor incomparável, mas o fogo da ira de um Deus Todo-Poderoso consome meu próprio ser interior com uma angústia que não pode ser adequadamente descrita em nenhuma língua mortal.

Eu anseio apenas passear por um prado verdejante na primavera e ver as belas flores, parando para absorver a fragrância de seu doce perfume. Em vez disso, estou resignada com o cheiro ardente de enxofre, enxofre e um calor tão intenso que todos os outros sentidos simplesmente me falham.

Mãe, quando adolescente, sempre odiei ter que ouvir o barulho dos bebês na igreja, e até mesmo em nossa casa. Eu pensei que eles eram tão inconvenientes para mim, uma irritação tão grande. Como eu desejo apenas ver por um breve momento um daqueles rostinhos inocentes. Mas não há bebês no inferno, mãe.

Não há Bíblias no Inferno, querida mãe. As únicas escrituras dentro das paredes carbonizadas dos condenados são aquelas que tocam nos meus ouvidos hora após hora, momento após momento miserável. Eles não oferecem conforto algum, e servem apenas para me lembrar de como fui tolo.

Se não fosse pela futilidade deles, mamãe, você poderia se alegrar de outra forma por saber que há uma reunião interminável de oração aqui no Inferno. Não importa, não há Espírito Santo para interceder em nosso favor. As orações são tão vazias, tão mortas. Eles são nada mais do que gritos de misericórdia que todos nós sabemos que nunca serão respondidos.

Por favor, avise meus irmãos, mamãe. Eu era o mais velho e achei que tinha que ser "legal". Por favor, diga-lhes que ninguém no inferno é legal. Por favor, avise todos os meus amigos, até mesmo meus inimigos, para que eles não venham também a este lugar de tormento.

Por mais terrível que seja este lugar, mamãe, vejo que não é meu destino final. Como Satanás ri de todos nós aqui, e como multidões se juntam a nós continuamente nesta festa da miséria, somos constantemente lembrados de que algum dia no futuro todos seremos convocados individualmente para comparecer diante do Trono do Julgamento do Deus Todo-Poderoso.

Deus nos mostrará nosso destino eterno escrito nos livros ao lado de todas as nossas obras iníquas. Não teremos defesa, nem desculpa, nem nada a dizer a não ser confessar a justiça da nossa condenação perante o supremo juiz de toda a terra. Pouco antes de sermos lançados em nosso destino final de tormento, o Lago de Fogo, teremos que olhar a face daquele que voluntariamente sofreu os tormentos do inferno para que pudéssemos ser libertos deles. Enquanto estamos lá em sua santa presença para ouvir o pronunciamento de nossa condenação, você estará lá Mãe para ver tudo.

Por favor, perdoe-me por envergonhar a minha cabeça, pois sei que não suportarei olhar para o seu rosto. Você já estará conformado à imagem do Salvador e eu sei que será mais do que posso suportar.

Eu adoraria deixar este lugar e me juntar a você e a tantos outros que conheci por meus poucos anos na terra. Mas eu sei que isso nunca será possível. Desde que eu sei que nunca posso escapar dos tormentos dos condenados, eu digo com lágrimas, com uma tristeza e profundo desespero que nunca podem ser completamente descritos, eu nunca mais quero ver nenhum de vocês novamente. Por favor, não se junte a mim aqui.

O inferno é real?

“E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe a Abraão, e Lázaro no seu seio. E clamou e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e manda a Lázaro que molhe a ponta do dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. ~ Luke 16: 23-24

Então ele disse: Peço-te, pois, pai, que o mandes para a casa de meu pai; porque tenho cinco irmãos; para que ele possa testificar a eles, para que também eles não entrem neste lugar de tormento. ”~ Luke 16: 27-28

Esta noite, ao ler esta carta, a mãe, o pai, a irmã, o irmão ou o amigo mais querido de alguém escorregarão para a eternidade apenas para cumprir sua decisão no inferno.

Imagine receber uma carta como esta de um dos seus entes queridos. Escrito por um jovem a sua mãe temente a Deus. Ele morreu e foi para o inferno ... Que não seja dito de você!

Uma carta do inferno

Querida mãe,

Estou escrevendo para você do lugar mais horrível que já vi e mais horrível do que você poderia imaginar. É preto aqui, tão escuro que eu não posso nem ver todas as almas que eu estou constantemente esbarrando. Eu só sei que eles são pessoas como eu do grito de sangue gritos. Minha voz sumiu do meu próprio grito enquanto me contorço de dor e sofrimento. Eu não posso nem mais gritar por ajuda, e não adianta de jeito nenhum, não há ninguém aqui que tenha alguma compaixão por minha situação.

A dor e sofrimento neste lugar é absolutamente insuportável. Isso consome todo o meu pensamento, eu não poderia saber se havia alguma outra sensação para vir sobre mim. A dor é tão intensa que nunca pára de dia nem de noite. A virada dos dias não aparece por causa da escuridão. O que pode ser nada mais do que minutos ou mesmo segundos, parece muitos anos sem fim. O pensamento desse sofrimento continuar sem fim é mais do que posso suportar. Minha mente está girando mais e mais a cada momento que passa. Eu me sinto como um louco, não consigo nem pensar claramente sob essa carga de confusão. Eu temo que estou perdendo a cabeça.

O medo é tão ruim quanto a dor, talvez até pior. Não vejo como minha situação possa ser pior do que isso, mas tenho medo constante de que possa estar a qualquer momento.

Minha boca está ressecada e só se tornará mais. É tão seco que minha língua se fende ao céu da boca. Lembro-me daquele velho pregador dizendo que é o que Jesus Cristo suportou quando se pendurou naquela velha cruz acidentada. Não há alívio, nem tanto como uma única gota de água para esfriar minha língua inchada.

Para adicionar ainda mais miséria a este lugar de tormento, sei que mereço estar aqui. Estou sendo punido justamente pelos meus atos. A punição, a dor, o sofrimento não são piores do que justamente merece, mas admitir que agora nunca aliviará a angústia que arde eternamente em minha alma miserável. Eu me odeio por cometer os pecados para ganhar um destino tão horrível, eu odeio o diabo que me enganou para que eu acabasse neste lugar. E por mais que eu saiba que é uma maldade indescritível pensar isso, odeio o próprio Deus que enviou seu Filho unigênito para me poupar desse tormento. Eu nunca posso culpar o Cristo que sofreu e sangrou e morreu por mim, mas eu o odeio de qualquer maneira. Eu não posso nem mesmo controlar meus sentimentos que eu sei ser perverso, infeliz e vil. Eu sou mais perverso e vil agora do que jamais fui em minha existência terrena. Oh, se ao menos eu tivesse escutado.

Qualquer tormento terrestre seria muito melhor que isso. Para morrer uma morte lenta e agonizante de Câncer; Morrer em um prédio em chamas quando as vítimas dos ataques terroristas 9-11. Mesmo para ser pregado na cruz depois de ser espancado impiedosamente como o Filho de Deus; Mas, para escolher isso acima do meu estado atual, não tenho poder. Eu não tenho essa escolha.

Eu agora entendo que este tormento e sofrimento é o que Jesus deu para mim. Eu acredito que ele sofreu, sangrou e morreu para pagar pelos meus pecados, mas seu sofrimento não era eterno. Depois de três dias ele se levantou em vitória sobre o túmulo. Oh, eu acredito nisso, mas, infelizmente, é tarde demais. Como a velha canção do convite diz que eu me lembro de ouvir tantas vezes, eu sou “One Day Too Late”.

Somos TODOS crentes neste lugar terrível, mas nossa fé é NADA. É muito tarde. A porta está fechada. A árvore caiu e aqui ficará. No inferno. Perdido para sempre. Sem esperança, sem conforto, sem paz, sem alegria.

Nunca haverá um fim para o meu sofrimento. Eu me lembro daquele velho pregador como ele dizia: "E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre: E eles não têm descanso nem dia nem noite"

E isso é talvez a pior coisa sobre este lugar terrível. EU LEMBRO. Eu me lembro dos cultos da igreja. Eu lembro dos convites. Eu sempre achei que eles eram tão brutos, tão idiotas, tão inúteis. Parecia que eu era muito “durão” para essas coisas. Eu vejo tudo diferente agora, mãe, mas minha mudança de coração não importa nada neste momento.

Eu vivi como um tolo, fingi como um tolo, morri como um tolo, e agora devo sofrer os tormentos e a angústia de um tolo.

Mãe, como eu sinto muita falta do conforto de casa. Nunca mais vou conhecer sua delicada carícia na minha testa febril. Não há mais café da manhã quente ou refeições caseiras. Nunca mais vou sentir o calor da lareira em uma noite gelada de inverno. Agora, o fogo engole não apenas esse corpo que perece, atormentado pela dor incomparável, mas o fogo da ira de um Deus Todo-Poderoso consome meu próprio ser interior com uma angústia que não pode ser adequadamente descrita em nenhuma língua mortal.

Eu anseio apenas passear por um prado verdejante na primavera e ver as belas flores, parando para absorver a fragrância de seu doce perfume. Em vez disso, estou resignada com o cheiro ardente de enxofre, enxofre e um calor tão intenso que todos os outros sentidos simplesmente me falham.

Mãe, quando adolescente, sempre odiei ter que ouvir o barulho dos bebês na igreja, e até mesmo em nossa casa. Eu pensei que eles eram tão inconvenientes para mim, uma irritação tão grande. Como eu desejo apenas ver por um breve momento um daqueles rostinhos inocentes. Mas não há bebês no inferno, mãe.

Não há Bíblias no Inferno, querida mãe. As únicas escrituras dentro das paredes carbonizadas dos condenados são aquelas que tocam nos meus ouvidos hora após hora, momento após momento miserável. Eles não oferecem conforto algum, e servem apenas para me lembrar de como fui tolo.

Se não fosse pela futilidade deles, mamãe, você poderia se alegrar de outra forma por saber que há uma reunião interminável de oração aqui no Inferno. Não importa, não há Espírito Santo para interceder em nosso favor. As orações são tão vazias, tão mortas. Eles são nada mais do que gritos de misericórdia que todos nós sabemos que nunca serão respondidos.

Por favor, avise meus irmãos, mamãe. Eu era o mais velho e achei que tinha que ser "legal". Por favor, diga-lhes que ninguém no inferno é legal. Por favor, avise todos os meus amigos, até mesmo meus inimigos, para que eles não venham também a este lugar de tormento.

Por mais terrível que seja este lugar, mamãe, vejo que não é meu destino final. Como Satanás ri de todos nós aqui, e como multidões se juntam a nós continuamente nesta festa da miséria, somos constantemente lembrados de que algum dia no futuro todos seremos convocados individualmente para comparecer diante do Trono do Julgamento do Deus Todo-Poderoso.

Deus nos mostrará nosso destino eterno escrito nos livros ao lado de todas as nossas obras iníquas. Não teremos defesa, nem desculpa, nem nada a dizer a não ser confessar a justiça da nossa condenação perante o supremo juiz de toda a terra. Pouco antes de sermos lançados em nosso destino final de tormento, o Lago de Fogo, teremos que olhar a face daquele que voluntariamente sofreu os tormentos do inferno para que pudéssemos ser libertos deles. Enquanto estamos lá em sua santa presença para ouvir o pronunciamento de nossa condenação, você estará lá Mãe para ver tudo.

Por favor, perdoe-me por envergonhar a minha cabeça, pois sei que não suportarei olhar para o seu rosto. Você já estará conformado à imagem do Salvador e eu sei que será mais do que posso suportar.

Eu adoraria deixar este lugar e me juntar a você e a tantos outros que conheci por meus poucos anos na terra. Mas eu sei que isso nunca será possível. Desde que eu sei que nunca posso escapar dos tormentos dos condenados, eu digo com lágrimas, com uma tristeza e profundo desespero que nunca podem ser completamente descritos, eu nunca mais quero ver nenhum de vocês novamente. Por favor, não se junte a mim aqui.

É errado que os cristãos se sintam deprimidos?

Oh, a noite escura da alma, quando penduramos nossas harpas nos salgueiros e encontramos conforto somente no Senhor!

Separação é triste. Quem de nós não lamentou a perda de um ente querido, nem sentiu sua tristeza ter chorado nos braços um do outro para não mais desfrutar dos amigos e companheiros amorosos para sempre, para nos ajudar nas dificuldades da vida?

Muitos estão passando pelo vale enquanto você lê isso. Você pode se relacionar, ter perdido um companheiro sozinho e agora está passando pela angústia da separação, imaginando como vai lidar com as horas solitárias à frente.

Sentimos a inutilidade da perda em nossos corações, quando um ente querido é tirado de nós.

Ser tirado de você por um curto período de tempo na presença, não no coração ... Estamos com saudades do céu e antecipar a reunião de nossos entes queridos enquanto ansiamos por um lugar melhor.

O familiar era tão reconfortante. Nunca é fácil deixar ir. Pois são as muletas que nos seguraram, os lugares que nos deram consolo, as visitas que nos deram alegria. Nós nos apegamos ao que é precioso até que é tirado de nós freqüentemente com profunda angústia de alma.

Às vezes, a tristeza toma conta de nós, como ondas do oceano batendo em nossa alma. Nós nos protegemos de sua dor, encontrando abrigo sob as asas do Senhor.

Nós nos perderíamos no vale da tristeza se não fosse pela mão de nosso Pastor nos guiar pelas longas e solitárias noites. Na noite escura da alma Ele é nosso Consolador, uma Presença Amorosa que compartilha de nossa dor e sofrimento.

Com cada lágrima que cai, a tristeza nos leva para casa em direção ao céu, onde nenhuma morte, nem tristeza, nem lágrima cairão. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Ele nos carrega em nossos momentos de dor mais profunda.

Através dos olhos marejados, antecipamos nossa alegre reunião quando estaremos com nossos amados no Senhor.

Às vezes, a angústia de sua alma o levará às lágrimas, mas tenha coragem, ainda não estamos em casa. O anseio do seu coração apenas aprofundará seu relacionamento com o Senhor. Isso não teria sido possível se você não tivesse passado pelo vale da tristeza.

“Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.” ~ Matthew 5: 4

Que o Senhor te abençoe e te guarde todos os dias da sua vida, até que você esteja na presença do Senhor no céu.

Existe vida após a morte?

Todos os dias, milhares de pessoas darão o último suspiro e cairão na eternidade, seja no céu ou no inferno. Embora possamos nunca saber seus nomes, a realidade da morte acontece todos os dias.

O que acontece no momento depois de você morrer?

No momento em que você morre, sua alma se afasta temporariamente do seu corpo para aguardar a ressurreição.

Aqueles que depositam sua fé em Cristo serão levados pelos anjos para a presença do Senhor. Eles agora estão consolados. Ausente do corpo e presente com o Senhor.

Enquanto isso, os incrédulos esperam no Hades pelo julgamento final.

“E no inferno ergueu os olhos, estando em tormentos ... E clamou e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e envia a Lázaro, para que molhe a ponta do dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. ”~ Luke 16: 23a-24

“Então o pó retornará à terra como estava: e o espírito retornará ao Deus que o deu.” ~ Eclesiastes 12: 7

Apesar de lamentarmos a perda de nossos entes queridos, sentimos tristeza, mas não como aqueles que não têm esperança. “Porque se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também os que dormem em Jesus trarão com ele. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, confortai-vos uns aos outros com estas palavras. ”~ 1 Thessalonians 4: 14, 17-18

Enquanto o corpo do incrédulo permanece descansando, quem pode imaginar os tormentos que ele está experimentando ?! Seu espírito grita! “O inferno de baixo é movido para te encontrar em tua vinda…” ~ Isaías 14: 9a

Despreparado é ele se encontrar com Deus!

Embora ele chore em seu tormento, sua oração não oferece conforto algum, pois um grande abismo é fixo onde ninguém pode passar para o outro lado. Sozinho ele é deixado em sua miséria. Sozinho em suas memórias. A chama da esperança para sempre extinguida de ver seus entes queridos novamente.

Pelo contrário, preciosa aos olhos do Senhor é a morte de seus santos. Acompanhado pelos anjos na presença do Senhor, eles agora são consolados. Suas provações e sofrimentos são passados. Embora sua presença seja profundamente perdida, eles têm esperança de ver seus entes queridos novamente.

Há casamento no céu?

“Mas não quero que ignoreis irmãos sobre os que dormem, para que não sofrais, como a outros que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também os que dormem em Jesus, levarão com Deus.

Porque o próprio Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. ”1 Tessalonicenses 4: 13-14, 16-18

Muitas pessoas se perguntam quando se viram do túmulo de seus entes queridos: “Conheceremos nossos entes queridos no céu”? “Vamos ver o rosto deles de novo”?

O Senhor entende sua dor. Ele carregou nossas tristezas ... Pois Ele chorou no túmulo de Seu querido amigo Lázaro mesmo sabendo que Ele o levantaria dentro de alguns instantes.

Lá Ele falou em consolo aos seus amados amigos.

“Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.” ~ John 11: 25

Agora, nos entristecemos por aqueles que dormem em Jesus, mas não como aqueles que não têm esperança. Pois na ressurreição, Deus trará com Ele aqueles que dormem em Jesus. Nossa amizade é duradoura. Continua para sempre.

“Porque na ressurreição, nem se casam, nem são dados em casamento, mas são como os anjos de Deus no céu.” ~ Matthew 22: 30

Embora nosso casamento terreno não seja sustentado no céu, nossos relacionamentos serão puros e saudáveis. Pois é apenas um retrato que serviu ao seu propósito até que os crentes em Cristo sejam casados ​​com o Senhor.

“E eu, João, vi a cidade santa, a Nova Jerusalém, descendo de Deus do céu, preparada como uma noiva adornada por seu marido.

E ouvi uma grande voz do céu dizendo: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, e ele habitará com eles, e eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles e será seu Deus.

E Deus enxugará todas as lágrimas dos seus olhos; e não haverá mais morte, nem tristeza, nem pranto, nem mais haverá dor, porque as primeiras coisas passarão. ”Apocalipse 21: 2

Agora que estou salvo, o que vem a seguir?

Agora que você crê no Evangelho: que Cristo morreu por seus pecados de acordo com as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia de acordo com a Escritura e pediu a Jesus Cristo para perdoar você de sua parte. pecados, o que você deve fazer a seguir?

A primeira coisa que você precisa fazer é pegar uma Bíblia se ainda não tiver uma. Há várias traduções modernas precisas e fáceis de entender.

Em seguida, desenvolva um plano sistemático para a leitura da Bíblia. Você não começaria qualquer outro livro no meio e então pularia de um lugar para outro, então não faça isso com a Bíblia.

A Bíblia é uma coleção de livros 66. Quatro deles, chamados Evangelhos, contam sobre a vida de Jesus. Gostaria de encorajá-lo a ler todos os quatro nesta ordem, Marcos, Lucas, Mateus e João e depois ler o resto do Novo Testamento.

A segunda coisa que você precisa fazer é começar a orar regularmente. Orar é apenas falar com Deus e, embora você precise ser respeitoso, não precisa usar linguagem especial.

A Oração do Senhor em Mateus 6: 9-13 é um ótimo padrão para orar. Graças a Deus pelo que Ele fez por você. Admita a Ele quando você pecar e peça a Ele para perdoá-lo. (Ele promete que Ele irá.) E peça a Deus pelas coisas que você precisa.

A terceira coisa que você precisa fazer é encontrar uma boa igreja. Boas igrejas ensinam que toda a Bíblia é a Palavra de Deus, falam por que Jesus morreu na cruz e estão cheias de pessoas boas cujas vidas estão sendo mudadas por seu relacionamento com Deus.

A evidência mais óbvia de que uma pessoa está em um relacionamento de mudança de vida com Jesus Cristo é como eles tratam as pessoas. Jesus disse: “Por isso todos os homens saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amam”. - John 13: 35

Se a igreja tiver estudos bíblicos ou aulas da Escola Dominical para novos cristãos, tente participar. Há muitas coisas interessantes para aprender à medida que você conhece a Deus melhor. Deus tem planos para você.

Jesus disse: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”. Deus “nos deu tudo de que precisamos para a vida e piedade por meio do nosso conhecimento dEle. que nos chamou por Sua própria glória e bondade. ”2 Peter 1: 3

Ao ler sua Bíblia, orar e envolver-se em uma boa igreja, Deus começará a mudar sua vida de maneiras que você nunca imaginou serem possíveis e a preencher com amor, alegria, paz e propósito real.

Que Deus te abençoe ao segui-lo.

A prova da ressurreição através da natureza

(Uma carta para um irmão de luto na perda de sua esposa)

Olá,

Esta carta está muito atrasada. Eu tenho vontade de escrever para você desde que Dawn faleceu para que você saiba o que eu acredito sobre Deus e o Céu. Eu tenho dificuldade em explicar as coisas em pessoa, então às vezes é mais fácil colocar meus pensamentos no papel.

Eu definitivamente acredito em Deus. Ele é Deus o Pai, o Filho (Jesus) e o Espírito Santo. Ele é um e o mesmo, assim como um ovo tem partes 3, a casca, os brancos e a gema (partes 3 mas ainda ovo 1). Uma pessoa tem um corpo, uma alma (a personalidade) e um Espírito (A parte que pode responder a Deus). Não podemos ver a alma ou o espírito, mas ainda é uma parte de nós.

Eu sempre fui tão animado com a natureza. A Bíblia nos diz muitas coisas fascinantes sobre a natureza para nos ajudar a entender melhor a Bíblia. Espero que você tenha uma Bíblia King James. Se não, você pode obter um quase em qualquer lugar. Quase soa como Shakespeare quando você lê, mas quanto mais você faz, mais se acostuma.

Um dos meus versos favoritos na Bíblia é Romanos 1: 20 “Porque as coisas invisíveis dele da criação do mundo são claramente vistas, sendo entendidas pelas coisas que são feitas, até mesmo pelo seu eterno poder e divindade; de modo que eles são indesculpáveis ​​”porque o versículo nos diz que, observando a Criação, não podemos deixar de saber que existe um Deus.

Eu nunca consigo superar a beleza da teia de aranha. Eles são tão artisticamente perfeitos. As teias são diferentes de acordo com suas espécies e igualmente bonitas. O fato de a aranha saber o suficiente para girar seus fios em torno de outro inseto ou paralisá-lo com seu próprio veneno, de modo que se alimentar é tão surpreendente. Ninguém nunca teve que ensiná-los como. Deus apenas colocou esse instinto neles.

Pense nas belas flores que Deus criou e nas fragrâncias que elas dão. Existe uma tal variedade! Eu sei que as pessoas surgiram com novos tipos através dos anos, mas elas se originaram da semente que foi colocada pela primeira vez aqui por Deus.

Pense nas árvores e nos diferentes estágios pelos quais elas passam. Eles representam os estágios da vida de uma pessoa. A semente (quando éramos bebês), As folhas verdes (o crescimento como estamos aprendendo). As mudanças de cor (conforme atingimos a maturidade) e as folhas caídas (quando morremos). Isso não tem que ser o fim de tudo isso. Revelações 22: 14 nos diz que Deus é a Árvore da Vida e se nós O aceitarmos e crermos Nele, viveremos com Ele para sempre. "Bem-aventurados aqueles que cumprem os seus mandamentos, para que tenham direito à arvore da vida e possam entrar pela cidade".

Eu amo o exemplo de uma bolota. A bolota está enterrada no chão. Perde a casca e se torna uma bela árvore. A bolota se foi e em seu lugar há toda uma nova árvore. Quando morremos, nossos corpos também são colocados no chão, mas Deus nos dará nossos novos corpos, que são muito maiores que os antigos, pois o carvalho é maior do que a bolota.

O sol no céu é uma grande imagem de Deus, porque todos sabem que o sol sempre esteve aqui desde o começo e temos fé que estará aqui até o fim dos tempos. Mesmo que haja apenas um sol, sabemos que ele atinge todas as partes do mundo e dá à Terra o que ela precisa para sobreviver, até mesmo para a parte mais remota da Terra. Apenas o mesmo existe apenas um Deus. Não importa quem somos ou onde moramos ou quão insignificantes pensamos que somos, Ele cuida de nós. Peter 5: 7 diz: “Lançando todos os seus cuidados sobre ele; porque ele cuida de você.

Eu amo Matthew 6: 25 & 26. Deus nos diz, assim como os pássaros dos seres são cuidados por Ele, não devemos nos preocupar porque Ele também cuidará de nós.

Uma das minhas coisas favoritas para ver é o arco-íris. Quando vemos o arco completo, ele é perfeitamente moldado e as cores são tão vivas. Nenhum homem poderia ter feito uma coisa tão linda. Só poderia ser feito por Deus.

Gênesis 1, o capítulo inteiro fala de Sua criação. Também devemos olhar para algumas das criações de Deus para nos ensinar como ser. Provérbios 6: 6 nos diz para observar a formiga para nos mostrar que estamos ocupados. Vá até a formiga, seu preguiçoso; considere os seus caminhos, e seja sábio. ”Eles não têm ninguém para ensiná-los a trabalhar, mas eles sabem como reunir sua comida e cuidar de si mesmos, como quase todo animal é capaz de fazer.

Um exemplo de vida após a morte que vem à mente é a semente do jardim. Se você colocar uma semente na palma da sua mão ou colocá-la em uma mesa, ela sempre será uma semente. Uma vez que você colocar a semente no solo e regá-la, a velha casca será deixada para trás e a primavera será uma nova planta viva. Quando plantamos a semente, temos fé que ela voltará à vida. Temos esperança de que ela cresça ”. Agora, a fé é a substância das coisas que se espera, a evidência das coisas não vistas. Hebreus 11: 1 & 3 - Estes versos 2 têm uma boa definição de fé usando a criação de Deus.

A semente de cenoura me surpreende. É quase do tamanho de um grão de pimenta. Olhando para isto parece quase impossível que isto pudesse se tornar uma cenoura. E depois há a cor bonita também. Porque para Deus nada será impossível ”. Luke 1: 37

A borboleta é outra criatura fascinante na natureza. As cores e desenhos e os estágios que se tornaram um são notáveis. Eu sei que veremos Dawn novamente e ela será saudável e não envelhecerá. Veremos muitos dos nossos entes queridos que adormeceram em Jesus antes de nós e nunca mais seremos separados deles. Se nascêssemos apenas para morrer, não faria qualquer sentido. Romanos 8: 18 diz: "Pois eu creio que os sofrimentos deste tempo presente não são dignos de serem comparados com a glória que será revelada em nós." A Bíblia é um Livro que existe há gerações e gerações e ainda lê por pessoas de todo o mundo até hoje. Hebreus 13: 8 diz: "Jesus Cristo é o mesmo ontem, e hoje, e para sempre".

John 3: 16 é um verso muito popular para explicar o caminho para a salvação. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Deus enviou Seu Filho (Jesus) à Terra para nascer um bebê e tornar-se um homem como nós, sem pecado, e morrer na cruz como sacrifício pelos nossos pecados. Somos todos pecadores e merecemos morrer. Mas Deus teve misericórdia de nós e enviou Seu Filho para receber o castigo por nós. Ele morreu e ressuscitou, assim como uma semente morre e nova vida surge. Nós morreremos um dia, mas se crermos em Deus e pedirmos a Ele que perdoe nossos pecados, Ele nos trará nova vida um dia com um corpo que não morrerá nem adoecerá. Não será maravilhoso?

Eu tenho paz no coração com a perspectiva de morrer porque sei que Ele me ressuscitará com uma nova vida eterna.

Estou lhe enviando este livro do verdadeiro Deus. Provas e Promessas e o artigo sobre a Borboleta, esperando que ela faça as coisas claras para você. Tenho certeza que você conhece os estágios da borboleta, mas também ajudará você a ver o aspecto espiritual dela também.

Eu poderia continuar com coisas diferentes sobre a natureza e como ela se relaciona de uma maneira espiritual.

Se você ler a Bíblia, por favor, não desanime tentando descobrir tudo. Não é uma história longa e contínua. Há livros 66 na Bíblia, escritos por várias pessoas diferentes que foram inspiradas por Deus. Toda vez que você vê escrevendo em letras vermelhas, elas são palavras escritas pelo próprio Jesus.

Espero que isso ajude você. Creia no Senhor Jesus Cristo e serás salvo. Atos 16: 31. Por favor acredite hoje e não o deixe para outro dia porque nenhum de nós sabe se há um amanhã como Dawn. Felizmente ela acreditou.

É sempre bom conversar com você. Amor, sua irmã, Robin

Estudo Bíblico Relacionado: Job 38-41

Como são nossos relacionamentos no céu?

“Mas não quero que ignoreis irmãos sobre os que dormem, para que não sofrais, como a outros que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também os que dormem em Jesus, levarão com Deus.

Porque o próprio Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. ”1 Tessalonicenses 4: 13-14, 16-18

Muitas pessoas se perguntam quando se viram do túmulo de seus entes queridos: “Conheceremos nossos entes queridos no céu”? “Vamos ver o rosto deles de novo”?

O Senhor entende sua dor. Ele carregou nossas tristezas ... Pois Ele chorou no túmulo de Seu querido amigo Lázaro mesmo sabendo que Ele o levantaria dentro de alguns instantes.

Lá Ele falou em consolo aos seus amados amigos.

“Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.” ~ John 11: 25

Agora, nos entristecemos por aqueles que dormem em Jesus, mas não como aqueles que não têm esperança. Pois na ressurreição, Deus trará com Ele aqueles que dormem em Jesus. Nossa amizade é duradoura. Continua para sempre.

“Porque na ressurreição, nem se casam, nem são dados em casamento, mas são como os anjos de Deus no céu.” ~ Matthew 22: 30

Embora nosso casamento terreno não seja sustentado no céu, nossos relacionamentos serão puros e saudáveis. Pois é apenas um retrato que serviu ao seu propósito até que os crentes em Cristo sejam casados ​​com o Senhor.

“E eu, João, vi a cidade santa, a Nova Jerusalém, descendo de Deus do céu, preparada como uma noiva adornada por seu marido.

E ouvi uma grande voz do céu dizendo: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, e ele habitará com eles, e eles serão o seu povo, e o próprio Deus estará com eles e será seu Deus.

E Deus enxugará todas as lágrimas dos seus olhos; e não haverá mais morte, nem tristeza, nem pranto, nem mais haverá dor, porque as primeiras coisas passarão. ”Apocalipse 21: 2

Quais são os efeitos de assistir pornografia?

Querida alma

Deixe-me falar ao seu coração por um momento .. Eu não estou aqui para condenar você, ou para julgar onde você esteve. Eu entendo como é fácil ser pego na teia da pornografia.

A tentação está em todo lugar. É uma questão que todos nós enfrentamos. Diariamente somos atraídos pelo que vemos na televisão, nos filmes ou na internet.

Pode parecer uma coisa pequena olhar para aquilo que é agradável aos olhos. O problema é que olhar se transforma em luxúria, e a luxúria é um desejo que nunca é satisfeito.

“Mas todo homem é tentado, quando é arrancado de sua luxúria e seduzido. Então, quando a concupiscência tem concebido, produz o pecado, e o pecado, quando está terminado, traz a morte. ”~ James 1: 14-15

Muitas vezes é isso que atrai a alma para a teia da pornografia.

As Escrituras lidam com esse problema comum ...

“Mas eu vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já cometeu adultério com ela em seu coração”.

E, se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno. Mateus 5 28-29

Satanás conhece nossas tentações. Ele usa imagens bonitas e pensamentos sedutores para nos atrair para sua teia. Nós nos tornamos intrigados. Nosso interesse nos leva a um caminho aparentemente inofensivo, até que se torne uma fortaleza em nossa vida.

Satanás vê nossa luta. Ele ri de nós delirantemente! “Você também se torna tão fraco quanto nós? Deus não pode alcançá-lo agora, sua alma está além do alcance dele.

Muitos morrem em seu enredamento, outros questionam sua fé em Deus. “Eu andei muito longe de Sua graça? Sua mão vai chegar até mim agora?

Nossos momentos mais fracos são quando estamos sozinhos, somos seduzidos por nossos próprios pensamentos lascivos. Nós flertamos com a tentação quando devemos fugir. "Que mal vai fazer?", Dizemos a nós mesmos de forma convincente.

Seus momentos de prazer são mal iluminados, como a solidão se impõe. Não importa quão longe você tenha caído, a graça de Deus é ainda maior. O pecador caído Ele deseja salvar, Ele alcançará Sua mão para segurar a sua.

O que acontece depois da morte?

Todos os dias, milhares de pessoas darão o último suspiro e cairão na eternidade, seja no céu ou no inferno. Embora possamos nunca saber seus nomes, a realidade da morte acontece todos os dias.

O que acontece no momento depois de você morrer?

No momento em que você morre, sua alma se afasta temporariamente do seu corpo para aguardar a ressurreição.

Aqueles que depositam sua fé em Cristo serão levados pelos anjos para a presença do Senhor. Eles agora estão consolados. Ausente do corpo e presente com o Senhor.

Enquanto isso, os incrédulos esperam no Hades pelo julgamento final.

“E no inferno ergueu os olhos, estando em tormentos ... E clamou e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e envia a Lázaro, para que molhe a ponta do dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. ”~ Luke 16: 23a-24

“Então o pó retornará à terra como estava: e o espírito retornará ao Deus que o deu.” ~ Eclesiastes 12: 7

Apesar de lamentarmos a perda de nossos entes queridos, sentimos tristeza, mas não como aqueles que não têm esperança. “Porque se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também os que dormem em Jesus trarão com ele. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, confortai-vos uns aos outros com estas palavras. ”~ 1 Thessalonians 4: 14, 17-18

Enquanto o corpo do incrédulo permanece descansando, quem pode imaginar os tormentos que ele está experimentando ?! Seu espírito grita! “O inferno de baixo é movido para te encontrar em tua vinda…” ~ Isaías 14: 9a

Despreparado é ele se encontrar com Deus!

Embora ele chore em seu tormento, sua oração não oferece conforto algum, pois um grande abismo é fixo onde ninguém pode passar para o outro lado. Sozinho ele é deixado em sua miséria. Sozinho em suas memórias. A chama da esperança para sempre extinguida de ver seus entes queridos novamente.

Pelo contrário, preciosa aos olhos do Senhor é a morte de seus santos. Acompanhado pelos anjos na presença do Senhor, eles agora são consolados. Suas provações e sofrimentos são passados. Embora sua presença seja profundamente perdida, eles têm esperança de ver seus entes queridos novamente.

O que acontece com meu bebê abortado?

“… Eu irei a ele, mas ele não voltará para mim.” ~ 2 Samuel 12: 23b

Meu precioso bebê ... Meu coração dolorido deseja te abraçar, você é o tesouro do meu coração! Você aperta seus dedos ao redor dos meus com força, não querendo sair. Eu acariciei sua bochecha tão suavemente. Seus olhos pareciam calorosamente nos meus. Seu sopro de vida se esvaiu, parecia antes de seu tempo.

Sua doçura tocou os corações de muitos. Sua presença ainda persiste. Eu vou te abraçar mais uma vez no céu, mas agora você está nos braços de Jesus.

Meus olhos olham para cima em direção ao céu com lágrimas escorrendo pelo meu rosto. "Cuide do meu precioso bebê até que eu veja o rosto dela."

O amor de Deus parecia me envolver como a tranquilidade encheu meu coração. Eu quase podia ouvir o coro de anjos dedilhando suas harpas angelicais!

Diga mamãe para mim Jesus eu fui protegido de muitas tempestades. Foi a graça de Deus sobre os inocentes que Ele me recebeu em seus braços.

Pois eu estou sob as asas da sua proteção. Eu alcancei a terra prometida! Jesus ama as criancinhas, pois disso é o reino dos céus.

Para Deus é soberano em Sua salvação Ele escolhe quem ele quiser. Ele recebe aqueles que morrem como bebês que não têm méritos próprios.

Não há tristeza aqui, nem tristeza ... riso quente enche o ar! Há uma infinidade de anjos, mamãe, há bebês em todo lugar!

Todos os filhos de Deus O cercam, Ele os coloca de joelhos. Cada um deles é precioso para o reino dos céus pertence a estes.

A morte de uma criança é de partir o coração, a dor mais dolorosa que teremos. Você está sob as asas do Senhor, querida mamãe, você está em Seu amoroso cuidado.

Seu amor desceu das alturas do céu para estender a mão para segurar a minha. “Eu te segurarei no céu, meu precioso bebê quando Deus me chamar de lar em algum momento!”

Seus lábios me chamarão de mamãe, será música para meus ouvidos! Eu terei a minha realização de sonhos ... quando te abraçar tão perto.

Jesus disse: “… Deixai que os filhos pequenos viessem a mim e não os proibissem, pois deles é o reino de Deus.” ~ Mark 10: 14b

“Hoje é o Dia da Recordação da Gravidez e Perda Infantil. Hoje, meu coração parece ter sido apertado inúmeras vezes, não apenas com o pensamento de nosso bebê anjo, Ryley, mas também com o pensamento de meus sobrinhos e sobrinhos de anjo, e os bebês de anjo dos meus amigos.

Meu coração se parte e gostaria de entender por que Deus leva nossos bebês tão cedo.

Mas também me lembro de um verso que li há algum tempo que me ajudou: Ecclesiastes 4: 3 “Mas melhor que ambos é aquele que nunca nasceu, que não viu o mal que é feito sob o sol. (NVI) Apesar de sermos incapazes de segurar Ryley, Deus está segurando nosso bebê em seus braços e cuidando de Ryley, enquanto nós aqui na Terra cuidamos de nosso bebê a caminho. Quem poderia ser um zelador melhor para o nosso Ryley do que aquele que cuida de nós?

“Um ano atrás, em abril 6th, 2017, perdemos um dos nossos bebês. Nós sabíamos que estávamos grávidas por algumas semanas, e eu estava tendo ataques de pânico quase diários. Mas naquela manhã, foi pior do que nunca. Eu não conseguia funcionar. Eu não consegui me preparar para o trabalho. Eu acordei e só sabia que algo estava errado. Eu sabia que algo não estava certo com a gravidez. Marquei uma consulta com meu médico e eles pediram exames de sangue e um ultrassom. O ultrassom não duraria algumas semanas, mas eles me asseguraram que tudo ficaria bem. Meu trabalho de sangue voltou com tudo bem, além de ter um nível muito baixo de vitamina D.

Eu tinha oito semanas quando fizemos o ultrassom. Eles primeiro nos mostraram que tínhamos um bebê saudável. E então eles nos disseram que havíamos perdido um bebê por volta das semanas 6, que foi no mesmo dia em que acordei e não pude funcionar. Eu soube instantaneamente que havíamos perdido nosso bebê naquele dia.

Eu não pude deixar de me perguntar imediatamente por que Deus havia levado nosso bebê. Mas então, no ano seguinte, percebi por quê. Neste último ano, tenho ouvido falar e conhecido muitas outras mulheres que perderam seus bebês. E essa dor que Deus me fez passar me ajudou a andar com essas mulheres e ajudá-las com sua dor. Cada vez que ouço falar de uma, sinto sua dor e minha própria dor novamente.

E agora, nosso bebê saudável tem 4 meses de idade. Eu consigo aconchegar meu precioso garoto todas as noites. Há momentos em que não posso deixar de imaginar como seria se eu tivesse gêmeos. Mas agora, sou apenas grato pelo meu bebê.

Às vezes, quando estamos sofrendo, não entendemos porque Deus faz as coisas que Ele faz. Nós não vemos sua imagem completa. Mas então, às vezes um ano, às vezes alguns anos, no futuro, começamos a ver por que Deus nos faz passar por essa dor. Na maior parte do tempo, é para nos conectarmos com as pessoas. É para que possamos andar ao lado de pessoas que passaram pela mesma dor que fizemos e ajudá-las com a dor delas.

Já faz um ano e, embora às vezes minha dor seja forte, meu Deus é mais forte e agora entendo por que Ele levou nosso anjo embora. Eu encontrei um verso que me ajudou em alguns dos dias mais difíceis. Eclesiastes 4: 3: “Mas os mais afortunados de todos são aqueles que ainda não nasceram. Pois eles não viram todo o mal que é feito debaixo do sol. ”(NLT). Nosso anjo bebê está sendo mantido por nosso grande e poderoso Deus. Ryley não saberá a dor da mágoa ou a sensação de tristeza. Ryley conhecerá a felicidade e conhecerá o sentimento de ser mantido por nosso Salvador. Pensar nisso é o que está me ajudando neste aniversário. Nosso Ryley está no Céu e está brincando com todos os outros bebês do anjo. Um dia, vou conseguir segurar Ryley. Mas, por enquanto, sei que Ryley está segura nos braços de nosso Salvador e não pode ser ferida ”.

O que é o céu?

Os anjos vieram e me conduziram à presença de Deus, querida mamãe. Eles me carregaram como você fez quando eu adormeci. Acordei nos braços de Jesus, Aquele que deu a vida por mim!

É tão lindo aqui em cima, mamãe; tão lindo como você sempre disse! Um rio puro de água da vida, claro como cristal, saindo do trono de Deus.

Tão oprimido com o amor dele estava eu, querida mamãe! Imagine minha alegria vendo Jesus cara a cara! Seu sorriso - tão quente ... Seu rosto - tão radiante ... "Bem-vindo ao lar meu filho!" Ele disse ternamente.

Oh, não fique triste por mim, mamãe. Eu posso correr e dançar e cantar! Eu me sinto tão leve nos meus pés como se estivesse sonhando, mamãe! Às vezes eu rio enquanto danço na presença dos anjos. A maldição da morte perdeu sua dor.

Oh, não chore por mim, mãe. Suas lágrimas caem como a chuva de verão. A morte é dolorosa com sua separação. Chore por um tempo, mas não como aqueles que choram em vão.

Embora Deus me tenha chamado para casa tão cedo, com tantos sonhos, tantas canções não cantadas, eu estarei em seu coração, em suas memórias queridas. Os momentos que tivemos o levarão.

Oh, lembra, mamãe, quando na hora de dormir eu me deitava na sua cama? Você me contaria histórias de Jesus e o amor que Ele tinha por nós.

Eu olhei para o seu rosto e disse, enquanto você lê para mim à luz de velas. "Será que os anjos vão me levar para casa também, mamãe?" Você riu provocativamente, bagunçando meu cabelo. “Sim, meu anjinho, mas você tem que esperar. Confie nEle como seu Salvador e em Seu sangue que foi derramado por você. ”

De joelhos você orou por mim, uma lágrima escorreu pelo seu rosto. "Foi uma lágrima, mamãe?" Eu perguntei a você suavemente. Você olhou para longe de mim. Um suspiro terno escapou de seus lábios ... reunindo seus pensamentos ... "Sim, meu anjinho, lágrimas no meu coração regam minhas orações." Você disse suavemente, me beijando boa noite.

Eu me lembro daquelas noites, mamãe, suas histórias preciosas. Canções de ninar de mamãe que eu enfiei no meu coração. Na escuridão, a batida da porta do papai ecoou sua bebedeira durante a noite. Através das paredes finas eu pude ouvir você chorar. Um anjo chora minha mãe. “Cuide da mamãe ...” eu pedi a Deus suavemente, regando minhas orações com lágrimas.

Naquela noite, quando você orou por mim, fiquei de joelhos. O luar dançou no chão de madeira quando pedi a Deus que me salvasse. Embora eu não soubesse o que dizer no começo, lembro o que você disse. Ore de seu coração, querido filho, você disse ternamente virando-se para a porta para sair.

“Querido Jesus, eu sou um pecador. Sinto muito pelos meus pecados. Sinto muito que eles foram tão malvados com você quando eles te pregaram na árvore. Venha ao meu coração, Senhor Jesus, e os anjos devem vir, levar-me para o céu contigo. E Jesus, eu ouço mamãe chorando. Observe ela enquanto ela dorme. Perdoe o papai por ser tão mau, como você me perdoou. Em nome de Jesus. Um homem."

Jesus entrou na minha vida naquela noite, querida mamãe! Na escuridão eu pude sentir você sorrir. Sinos tocaram para mim no céu! Meu nome escrito no livro da vida.

Então não chore por mim, querida mamãe. Eu estou aqui no céu por sua causa. Jesus precisa de você agora, pois há meus irmãos. Há mais trabalho na terra para você fazer.

Um dia, quando seu trabalho terminar, os anjos virão para carregá-lo. Seguramente nos braços de Jesus, Aquele que amou e morreu por você.

O que é o inferno?

“E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe a Abraão, e Lázaro no seu seio. E clamou e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e manda a Lázaro que molhe a ponta do dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. ~ Luke 16: 23-24

Então ele disse: Peço-te, pois, pai, que o mandes para a casa de meu pai; porque tenho cinco irmãos; para que ele possa testificar a eles, para que também eles não entrem neste lugar de tormento. ”~ Luke 16: 27-28

Esta noite, ao ler esta carta, a mãe, o pai, a irmã, o irmão ou o amigo mais querido de alguém escorregarão para a eternidade apenas para cumprir sua decisão no inferno.

Imagine receber uma carta como esta de um dos seus entes queridos. Escrito por um jovem a sua mãe temente a Deus. Ele morreu e foi para o inferno ... Que não seja dito de você!

Uma carta do inferno

Querida mãe,

Estou escrevendo para você do lugar mais horrível que já vi e mais horrível do que você poderia imaginar. É preto aqui, tão escuro que eu não posso nem ver todas as almas que eu estou constantemente esbarrando. Eu só sei que eles são pessoas como eu do grito de sangue gritos. Minha voz sumiu do meu próprio grito enquanto me contorço de dor e sofrimento. Eu não posso nem mais gritar por ajuda, e não adianta de jeito nenhum, não há ninguém aqui que tenha alguma compaixão por minha situação.

A dor e sofrimento neste lugar é absolutamente insuportável. Isso consome todo o meu pensamento, eu não poderia saber se havia alguma outra sensação para vir sobre mim. A dor é tão intensa que nunca pára de dia nem de noite. A virada dos dias não aparece por causa da escuridão. O que pode ser nada mais do que minutos ou mesmo segundos, parece muitos anos sem fim. O pensamento desse sofrimento continuar sem fim é mais do que posso suportar. Minha mente está girando mais e mais a cada momento que passa. Eu me sinto como um louco, não consigo nem pensar claramente sob essa carga de confusão. Eu temo que estou perdendo a cabeça.

O medo é tão ruim quanto a dor, talvez até pior. Não vejo como minha situação possa ser pior do que isso, mas tenho medo constante de que possa estar a qualquer momento.

Minha boca está ressecada e só se tornará mais. É tão seco que minha língua se fende ao céu da boca. Lembro-me daquele velho pregador dizendo que é o que Jesus Cristo suportou quando se pendurou naquela velha cruz acidentada. Não há alívio, nem tanto como uma única gota de água para esfriar minha língua inchada.

Para adicionar ainda mais miséria a este lugar de tormento, sei que mereço estar aqui. Estou sendo punido justamente pelos meus atos. A punição, a dor, o sofrimento não são piores do que justamente merece, mas admitir que agora nunca aliviará a angústia que arde eternamente em minha alma miserável. Eu me odeio por cometer os pecados para ganhar um destino tão horrível, eu odeio o diabo que me enganou para que eu acabasse neste lugar. E por mais que eu saiba que é uma maldade indescritível pensar isso, odeio o próprio Deus que enviou seu Filho unigênito para me poupar desse tormento. Eu nunca posso culpar o Cristo que sofreu e sangrou e morreu por mim, mas eu o odeio de qualquer maneira. Eu não posso nem mesmo controlar meus sentimentos que eu sei ser perverso, infeliz e vil. Eu sou mais perverso e vil agora do que jamais fui em minha existência terrena. Oh, se ao menos eu tivesse escutado.

Qualquer tormento terrestre seria muito melhor que isso. Para morrer uma morte lenta e agonizante de Câncer; Morrer em um prédio em chamas quando as vítimas dos ataques terroristas 9-11. Mesmo para ser pregado na cruz depois de ser espancado impiedosamente como o Filho de Deus; Mas, para escolher isso acima do meu estado atual, não tenho poder. Eu não tenho essa escolha.

Eu agora entendo que este tormento e sofrimento é o que Jesus deu para mim. Eu acredito que ele sofreu, sangrou e morreu para pagar pelos meus pecados, mas seu sofrimento não era eterno. Depois de três dias ele se levantou em vitória sobre o túmulo. Oh, eu acredito nisso, mas, infelizmente, é tarde demais. Como a velha canção do convite diz que eu me lembro de ouvir tantas vezes, eu sou “One Day Too Late”.

Somos TODOS crentes neste lugar terrível, mas nossa fé é NADA. É muito tarde. A porta está fechada. A árvore caiu e aqui ficará. No inferno. Perdido para sempre. Sem esperança, sem conforto, sem paz, sem alegria.

Nunca haverá um fim para o meu sofrimento. Eu me lembro daquele velho pregador como ele dizia: "E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre: E eles não têm descanso nem dia nem noite"

E isso é talvez a pior coisa sobre este lugar terrível. EU LEMBRO. Eu me lembro dos cultos da igreja. Eu lembro dos convites. Eu sempre achei que eles eram tão brutos, tão idiotas, tão inúteis. Parecia que eu era muito “durão” para essas coisas. Eu vejo tudo diferente agora, mãe, mas minha mudança de coração não importa nada neste momento.

Eu vivi como um tolo, fingi como um tolo, morri como um tolo, e agora devo sofrer os tormentos e a angústia de um tolo.

Mãe, como eu sinto muita falta do conforto de casa. Nunca mais vou conhecer sua delicada carícia na minha testa febril. Não há mais café da manhã quente ou refeições caseiras. Nunca mais vou sentir o calor da lareira em uma noite gelada de inverno. Agora, o fogo engole não apenas esse corpo que perece, atormentado pela dor incomparável, mas o fogo da ira de um Deus Todo-Poderoso consome meu próprio ser interior com uma angústia que não pode ser adequadamente descrita em nenhuma língua mortal.

Eu anseio apenas passear por um prado verdejante na primavera e ver as belas flores, parando para absorver a fragrância de seu doce perfume. Em vez disso, estou resignada com o cheiro ardente de enxofre, enxofre e um calor tão intenso que todos os outros sentidos simplesmente me falham.

Mãe, quando adolescente, sempre odiei ter que ouvir o barulho dos bebês na igreja, e até mesmo em nossa casa. Eu pensei que eles eram tão inconvenientes para mim, uma irritação tão grande. Como eu desejo apenas ver por um breve momento um daqueles rostinhos inocentes. Mas não há bebês no inferno, mãe.

Não há Bíblias no Inferno, querida mãe. As únicas escrituras dentro das paredes carbonizadas dos condenados são aquelas que tocam nos meus ouvidos hora após hora, momento após momento miserável. Eles não oferecem conforto algum, e servem apenas para me lembrar de como fui tolo.

Se não fosse pela futilidade deles, mamãe, você poderia se alegrar de outra forma por saber que há uma reunião interminável de oração aqui no Inferno. Não importa, não há Espírito Santo para interceder em nosso favor. As orações são tão vazias, tão mortas. Eles são nada mais do que gritos de misericórdia que todos nós sabemos que nunca serão respondidos.

Por favor, avise meus irmãos, mamãe. Eu era o mais velho e achei que tinha que ser "legal". Por favor, diga-lhes que ninguém no inferno é legal. Por favor, avise todos os meus amigos, até mesmo meus inimigos, para que eles não venham também a este lugar de tormento.

Por mais terrível que seja este lugar, mamãe, vejo que não é meu destino final. Como Satanás ri de todos nós aqui, e como multidões se juntam a nós continuamente nesta festa da miséria, somos constantemente lembrados de que algum dia no futuro todos seremos convocados individualmente para comparecer diante do Trono do Julgamento do Deus Todo-Poderoso.

Deus nos mostrará nosso destino eterno escrito nos livros ao lado de todas as nossas obras iníquas. Não teremos defesa, nem desculpa, nem nada a dizer a não ser confessar a justiça da nossa condenação perante o supremo juiz de toda a terra. Pouco antes de sermos lançados em nosso destino final de tormento, o Lago de Fogo, teremos que olhar a face daquele que voluntariamente sofreu os tormentos do inferno para que pudéssemos ser libertos deles. Enquanto estamos lá em sua santa presença para ouvir o pronunciamento de nossa condenação, você estará lá Mãe para ver tudo.

Por favor, perdoe-me por envergonhar a minha cabeça, pois sei que não suportarei olhar para o seu rosto. Você já estará conformado à imagem do Salvador e eu sei que será mais do que posso suportar.

Eu adoraria deixar este lugar e me juntar a você e a tantos outros que conheci por meus poucos anos na terra. Mas eu sei que isso nunca será possível. Desde que eu sei que nunca posso escapar dos tormentos dos condenados, eu digo com lágrimas, com uma tristeza e profundo desespero que nunca podem ser completamente descritos, eu nunca mais quero ver nenhum de vocês novamente. Por favor, não se junte a mim aqui.

Onde as pessoas vão quando morrem?

Todos os dias, milhares de pessoas darão o último suspiro e cairão na eternidade, seja no céu ou no inferno. Embora possamos nunca saber seus nomes, a realidade da morte acontece todos os dias.

O que acontece no momento depois de você morrer?

No momento em que você morre, sua alma se afasta temporariamente do seu corpo para aguardar a ressurreição.

Aqueles que depositam sua fé em Cristo serão levados pelos anjos para a presença do Senhor. Eles agora estão consolados. Ausente do corpo e presente com o Senhor.

Enquanto isso, os incrédulos esperam no Hades pelo julgamento final.

“E no inferno ergueu os olhos, estando em tormentos ... E clamou e disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim e envia a Lázaro, para que molhe a ponta do dedo em água e refresque a minha língua; porque estou atormentado nesta chama. ”~ Luke 16: 23a-24

“Então o pó retornará à terra como estava: e o espírito retornará ao Deus que o deu.” ~ Eclesiastes 12: 7

Apesar de lamentarmos a perda de nossos entes queridos, sentimos tristeza, mas não como aqueles que não têm esperança. “Porque se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também os que dormem em Jesus trarão com ele. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, nas nuvens, ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, confortai-vos uns aos outros com estas palavras. ”~ 1 Thessalonians 4: 14, 17-18

Enquanto o corpo do incrédulo permanece descansando, quem pode imaginar os tormentos que ele está experimentando ?! Seu espírito grita! “O inferno de baixo é movido para te encontrar em tua vinda…” ~ Isaías 14: 9a

Despreparado é ele se encontrar com Deus!

Embora ele chore em seu tormento, sua oração não oferece conforto algum, pois um grande abismo é fixo onde ninguém pode passar para o outro lado. Sozinho ele é deixado em sua miséria. Sozinho em suas memórias. A chama da esperança para sempre extinguida de ver seus entes queridos novamente.

Pelo contrário, preciosa aos olhos do Senhor é a morte de seus santos. Acompanhado pelos anjos na presença do Senhor, eles agora são consolados. Suas provações e sofrimentos são passados. Embora sua presença seja profundamente perdida, eles têm esperança de ver seus entes queridos novamente.

Por que Deus permite que as pessoas sofram?

“Ora, nenhuma correção para o presente parece ser jubilosa, mas penosa ... Para quem o Senhor ama a sua correção, e açoita a todos os filhos que recebe”. Hebreus 12: 11a, 12: 6

***

O forno do sofrimento! Como isso dói e nos traz dor. É lá que o Senhor nos treina para a batalha. É lá que aprendemos a rezar.

É lá que Deus fica sozinho conosco e nos revela quem realmente somos. É lá onde Ele apaga nossos confortos e queima o pecado em nossas vidas.

É lá, no forno, que encharcamos o nosso travesseiro com lágrimas quando, em agonia de alma, clamamos a Ele: “Oh Senhor, se for possível, retire este cálice de mim: todavia não se faça a minha vontade, mas a tua. "

É lá que Ele usa nossos fracassos para nos preparar para o Seu trabalho. Está lá, no forno, quando não temos nada a oferecer, quando não temos música à noite.

É lá que sentimos que nossa vida acabou quando tudo o que gostamos está sendo tirado de nós. É então que começamos a perceber que estamos sob as asas do Senhor. Ele vai cuidar de nós.

É lá que muitas vezes deixamos de reconhecer a obra oculta de Deus em nossos tempos mais áridos. É lá, na fornalha, que nenhuma lágrima é desperdiçada, mas cumpre seus propósitos em nossas vidas.

É lá que Ele tece o fio preto na tapeçaria da nossa vida. É lá onde Ele revela que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam.

É lá que nos tornamos reais com Deus, quando tudo o mais é dito e feito. “Embora Ele me mate, ainda assim confiarei nele”. É quando deixamos de amar essa vida e vivemos na luz da eternidade vindoura.

É aí que Ele revela as profundezas do amor que Ele tem para nós ”, pois eu considero que os sofrimentos deste tempo presente não são dignos de serem comparados com a glória que será revelada em nós.” ~ Romanos 8: 18

É lá, na fornalha, que percebemos “Pois a nossa leve aflição, que é apenas por um momento, produz para nós um peso de glória muito maior e eterno”. ~ 2 Corinthians 4: 17

É aí que nos apaixonamos por Jesus e apreciamos a profundidade do nosso lar eterno, sabendo que os sofrimentos do nosso passado não nos causam dor, mas que preferem aumentar a Sua glória.

É quando saímos da fornalha que a primavera começa a florescer. Depois que Ele nos reduz às lágrimas, oferecemos orações liquefeitas que tocam o coração de Deus.

É aí que derramamos lágrimas de intercessão que não serão esquecidas por Deus. “Aquele que sai e chora, carregando a preciosa semente, sem dúvida voltará com regozijo, trazendo seus feixes com ele.” ~ Salmo 126: 6

“… Mas nos gloriamos nas tribulações também: sabendo que a tribulação produz paciência; e paciência, experiência; e experimentar, espero. ”~ Romanos 5: 3-4

Por que Jesus morreu?

Eu perguntei a Jesus: "Quanto você me ama?" Ele disse: "Isso mesmo" e estendeu as mãos e morreu. Morreu por mim, um pecador caído! Ele morreu por você também.

***

Na noite anterior à minha morte, você estava em minha mente. Como eu desejei ter um relacionamento com você, passar a eternidade com você no céu. No entanto, o pecado separou você de Mim e Meu Pai. Um sacrifício de sangue inocente era necessário para o pagamento de seus pecados.

A hora chegou quando eu deveria dar a minha vida por você. Com o coração pesado, saí para o jardim para orar. Em agonia de alma suo, por assim dizer, gotas de sangue quando clamei a Deus ... “Ó Meu Pai, se for possível, que passe deste cálice de mim; todavia não seja como eu quero, mas como tu queres. ”~ Matthew 26: 39

Enquanto eu estava no jardim, os soldados vieram me prender, apesar de eu ser inocente de qualquer crime. Eles me trouxeram ao salão de Pilatos. Eu parei diante dos meus acusadores. Então Pilatos me levou e me açoitou. Lacerações cortaram profundamente minhas costas enquanto eu levava a surra para você. Então os soldados me despiram e vestiram um manto escarlate em mim. Eles colocaram uma coroa de espinhos na minha cabeça. Sangue desceu pelo meu rosto ... não havia beleza que você deveria desejar.

Então os soldados zombaram de mim, dizendo: Salve, rei dos judeus! Eles me trouxeram diante da multidão aplaudindo, gritando: “Crucifica-o. Crucifique-o. ”Fiquei ali em silêncio, sangrando, machucado e espancado. Ferido pelas vossas transgressões, ferido pelas vossas iniqüidades. Desprezado e rejeitado dos homens.

Pilatos tentou libertar-me, mas cedeu à pressão da multidão. "Tomai-o e crucificai-o, porque não acho nele culpa alguma", disse ele. Então ele me entregou para ser crucificado.

Você estava em minha mente quando eu carreguei minha cruz até a colina solitária para o Gólgota. Eu caí sob seu peso. Foi meu amor por você e fazer a vontade de Meu Pai que me deu força para suportar sob sua carga pesada. Lá, eu levei suas mágoas e carreguei suas tristezas, estabelecendo Minha vida pelo pecado da humanidade.

Os soldados zombaram dando golpes pesados ​​no martelo, enfiando as unhas profundamente em minhas mãos e pés. O amor pregou seus pecados na cruz, para nunca mais ser tratado novamente. Eles me ergueram e me deixaram morrer. No entanto, eles não tiraram a Minha vida. Eu de bom grado dei.

O céu ficou negro. Até o sol parou de brilhar. Meu corpo estragado com uma dor excruciante tomou o peso do seu pecado e suportou sua punição para que a ira de Deus pudesse ser satisfeita.

Quando todas as coisas foram realizadas. Eu entreguei o meu espírito nas mãos do meu pai e exalei as minhas palavras finais: "Está consumado". Baixei a cabeça e abri mão do fantasma.

Amo-Te, Jesus.

“Não há maior amor do que este, para que o homem dê a sua vida pelos seus amigos.” ~ John 15: 13

Deus me perdoará o adultério?

Querida Alma

Hoje a estrada pode parecer íngreme e você se sente sozinho. Alguém em quem você confia o desapontou. Deus vê suas lágrimas. Ele sente sua dor. Ele deseja consolá-lo, pois Ele é um amigo que fica mais perto do que um irmão.

Deus te ama tanto que enviou seu único filho, Jesus, para morrer em seu lugar. Ele perdoará todos os pecados que você cometeu, se estiver disposto a deixar seus pecados e se afastar deles.

Talvez você sinta: “Ele não perdoará meus pecados porque são grandes demais. Você não conhece os pecados que cometi, eu me afastei muito do amor Dele. ”

Eu entendo seus pensamentos, querida alma. Eu também me senti indigno e indigno de seu amor. Fiquei ao pé da cruz implorando misericórdia, mas essa é a graça do nosso Deus.

As Escrituras dizem: “... não vim chamar os justos, mas pecadores ao arrependimento.” ~ Mark 2: 17b

Alma, isso inclui você e eu.

Não importa quão longe você tenha caído, a graça de Deus é ainda maior. As almas sujas e desanimadas, Ele veio para salvar. Ele vai descer a mão para segurar a sua.

Com o coração inclinado, diga ao Senhor:

“Eu sou um pecador. Eu fui um pecador toda a minha vida. Perdoe-me, Senhor.

Talvez você seja como aquele pecador caído. Ela veio a Jesus, sabendo que Ele era o único que poderia salvá-la. Com lágrimas escorrendo pelo rosto, ela começou a lavar os pés com lágrimas e limpou-as com os cabelos. Ele disse: “Seus pecados, que são muitos, são perdoados…” Alma, Ele pode dizer isso de você esta noite?

Você pode ter lágrimas escorrendo pelo seu rosto enquanto se relaciona com ela. Talvez você tenha olhado pornografia e se sinta envergonhado, ou tenha cometido adultério e queira ser perdoado. “Não me afaste da tua presença. Perdoa-me pelo mal que fiz. ”Você é tão culpada quanto ela, mas o mesmo Jesus que a perdoou também perdoará esta noite.

Um dia você estará diante do Senhor, transparente em Sua presença. Os livros da sua vida estarão abertos para serem julgados. Todo pensamento ... toda palavra ... todo motivo de seu coração será revelado em Sua luz iluminadora. O que você dirá em Sua presença? Diga ao Senhor: “Eu fiz uma bagunça na minha vida, quero ser perdoado.” Deus vê seu coração, querida alma. Claro, você fez escolhas erradas, mas Ele ainda te ama!

Talvez você tenha pensado em dar sua vida a Cristo, mas deixe de lado por uma razão ou outra. “Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações.” ~ Hebreus 4: 7b

Nós conheceremos um ao outro no céu?

Quem de nós não chorou no túmulo de um ente querido, ou lamentou sua perda com tantas perguntas sem resposta? Conheceremos nossos entes queridos no céu? Será que vamos ver o rosto deles novamente?

A morte é dolorosa com sua separação, é difícil para aqueles que deixamos para trás. Aqueles que amam muitas vezes se entristecem profundamente, sentindo a mágoa de sua cadeira vazia.

No entanto, estamos tristes por aqueles que dormem em Jesus, mas não como aqueles que não têm esperança. As Escrituras são tecidas com o conforto de que não apenas conheceremos nossos entes queridos no céu, mas também estaremos juntos com eles.

Embora lamentemos a perda de nossos entes queridos, teremos a eternidade de estar com os que estão no Senhor. O som familiar de sua voz vai chamar seu nome. Assim estaremos sempre com o Senhor.

E os nossos entes queridos que podem ter morrido sem Jesus? Você vai ver o rosto deles de novo? Quem sabe que eles não confiaram em Jesus em seus últimos momentos? Nós podemos nunca conhecer este lado do céu.

Porque reconheço que os sofrimentos deste tempo presente não são dignos de serem comparados com a glória que será revelada em nós. ~ Romanos 8: 18

“Porque o Senhor mesmo descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.

Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras. ”~ 1 Thessalonians 4: 16-18

Querida Alma

Você tem a garantia de que se você morresse hoje você estará na presença do Senhor no céu? A morte para um crente é apenas uma passagem que se abre para a vida eterna.

Aqueles que dormem em Jesus será reunido com seus entes queridos no céu. Aqueles que você colocou no túmulo em lágrimas, você deve encontrá-los novamente com alegria! Oh, para ver o sorriso deles e sentir o toque deles ... nunca mais se separar!

No entanto, se você não acredita no Senhor, vai para o inferno. Não há maneira agradável de dizê-lo.

As Escrituras dizem: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” ~ Romanos 3: 23

“Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.” ~ Romanos 10: 9

Não durma sem Jesus até ter certeza de um lugar no céu.

Esta noite, se você gostaria de receber o presente da vida eterna, primeiro você deve crer no Senhor. Você tem que pedir que seus pecados sejam perdoados e depositar sua confiança no Senhor. Para ser um crente no Senhor, peça a vida eterna. Há apenas um caminho para o céu, e isso é através do Senhor Jesus. Esse é o maravilhoso plano de salvação de Deus.

Você pode começar um relacionamento pessoal com Ele orando de coração uma oração como a seguinte:

“Oh Deus, sou um pecador. Eu fui um pecador toda a minha vida. Perdoe-me, Senhor. Eu recebo Jesus como meu Salvador. Eu confio nEle como meu Senhor. Obrigado por me salvar. Em nome de Jesus, Amém.

Se você nunca recebeu o Senhor Jesus como seu Salvador pessoal, mas o recebeu hoje depois de ler este convite, por favor nos avise. Gostaríamos muito de ouvir de você. Seu primeiro nome é suficiente.

Hoje fiz paz com Deus ...

Como começar sua nova vida com Deus ...

Clique sobre o "GodLife" abaixo

discipulado

Precisa conversar? Tem perguntas?

Se você quiser entrar em contato conosco para obter orientação espiritual ou para acompanhamento, sinta-se à vontade para nos escrever photosforsouls@yahoo.com.

Agradecemos suas orações e esperamos encontrá-lo na eternidade!

Clique aqui para "Paz com Deus"